7921 capítulos
Medium 9788520431092

11. Eventos mais sustentáveis

Marlene Matias Manole PDF Criptografado

11

Eventos mais sustentáveis

Ana Carolina Piccin e Daniella Mac Dowell

Introdução

O setor de eventos vem crescendo e contribuindo cada vez mais para a economia brasileira. De acordo com o ranking da International Congress and

Convention Association (ICCA), que pesquisou o número de eventos internacionais realizados no Brasil entre 2002 a 2009, o país passou do 21o para o 7o lugar. No Brasil são realizados, anualmente, cerca de 330 mil eventos, como congressos, workshops, seminários e feiras. Estima-se que o setor movimente quase

R$ 40 bilhões, gerando cerca de 3 milhões de empregos.

Esses números tendem a aumentar a partir de 2009. Com escolha do Brasil como sede da Copa do Mundo de 2014 e do Rio de Janeiro como sede dos Jogos

Olímpicos de 2016, novos e grandes aportes financeiros serão viabilizados e o país terá grande visibilidade, principalmente no setores de turismo, hotelaria e eventos. Já se estima que cerca de 26 bilhões de reais sejam investidos, sobretudo na cidade do Rio de Janeiro, que será sede dos Jogos Olímpicos. Entretanto, a partir do momento em que a cidade foi escolhida, já foi iniciado o debate sobre as obras que devem ser realizadas, especialmente as ligadas à infraestrutura urbana (de mobilidade, como metrô, corredores de ônibus e estacionamentos, entre outros), aeroviária, de portos, de ampliação da rede esportiva e hoteleira. Outra questão debatida refere-se ao problema de saneamento na cidade, abrangendo distribuição de fornecimento de água, coleta e destinação de resíduos sólidos, coleta de esgoto e drenagem das águas pluviais. A questão em pauta é: quais benefícios permanecerão no país em 2017, como consequência positiva desses eventos?

Ver todos os capítulos
Medium 9788521618676

16- O “problema” do Câmbio e as Medidas de Política Econômica

BACHA, Edmar; BOLLE, Monica de Grupo Gen PDF Criptografado

16

O “Problema” do Câmbio

e as Medidas de Política Econômica

Márcio G. P. Garcia1

1 Introdução

Desde a parada brusca sofrida pela economia brasileira, em 2002, o real vem apresentando tendência de apreciação. O Gráfico 1 mostra a evolução das taxas de câmbio nominais contra o euro e contra o dólar, bem como a taxa real de câmbio.2

Gráfico 1

Fonte: IPEA Banco Central do Brasil, FED.

A apreciação da taxa de câmbio real desde o final de 2002 tem prejudicado exportadores, sobretudo aqueles que exportam manufaturas intensivas em trabalho, bem como produtores para o mercado interno que competem com importações. A apreciação da taxa de câmbio real vem, portanto, preocupando as autoridades econômicas. Várias medidas de intervenção nos mercados cambiais foram tomadas ao longo dos últimos oito anos: compras esterilizadas de dólar no mercado à vista, compras de dólar futuro (swaps cambiais reversos), amplo resgate da dívida externa, maior liberalização de fluxos cambiais

Ver todos os capítulos
Medium 9788547215019

64 - DUPLICATA

DOWER, Nelson; SUZUKI, Claudio Mikio; JADON, Carlos Eduardo; SOUZA, Luiz Roberto Carboni; GABRIEL, Sergio; BLASI, Renato Rubens Editora Saraiva PDF Criptografado

64

DUPLICATA

64.1 APRESENTAÇÃO

A duplicata empresarial é um documento criado pelo legislador brasileiro.

O Código Comercial, embora revogado, previa, em seu art. 219, que nas vendas por atacado o vendedor era obrigado a extrair, em duas vias, uma relação das mercadorias vendidas, vias que eram assinadas pelas partes contratantes; e o art. 427 do mesmo Código determinava que a fatura assinada pelo comprador era um título de efeitos cambiais que servia para a cobrança judicial. A cópia dessa fatura (nota fiscal) é a origem da duplicata.

Atualmente, após a extração da nota fiscal de uma venda a prazo, emite-se a fatura para ser apresentada ao comprador, emitindo-se, consequentemente, a duplicata. Esta deve ser emitida com base na fatura, que é obrigatória caso esse seja o meio adotado pelo empresário para materializar as vendas a prazo.

O empresário que emite duplicata empresarial está obrigado a escriturá-la em livro específico: o Livro de Registro de Duplicatas.

Ver todos os capítulos
Medium 9788521629436

Parte I. 4 - Estratégia Aplicada à Gestão do Esporte

VANCE, Patricia de Salles; NASSIF, Vânia Maria Jorge; MASTERALEXIS, Lisa Pike Grupo Gen PDF Criptografado

Vance — Prova 3 — 5/5/2015 — Maluhy&Co. — página 55

4

Estratégia Aplicada à

Gestão do Esporte

João Paulo Lara de Siqueira1 | Benny Kramer Costa2

Os objetivos deste capítulo são:

. Apresentar a estratégia da forma como é empregada na área de gestão e discutir sua aplicação no contexto da Gestão do

Esporte.

. Introduzir os principais conceitos de estratégia, relacionando-os à Gestão do Esporte.

. Discutir as estratégias genéricas que podem resultar em vantagem competitiva na gestão do esporte.

1

Professor do Programa de Mestrado Profissional em Administração – Gestão do Esporte da

Universidade Nove de Julho, na área de estratégia.

2 Diretor e professor do Programa de Mestrado Profissional em Administração – Gestão do Esporte e professor e pesquisador do Programa de Pós-graduação em Administração, ambos da

Universidade Nove de Julho UNINOVE.



Vance — Prova 3 — 5/5/2015 — Maluhy&Co. — página 56

Ver todos os capítulos
Medium 9788521625582

Parte Um - Capítulo 1 - O novo e dinâmico ambiente de trabalho

SCHERMERHORN Jr., John R. Grupo Gen PDF Criptografado

1

O novo e dinâmico ambiente de trabalho

CAPÍTULO 1 Questões de Estudo

1. Quais são os desafios de se trabalhar na nova economia?

Planejamento Prévio

Após ler o Capítulo 1, você deve ser capaz de responder a estas perguntas com suas próprias palavras.

2. Com o que se parecem as organizações no novo ambiente de trabalho?

3. Quem são os gerentes e o que fazem?

4. O que é o processo gerencial?

5. Como você aprende as habilidades e competências gerenciais?

01-Schermerhorn.indd 2

20/9/2006 13:34:45

MONSTER.COM — PESSOAS INTELIGENTES CRIAM

SEU PRÓPRIO FUTURO

Como site líder em gestão de carreira disponível on-line, o site Monster.com representa o crescente setor de serviços de colocação profissional disponíveis na Web. Seu fundador, Jeff Taylor, descreve assim sua criação: “Certa manhã acordei às 4 horas e anotei uma idéia em um bloco de papel que mantenho ao lado da cama.

Sonhei que tinha criado um fórum de discussões chamado Monster

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos