68 capítulos
Medium 9788521624714

Capítulo 2 - Funções Sociais da Educação e da Escola

MONTEIRO, Eduardo; MOTTA, Artur; RAMAL, Andrea Cecilia (org.) Grupo Gen PDF Criptografado

Capítulo 2

Funções Sociais da Educação e da Escola

Entendendo a história para entender as transformações de hoje

As formas pelas quais a informação circula, e o conhecimento e a riqueza são construídos, são fundamentais para a organização das sociedades. São também fatores dinâmicos e relacionados entre si e, frequentemente, levam as pessoas a se confrontarem com dilemas e desafios cuja superação resulta em transformações sociais. A educação, como processo formador dos indivíduos para a vida social e produtiva, não pode ser compreendida fora dessas relações de vínculo e das mentalidades que as sustentam no cotidiano.

Neste capítulo, vamos procurar compreender como as transformações no espaço social, político e econômico ao longo do tempo influíram sobre o desenvolvimento das concepções e sistemas educativos e modelos escolares que temos hoje. Essas transformações podem ser mais bem compreendidas se colocadas na perspectiva histórica, permitindo perceber no presente aquilo que representa continuidade ou ruptura com os momentos anteriores.

Ver todos os capítulos
Medium 9788520443958

24. Contextos criativos: potencializando a institucionalização da interdisciplinaridade na graduação

Arlindo Philippi Jr; Valdir Fernandes; Roberto C. S. Pacheco Editora Manole PDF Criptografado

capítulo

24

Contextos criativos: potencializando a institucionalização da interdisciplinaridade na graduação

“O principal compromisso da universidade com a sociedade é a recuperação do gosto pelo conhecimento, mostrar a beleza inerente aos mistérios da natureza ou escondida num conceito matemático” (Bevilacqua, 2014, p.22).

Sonia Maria Viggiani Coutinho1 | Advogada, Faculdade de Saúde Pública da USP

Maria da Penha Vasconcellos | Psicóloga Social, Faculdade de Saúde Pública da USP

Eduardo de Senzi Zancul | Engenheiro Mecânico, Escola Politécnica da USP

Leandro Key Higuchi Yanaze | Arquiteto, Escola Politécnica da USP

Roseli de Deus Lopes | Engenheira Elétrica, Escola Politécnica da USP

INTRODUÇÃO

A partir da experiência da disciplina Desenvolvimento Integrado de Produtos, da Escola Politécnica, este capítulo tem por objetivo apresentar como a internalização da interdisciplinaridade pode se dar em um movimento bottom up, na Universidade de São Paulo (USP).

Ver todos os capítulos
Medium 9788520438404

12. Comunicação e sustentabilidade: fontes e recursos

BUENO, Wilson da Costa Editora Manole PDF Criptografado

12

Comunicação  e   sustentabilidade:     fontes  e  recursos

Wilson  da  Costa  Bueno

A   problemática   socioambiental   frequenta,   com   generosidade,  a  literatura  brasileira  contemporânea,  inclusive  a  de  comunicação.  Da  mesma  forma,  é  cada  vez  mais  ampla  a  oferta  de  materiais  (livros,  dissertações  e  teses,  artigos,  vídeos  etc.)  que  tratam   do   tema.   Visando   favorecer   o   acesso   a   estas   fontes   e   recursos,   listamos  aqui  um  conjunto  formidável  deles,  muitos  dos  quais   podem  ser  obtidos  gratuitamente,  como  no  caso  de  artigos  ou   documentos  online  e  mesmo  vídeos  disponíveis  na  web.

Eles  estão  organizados  em  tipos  de  materiais  (obras  integrais,   artigos  online  e  vídeos),  com  as  referências  completas  ou  links,   quando  é  o  caso.  Para  as  obras  integrais  (livros,  dissertações  ou   teses),  além  das  referências  essenciais,  acrescentamos,  para  cada   uma  delas,  um  breve  resumo  e  uma  citação  relevante  que  a  representa.  No  total,  há  cerca  de  uma  centena  de  fontes  e  recursos  disponíveis  para  leitura,  estudo  e  reflexão.  Eles  podem  ser  úteis  inclusive  para  os  professores  que  ministram  disciplinas  nesta  área,   permitindo  seu  uso  ou  sua  indicação  para  seus  alunos.

Ver todos os capítulos
Medium 9788520438404

7. Entendendo a participação no movimento ambiental: ser ou não ser ciberativista do Greenpeace

BUENO, Wilson da Costa Editora Manole PDF Criptografado

7

Entendendo  a  participação  no   movimento  ambiental:     ser  ou  não  ser  ciberativista     do  Greenpeace

Katarini  Miguel

APRESENTAÇÃO: CIBERCULTURA E ATIVISMO

Temos   um   cenário   propício   para   a   difusão   e   divulgação   das   problemáticas  ambientais:  a  internet  e  a  comunicação  em  rede  e   sem  fronteiras  ali  praticada,  que  otimiza  tempo,  recursos,  amplia   o  alcance  das  iniciativas  e  ainda  oferece  meios  de  participação,   colaboração  e  engajamento.  O  movimento  ambiental  conseguiu   com  muita  propriedade  incorporar  as  tecnologias  na  sua  atuação  e  estabelecer  uma  expressão  comunicativa  bastante  eficiente   e   envolvente,   que   materializamos   aqui   na   experiência   do  

Green  peace1.  Castells  (2000)  avalia,  por  exemplo,  que  entre  os   movimentos  sociais,  o  ambiental  é  o  de  maior  produtividade  e   repercussão   por   influenciar   os   diversos   setores   da   sociedade,   utilizar   táticas   de   ação   direta   e   fortemente   orientadas   à   mídia.  

Ver todos os capítulos
Medium 9798536303146

Capítulo 2. As cinco disciplinas para iniciantes: Uma introdução

Peter Senge Grupo A PDF Criptografado

2

AS CINCO DISCIPLINAS PARA

INICIANTES: UMA INTRODUÇÃO

DP

DOMÍNIO PESSOAL

Cultivando as aspirações individuais e a consciência da realidade

Quando as pessoas que trabalham com educação começam a aprender sobre as cinco disciplinas, muitas vezes são atraídas para o domínio pessoal. Consideram seu potencial na sala de aula, na escola e na comunidade. Sabem que a aprendizagem não ocorre de forma duradoura, a menos que seja motivada pelo próprio interesse e pela curiosidade do aprendiz – o que significa que os aprendizes precisam ter claro aonde querem ir e avaliar onde estão.

Aqueles que lidam com crianças estão sempre envolvidos com a disciplina do domínio pessoal, mesmo que não saibam disso. Eles se tornam, no decorrer de cada dia, instrutores de domínio pessoal para muitos estudantes. Essa instrução começa com a forma como você olha as crianças. Você está aberto ao potencial delas? Você vê como podem alcançar suas aspirações, independentemente de seus limites, seu histórico familiar ou dos obstáculos perante

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos