4036 capítulos
  Título Autor Editora Formato Comprar item avulso Adicionar à Pasta
Medium 9788582600023

Capítulo 8 - Laboratório de química

Cibele Schwanke Grupo A PDF Criptografado

Adriana de Farias Ramos

Claudia Wyrvalski

capítulo 8

Laboratório de química

O monitoramento ambiental de águas, solos, ar, sedimentos, efluentes industriais e domésticos é feito por meio do acompanhamento contínuo e sistemático de variáveis ambientais muitas realizadas em um laboratótio de química.

Em um laboratório, manipulamos variadas substâncias químicas. Todas elas podem interagir, em maior ou menor grau, com nosso organismo, que é um organismo químico e que oferece várias possibilidades e formas de acesso e de absorção dessas substâncias.

Por esse motivo, é fundamental termos prudência e conhecimento de como manusear cada produto, assim como utilizar proteção adequada para minimizar os efeitos danosos que tais produtos podem causar.

Este capítulo mostra algumas das principais técnicas de laboratório, de forma que você possa executar de maneira correta e segura as metodologias mais usuais de um laboratório de análises ambientais.

OBJETIVOS

Ver todos os capítulos
Medium 9788582600023

Capítulo 12 - Segurança no trabalho, prevenção e controle de riscos ambientais

Cibele Schwanke Grupo A PDF Criptografado

Adriana Oliveira de Pinho

capítulo 12

Segurança no trabalho, prevenção e controle de riscos ambientais

O trabalho acompanha o homem há séculos. Para que uma atividade laboral seja realizada, são necessários materiais, ferramentas, maquinário e, é claro, o trabalhador.

Tudo isso reunido em um local ou em uma área que podemos denominar de ambiente de trabalho.

Nesse ambiente, o homem desempenha sua tarefa interagindo com inúmeros equipamentos e ferramentas e tem contato com diversos produtos e energias.

Quando todos esses fatores não são controlados, podem ocorrer acidentes e/ou doenças que podem acarretar em consequências desastrosas para o trabalhador, o local de trabalho e o meio ambiente.

Este capítulo apresenta os riscos potenciais presentes em ambientes de trabalho.

Ao longo de sua vida profissional, você deverá estar preparado para gerenciálos, de forma a garantir a sua segurança e a de seus colegas de trabalho, bem como a do meio ambiente.

Ver todos os capítulos
Medium 9788582600023

Capítulo 1 - Ciência, tecnologia, sociedade e ambiente

Cibele Schwanke Grupo A PDF Criptografado

Michelle Camara Pizzato

capítulo 1

Ciência, tecnologia, sociedade e ambiente

A ciência e a tecnologia influenciam e modificam a nossa interpretação do mundo, a forma como pensamos e nos comportamos, os nossos desejos individuais e a nossa cultura.

Na medida em que os impactos dos desenvolvimentos científico e tecnológico se ampliam sobre o ambiente e sobre a vida dos indivíduos e das sociedades, questões sociais e éticas surgem e apelam para tomadas de decisão que não se restringem apenas e exclusivamente às comunidades científica e tecnológica.

Neste capítulo, você está convidado a refletir sobre as características da ciência e da tecnologia, seus impactos no ambiente e o papel da sociedade na determinação do rumo da evolução científica e tecnológica.

OBJETIVOS

Após o estudo deste capítulo, você deverá ser capaz de:

Reconhecer algumas semelhanças e diferenças entre ciência e tecnologia.

Identificar diferentes correntes de pensamento ambientalista, oriundas de distintas percepções sobre as relações ciência-tecnologiasociedade-ambiente ao longo dos tempos.

Ver todos os capítulos
Medium 9788582600023

Capítulo 6 - Metodologia de pesquisa em meio ambiente

Cibele Schwanke Grupo A PDF Criptografado

Márcia Amaral Corrêa de Moraes

Cibele Schwanke

capítulo 6

Metodologia de pesquisa em meio ambiente

Podemos considerar que o ser humano é um pesquisador nato. Se traçarmos uma trajetória histórica, percebemos o avanço científico e tecnológico experimentado pela nossa espécie. Tal avanço está diretamente associado a um nível de consciência que permite ao homem observar o mundo que o cerca, questioná-lo e procurar respostas. Quem somos? Qual é a nossa origem?

Para onde vamos? Por que as coisas são assim? São perguntas comuns, mas que guardam em sua essência a necessidade que temos de encontrar, muitas vezes de forma obstinada, respostas às nossas dúvidas.

As questões ambientais não fogem à regra. Identificamos formas de utilização dos recursos naturais e geramos inúmeros produtos a partir de matéria-prima renovável (ou não) graças às pesquisas, que nos levaram a desenvolver inúmeras tecnologias. Lançamos continuamente no ambiente os produtos desses avanços e nos deparamos com os impactos causados por nossas ações, que também são foco de investigação científica.

Ver todos os capítulos
Medium 9788582600023

Capítulo 10 - Direito ambiental

Cibele Schwanke Grupo A PDF Criptografado

Inajara Piedade da Silva

Adriana Zotti do Nascimento

capítulo 10

Direito ambiental

Muito se houve falar sobre o direito ambiental, algumas vezes criticando a legislação e outras tantas elogiando. O fato é que a legislação ambiental não é, para muitos de nós, um tema onde transitamos com segurança e tranquilidade. Isso ocorre, principalmente, porque as leis ambientais não estão reunidas. Para encontrá-las, é necessária uma pesquisa sistemática e, sobretudo, um amplo conhecimento sobre o tema, para que uma legislação já revogada não seja utilizada de forma equivocada. Tal sistemática é, comumente, um fator de insegurança para aquele que não opera o Direito em seu cotidiano.

Por essa razão, e cientes da relevância do conhecimento sobre a legislação ambiental para qualquer profissional da área, este capítulo aborda o maior número de leis que tratam sobre direito ambiental. Com essa síntese, é possível saber, em ordem cronológica, se um determinado assunto é regulado por lei, se está em vigor e, portanto, passível de utilização, e onde poderá ser encontrado.

Ver todos os capítulos
Medium 9788582600023

Capítulo 2 - Ambiente e saúde

Cibele Schwanke Grupo A PDF Criptografado

Cibele Schwanke

Marilene de Sá Cadei

capítulo 2

Ambiente e saúde

Equidade, ética, solidariedade, inclusão, justiça, equilíbrio, sustentabilidade, tolerância, pluralidade, respeito e proteção. Palavras importantes e que precisam ter mais do que os seus significados entendidos. Precisam sair dos dicionários e fazer parte do cotidiano dos diferentes indivíduos e grupos sociais.

Para que isso ocorra é necessário que cada um lute pela redução das assimetrias sociais e vulnerabilidades socioambientais, responsáveis pelos danos à saúde dos indivíduos

– da sociedade como um todo –, e do ambiente.

Se o que queremos de fato é a saúde, na sua forma mais ampla e completa, e que esta não seja apenas para alguns, devemos estar organizados e prontos para lutar pela realização desse grande objetivo. Um importante passo é compreender o complicado contexto que envolve a conquista e a manutenção da saúde.

Neste capítulo, destacamos que a questão da saúde não envolve apenas o diagnóstico de doenças. Trata-se de entendê-la a partir de uma concepção mais ampla que integra ambiente, sustentabilidade e responsabilidade, o que aprenderemos a seguir.

Ver todos os capítulos
Medium 9788582600023

Capítulo 5 - Educação ambiental

Cibele Schwanke Grupo A PDF Criptografado

Cibele Schwanke

Marilene de Sá Cadei

capítulo 5

Educação ambiental

Os meios de comunicação divulgam constantemente notícias sobre a crescente destruição que os ambientes naturais e aqueles construídos pelos homens (as cidades) vêm sofrendo.

A derrubada de grandes áreas florestais, as enchentes, os desmoronamentos de encostas, a perda da biodiversidade, o aumento do efeito estufa, a degradação do patrimônio cultural e a redução da quantidade de água doce são exemplos de algumas das graves questões que são divulgadas e que necessitam ser resolvidas no menor espaço de tempo possível, de forma a garantir um mundo sustentável.

Mas, afinal, o que é educação ambiental? Como surgiu e como deve ser praticada? Quem pode se apropriar de seus conceitos e se tornar um educador ambiental? Somente a escola

é responsável por formar cidadãos comprometidos com a preservação do ambiente?

Neste capítulo, a educação ambiental será foco de análise e essas perguntas serão respondidas. Além disso, enfatizaremos a importância de uma educação ambiental voltada para o reconhecimento de potencialidades e a busca de solução das problemáticas ambientais locais e que seja baseada na ética, no compromisso com o outro e na responsabilidade social e no fortalecimento de ações coletivas.

Ver todos os capítulos
Medium 9788582600023

Capítulo 7 - Economia e meio ambiente

Cibele Schwanke Grupo A PDF Criptografado

Cláudio V. S. Farias

capítulo 7

Economia e meio ambiente

Durante muito tempo, tratar da relação entre economia e meio ambiente era como buscar a dissolução completa de água e azeite. A análise econômica tendia a desconsiderar a inter-relação entre a economia e as questões ambientais.

Isso demonstra uma concepção de sociedade enquanto sistema fechado, que não produz trocas com o meio ambiente. Essa visão é, em parte, responsável pelos inúmeros desastres ecológicos que assistimos diariamente nos telejornais.

Este capítulo fornece subsídios para auxiliá-lo no entendimento da relação existente entre a economia (como ciência e como política) e a problemática ambiental. A intenção não é conceituar termos econômicos, com o uso expressivo de um ferramental matemático (como é o hábito dos escritos econômicos), mas sim estabelecer ligações que possibilitem uma reflexão crítica sobre os temas abordados.

OBJETIVOS

Após o estudo deste capítulo, você deverá ser capaz de:

Ver todos os capítulos
Medium 9788582600023

Capítulo 9 - Ecossistemas e conservação ambiental

Cibele Schwanke Grupo A PDF Criptografado

Márcia Bündchen

Celson Canto

capítulo 9

Ecossistemas e conservação ambiental

Em face da crise do meio ambiente, muito se fala em conservação ambiental. Diversas áreas de conhecimento são colocadas a serviço das decisões políticas e dos planejamentos que visem um desenvolvimento sustentável, ou seja, aquele capaz de suprir as necessidades da geração atual sem comprometer a capacidade de atender às necessidades das futuras gerações.

Uma das ciências que mais contribui nesse contexto é a Ecologia, uma vez que busca compreender a forma como os organismos interagem entre si e com o meio físico, determinando o cenário ambiental no qual todos somos sujeitos.

Central na compreensão dos padrões e processos ecológicos está o conceito de Ecossistemas. A partir do estudo dessa unidade ecológica, podemos não só acompanhar o fluxo da energia e a ciclagem dos materiais, mas também avaliar os fatores que influenciam esses processos, tornando possível o desenvolvimento de estratégias de manejo para as mais diferentes situações nas quais o homem deve intervir para reduzir a degradação do ambiente.

Ver todos os capítulos
Medium 9788582600023

Capítulo 4 - Ambiente e sociedade

Cibele Schwanke Grupo A PDF Criptografado

Maria Cristina Caminha de Castilhos França

Clarice Monteiro Escott

capítulo 4

Ambiente e sociedade

Pensar o ambiente pressupõe reconhecer a presença humana e a forma como se estruturam os processos de interação entre essas duas dimensões. Autores de diferentes

áreas convergem sobre a temática “meio ambiente” como um conjunto de elementos que vai além dos espaços físicos para, em síntese, fornecer as condições de existência de vida na Terra. Com base nesse pressuposto, a crença de que os homens teriam a natureza ao seu dispor para atender, sem nenhuma prudência, às suas necessidades contribuiu significativamente para a degradação ambiental, um problema que exige urgência na sua contenção. Neste capítulo, abordamos a intervenção dos homens no ambiente a partir da Revolução Industrial, as consequências da falta de controle e de prevenção sobre a disponibilidade de recursos ambientais e, por fim, algumas propostas desenvolvidas ou em desenvolvimento, voltadas à solução de alguns problemas ambientais existentes na atualidade.

Ver todos os capítulos
Medium 9788582600023

Capítulo 3 - Ética e ambiente

Cibele Schwanke Grupo A PDF Criptografado

Clarice Monteiro Escott

Maria Cristina Caminha de Castilhos França

capítulo 3

Ética e ambiente

Em pleno século XXI, somos bombardeados diariamente com notícias sobre a degradação do planeta. A humanidade atingiu um nível extremo de exploração das riquezas naturais, devido, sobretudo, ao desenvolvimento do mercado e o crescimento do capital. No entanto, o que se percebe é que entre a sustentabilidade ambiental e o capitalismo existe uma profunda incompatibilidade de princípios. Constata-se uma contradição de base, visto que o capitalismo e a sua lógica de mercado buscam o lucro em detrimento aos valores humanos e aos bens sociais. Nesse cenário, percebemos que não podemos falar em cidadania planetária sem enfocarmos a dimensão social do desenvolvimento sustentável, o que implica necessariamente refletirmos sobre as relações entre ética e ambiente.

Afinal, o que de fato ocorre na relação entre a sociedade e o ambiente? Quais são os princípios morais e éticos que regem a relação homem versus natureza? Como os princípios de ética e moral podem contribuir para a compreensão desse tema? Como cada um de nós pensa e se comporta em relação à natureza? Quais os caminhos que podemos trilhar em busca de uma relação ética entre a humanidade e o planeta?

Ver todos os capítulos
Medium 9788582600023

Capítulo 11 - Estatística aplicada ao ambiente

Cibele Schwanke Grupo A PDF Criptografado

Sabrina Letícia Couto da Silva

Simone Soares Echeveste

capítulo 11

Estatística aplicada ao ambiente

A estatística hoje se configura como uma das ciências que mais cresce em termos de utilização e importância. Diariamente, somos “soterrados” por informações estatísticas: são estatísticas ambientais, da saúde, segurança, educação, etc.

A quantidade enorme de dados é o que caracteriza o mundo atual. Necessitamos cada vez mais de informações, e saber como obtê-las e como interpretá-las é fundamental para qualquer indivíduo, pois devemos ser capazes de fazer uma análise crítica dos dados, buscando uma tomada de decisões mais consciente.

Ao final deste capítulo você perceberá como a estatística é uma forte aliada na realização de suas atividades profissionais, embasando análises e propostas de ações voltadas à área ambiental.

OBJETIVOS

Após o estudo deste capítulo, você deverá ser capaz de:

Compreender o que é estatística.

Avaliar a importância da estatística para a evolução da ciência.

Ver todos os capítulos
Medium 9788582600023

Capítulo 13 - Biossegurança

Cibele Schwanke Grupo A PDF Criptografado

Karin Tallini

capítulo 13

Biossegurança

O avanço das novas tecnologias expõe, permanentemente, os profissionais de laboratório a vários riscos. O laboratório é o local onde se realizam os mais variados ensaios

(técnicas), de acordo com seu foco de atuação, como nas áreas de química, física, mecânica, biológica, etc. Na realização de um ensaio, o profissional está exposto a riscos ao executar as suas tarefas. Essa exposição precisa ser avaliada, para assim, poder ser minimizada e/ou reduzida, ou seja, contida. Para isso, é preciso contar com o uso dos equipamentos de proteção, das boas práticas e dos projetos laboratoriais que, adequados às atividades executadas, garantam a manipulação de instrumentos e a realização de procedimentos de forma segura, minimizando os impactos.

Nesse processo, a adoção das práticas de biossegurança, uma área de conhecimento fundamental para profissionais que se dedicam a atividades que envolvam o domínio de técnicas direcionadas ao estudo do meio ambiente e, é fundamental.

Ver todos os capítulos
Medium 9788520433270

5. Água e fontes de energia

Juliana de Souza Azevedo Manole PDF Criptografado

5

Água e fontes de energ ia

5 .1 Int ro dução

No início de 2012, publicamos pela Editora Manole o livro Curso de química para engenharia, Volume I: Energia1, no qual abordamos várias fontes de energia relacionadas com a água, além de outras como energia nuclear, eólica e, ainda, diversos tipos de materiais combustíveis. Das energias com origem em alguma forma de energia potencial ou cinética da água, as centrais hidrelétricas são de longe as mais importantes ainda nos dias de hoje. Marés, ondas, correntes marítimas e gêiseres, por exemplo, começam a ser utilizados. Para se estabelecer, essas fontes deverão se mostrar competitivas econômica e tecnologicamente, além de respeitosas em relação à preservação do ambiente, não só em comparação com as hidrelétricas, mas comparadas também às outras fontes de energia, tradicionais ou emergentes.

O mundo tecnológico, financeiro e econômico evoluiu no curto período entre a escrita do livro mencionado anteriormente e a escrita destas palavras. Aparentemente, as coisas acontecem de forma rápida.

Ver todos os capítulos
Medium 9788520433270

1. Água: estrutura química e molecular

Juliana de Souza Azevedo Manole PDF Criptografado

1

Água: estrutura quím ica e molecu lar

A molécula de água é uma das mais interessantes do ponto de vista químico porque apresenta características e propriedades únicas e de extrema importância para a vida. Você já parou para pensar por que os oceanos não congelam? Ou por que o gelo flutua? Ou, ainda, por que a água é o solvente universal? Alguns desses tópicos serão abordados quando forem pertinentes ao longo deste livro, mas pode-se dizer que as propriedades atômicas e moleculares são as responsáveis por tanta versatilidade para uma só molécula. Este livro tenta mostrar a beleza da química por meio da molécula de água e da sua importância na vida humana.

Os átomos e, consequentemente, suas propriedades, são a parte central da química; por isso, é interessante entender como eles podem se agrupar e se arranjar no espaço. O ponto de partida é a estrutura eletrônica, isto é, como os elétrons estão arranjados em torno do núcleo. Para entender a estrutura eletrônica, é preciso conhecer três partículas subatômicas: o elétron, o próton e o nêutron.

Ver todos os capítulos

Carregar mais