76 capítulos
Medium 9788582605134

Estudos de caso - Cooper Hewitt, Smithsonian Design Museum

Alina Wheeler Grupo A PDF Criptografado

Estudos de caso

Cooper Hewitt, Smithsonian Design Museum

O único museu dos Estados Unidos dedicado exclusivamente ao design histórico e contemporâneo, o Cooper Hewitt detém uma das coleções de design mais diversas e abrangentes do mundo.

Fundado em 1897 por Sarah e Eleanor Hewitt, netas do industrialista Peter Cooper, o Cooper

Hewitt, Smithsonian Design Museum promove o entendimento público sobre design por meio de exposições interativas, programação e recursos de aprendizagem online. A coleção permanente inclui mais de 210.000 objetos de design, contando a história do design e sua importância fundamental para melhorar nosso mundo.

Metas

Redefinir e transformar a experiência dos visitantes.

Promover o entendimento público do design.

Alcançar um público nacional e global mais amplo.

Posicionar o museu como a autoridade educacional sobre design.

Redesenhar a marca visual, site e elementos gráficos de exposições e sinalização.

Ver todos os capítulos
Medium 9788577809752

Capítulo 20 - Análise de Cluster

Naresh K. Malhotra Grupo A PDF Criptografado

Capítulo

20

A análise de cluster nos ajuda a ver se existem grupos ou segmentos que são mais semelhantes entre si do que a membros de outros grupos ou segmentos.

Tom Myers, vice-presidente sênior, gerente de atendimento ao cliente, Burke, Inc.

Objetivos

Após a leitura deste capítulo, o aluno conseguirá:

1. Descrever o conceito básico e o objetivo da análise de cluster e sua importância na pesquisa de marketing.

2. Discutir as estatísticas associadas à análise de cluster.

3. Explicar o procedimento de análise de cluster, incluindo a formulação do problema, a seleção de uma medida de distância, a escolha de um procedimento de aglomeração, a decisão sobre o número de clusters, a interpretação dos clusters e o traçado do seu perfil.

4. Descrever a finalidade e os métodos de avaliação da qualidade dos resultados dos clusters e de sua confiabilidade e validade.

5. Descrever as aplicações dos métodos de aglomeração não hierárquicos e da aglomeração de variáveis.

Ver todos os capítulos
Medium 9788580551457

Capítulo 16 - Comunicação integrada de marketing e propaganda internacional

Philip R. Cateora, Marcy C. Gilly, John L. Graham Grupo A PDF Criptografado

16

Capítulo

Comunicação integrada de marketing e propaganda internacional

sumário

objetivos de aprendizagem

■■ Perspectiva global

OA1

Características do mercado local que afetam a propaganda e a promoção dos produtos

OA2

Pontos fortes e fracos da promoção de vendas e das relações públicas no marketing global

OA3

Quando a propaganda global é mais eficaz; quando é necessário mudar uma propaganda

OA4

Processo de comunicação e erros de alvo na propaganda

OA5

Consequências de um mercado único europeu sobre a propaganda

OA6

Impacto das limitações de mídia, do excesso de mídia e dos regulamentos governamentais sobre o orçamento de propaganda e promoção

Barbie versus Mulan

■■ Promoção de vendas em mercados internacionais

■■ Relações públicas internacionais

■■ Propaganda internacional

■■ Estratégias e objetivos da propaganda

■■ Atributo do produto e segmentação por benefícios

■■ Segmentação regional

■■ Mensagem: desafios à criatividade

■■

■■

■■

■■

■■

■■

Propaganda global e o processo de comunicação

Restrições legais

Limitações linguísticas

Ver todos os capítulos
Medium 9788577808380

11. A Organização Inovadora

David A. Aaker Grupo A PDF Criptografado

292

Relevância de Marca

custos, esforços sistemáticos para desenvolver gerentes excepcionais, avaliações estritas do desempenho dos executivos e a criação de um portfólio de negócios, por meio de aquisições e desinvestimento, que eram número 1 e 2 em seus mercados. Welch fez o negócio passar de 25 bilhões para mais de 100 bilhões de dólares e se tornou um dos

CEOs mais respeitados de sua época.

Immelt concluiu que uma mudança de estratégia, determinada pelas mudanças na própria GE e pelas realidades de um mercado dinâmico, seria necessária. As unidades de negócios do core business da GE eram grandes e bem estabelecidas, mas as estratégias de aquisição e contenção de custos de Welch não seriam mais uma base sólida para o crescimento. Em vez disso, Immelt decidiu que o foco precisava passar para o crescimento orgânico e deveria ser alimentado por inovações. Para apoiar essa estratégia, a organização precisava mudar, e mudar radicalmente.

O programa mais importante, iniciado em fins de 2003, foi uma iniciativa com marca interna, a Imagination Breakthrough (IB). Nela, todos as empresas deveriam, todos os anos, desenvolver três propostas revolucionárias que faturariam um potencial de 100 milhões de dólares em um período de três a cinco anos. Para ser selecionado como um projeto IB pelo conselho comercial liderado por Immelt, a proposta precisava demonstrar suas projeções de mercado, viabilidade econômica e, acima de tudo, o potencial de transformar os mercados. O financiamento, se necessário, era disponibilizado por “capital de risco” interno. O grupo de marketing central que liderava o processo de IB criava uma estrutura de planejamento, incluindo dimensões como calibragem da ideia, exploração do mercado, criação da oferta, organização da entrega e execução no mercado. Quatro anos depois do seu lançamento, a iniciativa IB estava agregando 2-3 bilhões de dólares em vendas todos os anos e tinha cerca de 45 projetos em atividade.²

Ver todos os capítulos
Medium 9788577809752

Capítulo 17 - Correlação e Regressão

Naresh K. Malhotra Grupo A PDF Criptografado

Capítulo

17

A correlação é uma forma simples, porém poderosa, de olhar para a relação linear entre duas variáveis métricas. A regressão múltipla amplia esse conceito, permitindo que o pesquisador examine a relação entre uma variável e diversas outras.

Jim McGee, especialista em missão de pesquisa, Global Mapping International.

Objetivos

Após a leitura deste capítulo, o aluno conseguirá:

1. Discutir os conceitos de correlação momento-produto, correlação parcial, e correlação de partes e mostrar como elas fornecem uma base para a análise de regressão.

2. Explicar a natureza e os métodos da análise de regressão bivariada e descrever o modelo geral, a estimação de parâmetros, o coeficiente de regressão padronizado, o teste de significância, a precisão da predição, a análise residual e o modelo de validação cruzada.

3. Explicar a natureza e os métodos da análise de regressão múltipla e o significado dos coeficientes de regressão parcial.

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos