388 capítulos
Medium 9789724415895

Prefácio

Friedrich Nietzsche Grupo Almedina PDF Criptografado

IX

PREFÁCIO

Em homens que estão longe de nós, basta sabermos os fins que se propõem para os aceitarmos ou os rejeitarmos em bloco. Julgamos os que estão mais perto de nós pelos meios que usam para alcançar os seus fins; e muitas vezes não concordamos com os seus fins, mas amamo-los em virtude dos meios que usam e por causa da qualidade do seu querer. Ora, os sistemas filosóficos são só inteiramente verdadeiros para os seus criadores: os filósofos posteriores consideram-nos normalmente um erro enorme, e para os espíritos mais fracos não passam de uma soma de erros e de verdades, enquanto fim supremo são, em todo o caso, um erro e, por isso condenável. Eis porque tantos desprezam o filósofo: é porque os seus fins diferem dos fins que aqueles se propõem; esses só de longe nos dizem respeito.

Quem, em contrapartida, se alegra com grandes homens, também tem a sua alegria em tais sistemas, pois, mesmo que sejam inteiramente erróneos, não deixam de ter um ponto completamente irrefutável, uma disposição pessoal, uma tonalidade; podem utilizar-se para construir a imagem do filósofo: assim como a partir de uma planta se podem tirar conclusões sobre o solo. Em todo caso, trata-se de uma maneira de viver e de ver as coisas humanas que já existiu, e que, por isso, é possível: o «sistema» ou, pelo

Ver todos os capítulos
Medium 9789724419268

CAPÍTULO VI. 1830–1840Começo da mais preciosa amizade da minha vida.Morte do meu pai. Escritos e actividade até 1840

John Stuart Mill Grupo Almedina PDF Criptografado

CAPÍTULO VI

1830–1840

Começo da mais preciosa amizade da minha vida. Morte do meu pai.

Escritos e actividade até 1840

Neste momento do meu desenvolvimento espiritual, iniciei a amizade que constitui a maior honra e a maior felicidade da minha vida, a que devo quase tudo o que fiz até aqui, e o que espero fazer ainda para melhorar as condições de vida da humanidade. Em 1830, fui apresentado à mulher que, depois de uma amizade de 20 anos, consentiu em tornar-se minha esposa.

Eu tinha então 25 anos e ela 23. Esta apresentação reatava entre mim e a família do seu marido velhas relações. Seu avô vivia em

Newington Green, numa casa vizinha da do meu pai; durante a minha infância, o velho gentleman convidava-me algumas vezes a brincar no seu jardim. Era um belo tipo de velho puritano escocês, grave, severo, forte, mas bondoso para as crianças, às quais os homens deste género fazem sempre grande impressão.

Decorreram vários anos entre o momento da apresentação a

Ver todos os capítulos
Medium 9789724412856

Plano original

Wassily Kandinsky Grupo Almedina PDF Criptografado

PLANO ORIGINAL113PONTO, LINHA, PLANO114Consideramos plano original a superfície material chamada a suportar a obra.Designá-lo-emos a partir de agora por P.O.O P.O. é, esquematicamente, limitado por duas linhas horizontais e duas verticais e é definido, assim, como um ser autónomo no domínio daquilo que o rodeia.Visto que conhecemos as propriedades das linhas horizontais e verticais, a sonoridade do P.O. torna-se evidente: dois elementos de calma fria e dois elementos de calma quente formam o acorde de dois sons de calma que define a sonoridade serena e objectiva do P.O.A predominância de uma tendência ou de outra, quer dizer, o predomínio do comprimento ou da altura faz prevalecer, consoante o caso, a sonoridade objectiva do frio ou do quente.Assim, os elementos separados são implantados, desde o começo, numa atmosfera mais ou menos fria ou quente e a própria inserção de muitos elementos opostos não faz esquecer totalmente este ambiente — facto a não descurar nunca. É evidente que esse fenómeno oferece inúmeras possibilidades de composição.

Ver todos os capítulos
Medium 9789896942700

Capítulo 9 – A Preservação de Traços Arcaicos

Thorstein Veblen Grupo Almedina PDF Criptografado

Capítulo 9

A Preservação de Traços Arcaicos

A instituição de uma classe do lazer tem impacto não apenas na estrutura social, mas também no carácter individual dos membros da sociedade. Logo que uma dada tendência ou um determinado ponto de vista ganha aceitação e autoridade como padrão ou norma de vida, começa a agir sobre o carácter dos membros da sociedade que o aceitou como norma. Irá, até certo ponto, moldar os hábitos de pensamento desses indivíduos e passará a exercer uma vigilância seletiva sobre o desenvolvimento das aptidões e inclinações dos homens. Este efeito é produzido em parte através de uma adaptação educativa, coerciva, dos hábitos de todos os indivíduos, em parte através de uma eliminação seletiva das linhagens e dos indivíduos inaptos.

O material humano que não se presta aos métodos de vida impostos pelo esquema aceite é alvo de repressão e de eliminação em maior ou menor escala. Os princípios de emulação pecuniária e de afastamento do trabalho produtivo converteram-se deste modo em cânones de vida, e tornaram-se fatores coercivos de alguma importância na situação a que os homens têm de se adaptar.

Ver todos os capítulos
Medium 9789724417516

UMA INVESTIGAÇÃO FILOSÓFICA ACERCA DA ORIGEM DAS NOSSAS IDEIAS DO SUBLIME E DO BELO

Edmund Burke Grupo Almedina PDF Criptografado

UMA INVESTIGAÇÃO FILOSÓFICAACERCA DA ORIGEM DAS NOSSASIDEIAS DO SUBLIME E DO BELO edmund burke

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos