978 capítulos
  Título Autor Editora Formato Comprar item avulso Adicionar à Pasta
Medium 9788536532905

10.1 Inserção de pilares

Claudia Campos Netto Editora Saraiva PDF Criptografado

Para finalizar, clique em OK em todas as janelas e veja que foi criado o tipo forro 50 × 50 eixo, eixo que agora será aplicado no forro selecionado.

Figura 9.90 – Alteração das medidas e do ângulo.

Figura 9.91 – Hachura criada com 500 × 500 mm.

Figura 9.93 – Forro de 50 × 50 criado a partir do forro de 60 × 60.

156

Autodesk® Revit® Architecture 2020 – Conceitos e Aplicações

Figura 9.92 – Forro de 50 × 50 criado.

10

Estrutura –

Pilares, Vigas e Lajes

Introdução

Revit possui elementos estruturais, como pilares, vigas, lajes e de fundação paramétricos, que podem ser alterados de acordo com o projeto estrutural.

Este capítulo mostra como inserir os elementos estruturais do projeto em eixos de referência. Ensina como vincular pilares a um piso, forro ou viga. A vantagem de associar um pilar a um piso, forro ou viga é que, se o pavimento ou a altura desses objetos sofrer alguma alteração, o pilar é alterado também.

Ver todos os capítulos
Medium 9788536532905

10.2 Inserção de vigas

Claudia Campos Netto Editora Saraiva PDF Criptografado

Em seguida, vamos selecionar nas pastas a viga de concreto pré moldada em Estrutura Estrutural > Concre­to pré-moldado > T invertido pré-moldado (Figura 10.42).

Figura 10.42 – Carregar uma família das vigas de concreto pré-moldado.

Depois de carregar, surge a lista dos tipos de vigas de concreto da família (Figura 10.43).

!

Observação

Para visualizar as vigas, ative o modo de detalhe Alto ou Médio

Médio; no nível Baixo

Baixo, só é exibida uma linha.

Figura 10.43 – Lista das vigas de concreto T invertido pré-moldado carregados.

Vamos inserir uma viga retangular. Selecione a viga de 300 × 600. Para inseri-la, podemos usar as ferramentas de desenho do painel Desenhar, da aba Modificar | Colocar Viga.

Viga Vamos usar a linha no exemplo. Clique no ponto inicial da viga e no ponto final. Para entrar com as medidas, digite o valor na caixa da cota provisória. Podemos inserir em 2D em uma vista em planta ou na vista 3D.

Figura 10.44 – Definição dos pontos inicial e final.

Ver todos os capítulos
Medium 9788536532905

10.3 Sistemas de viga

Claudia Campos Netto Editora Saraiva PDF Criptografado

10.3  Sistemas de viga

Um sistema de vigas permite que criemos uma composição de um mesmo tipo de viga ao longo de um percurso.

Depois de criado, ele poderá ser editado. Utilize um sistema de vigas para gerar pergolados ou outras estruturas que possuem vigas do mesmo tipo com distâncias iguais. O sistema de vigas deve ser criado sempre em uma vista de planta de um pavimento. Na aba Estrutura

Estrutura, selecione Sistema de Vigas.

Vigas

Figura 10.64 – Aba Estrutura – Viga > Sistema de Vigas.

Existem duas possibilidades de criação do sistema de vigas:

Automático: nessa opção, que é a padrão do Revit, selecionamos elementos como paredes ou vigas e o sistema é inserido com base nessa seleção. Na aba Estrutura

Estrutura, selecione Sistema de Vigas e, em seguida, veja que está ativado o sistema automático de vigas.

Figura 10.65 – Seleção de Sistema de vigas automático.

Em seguida, na barra de opções, escolha o tipo de viga e informe a distância entre elas em regra de layout. No projeto, selecione uma parede ou uma viga que já componha uma estrutura, como mostra a Figura 10.66.

Ver todos os capítulos
Medium 9788536532905

10.4 Inserção de lajes de fundação

Claudia Campos Netto Editora Saraiva PDF Criptografado

O resultado deve ser semelhante ao da Figura 10.71.

Figura 10.71 – Sistema de vigas criado pela definição do limite do contorno.

10.4  Inserção de lajes de fundação

As lajes de fundação são elementos estruturais para a fundação. As lajes de pavimento devem ser criadas com a ferramenta Piso – Piso estrutural estudada no Capítulo 9. Para inserir uma laje de fundação no projeto, selecione Fundação estrutural: laje na aba Estrutura

Estrutura, como mostra a Figura 10.72.

Aba Estrutura > Laje > Fundação estrutural: laje

Figura 10.72 – Aba Estrutura – seleção de laje.

Em seguida, na aba Modificar | Criar limite do piso, piso selecione uma forma de criar a laje, que pode ser baseada em paredes existentes, como no caso do piso, ou em vigas existentes no projeto. Você também pode usar as possibilidades de desenho com as ferramentas do painel Desenhar

Desenhar. A laje é criada no nível abaixo do qual foi desenhada e não será visível na planta do pavimento corrente, apenas em 3D. Para visualizar a laje, devemos alterar a visibilidade da vista 2D em Faixa da vista. vista

Ver todos os capítulos
Medium 9788580550023

10. A ARQUITETURA NATIVA DAS AMÉRICAS E DA ÁFRICA

Michael Fazio, Marian Moffett, Lawrence Wodehouse Grupo A PDF Criptografado

CAPÍTULO 10

A ARQUITETURA NATIVA DAS

AMÉRICAS E DA ÁFRICA

E

m 1964, o polímato, arquiteto, engenheiro e historiador Bernard Rudofsky organizou a exposição Architecture Without Architects (Arquitetura sem Arquitetos), acompanhada por um livro de mesmo nome, no Museu de Arte Moderna da Cidade de Nova York, a qual, embora surpreendente para a época, acabou se tornando extremamente influente. A exposição causou certo

“frisson” ao surgir em um período de questionamento cultural generalizado nos Estados Unidos; seu subtítulo – A

Short Introduction to Non-Pedigreed Architecture (Uma Breve

Introdução à Arquitetura sem Pedigree) – indica por que ela se tornou tão fantástica, ou, melhor dizendo, tão iconoclástica. Ilustrando com uma admiração pessoal evidente aquilo que chamava de arquitetura “vernacular, anônima, espontânea, autóctone, rural”, Rudofsky defendia um estudo muito mais inclusivo – cronológica e geograficamente

– do ambiente construído, que não tratasse exclusivamente de construções feitas para os ricos e poderosos e que não resultasse exclusivamente das iniciativas daqueles que poderíamos chamar de projetistas com formação acadêmica.

Ver todos os capítulos
Medium 9788536532905

11.1 Criação de escadas

Claudia Campos Netto Editora Saraiva PDF Criptografado

11

Escadas e Guarda-corpos

Introdução

Neste capítulo, veremos como inserir escadas (retas, em L e em U) e guarda-corpo no projeto. Também abordaremos como alterar as propriedades e modificar a geometria das escadas. O guarda-corpo é gerado automaticamente com elas, apesar de ser um elemento separado. Também é possível inseri-lo em pisos para gerar guarda-corpo. Depois de inseridos, a escada e o guarda-corpo podem ser modificados, pois são elementos paramétricos. As escadas em edifícios podem ser repetidas para todos os pavimentos com os mesmos parâmetros.

Objetivos

  Aprender a inserir diversos tipos de escada no projeto.

  Alterar a escada.

  Criar escadas em múltiplos pavimentos de edifícios.

  Inserir guarda-corpo em pisos e alterar suas propriedades e percurso.

11.1 Criação de escadas

Aba Arquitetura > Circulação > Escada

A escada pode ser desenhada de duas formas:

Escada por componente: as partes da escada são independentes umas das outras e podem ser editadas para alterar o número de degraus, plataforma ou largura.

Ver todos os capítulos
Medium 9788536532905

11.2 Escada por componente

Claudia Campos Netto Editora Saraiva PDF Criptografado

11

Escadas e Guarda-corpos

Introdução

Neste capítulo, veremos como inserir escadas (retas, em L e em U) e guarda-corpo no projeto. Também abordaremos como alterar as propriedades e modificar a geometria das escadas. O guarda-corpo é gerado automaticamente com elas, apesar de ser um elemento separado. Também é possível inseri-lo em pisos para gerar guarda-corpo. Depois de inseridos, a escada e o guarda-corpo podem ser modificados, pois são elementos paramétricos. As escadas em edifícios podem ser repetidas para todos os pavimentos com os mesmos parâmetros.

Objetivos

  Aprender a inserir diversos tipos de escada no projeto.

  Alterar a escada.

  Criar escadas em múltiplos pavimentos de edifícios.

  Inserir guarda-corpo em pisos e alterar suas propriedades e percurso.

11.1 Criação de escadas

Aba Arquitetura > Circulação > Escada

A escada pode ser desenhada de duas formas:

Escada por componente: as partes da escada são independentes umas das outras e podem ser editadas para alterar o número de degraus, plataforma ou largura.

Ver todos os capítulos
Medium 9788536532905

11.3 Propriedades da escada

Claudia Campos Netto Editora Saraiva PDF Criptografado

11.3  Propriedades da escada

Depois de criar a escada, podemos mudar algumas das suas propriedades ou o seu tipo. As escadas são do tipo

Família do sistema, portanto não é possível carregar outros tipos, somente duplicar e modificar os existentes para criar outros. Selecione uma escada criada para que suas propriedades sejam exibidas na caixa Propriedades (Figuras 11.21), como a escada montada, que é um tipo com suportes laterais espelhos e pisos.

Figura 11.21 – Propriedades.

Figura 11.22 – Lista dos tipos de escada.

Nível base: pavimento da base da escada.

Deslocamento da base: distância da base ao início da escada.

Nível superior: pavimento do topo da escada.

Deslocamento superior: distância do topo ao final da escada.

Cotas

Número desejado de espelhos: o número de espelhos/degraus é calculado com base na altura.

Número real de espelhos: normalmente, esse número é igual ao anterior. Essa propriedade é somente de leitura.

Ver todos os capítulos
Medium 9788536532905

11.4. Escadas por Croqui

Claudia Campos Netto Editora Saraiva PDF Criptografado

Suportes

Suporte direito: define como será o suporte do lado direito da escada. As opções são Fechado, que encobre os degraus; Abrir, em que o suporte é cortado nos degraus; Nenhum, que desliga o suporte.

Suporte esquerdo: determina como será o suporte do lado esquerdo da escada.

Suporte mediano: define o número de suportes entre o direito e o esquerdo.

Tipo de suporte: define o tipo do banzo/suporte.

Deslocamento de banzo aberto: habilitado somente quando selecionamos Banzo aberto. Define a distância do suporte da lateral da escada para dentro. A Figura 11.40 mostra uma escada vista de baixo com suporte de 0,2 cm para dentro da escada.

Figura 11.37 – Banzo – Fechado.

Figura 11.38 – Banzo – Abrir.

Figura 11.39 – Banzo – Nenhum.

Figura 11.40 – Banzo direito – Movido para dentro da escada.

188

Autodesk® Revit® Architecture 2020 – Conceitos e Aplicações

11.4. �Escadas por Croqui

A criação de escada por croqui, ou seja, o desenho de degraus e limites, permite muita flexibilidade no desenho de escadas mais complexas e que tenham forma irregular, não convencional. Os passos são os seguintes: na aba

Ver todos os capítulos
Medium 9788536532905

11.5 Edição de escada por croqui

Claudia Campos Netto Editora Saraiva PDF Criptografado

Figura 11.49 – Desenhos de escadas com limite em arco.

Figura 11.50 – Resultado em 3D.

11.5 Edição de escada por croqui

Podemos alterar a forma das escadas por croqui depois de criá-las da seguinte forma:

1. Selecione uma escada, como mostra a Figura 11.51, e na aba Modificar Escadas, selecione Editar Escadas.

2. No modo de edição, selecione novamente a escada e, em Ferramentas, selecione Editar croqui.

3. Em seguida, clique no grip do ponto final de uma das bordas da escada e arraste para o lado e ajuste a linha do espelho para estender até o limite.

4. Clique em Concluir na aba Modificar | Escadas e veja o resultado.

Figura 11.51 – Seleção da escada.

Figura 11.52 – Selecione o grip e arraste.

Figura 11.53 – Resultado depois de Concluir.

Figura 11.54 – Resultado em 3D.

Escadas e Guarda-corpos

191

Ver todos os capítulos
Medium 9788536532905

11.6 Inversão do sentido de subida

Claudia Campos Netto Editora Saraiva PDF Criptografado

11.6  Inversão do sentido de subida

Depois de criada, as escadas por componentes e as por croqui podem ter seu sentido de subida invertido.

Selecione a escada em planta e clique na seta que surge ao selecionar a escada (Figura 11.55).

Figura 11.55 –

Seleção da seta.

Figura 11.56 –

Escada em 3D.

Figura 11.57 –

Escada invertida.

Figura 11.58 – Resultado depois de invertida.

11.7 �Escadas de múltiplos andares

Para criar uma escada que se repita em vários pavimentos com a mesma altura, crie a escada e, em seguida, em uma vista de corte ou elevação, selecione-a e, na aba Modificar escada, clique Selecionar níveis, como mostra a

Figura 11.59.

Figura 11.59 – Aba Modificar escada > Selecionar níveis.

Em seguida, use Ctrl ou o modo de seleção crossing e selecione todos os níveis em que a escada deve se repetir, como mostra a Figura 11.60.

Figura 11.60 – Seleção dos níveis.

192

Autodesk® Revit® Architecture 2020 – Conceitos e Aplicações

Ver todos os capítulos
Medium 9788536532905

11.7 Escadas de múltiplos andares

Claudia Campos Netto Editora Saraiva PDF Criptografado

11.6  Inversão do sentido de subida

Depois de criada, as escadas por componentes e as por croqui podem ter seu sentido de subida invertido.

Selecione a escada em planta e clique na seta que surge ao selecionar a escada (Figura 11.55).

Figura 11.55 –

Seleção da seta.

Figura 11.56 –

Escada em 3D.

Figura 11.57 –

Escada invertida.

Figura 11.58 – Resultado depois de invertida.

11.7 �Escadas de múltiplos andares

Para criar uma escada que se repita em vários pavimentos com a mesma altura, crie a escada e, em seguida, em uma vista de corte ou elevação, selecione-a e, na aba Modificar escada, clique Selecionar níveis, como mostra a

Figura 11.59.

Figura 11.59 – Aba Modificar escada > Selecionar níveis.

Em seguida, use Ctrl ou o modo de seleção crossing e selecione todos os níveis em que a escada deve se repetir, como mostra a Figura 11.60.

Figura 11.60 – Seleção dos níveis.

192

Autodesk® Revit® Architecture 2020 – Conceitos e Aplicações

Ver todos os capítulos
Medium 9788536532905

11.8 Guarda-corpo

Claudia Campos Netto Editora Saraiva PDF Criptografado

11.6  Inversão do sentido de subida

Depois de criada, as escadas por componentes e as por croqui podem ter seu sentido de subida invertido.

Selecione a escada em planta e clique na seta que surge ao selecionar a escada (Figura 11.55).

Figura 11.55 –

Seleção da seta.

Figura 11.56 –

Escada em 3D.

Figura 11.57 –

Escada invertida.

Figura 11.58 – Resultado depois de invertida.

11.7 �Escadas de múltiplos andares

Para criar uma escada que se repita em vários pavimentos com a mesma altura, crie a escada e, em seguida, em uma vista de corte ou elevação, selecione-a e, na aba Modificar escada, clique Selecionar níveis, como mostra a

Figura 11.59.

Figura 11.59 – Aba Modificar escada > Selecionar níveis.

Em seguida, use Ctrl ou o modo de seleção crossing e selecione todos os níveis em que a escada deve se repetir, como mostra a Figura 11.60.

Figura 11.60 – Seleção dos níveis.

192

Autodesk® Revit® Architecture 2020 – Conceitos e Aplicações

Ver todos os capítulos
Medium 9788580550023

11. A ARQUITETURA RENASCENTISTA

Michael Fazio, Marian Moffett, Lawrence Wodehouse Grupo A PDF Criptografado

CAPÍTULO 11

A ARQUITETURA RENASCENTISTA

N

o século XV, enquanto os navegadores europeus viajavam para explorar a África e depois as Américas, a arquitetura europeia passava por mudanças significativas, saindo do estilo Gótico que caracterizou a Idade Média e entrando no Renascimento. O Capítulo 9, que tratou do período Gótico, pouco falou das edificações construídas na Itália. Ali, as igrejas românicas nunca chegaram a ser completamente destituídas dos elementos clássicos, impedindo que a arquitetura religiosa gótica monumental dominasse o outrora centro do Império Romano, onde vestígios de um grandioso passado clássico eram exibidos com muito orgulho.

Ainda assim, a malha urbana da maioria das cidades italianas – especialmente no caso das edificações habitacionais de uso diário – foi tecida entre os séculos XI e XIV. Em centros continentais, como Florença, as edificações eram bastante simples: pesados blocos de alvenaria interrompidos por aberturas com arcos e, às vezes, apresentando galerias ou arcadas sombreadas. Da mesma forma, os edifícios governamentais medievais criavam os centros cívicos das cidades e provocavam o surgimento de espaços abertos (praças) que, até hoje, são vistos como exemplos notáveis. Foi dentro deste contexto medieval bem estabelecido que os arquitetos renascentistas apresentaram suas propostas radicais.

Ver todos os capítulos
Medium 9788536532905

12.1 Telhado

Claudia Campos Netto Editora Saraiva PDF Criptografado

12

Telhados

Introdução

Podemos criar telhados no Revit de três formas: pelo perímetro das águas do telhado, pela extrusão de um perfil ou por um estudo de massa, o que gera uma cobertura de forma mais orgânica. Com o telhado inserido, podemos modificar as propriedades da água do telhado, editar a sua inclinação, eliminar água etc.

Objetivos

  Inserir telhados pela definição da poligonal das águas.

  Inserir telhados pela extrusão de um perfil.

  Aprender a editar telhados.

  Criar aberturas em telhados.

  Aprender a criar mansardas.

12.1  Telhado

Aba Arquitetura > Construir > Telhado

Para inserir um telhado, selecione Telhado na aba Arquitetura, como mostra a Figura 12.1.

Figura 12.1 – Aba Arquitetura > Seleção de telhado.

200

Autodesk® Revit® Architecture 2020 – Conceitos e Aplicações

Em Telhado

Telhado, temos as seguintes opções de criação (Figura 12.2).

Figura 12.2 – Opções de criação do telhado.

Ver todos os capítulos

Carregar mais