144 capítulos
Medium 9788597021721

7 Firm Value × Equity Value

Ricardo Goulart Serra, Michael Wickert Grupo Gen ePub Criptografado

Iniciamos o Capítulo 4 com a Figura 4.1, que segue repetida abaixo renumerada como Figura 7.1.

Figura 7.1 – Fluxo de Caixa Descontado da COMP S.A. O valor presente foi calculado considerando uma taxa de desconto de 12%.

Aprendemos, naquele capítulo, a calcular o fluxo de caixa para os investidores. Os números da Figura 7.1 foram calculados nos Exemplos 3 e 4 daquele capítulo (para a empresa COMP S.A.). No Capítulo 5, aprendemos a calcular o custo de capital dos investidores e, no Exemplo 1 do Capítulo 5, calculamos um custo de capital de 12,0% (também para a empresa COMP S.A.). Assim, aos poucos, vamos completando um único exercício de avaliação da COMP S.A.. O passo final passa por entender o que significa o valor presente calculado de R$ 1.087.

Antes de seguir, gostaríamos de deixar claro o significado de firm value (ou enterprise value) e equity value.

Para isso, perguntamos: se vendêssemos nosso carro, cujo preço à vista sendo praticado no mercado é R$ 100 mil, quanto receberíamos?

Ver todos os capítulos
Medium 9788522458707

Anexos

MATIAS-PEREIRA, José Grupo Gen PDF Criptografado

Anexos

5870.indb 225

3/5/2010 14:41:22

5870.indb 226

3/5/2010 14:41:22

Anexo A

Convenção da OCDE sobre o Combate da Corrupção de Funcionários

Públicos Estrangeiros em Transações

Comerciais Internacionais

Contextualização do problema em nível mundial

A corrupção é uma das maiores ameaças à boa governança e ao desenvolvimento político e econômico dos Estados.1 Além de afetar, de modo geral, o desenvolvimento econômico, a corrupção também acarreta danos às empresas que valorizam práticas justas em suas transações comerciais (OCDE, 1997).

A partir da década de 90, observa-se que a comunidade internacional passou a devotar maior atenção ao exame das consequências e impactos da corrupção na condução de negócios internacionais. Nesse contexto, vários desafios, tais como o combate à corrupção internacional em um cenário de globalização crescente, subsidiaram a concepção da Convenção da OCDE Sobre o Combate da Corrupção de Funcionários Públicos Estrangeiros em Transações Comerciais Internacionais.

Ver todos os capítulos
Medium 9788597014143

Capítulo 7 - Ética e Regulação

GALLAGHER, Lilian Massena Grupo Gen PDF Criptografado

Capítulo 7

Ética e Regulação

Objetivos

Ao final deste capítulo, você deve ser capaz de:

■■ Identificar os princípios éticos que regem a relação profissionalcliente.

■■ Agir de forma a prevenir crimes de lavagem de dinheiro.

■■ Analisar o perfil de investimento do cliente, de forma a indicar produtos de investimento mais adequados a ele.

Conteúdo

Este capítulo está organizado nas seguintes seções:

7.1  Princípios éticos

7.2 �Códigos de Regulação e Melhores Práticas da ANBIMA para

Fundos de Investimento

7.3  Prevenção contra a lavagem de dinheiro

7.4  Ética na venda

7.5  Análise do perfil do investidor

Pontos importantes – Ética e regulação

Tempo estimado de estudo

Quatro horas.

GALLAGHER.indb 150

05/12/2017 17:25:57

7  Ética e Regulação   [ 151 ]

7.1  Princípios éticos

Guiar nossas atitudes por princípios éticos é sempre importante, pois agrega benefícios para nós e para a pessoa ou grupo com quem estamos nos relacionando, a saber:

Ver todos os capítulos
Medium 9788522458707

Parte III – 10 - Base constitucional do Estado social e democrático de direito

MATIAS-PEREIRA, José Grupo Gen PDF Criptografado

10

Base constitucional do Estado social e democrático de direito

Introdução

A afirmação no texto constitucional – ao tratar de questões relevantes como sociedade com justiça social (art. 3o, I), poder que emana do povo (art. 1o, parágrafo único), democracia participativa, pluralismo, império da lei, princípio da igualdade – demonstra de forma clara a preocupação em criar as condições necessárias para a implantação de um Estado democrático de direito no Brasil.

Assim, está definido no artigo 1o da Constituição Federal de 1988:

“A República do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:

I – a soberania;

II – a cidadania;

III – a dignidade da pessoa humana;

IV – os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa;

V – o pluralismo político.”

As atribuições do Estado democrático de direito, conforme Silva (2005, p.

Ver todos os capítulos
Medium 9788597016444

3 - Análise de Risco para Ativos de Renda Variável

LIMA, Fabiano Guasti Grupo Gen PDF Criptografado

3

ANÁLISE DE RISCO PARA ATIVOS DE

RENDA VARIÁVEL

Objetivos do capítulo

Este capítulo tem por objetivo explicar um dos conceitos mais importantes atualmente na gestão de riscos dos investimentos: é o de Value at Risk , ou simplesmente

VaR. O Value at Risk (VaR) representa uma medida de perda potencial de um ativo ou de uma carteira de investimentos sujeita a riscos de mercado, ou seja, a riscos de flutuação de preços.

Mostra-se a metodologia de apuração do VaR, chamada paramétrica, para um ativo individual e no contexto de uma carteira de ativos, chegando-se a ilustrar o ganho pela diversificação. Trata ainda do VaR não paramétrico com suas metodologias de apuração.

São identificados os elementos de decomposição do VaR para mostrar suas aplicações através de cada item que o compõe. O capítulo trata ainda do cálculo do VaR para o mercado de opções, que é mais conhecido como operações com derivativos.

Cap03-GUASTI.indd 105

4/18/18 1:49 PM

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos