800 capítulos
Medium 9788521632511

APÊNDICE

Rendow Yee Grupo Gen PDF Criptografado

GR´AFICA

Obra: Yee

Edição: 1a

Cap.: Apêndice

Págs.: 37

O p e r a d o r : Revisor:

ALGO+

Data: 27/07/2016

Apêndice

529

529

Yee_Apendice n.indd 529

16/08/2016 18:48:05

530    A P Ê N D I C E

T I P O S D E P R A N C H E TA S E F O R R A Ç Õ E S

Tipos de Forração de Pranchetas ou

Mesas de Desenho

Vyco é um tipo de vinil em camadas para forração de pranchetas ou mesas de desenho que neutraliza o cansaço visual e se autorregenera quando sofre uma mossa, arranhão ou perfuração. A forração suaviza o impacto quando você desenha.

Os dois lados são verde e creme, cinza e branco ou translúcidos. Outra opção para forração é uma cobertura em fórmica estampada, branca, mais pesada e densa. Lembre-se de nunca desenhar sobre superfícies rígidas como vidro, madeira ou plásticos duros.

Uma prancheta de desenho com base metálica é caracterizada por um tampo ajustável no qual pode ser fixada uma régua paralela. Ver os equipamentos de última geração em www.DraftingTables.com.

Ver todos os capítulos
Medium 9788582605110

Adolf Loos

Francis D.K. Ching, Mark Jarzombek, Vikramaditya Prakash Grupo A PDF Criptografado

Europa

17.103  Casa Moller, Viena

ADOLF LOOS

0

10 m

17.102  Corte e planta da Casa Moller, Viena

0

10 m

17.104  Loos Haus (“Casa Loos”), na

Michaelerplatz, Viena

Adolf Loos (1870–1933), filho de um pedreiro, nasceu na área rural da Morávia (parte da atual

República Tcheca), 100 quilômetros a norte de

Viena. Quando tinha nove anos, seu pai, a quem ele idolatrava, faleceu. O relacionament de Adolf

Loos com sua mãe, Maria Hertl, não era nada bom; assim, aos 23 anos de idade, ela o expulsou da família, dando-lhe dinheiro suficiente para apenas comprar uma passagem para os

Estados Unidos. Chegando lá, Loos encantou-se com a Feira Mundial de Chicago, a infraestrutura industrial norte-americana e os escritos de Louis

Sullivan. Após retornar à Áustria, fixou residência em Viena, onde inicialmente mostrou grande entusiasmo com a Sezession (Secessão). No entanto, ele começou a atacar a arte secessionista, bem como a de outros decoradores modernos, como os da Deutscher Werkbund, por sua “degenaração moral”.

Ver todos os capítulos
Medium 9788582603345

Capítulo 13 - Prédios para exposição

Peter Tregenza, David Loe Grupo A PDF Criptografado

13

Prédios para exposição

Este capítulo desenvolve as ideias apresentadas na segunda metade do Capítulo 10.

O propósito deste tipo de iluminação é estabelecer uma composição na qual os níveis variados de luminosidade e cor contem uma história consistente e interessante. A iluminação de destaque

(ou localizada) é o realce seletivo dado aos objetos por meio de forte brilho e maior luminância em relação às sombras profundas de outros locais do espaço. O padrão de luminância não pode ser arbitrário: ele deve ser significativo e relevante para o interior. Esse tipo de iluminação pode ser estimulante para os usuários e aumentar a sensação de bem-estar. É interessante, durante o projeto, dividir o trabalho em três etapas, cada uma com seu objetivo:

1. Definir o tipo e o caráter do espaço.

2. Criar uma hierarquia de luminosidades, enfatizando os objetos-chave.

3. Melhorar a visibilidade dos detalhes desses objetos.

A exposição é o principal propósito de edificações como lojas e galerias de arte. Ela também é importante em casa, na escola e no local de trabalho; na verdade, há poucos interiores cuja função não envolva algum tipo de exposição.

Ver todos os capítulos
Medium 9788536305523

ACOMODAÇÃO EM VEÍCULOS

Alexandre Salvaterra Grupo A PDF Criptografado

ACOMODAÇÃO EM VEÍCULOS

FATORES CONSTANTES EM ASSENTOS DE VEÍCULOS

As informações constantes sob este título também devem ser consultadas para as necessidades das pessoas em um veículo.

Observe que a postura sentada apresentada é apenas para o motorista; os passageiros podem preferir um ângulo maior entre o assento e o encosto. A mulher de baixa estatura do percentil 1 e o homem alto do percentil 99 são apresentados na postura alerta.

Esse diagrama ilustra as figuras humanas com um ângulo de tornozelos ótimo, e ângulo de joelhos ótimo e ângulo ideal entre a coluna vertebral e a parte superior das pernas, para se operar um veículo. Esses ângulos são praticamente os mesmos para todos os veículos; somente muda o ângulo com o chão, para carros de corrida, carros esportivos, sedãs, caminhões, caminhonetes,

ônibus, equipamentos industriais e usos estacionários, ao rotar as linhas de piso em relação ao mesmo ponto do calcanhar.

Os assentos e encostos podem ser constantes para todos os veículos. O apoio para a cabeça irá mudar, já que a linha central da cabeça deve estar perpendicular à linha de percurso escolhida.

Ver todos os capítulos
Medium 9788521625278

PARTE I - Capítulo 3 - Conceitos Básicos de Economia

Carl D. Martland Grupo Gen PDF Criptografado

Capítulo

3

Conceitos Básicos de Economia

A qualidade da infraestrutura de uma nação é um indicador crítico da sua vitalidade econômica. O transporte confiável, a água limpa e o descarte seguro dos resíduos são elementos básicos de uma sociedade civilizada e de uma economia produtiva. Sua ausência ou falha introduz uma dimensão intolerável de risco e privações na vida diária e um obstáculo importante para o crescimento e a competitividade.

Conselho Nacional de Melhoria das Obras Públicas

Fragile Foundations: A Report on America’s Public Works,

Relatório Final para o Presidente e o Congresso (Fevereiro, 1988), p. 1

CONCEITOS DO CAPÍTULO

Seção 3.1 Introdução

Seção 3.2 Oferta e Demanda

Funções da oferta e funções da demanda

Equilíbrio entre oferta e demanda

Elasticidade da demanda

Ganhos para os consumidores

Seção 3.3 Precificação

Precificação pelo custo marginal em um ambiente competitivo

Economias de escala, escopo e densidade

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos