30350 capítulos
Medium 9788527734073

4. - Potenciais Evocados

BICHUETTI, Denis; BASTITELLA, Gabriel Novaes de Rezende Grupo Gen PDF Criptografado

Neurologia.indb 51

4

Potenciais Evocados

Gilberto Mastrocola Manzano

INTRODUÇÃO

Na Neurofisiologia Clínica, potenciais evocados (PE) são resultado das variações de potenciais elétricos, em consequência do funcionamento do sistema nervoso, desen­ca­dea­das por algum estímulo.

As vias neurais mais comumente estudadas são a ­visual, a auditiva e a somatossensitiva. Basicamente, os PE são registrados por eletrodos aplicados sobre a pele em diferentes pontos do corpo (dependendo da via estudada) e a estimulação é feita por meio de um padrão (de imagem) apresentado em um monitor, para o estudo da via ­visual, um tom ou um “click” para o desencadeamento de respostas auditivas e em geral um pulso elétrico de curta duração para a estimulação da via somatossensitiva. Como as respostas são muito pequenas, utiliza-se um artifício para o registro, com base no cálculo da média dos sinais registrados, após várias estimulações, sincronizados com o momento de apresentação do estímulo (esse artifício é referido como obtenção de média síncrona ou promediação).

Ver todos os capítulos
Medium 9788521630845

Parte IV - 11 - ASPECTOS DA GESTÃO DO CONHECIMENTO NAS EMPRESAS

PATRÍCIO, Patrícia; CANDIDO, Claudio Roberto (orgs.) Grupo Gen PDF Criptografado

11

ASPECTOS DA GESTÃO DO

CONHECIMENTO NAS EMPRESAS

Lélia Zambrano

Doutora em Ciências Sociais (PUC-SP)

Manoel Francisco Guaranha

Doutor em Letras (USP)

O que você verá a seguir:

Vamos abordar neste texto a inovação como uma prática que transcende o processo de produção de bens e serviços; incorpora a  consciência permanente que acompanha todo o ciclo de vida dos produtos e serviços geridos pelas corporações modernas; promove práticas da gestão do conhecimento ligadas ao uso da tecnologia da informação com a finalidade de atender às demandas do pós-venda e de responder rapidamente ao público consumidor quando houver eventuais problemas nos produtos ou serviços.

A passagem do modelo mecanicista para o modelo orgânico e participativo, inspirado no método japonês de administração, aponta para uma gestão voltada à qualidade. Este texto elege dois pontos no binômio gestão e inovação: o problema do conhecimento ligado à reputação das empresas na era da hiperglobalização. Ambos exigem comunicação rápida e eficiente com os clientes.

Ver todos os capítulos
Medium 9788597017779

Capítulo 2 - Formulação do Problema da Pesquisa

ZANOTTA, Egydio Barbosa Grupo Gen PDF Criptografado

CAPÍTULO 2

FORMULAÇÃO DO

PROBLEMA DA PESQUISA

O B J E T I VOS

• Entender qual a importância do problema na realização do projeto de pesquisa de marketing.

• Compreender como localizar e definir problemas de marketing que afetam as empresas.

• Explicar como podemos classificar os problemas de marketing.

• Compreender o que vêm a ser os objetivos da pesquisa de marketing.

• Tomar conhecimento de um modelo de problema e objetivos.

zanotta_MIOLO_P3.indd 17

29/06/2018 11:44

18 PESQUISA DE MARKETING | ZANOTTA

IMPORTÂNCIA DO PROBLEMA

Esta é a principal etapa do projeto de pesquisa de marketing: sem um problema claramente definido, não há como realizar uma investigação de mercado fecunda e capaz de resolver aquilo que está importunando e prejudicando a empresa.

Devemos ressaltar que a formulação do problema é tão importante, que muita pesquisa é (ou deveria ser) realizada para localizar e definir o problema.

Ver todos os capítulos
Medium 9788521616689

CAPÍTULO 4 - Kit de Sobrevivência na Selva

LIMA, Guilherme Pereira Grupo Gen PDF Criptografado

CAPÍTULO

4

Kit de Sobrevivência na Selva

A regra básica é a seguinte: deve-se pensar pequeno no começo para pensar grande apenas depois. São muitos os exemplos de grandes planos e metas auspiciosas para implantação de uma metodologia para gerenciamento de projetos que fracassaram por não terem um plano realista para o curto, o médio e o longo prazo. Algumas dicas são apresentadas a seguir, e entre elas recomenda-se que 5 ou 10 sejam eleitas e afixadas em local visível.

4.1 SE VOCÊ É MEMBRO DA EQUIPE DO PROJETO

Aspectos Comportamentais

• Esteja preparado para muitas mudanças.

• Esteja preparado para reinícios.

• Seja proativo.

• Seja disciplinado.

• Conheça os objetivos do projeto.

• Tenha bom humor diante das dificuldades.

• Seja uma pessoa agregadora.

Serie Gestao Lima Guilherme.indd 95

11/26/08 5:13:12 PM

96

Capítulo Quatro

• Siga as rotinas e procedimentos estabelecidos.

• Trabalhar com base em premissas é fonte de riscos.

Ver todos os capítulos
Medium 9788597011166

Capítulo 34. Ação direta de inconstitucionalidade

MORAES, Guilherme Peña de Grupo Gen PDF Criptografado

34

AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE

1 CONCEITO

A ação direta de inconstitucionalidade, ad instar arts. 102, inc. I, a e p,

103, caput, §§ 1º e 3º, e 129, inc. IV, da CRFB, como também arts. 2º a 12 e

22 a 28 da Lei nº 9.868/99, é dirigida à impugnação de lei ou ato normativo federal ou estadual em face da Constituição federal.

A ação direta de inconstitucionalidade deflagra a jurisdição constitucional orgânica, e não a jurisdição constitucional das liberdades, na medida em que tutela a validade das leis e atos normativos.1

A ação direta de inconstitucionalidade instaura o processo de controle abstrato, e não o processo de controle concreto, uma vez que a validade das leis e atos normativos é aferida em tese.2

O objeto da ação direta de inconstitucionalidade é elidir a presunção relativa de constitucionalidade, por meio da suspensão da eficácia da norma cuja invalidade é declarada pelo Supremo Tribunal Federal, da lei ou ato normativo impugnado.3

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos