50 capítulos
  Título Autor Editora Formato Comprar item avulso Adicionar à Pasta
Medium 9788520431252

Pré-escolar

Denise Chinem, Priscila Pereira Mota Hidaka, Fabio Ancona Lopez, Dioclécio Campos Junior Editora Manole PDF Criptografado

Préescolar

Pré-escolar

21

Pré-escolar

2 a 6 anos

Capítulos

1- Vacinação.........................................................................................28

2- Consultas pediátricas.....................................................................30

3- Alimentação....................................................................................33

4- Crescimento e desenvolvimento...................................................51

5- Visão e audição...............................................................................66

6- Cuidados com os dentes.................................................................69

7- Cuidados com a pele.......................................................................73

8- Comportamento..............................................................................79

9- Ambiente.........................................................................................87

Ver todos os capítulos
Medium 9788520440933

10. Briga entre irmãos

Tracy Hogg, Melinda Blau Editora Manole PDF Criptografado

Capítulo dez

Briga entre irmãos

Como lidar com os Eus mais implicantes

Éramos um pequeno e estranho grupo de figuras caminhando penosamente pela vida, compartilhando doenças e pasta de dente, cobiçando a sobremesa uns dos outros, escondendo o xampu, pedindo dinheiro emprestado, trancando uns aos outros para fora do quarto, causando dor e beijando para sarar no mesmo instante, amando, rindo, defendendo e tentando descobrir o traço comum que nos une.

— Erma Bombeck

281

Cap10.indd 281

31/10/14 5:54 PM

A Encantadora de Famílias

“Quando Tina nasceu, o nosso filho Jamie ficou feliz com a ideia de ter uma irmã”, lembra-se Kara Guarini sobre seus dois filhos mais velhos. “Ele ficava na creche, com uma família, então estava acostumado a dividir a atenção. Mas quando fiquei grávida de Robyn, Tina, que tinha então 4 anos e meio, me falou: ‘Eu já disse que não precisamos de um novo bebê’. Alguns meses depois, quando a sua escola trabalhou o tema adoção, ela chegou em casa e disse: ‘Já sei o que podemos fazer com o bebê.’”

Ver todos os capítulos
Medium 9788520439081

Seção 2 – A experiência no hospital

Renata Dejtiar Waksman, Cláudio Schvartsman Editora Manole PDF Criptografado

Seção 2

A EXPERIÊNCIA NO HOSPITAL

Coordenadoras

Alice D'Agostini Deutsch

Maria Fernanda Pellegrino da Silva Dornaus

95

11

Sala de parto

Rosa Maria Neme

Mariano Tamura Vieira Gomes

Romy Schmidt Brock Zacharias

Introdução

O nascimento é um momento muito especial e dotado de bastante ansiedade e preocupação por parte dos pais e da equipe médica. Nesse momento tão esperado, a sequência dos eventos pode acontecer de forma tão rápida que é difícil explicar em detalhes todos os procedimentos e solucionar todas as dúvidas dos pais imediatamente. Além do mais, por representar um momento tão único, muitas vezes os próprios pais não conseguem expressar todos os seus questionamentos nessa hora. Portanto,

é recomendável aos pais de gêmeos que conversem com o obstetra e o pediatra antes do momento do parto e se informem de todos os cuidados que serão realizados com cada um dos recém-nascidos.

Como já vimos no capítulo 10, “O papel do pai e da família”, da

Ver todos os capítulos
Medium 9788520432846

Ambiente para o adolescente

Fabio Ancona Lopez, Dioclécio Campos Junior Editora Manole PDF Criptografado

Ambiente para o adolescente

Qual é o ambiente ideal para o adolescente?

Essa pergunta tem resposta em diversas ciências, pois estão envolvidos fatores biológicos, psicológicos, sociais etc.

O

melhor ambiente para o adolescente é o que assegura uma

“proteção integral”.

No entanto, o melhor ambiente é o que assegura uma “proteção integral” ao adolescente.

A doutrina da proteção integral embasou o Estatuto da Criança e do

Adolescente – ECA (Lei n. 8069/90), que regulamentou o artigo 227 da Constituição de 1988 e substituiu a antiga lei denominada Código de Menores (Lei n. 6997/79), que tratava de “menor em situação irregular”.

Para conhecer o texto integral do ECA, consulte: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L8069.htm

O ECA, ao considerá-los como cidadãos de direito, trouxe importantes avanços. Garante a formulação de políticas públicas para o perfeito crescimento e desenvolvimento deles. No entanto, infelizmente, esse

Ver todos os capítulos
Medium 9788520439081

Seção 7 – Desenvolvimento e aspectos psíquico, familiar e social

Renata Dejtiar Waksman, Cláudio Schvartsman Editora Manole PDF Criptografado

Seção 7

DESENVOLVIMENTO E

ASPECTOS PSÍQUICO,

FAMILIAR E SOCIAL

Coordenador

Leonardo M. Posternak

353

45

Individualidade e comparações

Leonardo M. Posternak

Luiz Guilherme Florence

Introdução

A importância e o deslumbramento pelo nascimento de filhos gêmeos ou múltiplos estão bem documentados na mitologia e na literatura. Até situações inverídicas deram origem a filmes que mostravam ocasiões em que, quando um dos gêmeos se machucava, o outro, ainda que distante, sentia dor.

Mas pouco se fala que os gêmeos e múltiplos podem trazer alguma confusão e conflitos tanto para os pais como para as próprias crianças.

Também a relação entre os irmãos gêmeos ou múltiplos e entre eles e o resto dos irmãos deve ser refletida, para os pais poderem agir adequadamente.

Eis alguns pontos que podem causar alguma confusão:

��

��

��

pensar na experiência de gerar e amar dois ou mais bebês ao mesmo tempo; o sentimento de cada bebê ao ter nascido junto com outra criança; passar a lidar com as diferenças (peso, personalidade, aptidões, etc.).

355

Ver todos os capítulos
Medium 9788520439081

Seção 8 – Situações especiais

Renata Dejtiar Waksman, Cláudio Schvartsman Editora Manole PDF Criptografado

Seção 8

SITUAÇÕES ESPECIAIS

Coordenadora

Tânia M. R. Zamataro

437

56

Gêmeos ou múltiplos e prematuridade

Marcia de Freitas

Maria Regina Guillaumon

Rogério Pereira da Fonseca

Introdução

A gestação múltipla é frequentemente interrompida por um parto prematuro. Cerca de 50% das gestações duplas, 76% das triplas e 90% das quádruplas. Quanto mais prematuros forem os bebês, mais cuidados irão exigir, tanto na maternidade quanto em casa após a alta hospitalar.

Particularidades dos bebês prematuros

Respiração

Quanto mais prematuros, maior será a dificuldade de manter uma respiração adequada, seja por imaturidade do cérebro – eles podem

“esquecer de respirar” –, pela musculatura do tórax mais frágil ou pela falta de uma substância no pulmão que auxilia na ventilação, o surfactante.

Poderá ser necessário oferecer oxigênio por um certo tempo, dentro da incubadora, pelo nariz dos bebês ou até pela traqueia, nesse caso utilizando um aparelho de ventilação mecânica. Algumas medicações específicas, como surfactante exógeno, poderão ser utilizadas. O bebê

439

Ver todos os capítulos
Medium 9788520432846

Sexualidade na adolescência

Fabio Ancona Lopez, Dioclécio Campos Junior Editora Manole PDF Criptografado

Sexualidade na adolescência

ATENÇÃO

A falta de orientação adequada sobre sexualidade contribui para comportamentos de risco, que podem resultar, por exemplo, em doenças sexualmente transmissíveis e gravidez precoce não planejada. As orientações sobre sexua­ lidade devem ser feitas de acordo com a idade e dentro de um contexto adequado.

É interessante notar que, tanto na fase de bebê como enquanto as crianças ainda são pequenas, são raros os questionamentos ou as dúvidas sobre sexualidade dirigidas aos pediatras. A partir da adolescência, essa situação muda e essa passa a ser uma das principais preocupações de pais, educadores e profissionais de saúde.

Curiosidades sobre diferenças e mudanças corporais são normais. A infância e o amadurecimento da sexualidade fazem parte do processo de desenvolvimento físico e emocional, desde a mais tenra idade.

Antigamente, os pais evitavam falar com os filhos sobre sexualidade, predominando atitudes omissas, porque se pensava que era “melhor não tocar no assunto para não despertar o interesse”. Hoje, sabe-se que informações distorcidas podem ser transmitidas por amigos, pessoas pouco preparadas e pela mídia. Além disso, a ausência de orientação adequada contribui para comportamentos de risco, que podem levar a consequências danosas, como doenças sexualmente transmissíveis e gravidez precoce não planejada.

Ver todos os capítulos
Medium 9788520432846

Condutas e situações de risco na adolescência

Fabio Ancona Lopez, Dioclécio Campos Junior Editora Manole PDF Criptografado

Condutas e situações de risco na adolescência

- desagregação familiar;

- distúrbios emocionais e afetivos;

- depressão e ansiedade;

- distúrbios de aprendizagem e evasão escolar;

- abuso sexual;

- abandono pelos pais;

- maus-tratos;

- �trabalho inadequado, em condições insalubres, sem segurança;

- �trabalho em período integral, impossibilitando que se frequente a escola etc.;

- uso de drogas;

- gravidez precoce e não planejada;

- DST/aids, dentre outros.

“O

s adultos deveriam compreender melhor que a rebeldia faz parte do processo de autonomia. Não se pode ser sem rebeldia. O problema é como dar sentido produtivo, criador, ao ato rebelde e não acabar com a rebeldia.”

Paulo Freire

Adolescente

Compreende-se risco como a probabilidade elevada de ocorrer dano ou resultado indesejado diante de uma determinada situação. São fatores de risco comuns na adolescência:

Muitas vezes, no mesmo adolescente, podem ser identificadas várias condutas de risco, pois muitas estão associadas, como o uso de drogas e depressão e/ou ansiedade.

Ver todos os capítulos
Medium 9788520440933

4. Relacionamentos: sua prioridade número 1

Tracy Hogg, Melinda Blau Editora Manole PDF Criptografado

Capítulo quatro

Relacionamentos: sua prioridade número 1

As questões de conexão

Viva sem fingir,

Ame sem depender,

Ouça sem ficar na defensiva,

Fale sem ofender,

Dê sem querer nada em troca,

Construa sem despedaçar.

— Nina Roberta Baker

83

Cap04.indd 83

31/10/14 6:36 PM

A Encantadora de Famílias

Olhando novamente as fotos excitantes da cena, Elizabeth Weil, então com

43 anos de idade, não conseguia acreditar que “quisera fugir”. Mas lá estava ela, a uma altura de mais de 3.000 m acima do nível do mar, com os sogros, o marido e as duas filhas do casal, indo acampar “no meio do nada aos pés do Lago Chickenfoot”. Tendo crescido em um agradável subúrbio de Boston, aquela não era a concepção que tinha de ótimas férias em família. Entretanto, ela sabia que casamento envolve compromisso. Essa viagem era o modo dela de apoiar o lado amante da natureza e da vida ao ar livre de seu marido, filho de esquerdistas de Berkeley.

Ver todos os capítulos
Medium 9788520432846

Saúde bucal na adolescência

Fabio Ancona Lopez, Dioclécio Campos Junior Editora Manole PDF Criptografado

Saúde bucal na adolescência

Promover a saúde bucal contribui para a manutenção da saúde geral ao colaborar para o funcionamento adequado da digestão, da fala e da respiração.

Estabelecer um bom vínculo e uma boa parceria entre o adolescente e seu dentista contribui para proporcionar a saúde bucal nessa faixa etária.

Adolescente

A boca é um órgão formado pelos lábios, bochechas, língua, glândulas salivares, dentes e gengiva, e, além de ser importante para a alimentação, está ligada ao processo de socialização. É por meio da boca que nos relacionamos com as pessoas e com o mundo, permitindo ao ser humano comunicar-se e expressar sensações e emoções utilizando a fala, os ruídos, o canto, o sorriso, o beijo e o prazer de saborear os alimentos.

ATENÇÃO

Nos últimos anos, a redução da incidência da cárie dentária foi possível por causa de uma série de ações:

• �maior utilização de pastas dentárias contendo flúor;

• �acréscimo de quantidade de flúor adequado na água de consumo da população;

Ver todos os capítulos
Medium 9788520440933

9. Espere a mudança

Tracy Hogg, Melinda Blau Editora Manole PDF Criptografado

Capítulo nove

Espere a mudança

Acione o seu cérebro racional

Aprenda com o ontem, viva o hoje, espere pelo amanhã. O importante é não parar de questionar.

— Albert Einstein

254

Cap09.indd 254

4/11/14 9:53 AM

Espere a mudança

Arlene Borden, 44 anos de idade, cientista da computação que subiu na hierarquia de uma grande empresa de tecnologia, finalmente atingiu seu sonho de carreira: um trabalho como executiva de uma startup bem financiada. A única desvantagem: o escritório fica muito longe de sua casa. Além disso, seus colegas de trabalho, a maioria deles homens solteiros, não se importa de trabalhar até meia-noite. Apesar de ela não trabalhar até tão tarde como alguns, ela nunca passou tanto tempo longe de sua família.

Harold, seu parceiro, é compreensivo quanto à mudança. Ele sabe que Arlene adora seu trabalho e merece a nova posição e o salário, que os ajudará a pagar algumas contas atrasadas. Ele encerra o dia em sua imobiliária mais cedo que o normal, trabalha em casa quando pode e, geralmente, janta antes de Arlene chegar. Como parceiros, eles estão sincronizados; como pais, são carinhosos e compreensivos.

Ver todos os capítulos
Medium 9788520439081

Seção 4 – Amamentação

Renata Dejtiar Waksman, Cláudio Schvartsman Editora Manole PDF Criptografado

Seção 4

AMAMENTAÇÃO

Coordenadoras

Alice D'Agostini Deutsch

Maria Fernanda Pellegrino da Silva Dornaus

179

21

Anatomia e fisiologia das mamas

Maria Fernanda Pellegrino da Silva Dornaus

Introdução

Muitas mulheres que engravidam de gêmeos pensam que não conseguirão amamentar e que não terão leite em quantidade suficiente para seus filhos. Conhecendo melhor a anatomia e a fisiologia das mamas, é possível compreender que o organismo faz todos os ajustes necessários para atender à demanda dos bebês.

É importante destacar que o leite materno é o melhor alimento e propicia melhores condições de saúde aos bebês. O sucesso da amamentação está vinculado ao compromisso e ao desejo materno de amamentar os bebês, favorecendo que dificuldades iniciais sejam superadas.

Desenvolvimento das mamas

No feto, a glândula mamária começa a se desenvolver na sexta semana de vida intrauterina. No momento do nascimento, os principais ductos mamários já estão formados. Logo após o nascimento, as mamas de meninos e meninas podem excretar um líquido em razão da estimulação

181

Ver todos os capítulos
Medium 9788520431733

9. Um pouco de psicomotricidade

Cláudia Marchetti V. da Cruz, Fátima A. Caromano Manole PDF Criptografado

9

Um pouco de psicomotricidade

A

psicomotricidade é a ciência que tem como objeto de estudo o corpo humano em movimento e a relação dessa mobilidade com seu mundo interno e externo. Ela foca o processo de maturação, no qual o corpo é a origem das aquisições cognitivas, afetivas e orgânicas. É fundamentada pelo conhecimento existente sobre o movimento e as capacidades cognitiva, afetiva e intelectual, ou seja, o movimento organizado e integrado ocorrendo em função das experiências vividas pela pessoa e sua capacidade de enfrentamento, resultantes de sua individualidade, sua linguagem e sua socialização86.

Pesquisas contemporâneas realizadas por alguns autores, entre eles

Brazelton73, Bettelheim87, Lebovici88, Bowlby74 e Klaus e Kennell89, sobre as capacidades e competências do recém-nascido e do bebê evidenciaram que eles possuem um potencial de desenvolvimento físico, mental e emocional dependente das experiências corporais.

Por meio da descrição das principais etapas do desenvolvimento psicomotor, verifica-se a importância da afetividade e do relacionamento humano para o desenvolvimento da criança. A comunicação que se instaura entre a criança e seu meio ambiente representa um dos principais fatores do desenvolvimento26,78.

Ver todos os capítulos
Medium 9788520440933

6. Contexto: a rotina da sua família

Tracy Hogg, Melinda Blau Editora Manole PDF Criptografado

Capítulo seis

Contexto: a rotina da sua família

As zonas

Deus dê-me serenidade para aceitar as coisas que não posso mudar; coragem para mudar as coisas que posso; e sabedoria para entender a diferença.

— Oração da Serenidade

146

Cap06.indd 146

31/10/14 3:22 PM

Contexto: a rotina da sua família

Vamos recapitular. Nós lhe mostramos como dois dos Três Fatores fazem da sua família o que ela “é”. Quando um indivíduo se torna R.E.A.L. e mais consciente de seus relacionamentos, faz escolhas melhores, o que, por sua vez, ajuda a manter a família forte e segura. Abordaremos agora o papel do contexto, o elemento sobre o qual o seu controle é menor.

Considerando os Três Fatores, podemos trabalhar nossos relacionamentos e, com consciência e boa vontade, mudá-los para melhor. Mas fundamentalmente, você não pode mudar outra pessoa – ela é quem ela é. Ao mesmo tempo, um bebê Enérgico pode se tornar um líder ou um valentão, dependendo das pessoas ao seu redor e do que ele vivencia. Já o contexto

Ver todos os capítulos
Medium 9788520439081

Seção 6 – O dia a dia

Renata Dejtiar Waksman, Cláudio Schvartsman Editora Manole PDF Criptografado

Seção 6

O DIA A DIA

Coordenador

Sulim Abramovici

283

36

O sono dos gêmeos ou múltiplos

Graziela de Almeida Sukys

Introdução

O sono, que pode ser definido como um estado comportamental transitório que se alterna com a vigília (período acordado), é fundamental para o bem-estar fisiológico e psíquico de crianças e adultos.

Desde a 24ª semana de gestação, já é possível identificar a existência de sono no feto, ainda que de maneira primitiva. Sabe-se que, em gestações de gêmeos e múltiplos, os fetos podem estar em diferentes estágios de amadurecimento neurológico, porém, ao nascimento, esses estágios se aproximam e os bebês já apresentam respostas semelhantes.

Do ponto de vista do ciclo sono-vigília, os múltiplos já estão muito parecidos ao nascer.

Para que os pais possam se adaptar com mais facilidade aos bebês, conseguir organizar a vida e ensinar os filhos a dormir, seguem algumas informações sobre o que é o sono normal.

Ver todos os capítulos

Carregar mais