28923 capítulos
Medium 9788530983505

Capítulo IV – Elementos e Efeitos do Processo

Humberto Theodoro Júnior Grupo Gen PDF Criptografado

Capítulo IV

ELEMENTOS E EFEITOS DO PROCESSO

§ 11. ELEMENTOS DO PROCESSO

Sumário: 108. Visão dinâmica e estática do processo. 109. A relação processual. 110.

Classificação dos elementos do processo.

108. Visão dinâmica e estática do processo

O processo, como instituição jurídica, é uma sequência de atos das partes e do

órgão judicial, tendentes à formação ou atuação do comando jurídico, conforme a lição de Carnelutti.1

Desenvolve-se no processo, com a colaboração das partes, “uma atividade de órgãos públicos destinada ao exercício de uma função estatal”,2 que é a de prevenir ou solucionar o conflito de interesses, fazendo atuar a vontade da lei.3

A pendência do processo dá lugar, entre seus participantes, a uma relação jurídica, que é a relação jurídico-processual, gerando uma série de direitos e deveres, denominados pela doutrina direitos e deveres processuais, que vinculam as partes e o próprio Estado, por meio do juiz: iudicium est actus trium personarum4 (veja-se, adiante, o item 111, a respeito dos vínculos gerados pela relação processual).

Ver todos os capítulos
Medium 9788527715379

10 Recursos Fisioterapêuticos: Hidroterapia

Gisele Brqaga Pinheiro Grupo Gen PDF Criptografado

10

Recursos Fisioterapêuticos:

Hidroterapia

Ronald Nascimento Gonçalves

X

Objetivos, 58

X

Benefícios terapêuticos da hidroterapia, 60

X

Introdução, 58

X

Indicações, 60

X

Princípios físicos, 58

X

Contra-indicações, 60

X

Efeitos fisiológicos durante os exercícios em

X

Técnicas da hidroterapia, 61

água aquecida, 60

X

Campo de trabalho, 62

Áreas de atuação, 60

X

Estudo dirigido, 62

X

Pinheiro.indd 57

2/12/2008 15:32:07

58

X

Objetivos

Fornecer conceitos e conhecimentos fundamentais sobre os efeitos físicos e fisiológicos da imersão. Benefícios, indicações e contraindicações, além das principais técnicas específicas de tratamento na hidroterapia.

X

Introdução

O termo hidroterapia deriva das palavras gregas “hydor” (água) e “therapeia” (cura), ou seja,

é o uso da água para fins terapêuticos. O uso da

Ver todos os capítulos
Medium 9788527733465

40 - LED no Tratamento das Complicações

SANDOVAL, Maria Helena Lesqueves; AYRES, Eloisa Leis Grupo Gen PDF Criptografado

40

LED no Tratamento das Complicações

Bhertha Tamura

DEFINIÇÃO

LED (light emitting diode) são diodos de semicondutores envoltos por um encapsulamento translúcido, e quando submetidos a uma corrente elétrica, emitem luz. Normalmente, trabalha-se com comprimentos de onda que variam de 405 nm (azul) a 940 nm (infravermelho), organizados em bancos com centenas ou até milhares desses diodos. Essa tecnologia foi criada pelo programa de medicina espacial da NASA (sigla em inglês de National Aeronautics and Space Administration – Administração Nacional da Aeronáu­tica e do Espaço), nos

EUA. Seu alvo é a fotobiomodulação, e sua ação na Dermatologia se faz por estimulação e equilíbrio das células da pele, par­ticular­mente mastócitos, macrófagos, endotelió­citos e fibroblastos, aumentando a circulação sanguí­nea e linfática de forma não invasiva e sem alteração térmica local.

LASER (light amplification by stimulated emission of radiation) foi reconhecido a partir de

Ver todos os capítulos
Medium 9788527734721

6. Avaliação de Necessidades pela Abordagem Socio-odontológica

Vitor Gomes Pinto Grupo Gen PDF Criptografado

v

6

Avaliação das Necessidades pela Abordagem

Socio-odontológica

Georgios Tsakos  •  Jennifer Oliver*

Introdução

O planejamento dos serviços de saú­de está enraizado no imperativo ético de usar apropriadamente os recursos disponíveis.

A avaliação de necessidades de saú­de reú­ne e analisa informações para subsidiar o planejamento dos serviços de saú­de, sendo empregada para garantir o uso dos recursos de maneira mais eficiente e eficaz – por exemplo, direcionando-os para grupos ou in­di­ví­duos com maior probabilidade de se beneficiarem da assistência médica. Seus objetivos gerais são melhorar a saú­de da população e reduzir as desigualdades na saú­de.

Hoje, fica bem claro que a saú­de é mais que apenas uma ausência de doen­ça. Como resultado, as necessidades atuais de saú­de incluem questões como:

• Impacto da falta de saú­de nos in­di­ví­duos e na sociedade

• Limitações funcionais resultadas da falta de saú­de

• Percepções e atitudes dos próprios pacientes em relação a problemas de saú­de

Ver todos os capítulos
Medium 9788527728256

18 Moraxella

D. Scott McVey, Melissa Kennedy, M.M. Chengappa Grupo Gen PDF Criptografado

18

Moraxella

Huchappa Jayappa e D. Scott McVey

Bactérias do gênero Moxarella são bastonetes e cocos gramnegativos pertencentes à família Moraxellaceae (ou Gammaproteobacteria). O gênero Moraxella era anteriormente subdividido em dois subgêneros: Moraxella (contendo microrganismos do gênero em formato de bastonetes) e Branhamella

(microrganismos cocoides). Algumas das espécies cocoides também anteriormente eram classificadas como Neisseria. Há várias bactérias desse gênero (Quadro 18.1), algumas das quais associadas à ocorrência de doenças em pacientes humanos.

Em medicina veterinária, Moraxella bovis é a bactéria mais importante do grupo. M. bovis causa ceratoconjuntivite infecciosa bovina (CIB), a doença ocular mais comum em bovinos.

Características descritivas

Morfologia e coloração

Pasteurella multocida e Vibrio cholerae. Mutantes incapazes de produzir essa adesina não são virulentos.

Cápsula. A cápsula tem várias funções, sendo as mais im-

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos