194 capítulos
  Título Autor Editora Formato Comprar item avulso Adicionar à Pasta
Medium 9788577806188

13. CAPTURANDO E EDITANDO ÁUDIO

Adobe Creative Team Grupo A PDF Criptografado

248 ADOBE PREMIERE PRO CS4

Classroom in a Book

Introdução

Normalmente o áudio é visto como um acessório do vídeo, mas não deveria.

Um áudio claro e bem editado é crucial para seus projetos (as melhores imagens perdem o impacto se o áudio for ruim). Seu primeiro objetivo é capturar áudio de alta qualidade, tanto no campo como ao gravar uma narração.

O Adobe Premiere Pro oferece aos produtores de vídeo e audiófilos tudo o que eles precisam para alcançar uma excelente qualidade de som em suas produções.

O programa tem um Audio Mixer incorporado que concorre com os hardwares encontrados em estúdios de produção. O Audio Mixer permite editar em mono, estéreo ou surround sound 5.1, tem um instrumento incorporado e recursos de gravação vocal e oferece várias maneiras de mixar trilhas selecionadas.

É possível realizar edições padrão do setor como J-cuts e L-cuts na Timeline, bem como ajustar níveis de volume de áudio, keyframes e interpolação.

Além disso, o Adobe Premiere Pro segue dois padrões da indústria de áudio –

Ver todos os capítulos
Medium 9788577801480

8. Trabalhando com Camadas

Adobe Creative Team Grupo A PDF Criptografado

8 Trabalhando com

Camadas

Nesta lição, você aprenderá o seguinte:

• Trabalhar com o painel Layers

• Criar, reorganizar e bloquear camadas, camadas embutidas e grupos

• Mover objetos entre camadas

• Colar camadas dos objetos de um arquivo para outro

• Mesclar camadas em uma única camada

• Aplicar uma sombra projetada a uma camada

• Criar uma máscara de corte de camada

• Aplicar um atributo de aparência a objetos e a camadas

Introdução

Nesta lição, você concluirá a arte-final de um relógio de parede à medida que explora as várias possibilidades do uso do painel Layers. Antes de começar, restaure as preferências padrão do Adobe Illustrator e então abra o arquivo de arte-final desta lição para ver o que você vai fazer.

1 Para assegurar que as ferramentas e os painéis funcionem exatamente

como descritos nesta lição, exclua ou desative (renomeando) o arquivo de preferências do Adobe Illustrator CS3. Consulte “Restaurando as preferências padrão”, na página 19.

2 Inicie o Adobe Illustrator CS3.

Nota: Se você ainda não copiou os arquivos desta lição para o seu disco rígido a partir da pasta Lesson08 do CD que acompanha este livro, faça isso agora. Veja “Copiando os arquivos do Classroom in a Book”, na página 18.

Ver todos os capítulos
Medium 9788577801107

4. Trabalhando com Texto

Adobe Creative Team Grupo A PDF Criptografado

122 ADOBE FLASH CS3 PROFESSIONAL

Classroom in a Book

Adicione uma camada para ações

Para evitar que o arquivo de som entre em um loop, você utilizará uma ação simples. Em geral, os designers colocam ações em camadas próprias, facilitando a solução de problemas ou a revisão mais tarde. De fato, a camada Actions é normalmente a camada superior na

Timeline, assim você pode localizá-la facilmente se precisar modificar a animação. Para manter as coisas organizadas, você criará uma camada para o arquivo de som diretamente abaixo da camada Actions.

1 Selecione a camada Assets e clique duas vezes no ícone Insert Layer.

2 Atribua à camada de cima o nome Actions.

3 Atribua à segunda camada o nome Sound.

Crie pastas de camada

As pastas de camada podem ajudá-lo a manter suas pastas organizadas, especialmente nos projetos que requerem inúmeras camadas. Planeje seu projeto antes de começar e crie suas pastas de camada antes de precisar delas. Você economizará tempo porque saberá exatamente onde procurar uma camada específica e não precisará reorganizar as camadas para fazer com que as animações funcionem como o esperado. Para esse projeto, você criará uma pasta de camada que conterá as camadas do texto e da bateria.

Ver todos os capítulos
Medium 9788577808540

3 CRIANDO E EDITANDO SÍMBOLOS

Adobe Creative Team Grupo A PDF Criptografado

LIÇÃO 3

Criando e Editando Símbolos

Importe arquivos do Illustrator

Como vimos na Lição 2, você pode desenhar objetos no Flash utilizando as ferramentas Rectangle, Oval, Line, entre outras. Entretanto, para desenhos complexos, talvez, seja melhor criar a ilustração em outro aplicativo. O Adobe Flash

Professional CS5 suporta uma variedade de formatos gráficos, inclusive arquivos

Adobe Illustrator, de modo que você pode criar arte-final no Illustrator e depois importá-la para o Flash.

Ao importar um arquivo do Illustrator, você pode escolher quais camadas do arquivo importar e como o Flash deve tratá-las. Você vai importar um arquivo do

Illustrator que contém todos os caracteres do cartum.

1 Escolha File > Import > Import to Stage.

2 Selecione o arquivo characters.ai na pasta Lesson03/03Start.

3 Clique em Open.

4 Na caixa de diálogo Import to Stage, confira se todas as camadas estão selecionadas. Uma marca de seleção deve aparecer na caixa de seleção, ao lado de cada camada.

Se quiser importar apenas algumas camadas, desmarque aquelas que você não quer.

Ver todos os capítulos
Medium 9788520435007

7. Considerações finais

CESNIK, Fábio de Sá Editora Manole PDF Criptografado

7

Considerações finais

Com as modificações ocorridas nas leis de incentivo à cultura desde o início da década de 1990, quando estas foram instituídas, identificamos uma situação de efervescência de ideias e posições sobre as diversas formas de estímulo das atividades culturais. O quadro que temos é extremamente positivo, pois está estimulando a criação de uma consciência do empresariado sobre quanto é importante o investimento em cultura e como este pode dar retorno para sua marca e para seu balanço financeiro e social. No que pesem algumas críticas contrárias às leis, todos concordam que elas foram fundamentais no processo de consolidação do investimento em cultura no Brasil.

A edição da Medida Provisória n. 2.228-1, de 6 de setembro de 2001, aumenta a carteira de incentivos fiscais para o empresário que pretende aplicar seus recursos na atividade cultural, criando novos fundos e novos programas de governo. A partir dele criaram-se dois grandes benefícios ao audiovisual, por exemplo. São eles o Fundo de Financiamento da Indústria Cinematográfica

Ver todos os capítulos
Medium 9788582601570

Apêndice 2 - Conversão de medidas

Kubba, Sam A. A. Grupo A PDF Criptografado

apêndice 2

Conversão de medidas

ÁREA

DE

PARA

MULTIPLIQUE POR

acres (ac) acres (ac) hectares (ha) hectares (ha) perchas(p) roods (rd) quadrados centímetros quadrados (cm²) pés quadrados (ft²) polegadas quadradas (in²) polegadas quadradas (in²) polegadas quadradas (in²) metros quadrados (m²) metros quadrados (m²) metros quadrados (m²) metros quadrados (m²) metros quadrados (m²) metros quadrados (m²) metros quadrados (m²) metros quadrados (m²) milímetros quadrados (mm²) jardas quadradas (yd²)

hectares (ha) metros quadrados (m²) metros quadrados (m²) acres (ac) metros quadrados (m²) metros quadrados (m²) metros quadrados (m²) polegadas quadradas (in²) metros quadrados (m²) metros quadrados (m²) milímetros quadrados (mm²) centímetros quadrados (cm²) jardas quadradas (yd²) pés quadrados (ft²) polegadas quadradas (in²) acres (ac) roods (rd) perchas (p) hectares (ha) quadrados polegadas quadradas (in²) metros quadrados (m²)

0,4047

4.047

10.000

2,471

25,2929

1.011,7

9,2903

0,155

0,0929

0,00064516

645,16

6,4516

1,196

Ver todos os capítulos
Medium 9789724417134

Obra da natureza e obra de arte. I

Riegl, Alois Grupo Almedina PDF Criptografado

Obra da natureza e obra de arte. IA concepção moderna da relação entre natureza e artes plásticas é dominada de uma ponta à outra pela noção de evolução.Foi precedida pela concepção idealista que descortinava o objectivo das artes plásticas numa correcção da natureza, e acreditara que este objectivo fora alcançado na Antiguidade Clássica. Todas as restantes realizações humanas que se viriam a suceder nas artes plásticas seriam de entender apenas como obscurecimentos e imperfeições perante a ideia artística, pura e antiga, e o nosso objectivo prático seria hoje em dia atingir novamente essa correcção da natureza na obra de arte, se possível, na igual medida em que isso acontecera na Antiguidade Clássica.A ideia de evolução, a que até as orientações artísticas não clássicas concedem uma razão de ser histórica, começou, em meados do século XIX, a ser compreendida pelo pensamento do homem moderno como património comum. Introduziu-se na história da arte, primeiramente, em nítida oposição à concepção idealista anterior, que recusava ao homem toda a capacidade de determinar o género da sua própria criação artística segundo a sua livre opinião. A concepção deste primeiro período da visão moderna da

Ver todos os capítulos
Medium 9788577801107

6. Criando Arquivos Interativos

Adobe Creative Team Grupo A PDF Criptografado

192 ADOBE FLASH CS3 PROFESSIONAL

Classroom in a Book

Introdução

Para começar, visualize a página do portfólio de fotografias que você criará à medida que a aprende a criar botões interativos no Flash.

1 Dê um clique duplo no arquivo 06End.swf na pasta Lesson06/06End para reproduzir a

animação.

O projeto é uma página da Web interativa para um fotógrafo. Depois de o filme inicial ser reproduzido, os usuários podem clicar em um botão para ver a versão expandida de uma foto. Nesta lição, você criará um segundo plano e adicionará botões interativos para as fotografias. O ActionScript já está incluído no arquivo de projeto, mas você irá configurar o arquivo para que o ActionScript funcione.

2 Feche o arquivo 06End.swf.

3 Dê um clique duplo no arquivo 06Start.fla na pasta Lesson06/06Start para abrir o arquivo

de projeto inicial no Flash. Esse arquivo inclui sete camadas, e vários recursos estão na biblioteca. O frame 10 da camada Actions já contém o ActionScript.

4 Escolha File > Save As. Atribua ao arquivo o nome 06_workingcopy.fla e salve-o na pasta 06Start. Salvar uma cópia de trabalho assegura que o arquivo original inicial esteja disponível caso você deseje começar novamente.

Ver todos os capítulos
Medium 9788582601570

Capítulo 10 - Como interpretar especificações

Kubba, Sam A. A. Grupo A PDF Criptografado

Introdução

As especificações típicas para uma edificação são documentos escritos que acompanham os desenhos do projeto executivo e descrevem tanto os materiais como os métodos de instalação ou construção. Elas também prescrevem os padrões de qualidade esperados para a execução de um projeto.

Nos Estados Unidos, o Construction Specifications Institute (CSI) estabeleceu um formato amplamente aceito para a organização das especificações técnicas. O CSI é uma organização nacional composta de arquitetos, engenheiros, representantes da indústria da construção civil, construtores e outros interessados que vêm trabalhando juntos para desenvolver esse sistema de identificação.

Até o ano de 2004, o formato consistia em especificações para 16 divisões, quando então essas normas de especificação foram expandidas para 50 setores.

As especificações são documentos legais e, portanto, devem ser completas, precisas e não podem ter ambiguidades. A redação das especificações tem dois papéis principais: definir o escopo de uma obra e criar um conjunto de instruções. A definição do escopo é o cerne dessa tarefa. Embora isso nem sempre seja bem entendido, é fundamental garantir que o nível desejado de qualidade do produto e dos serviços seja claramente comunicado aos orçamentistas e licitantes e que o projeto executado respeite os padrões de qualidade descritos nas especificações. Atualmente, a maioria dos projetos inclui as especificações dentro de um manual de projeto (um conceito que foi desenvolvido pela primeira vez nos Estados Unidos em 1964 pelo American Institute of Architects) que

Ver todos os capítulos
Medium 9788577801480

10. Trabalhando com Pincéis

Adobe Creative Team Grupo A PDF Criptografado

10 Trabalhando com Pincéis

Nesta lição, você aprenderá a:

• Utilizar os quatro tipos de pincel: Art, Calligraphic, Pattern e Scatter

• Alterar a cor do pincel e ajustar as suas configurações

• Criar novos pincéis partindo de arte-final no Adobe Illustrator

• Aplicar pincéis a paths criados com ferramentas de desenho

• Utilizar o efeito Scribble na arte-final e no texto

Introdução

Os pincéis do Adobe Illustrator CS3 permitem aplicar a arte-final aos paths para decorá-los com padrões, figuras, texturas ou traços angulares.

Você pode modificar os pincéis fornecidos no Adobe Illustrator CS3 e criar seus próprios pincéis. Pincéis aparecem no painel Brushes.

Você aplica pincéis a paths utilizando a ferramenta Paintbrush ou as ferramentas de desenho. Para aplicar pincéis utilizando a ferramenta Paintbrush, você escolhe um pincel no painel Brushes e desenha na arte-final.

O pincel é aplicado diretamente aos paths enquanto você desenha. Para aplicar pincéis utilizando uma ferramenta de desenho, você desenha na arte-final, seleciona um path e então escolhe um pincel no painel Brushes.

Ver todos os capítulos
Medium 9788577808540

1 CONHECENDO O FLASH

Adobe Creative Team Grupo A PDF Criptografado

22 ADOBE FLASH CS5

Classroom in a Book

Inicie o Flash e abra um arquivo

Na primeira vez em que iniciar o Flash, você verá uma tela Welcome com links para modelos de arquivo, tutoriais e outros recursos padrão. Nesta lição, você vai criar uma animação simples para mostrar algumas fotografias de férias. Você vai adicionar as fotos e um título enquanto aprende a posicionar elementos no Stage e ao longo da Timeline.

● Nota: Você também pode iniciar o Flash dando um clique duplo em um arquivo Flash

(*.fla), como o arquivo

01End.fla, dado como exemplo do projeto finalizado.

1 Inicie o Adobe Flash Professional. No Windows, escolha Iniciar > Programas

> Adobe Flash CS5. No Mac OS, dê um clique em Adobe Flash Professional

CS5 na pasta Applications ou no Dock.

2 Escolha File > Open. Na caixa de diálogo Open, selecione o arquivo 01End. swf na pasta Lesson01/01End e clique em Open para visualizar o projeto final.

Uma animação em que aparecem fotos uma a uma e, no final, um título, é reproduzida.

3 Feche a janela de visualização.

Ver todos os capítulos
Medium 9788577801107

11. Publicando Documentos do Flash

Adobe Creative Team Grupo A PDF Criptografado

324 ADOBE FLASH CS3 PROFESSIONAL

Classroom in a Book

Teste um documento do Flash

Solucionar problemas é uma habilidade que você desenvolve ao longo do tempo, mas é mais fácil identificar a causa do problema se você testar seu filme freqüentemente ao criar o conteúdo. Se você faz testes depois de cada passo, sabe quais alterações fez e, portanto, identifica o que poderia ter dado errado. Um bom lema para se ter em mente é “Teste desde o início e teste com freqüência”.

Uma maneira rápida de visualizar um filme é escolhendo Control > Test Movie, como você fez nas lições anteriores. Esse comando cria um arquivo SWF para que você possa reproduzir o filme; ele não cria o arquivo HTML nem outros arquivos necessários para reproduzir o filme a partir de um site Web ou de um DVD.

Quando você acha que completou seu filme ou uma parte do filme, pare por alguns minutos para certificar-se de que todas as partes estão corretas e que elas têm o desempenho que você espera.

1 Revise o storyboard do projeto, se você tiver um, ou outros documentos que descrevem

Ver todos os capítulos
Medium 9788582601570

Capítulo 6 - Leiaute de desenhos do projeto executivo

Kubba, Sam A. A. Grupo A PDF Criptografado

capítulo 6

Leiaute de desenhos do projeto executivo

Como vimos, a comunicação entre engenheiros, arquitetos e técnicos deve acontecer da forma mais clara possível no desenho. Para tanto, temos tipos de desenhos específicos para cada etapa do processo e que levam em conta todos os envolvidos. Você verá que existem desenhos não utilizados na construção em si, como os desenhos de apresentação, por exemplo, que servem como ferramenta de venda, e desenhos de desenvolvimento do projeto, que estabelecem o diálogo entre o arquiteto e o cliente. Além desses, este capítulo apresenta outros tipos de desenhos em que são abordados detalhes importantes, responsáveis por diferenciar desenhos de engenharia, de arquitetura, de estrutura, de instalações, entre outros.

Objetivos deste capítulo

Reconhecer os tipos de desenhos abordados e a finalidade de cada um.

Sintetizar que tipo de desenho é empregado em cada etapa do projeto.

Destacar os principais elementos dos desenhos de engenharia, de arquitetura, de estrutura, de instalações, do projeto hidrossanitário e do projeto elétrico.

Ver todos os capítulos
Medium 9788577801107

9. Trabalhando com Som e Vídeo

Adobe Creative Team Grupo A PDF Criptografado

LIÇÃO 9

Trabalhando com Som e Vídeo

Crie botões de som

Há três botões de som no quiosque final, cada um reproduzindo um som de um animal diferente. Você irá criar um símbolo de botão, configurar seus estados de rollover e importar um som para o botão. Em seguida, irá duplicar esse botão e adaptá-lo para criar botões para dois sons adicionais.

Crie símbolos de botão

Os símbolos de botão incluem quatro estados de rollover na Timeline: Up, Down, Over e

Hit. Você converterá o ícone de alto-falante e o texto em um botão, configurará os estados de rollover para o botão e desenhará o fundo de um retângulo para o botão da área de pressionamento.

1 Selecione a camada Sound Buttons. O grupo no canto inferior direito (Sound 1 e um sím-

bolo de alto-falante) é selecionado.

2 Escolha Modify > Convert To Symbol. Na caixa de diálogo Convert To Symbol, selecione

Button e atribua ao botão o nome sound_button1. Clique em OK.

3 Dê um clique duplo na instância sound_button1 no Stage para editá-la. Talvez você pre-

cise ampliar um pouco para ver o botão mais claramente.

Ver todos os capítulos
Medium 9788577805594

5. TRABALHANDO COM NAVEGAÇÃO

Adobe Creative Team Grupo A PDF Criptografado

120 ADOBE DREAMWEAVER CS4

Classroom in a Book

Visualize seu arquivo final

Para ver a versão final do arquivo que será utilizado na primeira parte desta lição, vamos visualizar a página concluída no navegador.

1 Abra o Adobe Dreamweaver CS4.

2 Se necessário, pressione F8 para abrir o painel Files e escolha DW CIB na lista de sites.

3 No painel Files, expanda a pasta lesson05.

4 Selecione o arquivo about-finished.html e pressione F12 (Windows) ou

Option+F12 (Mac).

5 Quando a página abrir no seu navegador principal, clique em Greece na barra de navegação da nota lateral. Quando o menu pop-up abrir, clique em

Santorini. Clique no botão Back do navegador para voltar a about-finished. html. Clique nos nomes nos painéis com abas para ver as informações sobre as pessoas. Se você tiver um cliente de correio instalado em seu sistema, clique em um dos links de email para os trabalhadores específicos. Quando a janela de mensagem de correio eletrônico abrir, feche-a.

A página inclui links para páginas dentro do mesmo site, bem como links externos e de email.

Ver todos os capítulos

Carregar mais