NEFROLOGIA

Organizado por: Lorenna Ferreira Barbalho
Visualizações: 63
Classificação: (0)
IRA E NEFROLITÍASE
Publicado por:     Detalhes do Produto

2 capítulos

Autor Editora Formato Comprar item avulso Adicionar à Pasta
Medium 9788527732895

19 - Lesão Renal Aguda

RIELLA, Miguel Carlos Grupo Gen PDF Criptografado

19

Lesão Renal Aguda

Oscar Fernando Pavão dos Santos  •  Thais Nemoto Matsui  •  Nestor Schor

INTRODUÇÃO

Anteriormente denominada insuficiência renal aguda, a lesão renal aguda (LRA) representa um problema de saúde pública mundial com altas taxas de morbimortalidade, além de apresentar altos custos para a saúde, com maior tempo de internação e possibilidade de evolução para doença renal crônica em longo prazo.

A LRA caracteriza-se por redução abrupta (em horas a dias) da taxa de filtração glomerular, resultando na inabilidade de o rim exercer suas funções básicas de excreção das escórias nitrogenadas e manutenção da homeostase hidreletrolítica do organismo. Frequentemente, é reversível, podendo se manter por tempo variável.

A incidência da LRA em pacientes internados vem crescendo, sendo mais alta entre os pacientes graves. A despeito do avanço no conhecimento do mecanismo fisiopatológico da

LRA e de seu tratamento, a mortalidade associada à doença ainda permanece elevada (entre 30 e 50%).

Ver todos os capítulos
Medium 9788527732895

29 - Nefrolitíase

RIELLA, Miguel Carlos Grupo Gen PDF Criptografado

29

Nefrolitíase

Mauricio de Carvalho

INTRODUÇÃO

A litíase ou calculose urinária é conceituada como a existência de um ou mais cálculos no interior do aparelho urinário. Cálculos correspondem a estruturas cristalinas que alcançaram tamanho suficiente para causar sintomas ou serem percebidos por técnicas de imagem radiológicas. A formação de cálculos renais (nefrolitíase) representa uma condição de alta prevalência e recorrência, associada a crises álgicas intensas e de grande custo para o sistema de saúde.

A calculose urinária pode ser entendida como uma forma de biomineralização.1 E a litíase é, portanto, um processo que ocorre em um sistema biológico, que o influencia. Apesar de a urina ser frequentemente supersaturada com sais de cálcio e oxalato, na maioria das pessoas não se formam cálculos. O mecanismo exato da sequência “supersaturação-cristalização­litíase urinária” ainda não é totalmente conhecido. Fatores genéticos, dietéticos, socioeconômicos e constitucionais são considerados importantes para a formação de cálculos urinários.

Ver todos os capítulos

Detalhes do Produto

Livro Impresso
eBook
Capítulos

Formato
PDF
Criptografado
Sim
SKU
UR61340866465
ISBN
 
Tamanho do arquivo
0 Bytes
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
Formato
PDF
Criptografado
Sim
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
SKU
Em metadados
ISBN
Em metadados
Tamanho do arquivo
Em metadados