Guia de estudos solomons

Organizado por: Adriele de Oliveira batista
Visualizações: 188
Classificação: (0)
Volume 1
 

2 capítulos

Autor Editora Formato Comprar item avulso Adicionar à Pasta
Medium 9788521620457

CAPÍTULO 11 - ÁLCOOIS E ÉTERES: SÍNTESES E REAÇÕES

SOLOMONS, T. W. Graham; FRYHLE, Craig Barton; JOHNSON, Robert G. Grupo Gen PDF Criptografado

11

�ÁLCOoIS E ÉTERES: SÍNTESES E REAÇÕES

SOLUÇÕES DOS PROBLEMAS

Problemas de Revisão

Observação: Uma mistura de fórmulas estruturais de linhas de ligação e condensadas é utilizada para as soluções neste capítulo de modo a facilitar o uso de ambos os tipos.

  11.1 Estes nomes misturam dois sistemas de nomenclatura (classe funcional e substitutiva; veja a Seção 4.3F). Os nomes apropriados são: álcool isopropílico (classe funcional) ou 2-propanol (substitutivo) e álcool terc-butílico (classe funcional) ou

2-metil-2-propanol (substitutivo). Nomes com sistemas de nomenclatura misturados não devem ser utilizados.

  11.4 Ocorre um rearranjo.

144

011solomonsvol1.indd 144

07/11/11 18:26:30

ÁLCOoIS E ÉTERES: SÍNTESES E REAÇÕES  145

  11.7 (a) Álcoois terciários reagem mais rapidamente do que os álcoois secundários porque eles formam carbocátions mais estáveis, isto é, terciários, em vez de secundários:

(b) O CH3OH reage mais rapidamente do que os álcoois primários porque oferece menos impedimento ao ataque SN2. (Lembre-se de que o CH3OH e os álcoois primários devem reagir através de um mecanismo SN2.)

Ver todos os capítulos
Medium 9788521620457

CAPÍTULO 12 - ÁLCOOIS A PARTIR DE COMPOSTOS CARBONÍLICOS: OXIDAÇÃO-REDUÇÃO E COMPOSTOS ORGANOMETÁLICOS

SOLOMONS, T. W. Graham; FRYHLE, Craig Barton; JOHNSON, Robert G. Grupo Gen PDF Criptografado

12

� LCOoIS A PARTIR DE COMPOSTOS

Á

CARBONÍLICOS: OXIDAÇÃO-REDUÇÃO E

COMPOSTOS ORGANOMETÁLICOS

SOLUÇÕES DOS PROBLEMAS

(b) Apenas o átomo de carbono do etanol ligado ao grupo OH sofre variação no estado de oxidação, de 21 a 11 e até 13.

O estado de oxidação do átomo de carbono no grupo CH3 permanece inalterado.

O estado de oxidação tanto do C1 quanto de C2 decresce como resultado da adição de hidrogênio à dupla ligação. Dessa maneira a reação pode ser considerada tanto uma reação de adição quanto uma reação de redução.

(b) A hidrogenação do acetaldeído não é apenas uma reação de adição, mas é também uma redução porque o átomo de carbono do grupo CO vai de um estado de oxidação de 1 1 para 2 1. A reação inversa (a desidrogenação do etanol) não

é apenas uma reação de eliminação, mas também uma oxidação.

Método da Meia Reação do Íon Elétron para Balanceamento de

Equações de Oxidação-Redução Orgânicas

Apenas duas regras simples são necessárias:

Ver todos os capítulos

Detalhes do Produto

Livro Impresso
eBook
Capítulos

Formato
PDF
Criptografado
Sim
SKU
UR52965628981
ISBN
 
Tamanho do arquivo
0 Bytes
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
Formato
PDF
Criptografado
Sim
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
SKU
Em metadados
ISBN
Em metadados
Tamanho do arquivo
Em metadados