2065 capítulos
Medium 9788573074260

As Relações Interativas

Antoni Zabala Grupo A PDF Criptografado

4

As relações interativas em sala de aula: o papel dos professores e dos alunos

AS RELAÇÕES INTERATIVAS

As seqüências didáticas, como conjuntos de atividades, nos oferecem uma série de oportunidades comunicativas, mas que por si mesmas não determinam o que constitui a chave de todo ensino: as relações que se estabelecem entre os professores, os alunos e os conteúdos de aprendizagem. As atividades são o meio para mobilizar a trama de comunicações que pode se estabelecer em classe; as relações que ali se estabelecem definem os diferentes papéis dos professores e dos alunos. Deste modo, as atividades, e as seqüências que formam, terão um ou outro efeito educativo em função das características específicas das relações que possibilitam.

Desde princípios do século XX, temos assistido a um debate sobre o grau de participação dos alunos no processo de aprendizagem. A perspectiva denominada “tradicional” atribui aos professores o papel de transmissores de conhecimentos e controladores dos resultados obtidos.

Ver todos os capítulos
Medium 9788536304281

Apêndice

Howard Gardner Grupo A PDF Criptografado

Apêndice

UMA ESTRUTURA PARA ANALISAR CASOS DE MUDANÇA MENTAL

Neste roteiro, aplico a estrutura analítica apresentada nos três primeiros capítulos aos principais casos discutidos no restante do livro. O roteiro pode ser lido independentemente, mas será mais bem compreendido em conjunção com o texto relacionado.

Legenda

Tipo de idéia: Conceito/história/teoria/habilidade (veja o Capítulo 1)

Conteúdo desejado: A mudança mental que está sendo buscada

Contraconteúdo: A(s) idéia(s) que se opõe(m) ao conteúdo desejado

Tipo de audiência/arena: Grande/pequena; diversa (heterogênea)/uniforme

(homogênea)

Formato: Inteligências, meios, sistemas simbólicos pelos quais o conteúdo é transmitido

Alavancas de mudança/fatores relacionados ao ponto crucial de mudança: As mais apropriadas das sete alavancas, e considerações que determinam se foi atingido o ponto crucial para a mudança, em que a balança começa a pender para o outro lado

CAPÍTULO 1

Ver todos os capítulos
Medium 9788584290642

Capítulo 12 - Documentação pedagógica: uma prática para a negociação e a democracia

Edwards, Carolyn; Gandini, Lella; Forman, George Grupo A PDF Criptografado

12

Documentação pedagógica: uma prática para a negociação e a democracia1

Gunilla Dahlberg

���ͩͪ

cumentation:

O Poder da Documentação

Pedagógica

Negotiation mocracy assando pelo trabalho em Reggio

P

Emilia, como ocorre nos capítulos a seguir, está a prática da documentaahlberg

ção pedagógica. Expressa de maneira mais simples, a documentação pedagógica é o processo de tornar o trabalho pedagógico

(ou outro) visível ao diálogo, interpretação,

CAL DOCUMENTATION contestação e transformação. Ela incorpora ia, as it does through the chapters that os valores da subjetividade

– de que não cumentation. Most simply expressed, existe ponto de vista objetivo que torne a r making pedagogical

(or other) work Trata-se de uma base observação neutra. on, contestation,para and transformation.

It fomentar a negociação ao tornar as here is no objective point of view that perspectivas explícitas e contestáveis por se for nurturing negotiation by making meio da documentação com os outros, segh documentation with others, be they jam eles crianças, pais, educadores, políticos ou outros cidadãos.

Ver todos os capítulos
Medium 9788565848558

Anexo III. Equivalência de níveis entre os sistemasbrasileiro e português de educação

Maria de Fátima Pacheco; José Pacheco Grupo A PDF Criptografado

Anexo III

Equivalência de níveis entre os sistemas brasileiro e português de educação

Idade

0

Sistema educacional brasileiro

Sistema educacional português

Educação infantil

1

2

3

Educação pré-escolar

4

5

6

7

Ensino fundamental

Ensino básico (1º ciclo)

8

9

10

Ensino básico (2º ciclo)

11

12

Ensino básico (3º ciclo)

13

14

15

16

17

Ensino médio

Ensino secundário

Ver todos os capítulos
Medium 9788597011906

11 - Encenando o ambiente de negócios: a representação teatral como técnica pedagógica

LEAL, Edvalda Araújo; MIRANDA, Gilberto José; NOVA, Silvia Pereira de Castro Casa Grupo Gen PDF Criptografado

11

Encenando o ambiente de negócios: a representação teatral como técnica pedagógica

CINTIA RODRIGUES DE OLIVEIRA MEDEIROS

Z A N D R A C R I S T I N A L I M A S I LVA QU E I R O Z

Todo teatro é necessariamente político, porque políticas são todas as atividades do homem, e o teatro é uma delas.

AUGUSTO BOAL

leal miranda_MIOLO.indd 141

06/06/17 17:00

Capítulo 11

1. Introdução

Neste capítulo, procuramos discutir a dramatização como estratégia de ensino na

área de negócios, focalizando a representação de peças teatrais. A dramatização é um recurso técnico originado do teatro, que se fundamenta no psicodrama, e constitui-se em método para o desenvolvimento de habilidades mediante o desempenho de atividades em situações semelhantes

àquelas que seriam realizadas na vida

A dramatização é um recurso real.1 É também uma experiência de técnico originado do teatro, que aprendizagem baseada na apropriação se fundamenta no psicodrama, de práticas da cena teatral que busca e constitui-se em método para o explorar os tipos de competências.2 desenvolvimento de habilidades

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos