2035 capítulos
Medium 9788582603475

Apêndice K - Tabela de precedência de operadores

Harvey Deitel; Paul Deitel; Abbey Deitel Grupo A PDF Criptografado

K

Tabela de precedência de operadores

Os operadores são mostrados em ordem decrescente de precedência, de cima para baixo

(Fig. K.1).

Operador

Descrição

Associatividade

++

incremento pós-fixado unário decremento pós-fixado unário

direita para a esquerda

incremento prefixado unário decremento prefixado unário mais unário menos unário negação lógica unária complemento bit a bit unário conversão unária

direita para a esquerda

multiplicação divisão resto

esquerda para a direita

adição ou concatenação de strings subtração

esquerda para a direita

deslocamento à esquerda deslocamento à direita com sinal deslocamento à direita sem sinal

esquerda para a direita

menor que menor ou igual a maior que maior ou igual a comparação de tipo

esquerda para a direita

é igual a não é igual a

esquerda para a direita

&

E bit a bit

E lógico booleano

esquerda para a direita

Ver todos os capítulos
Medium 9788521636694

Capítulo 1 Produção de software

Wilson de Pádua PAULA FILHO Grupo Gen ePub Criptografado

A produção industrial de software é quase sempre uma atividade coletiva. Alguns produtos são construídos inicialmente por indivíduos ou pequenas equipes, como produtos comerciais de prateleira, conhecidos como COTS (commercial off-the-shelf). À medida que se tornam sucesso de mercado, passam a evoluir. A partir daí um número cada vez maior de pessoas passa a cuidar da sua manutenção e evolução. Outras vezes trata-se de produtos desenvolvidos por encomenda de um cliente. Quando esses produtos são bem recebidos, as organizações passam a receber encomendas cada vez maiores, tendo de crescer para atendê-las.

Por isso, quase todas as atividades de engenharia de software são empreendidas por organizações, ou seja, estruturas administrativas em que pessoas conduzem um ou mais projetos, sob uma diretoria e partilhando as mesmas políticas [CMMI10]. Uma organização produtora de software pode ser toda uma empresa (ou fundação, órgão governamental etc.) na qual a produção de software é a atividade-fim, ou uma das atividades-fim; ou uma divisão de uma empresa que tem outros objetivos, sendo a produção de software uma atividade-meio.

Ver todos os capítulos
Medium 9788573077186

Capítulo 2 - Processos de aprendizagem

Simon Haykin Grupo A PDF Criptografado
Medium 9788580555486

Plug-in G11 - Sistemas globais de informação

Paige Baltzan Grupo A PDF Criptografado

PLUG-IN

G11

Sistemas globais de informação

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM

1. Explicar os desafios culturais, políticos e geoeconômicos enfrentados pelas empresas globais.

2. Descrever os quatro direcionadores de negócios de TI global que devem ser incluídos em todas as estratégias de TI.

3. Descrever governança e conformidade e os frameworks associados que uma organização pode implementar.

4. Identificar por que uma organização precisa compreender arquiteturas corporativas globais ao expandir suas operações no exterior.

5. Explicar os diversos problemas globais de informação que uma organização pode encontrar ao operar seus negócios no exterior.

6. Identificar problemas de desenvolvimento de sistemas globais que as organizações devem compreender antes de desenvolver um sistema global.

Introdução

Independentemente de estarem em Berlim ou Bombaim, Kuala Lumpur ou Kansas City,

San Francisco ou Seul, as organizações ao redor do mundo desenvolvem novos modelos de negócio para atuar competitivamente em uma economia digital. Esses modelos são estruturados, porém ágeis; globais, mas locais; e se concentram em maximizar o retorno ajustado aos riscos de ambos os ativos: conhecimento e tecnologia.

Ver todos os capítulos
Medium 9788521629351

Capítulo 14 - Algoritmos Genéticos

Ben Coppin Grupo Gen PDF Criptografado

CAPÍTULO

14

Algoritmos Genéticos

Alguns chamam de evolução,

Outros chamam de Deus.

–William Herbert Carruth, Each in His Own Tongue

As primeiras descrições e definições técnicas de adaptação vêm da biologia. Naquele contexto, adaptação designa qualquer processo pelo qual uma estrutura seja modificada progressivamente para ter melhor desempenho no seu ambiente. As estruturas podem variar de uma molécula de proteína à pata de um cavalo ou a um cérebro humano ou mesmo a um grupo de organismos interagindo tal como a vida selvagem da selva Africana.

–John H. Holland, Adaptation in Natural and Artificial Systems

14.1 Introdução

A ideia de busca local foi introduzida no Capítulo 5. Métodos de busca local promovem pequenas alterações em soluções potenciais para um problema até que uma solução ótima seja identificada. Algoritmos genéticos são uma forma de busca local que usa métodos baseados em evolução para fazer pequenas alterações em uma população de cromossomos, na tentativa de identificar uma solução ótima.

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos