260 capítulos
Medium 9788520415061

5. Como alojar? Gênero, hospitalidade e performance

Conrad Lashley Manole PDF Criptografado

CAPÍTULO

5

Como alojar?

Gênero, hospitalidade e performance

Jane Darke

Escola de Planejamento da

Universidade Oxford Brookes

Craig Gurney

Centro para Administração e

Desenvolvimento de Hospedagem da

Universidade do País de Gales

Assuntos-chave:

• A hospitalidade doméstica como performance

• Os papéis dos gêneros e a hospitalidade

• Os tabus e a etiqueta na visita

• As tensões e os tabus no relacionamento entre anfitrião e visita

• As diferenças entre a hospitalidade comercial e a hospitalidade doméstica

Em busca da hospitalidade

A ausência de um amplo ponto de vista feminista sobre a hospitalidade dá a impressão de ser uma curiosa omissão, dado que muitos relacionamentos anfitrião–visita se baseiam preponderantemente nas relações sociais de gênero (Aitchison, 1999). Há muito tempo, os sociólogos mostram que as palavras são reveladoras; expressões como landlady [senhoria], bell-boy [mensageiro de hotel] ou housewife [dona de casa] assumem um significado crucial ao se considerar a importância do gênero no reconhecimento de papéis e expectativas relativas à hospitalidade. A hospitalidade está, portanto, profundamente envolvida em qualquer análise do patriarcado.

Ver todos os capítulos
Medium 9788520431733

2. Manobras técnicas básicas da massagem em bebês

Cláudia Marchetti V. da Cruz Manole PDF Criptografado

2

Manobras técnicas básicas da massagem em bebês

O

Ocidente conhece a massagem denominada clássica ou sueca. Baseada na anatomofisiologia e na patologia, ela é um recurso terapêutico utilizado principalmente por profissionais da área de saúde para produzir, na maioria das vezes, relaxamento muscular. Ela pode ser aplicada, considerando-se as peculiaridades, em adultos, idosos, adolescentes, crianças e bebês.

No Oriente, segundo a literatura, são utilizadas basicamente três técnicas de massagem para bebês. A mais conhecida é a Shantala, nome pelo qual é conhecida no Ocidente a massagem aplicada na Índia. No sul da Ásia, existe uma técnica semelhante à Shantala que apresenta um aspecto cultural bem característico e que, neste livro, denominamos Massagem do sul da Ásia.

A terceira técnica conhecida é a Tui Na, massagem baseada nas teorias da

Medicina Tradicional Chinesa.

Chama a atenção o fato de, desconsiderando-se os rituais que acompanham a prática da massagem no Oriente, as manobras técnicas utilizadas serem as mesmas. Mudam a intensidade, a frequência, a sequência ou a direção da manobra e os objetivos com que são aplicadas.

Ver todos os capítulos
Medium 9788520430972

Anexo 4 – Análise do Desempenho de Forças e Fraquezas – Check-list

Luiz Arnaldo Biagio Manole PDF Criptografado

Anexo 4

Análise do Desempenho de Forças e Fraquezas – Check-list

Book 1.indb 303

1/13/16 15:06

304

Plano de Negócios – Estratégia para Micro e Pequenas Empresas

Check-list para análise de desempenho das forças e fraquezas

GRAU DE

IMPORTÂNCIA

DESEMPENHO

Força

Força

impor- não imtante

portante

Neutro

Fraqueza importante

Fraqueza não importante

ALTA MÉDIA BAIXA

MARKETING

Reputação da empresa

Participação no mercado

Qualidade do produto

Qualidade do serviço

Eficácia do preço

Eficácia da distribuição

Eficácia da promoção

Eficácia da força de vendas

Eficácia da propaganda

Eficácia da inovação

Força da marca

Formulação de estratégias

Lealdade do cliente

Diferenciação de produtos

Cobertura geográfica

(continua)

Book 1.indb 304

1/13/16 15:06

Anexo 4

305

Check-list para análise de desempenho das forças e fraquezas

Ver todos os capítulos
Medium 9788520430972

Anexo 10 – Plano de Negócios para uma Empresa Comercial

Luiz Arnaldo Biagio Manole PDF Criptografado

Anexo 10

Plano de Negócios para uma

Empresa Comercial

Book 1.indb 349

1/13/16 15:06

350

Plano de Negócios – Estratégia para Micro e Pequenas Empresas

Distriplast Comercial Ltda.

Avenida dos Capixabas, 223 - Interlagos

São Paulo – SP – CEP: 05421-930

Tel: (11) 4520-1311

PLANO DE NEGÓCIOS

Elaborado por José Álvaro da Cunha

Agosto/2002

N. 001/Edição 01

Nota: os dados apresentados neste estudo de caso são reais; porém, por questão de confidencialidade, foi criada uma denominação fictícia para a empresa e seu endereço, bem como para seus sócios.

Book 1.indb 350

1/13/16 15:06

Anexo 10

351

Índice

Sumário executivo ....................................................................................................................................

1. Descrição da empresa ..........................................................................................................................

Ver todos os capítulos
Medium 9788520432594

Introdução

Susana de Castro Manole PDF Criptografado

introdução

Origem

A tragédia surge na Grécia, especificamente na Ática, no fim do século VI a.C. Nasceu do culto religioso a

Dionísio, deus do vinho e da fertilidade. Por ocasião da vindima (colheita da uva), celebrava-se a cada ano, em

Atenas e por toda Ática, a festa do vinho novo. Os participantes se embriagavam e começavam a cantar e dançar freneticamente ao som de címbalos, até caírem desfalecidos.

Como um culto religioso transformou-se em um acontecimento teatral? A explicação para a transformação do ritual em teatro, a metamorfose do culto agrário em espetáculo teatral, passa necessariamente pelas transformações sociais e políticas de Atenas, pela passagem de um domínio da nobreza agrária e heroica para o domínio do povo no Estado democrático. Como relata

Werner Jaeger (2010, p.270), a encenação das tragédias nasce no período de transição entre uma fase e outra, isto

introdução

Figura 1.  Dionísio (520-510 a.C.). Museu Arqueológico

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos