229 capítulos
  Título Autor Editora Formato Comprar item avulso Adicionar à Pasta
Medium 9788540701403

Capítulo 3 - Margens e lucros

Paul W. Farris; Neil T. Bendle; Phillip E. Pfeifer; David J. Reibstein Grupo A PDF Criptografado

Capítulo 3

Margens e lucros

Métricas abordadas neste capítulo:

Margens

Despesa de marketing – total, fixa e variável

Preços de venda e margens do canal

Análise de ponto de equilíbrio e análise de contribuição

Preço médio por unidade e preço por unidade estatística

Volume desejado

Custos variáveis e custos fixos

Peter Drucker escreveu que o propósito de uma empresa é criar um cliente. Como profissionais de marketing, concordamos com ele. Mas também reconhecemos que uma empresa não pode sobreviver a menos que tenha margens e clientes. De certa forma, as margens são simplesmente a diferença entre o preço de um produto e seu custo. No entanto, este cálculo torna-se mais complicado quando variações de um produto são vendidas a preços diferentes, por meio de vários canais, incorrendo em diferentes custos ao longo do caminho. Por exemplo, um artigo recente da Business

Week observou que menos “de dois terços das vendas da GM são de varejo. O resto vai para as agências de aluguel de automóveis ou para funcionários da empresa e suas famílias – as vendas que oferecem as margens brutas mais baixas”.1 É verdade que uma empresa não pode sobreviver sem uma margem positiva, mas pode ser um desafio determinar com precisão a margem que ela realmente obtém.

Ver todos os capítulos
Medium 9788582605134

Estudos de caso - Fred Hutch

Alina Wheeler Grupo A PDF Criptografado

Estudos de caso

Fred Hutch

Desde a fundação do Fred Hutch, quase 40 anos atrás, muitas curas tiveram início aqui, e as compartilhamos com todo o mundo. Nossa missão é eliminar o câncer e as doenças relacionadas como causas do sofrimento humano e da morte.

O Fred Hutchinson Cancer Research Center, também conhecido por Fred Hutch, foi fundado em

1972, na cidade de Seattle. Suas equipes interdisciplinares de cientistas e humanitários de renome mundial trabalham lado a lado na prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer, HIV/AIDS e outras doenças. Os cientistas do Fred Hutch receberam prêmios importantes por suas pesquisas e descobertas, incluindo três vencedores do Prêmio Nobel de Fisiologia e Medicina.

Metas

Dar vida à marca e comunicar seu espírito.

Articular o que o Fred

Hutch representa.

Reimaginar a marca do centro.

Promover o entendimento sobre o trabalho do

Fred Hutch.

Ligar as pesquisas científicas às vidas transformadas.

Ver todos os capítulos
Medium 9788582605134

Estudos de caso - (RED)

Alina Wheeler Grupo A PDF Criptografado

Estudos de caso

(RED)

A (RED) acolhe marcas e dá ao consumidor a possibilidade de escolher produtos que contribuem para a Global Fund, para ajudar a acabar com a Aids na África.

Metas

A (RED) é uma marca licenciada global, criada em 2006, para levantar fundos e conscientizar o público sobre a Aids na África. Ela trabalha com os parceiros para criar e vender produtos (RED) exclusivos. Uma porcentagem dos lucros vai diretamente para a Global Fund, que investe em programas de luta contra o HIV e a Aids.

Desenvolver um novo modelo de marca e negócio.

Aproveitar a força das maiores empresas do mundo para acabar com a Aids na África.

Estabelecer uma fonte de renda sustentável do setor privado para a Global Fund.

Facilitar a participação para os consumidores.

Inspirar empresas parceiras a participar.

A (RED) nasceu da amizade e da raiva, da ambição e da comoção, e da pura vontade de transformar o impossível em possível. www.joinRED.com

Ver todos os capítulos
Medium 9788540701779

Capítulo 10 - Produção de Roupas e Pesquisa e Prospecção Global

Gini Stephens Frings Grupo A PDF Criptografado

10

Produção de Roupas e Pesquisa e

Prospecção Global

Foco de carreira

Existem várias possibilidades interessantes de trabalhos técnicos nas áreas de produção de vestuário e de pesquisa e prospecção global. A formação técnica em modelagem e conhecimentos de informática são pré-requisitos para os cargos de modelista. Os interessados em materiais podem considerar o cargo de comprador de tecidos e aviamentos. Aqueles que se dão bem com números talvez gostem de trabalhar com pesquisa e prospecção, análise de custos e planejamento de produção. A maioria desses trabalhos, porém, atualmente é feita em fábricas no exterior. Para serem bons profissionais, os gerentes de pesquisa e prospecção precisam entender o processo de produção e viajar muito para fábricas em várias partes do mundo.

Objetivos do capítulo

Neste capítulo, você vai aprender a:

1.

2.

3.

4.

5.

6.

7.

Explicar o custo de uma peça de roupa

Descrever as etapas da produção de vestuário

Ver todos os capítulos
Medium 9788582602171

Estudos avançados no campo do design thinking de serviços

Marc Stickdorn, Jakob Schneider Grupo A PDF Criptografado

Estudos avançados no campo do design thinking de serviços

ESTUDOS AVANÇADOS NO CAMPO DO

DESIGN THINKING DE SERVIÇOS

Os três textos a seguir oferecem uma descrição particularmente detalhada de aspectos selecionados do design de serviços.

O primeiro texto investiga a motivação como uma precondição para o sucesso do design thinking de serviços, enquanto o segundo resume os esforços de pesquisa recentes na área do design de serviços. Por fim, uma perspectiva bastante filosófica enfoca o design de serviços de maneira ampliada.

Stickdorn_296-323.indd 300

29/05/14 14:45

300 / 301

Estudos em thinking

Introdução

FERGUS BISSET, REINO UNIDO

Integração entre design thinking de serviços e psicologia motivacional

JOHAN BLOMKVIST, STEFAN HOLMLID,

FABIAN SEGELSTRÖM, SUÉCIA

Pesquisa em design de serviços: passado, presente e futuro

RENATO TRONCON, ITÁLIA

Design de serviços e biofilia

Stickdorn_296-323.indd 301

Ver todos os capítulos
Medium 9788582605134

Estudos de caso - IBM Watson

Alina Wheeler Grupo A PDF Criptografado

Estudos de caso

IBM Watson

O IBM Watson representa a busca da humanidade por conhecimento, respostas e descobertas. Ao libertar o poder da sabedoria e do intelecto humano, o Watson simboliza nossa esperança e nossa crença em um futuro melhor.

A IBM é uma empresa integrada globalmente, dedicada à aplicação da inteligência, razão e ciência ao avanço dos negócios, da sociedade e da condição humana. A IBM tem mais de 375.000 funcionários.

Metas

Ensinar um novo conceito complexo de tecnologia.

Tornar a IBM relevante para um público amplo.

Capturar a imaginação mundial.

O Watson foi um catalisador para reunir e unificar nossa empresa incrivelmente complexa com um propósito, um ponto de vista e objetivos de negócios comuns.

Ele continua a ser uma grande fonte de orgulho para os nossos funcionários, impactando nossa cultura e facilitando a comunicação sobre o que fazemos.

Noah Syken

Gerente, Análise de dados de negócios e marketing de liderança de otimização

Ver todos os capítulos
Medium 9788582605134

Estudos de caso - Spectrum Health System

Alina Wheeler Grupo A PDF Criptografado

Estudos de caso

Spectrum Health System

Nossos funcionários, médicos e voluntários têm uma missão em comum: melhorar a saúde das comunidades que atendemos. Nossa história começou com o desejo de aliviar o sofrimento humano.

A Spectrum Health é um dos maiores e mais abrangentes sistemas de saúde do estado do

Michigan, com 25.000 funcionários, 3.100 médicos e 2.300 voluntários ativos. O sistema da

Spectrum Health inclui um grande centro médico, 12 hospitais comunitários regionais (incluindo um hospital exclusivamente infantil), um corpo médico de múltiplas especialidades e um plano de saúde com reconhecimento em nível nacional.

Metas

Criar uma marca principal

única.

Desenhar um sistema de identidade visual unificado.

Desenvolver um sistema de nomenclatura uniforme.

Preparar a marca para o crescimento e a expansão.

Construir um recurso online de padrões de marca.

Sabíamos que a saúde passaria por mudanças enormes. Queríamos garantir que nossa expressão pública seria clara a sucinta.

Ver todos os capítulos
Medium 9788582605134

Estudos de caso - Cerner

Alina Wheeler Grupo A PDF Criptografado

Estudos de caso

Cerner

Estamos comprometidos com a ideia de antecipar as necessidades do setor de saúde e desenvolver tecnologias inovadoras, que ajudam a criar um amanhã mais saudável, hoje.

A Cerner Corporation é uma empresa de tecnologia de saúde que fornece soluções, serviços, dispositivos e hardware para atender às necessidades clínicas, financeiras e operacionais das organizações de saúde. As soluções da Cerner são licenciadas em mais de 25.000 instalações e mais de 35 países. Com sede em Kansas City, EUA, a empresa de capital aberto (NASDAQ: CERN) tem mais de 25.000 colaboradores em todo o mundo, e sua receita em 2015 foi de 4,4 bilhões de dólares.

Metas

Criar relevância para consumidores de cuidados com a saúde.

Promover o entendimento da visão e da missão da empresa.

Fortalecer a percepção da marca.

Criar eficiências de escala entre eventos e campanhas de marketing.

Desenvolver um kit de ferramentas de mensagens e ativos criativos.

Ver todos os capítulos
Medium 9788577808748

Classificação de tipos

Gavin Ambrose; Paul Harris Grupo A PDF Criptografado

BDT_001-176

3/31/06

10:18 PM

Page 34

Classificação de tipos

Cliente: Absolut Label

Design: KesselsKramer

Resumo tipográfico:

Eclética coleção de tipos usados em harmonia com o tema

(WK)

Job:01-76355 Title:Basic Design-Typography

(02-AC30671) 175# Dtp:119 Page:34

BDT_001-176

3/31/06

10:18 PM

Page 35

34 35

Classificação de tipos

A vasta gama de tipos disponíveis torna essencial a existência de algum sistema de classificação para, principalmente, simplificar as especificações de um trabalho.

Tipos e famílias de tipos podem ser classificados de acordo com suas características intrínsecas. Para entender o sistema de classificação, e os meios pelos quais um tipo é classificado, devemos estar familiarizados com a terminologia utilizada para descrever essas características. Muitas faces – e grande parte da terminologia adotada para descrevê-las – têm origem em projetos concebidos há 500 anos, e foram originalmente fundidas em metal ou gravadas em rocha. Mesmo agora, em nossa era digital, tais faces ainda apresentam as características inconfundíveis associadas às necessidades físicas dos períodos nos quais foram criadas. A classificação de tipos é um daqueles raros casos em que faz sentido julgar somente pela aparência. Por isso, é importante compreender como os tipos são classificados e quais são as diferenças entre suas variações, a fim de entender melhor quando usá-los em um projeto.

Ver todos os capítulos
Medium 9788540701465

Capítulo 6 - Design e inovação

Kathryn Best Grupo A PDF Criptografado

6

001-200 01661.indd 166

Job:01661 Title: The Fundamentals of Design Management Kathryn Best (AVA)

Page:166

12/22/09 4:56:47 PM

Design e inovação

167

001-200 01661.indd 167

Job:01661 Title: The Fundamentals of Design Management Kathryn Best (AVA)

Page:167

12/22/09 4:56:49 PM

Design, gestão e inovação

A relação entre design, gestão e inovação tem se desenvolvido e estreitado em contextos de mudanças aceleradas. Visto historicamente como um elo entre o recurso interno de design e outras funções organizacionais, como marketing, gestão e estratégia, o design cada vez mais tem desempenhado um papel catalítico nas empresas, operando de forma interdisciplinar e estabelecendo o denominador comum entre as agendas e objetivos dos departamentos.

Design e empresa

Para o desenvolvimento de novos processos, produtos e serviços, o design adota uma perspectiva centrada no usuário (ou focada no cliente), em contraposição à tradicional ênfase posta nas hierarquias internas ou capacidades essenciais da organização; ademais, seja no contexto de produtos e serviços, seja no contexto organizacional, o design sempre visualiza soluções centradas nas pessoas. Gerenciar a forma como o design se alinha aos objetivos organizacionais, estratégica e operacionalmente, é um dos papéis fundamentais do gestor de design.

Ver todos os capítulos
Medium 9788582602171

Pesquisa em design de serviços: passado, presente e futuro

Marc Stickdorn, Jakob Schneider Grupo A PDF Criptografado

Estudos avançados no campo do design thinking de serviços

PESQUISA EM DESIGN DE SERVIÇOS:

PASSADO, PRESENTE E FUTURO

JOHAN BLOMKVIST

De acordo com o mito do design de serviços, essa disciplina nasceu com a fundação

STEFAN HOLMLID

da live|work em 2001. No entanto, a pesquisa em design de serviços vem sendo desen-

FABIAN SEGELSTRÖM

volvida desde o início dos anos 1990. A partir daí, um número relativamente pequeno de pesquisadores conduziu pesquisas na área por cerca de 15 anos até o assunto começar a atrair atenção. Com o novo impulso sobre o assunto, surgiram diversas publicações sobre design de serviços. Este capítulo traz uma reflexão sobre a evolução da pesquisa em design de serviços, dividindo o panorama das pesquisas em duas partes: uma para as pesquisas iniciais, focadas na definição de design de serviços, e outra para novas pesquisas, focadas na expansão dos conhecimentos de design de serviços.

Primeiras pesquisas

Boa parte das primeiras pesquisas sobre design de serviços tinham como foco a conexão da área com outras disciplinas e sua defesa como disciplina autônoma. Os primeiros pesquisadores de design de serviços tinham formações em outras áreas e sua transição para a área de design de serviços foi gradual. Essa diversidade de formação se refletia nos temas que as pesquisas buscavam investigar. Uma consequência disso foi o fato de que foram conduzidos muito mais estudos sobre a intersecção entre design de interação e design de serviços do que sobre a intersecção entre design de produtos e design de serviços, uma vez que grande parte dos primeiros pesquisadores da área tinham formação em design de interação.

Ver todos os capítulos
Medium 9788582602171

Safári de serviços

Marc Stickdorn, Jakob Schneider Grupo A PDF Criptografado

Quais são as ferramentas do design de serviços?

EXPLORAÇÃO

CONSCIENTIZAÇÃO DA QUALIDADE DO SERVIÇO

SAFÁRI DE SERVIÇOS

O que é?

Durante um safári de serviços, as pessoas são convidadas a saírem para explorar exemplos de experiências de serviço em seu “habitat natural” (seu contexto real) e opinar sobre suas experiências positivas e negativas.

Como é feito?

Qualquer pessoa pode ser convidada para participar de um safári de serviços. Essa experiência costuma ser bastante esclarecedora para pessoas da equipe do cliente.

Para conduzir um safári de serviços, é necessário um conjunto de ferramentas bastante simples. Como as pessoas são convidadas a registrarem suas experiências, elas precisam receber algum material para o registro, por exemplo, um gravador de áudio, uma câmera de vídeo ou até mesmo papel e caneta. Na hora de escolher alguns serviços para experimentar, as pessoas quase sempre são convidadas a explorar serviços do mesmo setor da empresa onde trabalham. No entanto, também é comum convidar as pessoas para explorarem todos os tipos de serviço que encontrarem pela frente, na tentativa de identificar os fatores comuns a todas as experiências de serviço positiva.

Ver todos os capítulos
Medium 9788582602171

Design de produtos: Desenvolvimento de produtos com aplicação de serviço

Marc Stickdorn, Jakob Schneider Grupo A PDF Criptografado

Quem são os designers de serviços?

DESIGN DE PRODUTOS:

DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS

COM APLICAÇÃO DE SERVIÇO

SATU MIETTINEN

Este capítulo examina as influências da produção de serviços sobre a prática do design de produtos e considera as implicações da evolução dos designers de produtos, que evoluíram de uma prática exclusiva de design de produtos para uma prática que incorpora o design de serviços.

Design conceitual e iteração

Os papéis dos designers mudaram, assim como os métodos que eles utilizam em seu trabalho de design. Valtonen (2007) demonstra isso em seu estudo sobre como o papel do designer industrial se diversificou. Atualmente, os designers estão trabalhando na gestão de processos de design em empresas, atuando como pesquisadores e colaborando com pesquisas de consumo.

O design de produtos, também conhecido como design industrial, passou por mudanças ao longo das últimas décadas. O design de objetos já não está mais restrito a forma, função, material e produção. Pode-se dizer que atualmente o design está focado na interação entre pessoas e tecnologia, e os produtos servem como plataformas para experiências, funcionalidade e ofertas de serviço (Buchanan, 2001). A

Ver todos os capítulos
Medium 9788582602171

Etnografia móvel

Marc Stickdorn, Jakob Schneider Grupo A PDF Criptografado

Quais são as ferramentas do design de serviços?

EXPLORAÇÃO

DOCUMENTAÇÃO DE PROCESSOS DE SERVIÇO ESTRUTURADA PELO USUÁRIO

ETNOGRAFIA

MÓVEL

O que é?

A etnografia móvel pode ser definida como a pesquisa etnográfica que ocorre independentemente da localização geográfica. Isso em geral significa que o pesquisador não está presente, mas a técnica também se diferencia da sondagem cultural porque os participantes não são guiados – os insights gerados giram em torno do modo como os próprios participantes optam por estruturar a pesquisa.

Como é feita?

Recentes avanços tecnológicos permitem que a etnografia móvel seja conduzida em praticamente qualquer ambiente. Equipados com smartphones, por exemplo, os participantes podem coletar informações centradas no usuário independentemente do horário ou da localização de sua coleta. Isso pode incluir os pontos de contato em que os usuários percebem-se interagindo com um serviço específico, que pode ser documentado usando uma combinação de áudio, texto, foto ou vídeo.

Ver todos os capítulos
Medium 9788582605134

Estudos de caso - Santos Brasil

Alina Wheeler Grupo A PDF Criptografado

Estudos de caso

Santos Brasil

A Santos Brasil dedica-se a um modelo de crescimento sustentável, que combina desempenho financeiro e operacional de alto nível com preservação ambiental e responsabilidade social.

A Santos Brasil, empresa de capital aberto com 3.500 funcionários, é um dos maiores operadores portuários e prestadores de serviços de logística da América do Sul. Aproximadamente 25% dos contêineres do Brasil passam por suas instalações, e seus terminais de contêineres estão localizados em portos estratégicos ao longo da costa brasileira.

Metas

Posicionar a Santos Brasil como líder de mercado global.

Comunicar liderança responsável.

Aumentar o espírito de equipe dos funcionários.

Aumentar a sinergia entre as unidades de negócio.

Construir consciência de marca.

Nossa marca nos deu força para demonstrar para o mundo e para nós mesmos que somos uma empresa global.

Antonio C. D. Sepúlveda

CEO

Santos Brasil

Ver todos os capítulos

Carregar mais