8988 capítulos
Medium 9788547220228

Capítulo 2

Pedro A. Morettin, Wilton O. Bussab Editora Saraiva PDF Criptografado

R e sp o st a s

Capítulo 2

(a) razão

(e) razão

(b) ordinal

(f) nominal

(c) razão

(g) intervalar

(d) intervalar

3.

População (em mil habitantes)

Número de habitantes

Menos de 1.000

1.000 a 5.000

5.000 10.000

10.0000 a 20.000

Mais de 20.000

8. Histograma

0.004

ni

3

12

6

5

1

fi

0,1111

0,4444

0,2222

0,1852

0,0371

Densidade populacional:

Densidade (hab./km2)

Menos de 10

10 a 30

30 a 50

50 a 100

Mais de 100

ni

9

5

4

6

3

fi

0,3333

0,1852

0,1481

0,2222

0,1111

Total

27

1,0000

0.002

0.001

0.000

0

200 400 600

800

População (× 10000)

Decimal point is 1 place to the right of the colon

4:6

5 : 0046

6 : 234778

7 : 35

Ver todos os capítulos
Medium 9788580553178

Capítulo 13 - Planejamento logístico

Donald J. Bowersox, David J. Closs, M. Bixby Cooper, John C. Bowersox Grupo A PDF Criptografado

Planejamento logístico

CAPÍTULO 13

RESUMO DO CAPÍTULO

METODOLOGIA DE PLANEJAMENTO

FASE I: DEFINIÇÃO DO PROBLEMA E PLANEJAMENTO

A N Á L I SE D E V I A B I L I DA DE

P L A N E JA M E NTO D O P ROJ E TO

FASE II: COLETA E ANÁLISE DE DADOS

P R E SSU P OSTOS E COL E TA D E DA D O S

ANÁLISE

FASE III: RECOMENDAÇÕES E IMPLEMENTAÇÃO

R E COM E NDAÇÕE S

I M P L E M E N TAÇÃO

MÉTODOS E TÉCNICAS DE ANÁLISE DA OPERAÇÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS

D E CI SÕE S D E P ROJ E TO

LÓGI CA D O P ROJ E TO

D E CI SÕE S D E E STOQU E

D E CI SÕE S D E T R A NSP ORT E

A NÁ L I SE D E L I NH A S D E CA RGA

A NÁ L I SE D E E STOQUE

RESUMO

QUESTÕES PARA REVISÃO

DESAFIOS

O ambiente logístico da cadeia de suprimentos está evoluindo constantemente

em resposta a alterações nos mercados, concorrentes, fornecedores, tecnologia e aspectos econômicos. Para desenvolver uma estratégia empresarial para se adaptar a um ambiente em constante mudança e avaliar com eficácia as alternativas, é necessária uma metodologia sistemática de planejamento e projeto. Este capítulo apresenta uma metodologia genérica que inclui uma visão geral das técnicas usadas para o planejamento logístico.

Ver todos os capítulos
Medium 9788547213381

6.2 CUIDE DO SEU IRMÃO

David Dranove, Sonia Marciano Editora Saraiva PDF Criptografado

CAPÍTULO 6

O problema da concorrência: como solucioná-lo

Tabela 6.1 Táticas para amenizar a concorrência em preço

CONDIÇÕES DE MERCADO

TÁTICA

Se o produto é para ser usado repetidamente, com várias melhorias

Projete o produto ou serviço de modo que os consumidores derivem mais benefícios com o uso, ou de modo que você possa oferecer mais benefícios aos consumidores à medida que ganha experiência com eles.

Se o bem/serviço é um bem de experiência e é difícil para os consumidores compararem a qualidade para decidir a compra

Estabeleça uma forte identidade de marca.

Se o bem/serviço não é um bem de experiência, e os clientes são muito sensíveis ao preço

Estabeleça um programa de fidelidade, especialmente se os custos marginais forem baixos.

Todos os bens ou serviços

Ofereça bens complementares para formar uma linha de produtos coordenada.

6.2 CUIDE DO SEU IRMÃO

Quando uma empresa corta preços, em geral suas rivais a imitam, reduzindo os preços no setor e destruindo os lucros agregados no setor.

Ver todos os capítulos
Medium 9788521618089

Capítulo 7. Estratégias de Crescimento Externo

Robert W. Swaim Grupo Gen PDF Criptografado

7

Estratégias de Crescimento Externo

Regras de Drucker Para Fusões, Aquisições e

Alianças Estratégicas

Eu diria que a proporção de aquisições que acabam se revelando erros dispendiosos ou, pelo menos, decepções é de aproximadamente 50%.1

Introdução

Os capítulos anteriores abordaram as visões de Drucker e de outros a respeito do crescimento orgânico por meio de vendas, marketing e inovação. Este capítulo lida com o crescimento externo, por meio de fusões, aquisições e outras alianças estratégicas, tanto formais quanto informais. Trabalhei mais de 20 anos na área de fusões e aquisições – tive inclusive uma empresa nessa área –, auxiliando proprietários de empresas privadas a vender seus negócios, vendendo-os para a gerência ou para os funcionários por meio dos planos de opção de compra de ações da empresa pelos funcionários ou levantando capital para crescimento. Minha empresa também oferecia serviços de planejamento de integração em fusões e aquisições, um passo importantíssimo que costuma ser negligenciado no processo de aquisição, vários anos antes de se tornar um tópico mais popular entre os profissionais de recursos humanos. Foi apresentado a fusão e aquisição no início da década de 1980, quando, como diretor de desenvolvimento organizacional do grupo de exploração e produção (E&P) da Occidental Petroleum Corporation (Oxy), coube-me planejar e supervisionar a integração do grupo de E&P da

Ver todos os capítulos
Medium 9788547209797

6.4 Desafio da mudança

Francisco Gomes de Matos Editora Saraiva PDF Criptografado

ÉTICA NA GESTÃO EMPRESARIAL

Tem!

Sem alma não há vida!

Mas, eu vi a alma lá no porão, no inconsciente da empresa,

à espera da luz vivificadora, que irá renovar: pessoas, mercado, tecnologia, organização, produtos e serviços, informação e conhecimento, missão, responsabilidade social.

Essa luz, que está no coração do homem, precisa ser resgatada, fortalecida, ampliada e convertida em consciência humana.

É aí que reside a alma da empresa.

Colossos empresariais ruíram, ao longo da história, simplesmente porque foram incapazes de tomarem consciência de que possuíam uma alma, a ser pre‑ servada e desenvolvida.

6.4 Desafio da mudança

A mudança inquieta, mas não há alternativa: ou a aceitamos como um desafio na‑ tural ao desenvolvimento, ou optamos pela estagnação.

As transformações assustam os despreparados, que veem na mudança deses‑ tabilidade e ameaça. A estratégia, portanto, é demonstrar os benefícios do novo e as vantagens decorrentes de sua aplicação.

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos