468 capítulos
Medium 9788597014358

30 - AHP (Analytic Hierarchy Process) – Processo Hierárquico Analítico

Emerson C. Colin Grupo Gen PDF Criptografado

30

AHP (Analytic Hierarchy Process) – Processo

Hierárquico Analítico

Q

uem ainda não ouviu aquela velha história: “você não pode comparar laranjas com bananas”.

Lamentavelmente, apesar da tradição do ditado, podemos fazer a comparação. O método descrito neste capítulo, AHP (Analytic Hierarchy Process), dentre outras coisas, serve para avaliar e comparar laranjas, bananas ou outros elementos de dimensões diferentes ao mesmo tempo.

Diferentemente dos métodos apresentados até agora, o AHP é um método apropriado para tratar problemas com uma definição ou formulação menos clara. Já não existem mais a função-objetivo e as restrições, mas sim um objetivo a ser alcançado, com a seleção de vários critérios que permitem o atingimento do objetivo. Muitos dos pontos negativos levantados pelos críticos dos métodos de Análise

Quantitativa e Pesquisa Operacional são de certa forma tratados pelo AHP.

O AHP já foi usado em uma grande diversidade de áreas como solução de conflitos, política energética, influência de nações, gestão de sistemas de saúde, estratégia corporativa e outras áreas de nível estratégico. Ademais, outras áreas mais táticas e/ou operacionais como seleção de carteiras, seleção de projetos e alocação de orçamento têm sido tratadas de forma satisfatória com o AHP.

Ver todos os capítulos
Medium 9788520435243

8. Reprodutibilidade do sistema musculoesquelético

Adalbert I. Kapandji Editora Manole PDF Criptografado

8

Reprodutibilidade do sistema musculoesquelético

Como parte integrante de todo ser vivo, particularmente do ser humano, o sistema musculoesquelético possui a faculdade de se reproduzir. Esse fato que parece tão óbvio representa, quando o examinamos com atenção, um fenômeno maravilhoso.

A título de exemplo, se colocarmos duas motos em uma garagem (Fig. 8.1), elas serão sempre duas, mas, se deixarmos no curral um jumento e uma jumenta (Fig. 8.2), depois de algum tempo eles serão três. A equação já não será 1 + 1 = 2, mas sim 1 + 1 = 3, o que contradiz a lógica matemática!

Para compreender a maravilha dessa constatação, lançaremos mão de uma parábola: a parábola do “robô humanoide autorreprodutor”.

O homem, em sua ambição prometeica, busca recriar a si mesmo, idealizando e construindo para tanto “robôs humanoides”. A técnica evoluiu rapidamente e certos países já conseguem construir “humanoides”

Figura 8.1

Figura 8.2

bastante apresentáveis, dotados até mesmo da forma e da expressão facial humanas.

Ver todos os capítulos
Medium 9788520433058

15. Desenvolvimento do programa de reabilitação: tomada de decisão clínica, priorização e integração do programa

David J. Magee, James E. Zachazewski, William S. Quillen Editora Manole PDF Criptografado

c a p í t u l o

15

Desenvolvimento do programa de reabilitação

Tomada de decisão clínica, priorização e integração do programa

Patricia E. Sullivan, Michael S. Puniello e Poonam K. Pardasaney

Introdução

A tomada de decisão efetiva e eficiente é fundamental para o tratamento do paciente. A tomada de decisão envolve a seleção de testes no processo de avaliação, interpretação dos dados a partir da história detalhada e do exame, definição do diagnóstico, estimativa do prognóstico, determinação das estratégias de intervenção, sequência dos procedimentos terapêuticos e estabelecimento dos critérios de alta.1 Com a análise dos processos efetivos de tomada de decisão usados na prática clínica, que refletem em nossas decisões e consequências clínicas, desenvolvemos nosso entendimento desse complexo processo.2-4

Entender os componentes do raciocínio clínico e os processos de tomada de decisões, assim como usar as estratégias aplicadas pelos terapeutas especialistas, pode aumentar a eficácia clínica.2,5,6 A integração dos conceitos de tomada de decisão com o conteúdo de conhecimento e prática baseado em evidências em programas de gradua­ção, pós-graduação e de educação continuada é essencial para o crescimento contínuo da profissão de fisioterapeuta.7,8

Ver todos os capítulos
Medium 9788597014358

8 - Programação de Metas

Emerson C. Colin Grupo Gen PDF Criptografado

8

Programação de Metas

A

programação de metas é mais uma parte do rico acervo de solução de problemas reais da programação linear. Ela é especialmente útil em ambientes em que o tomador de decisões se vê forçado a resolver um problema que possui múltiplos objetivos. Por esse motivo, algumas vezes, a programação de metas é classificada como pertencendo à otimização linear de múltiplos objetivos.

Esse mesmo tipo de problema pode ser resolvido por outras técnicas probabilísticas, mas no caso em que as decisões são determinísticas a programação de metas é uma das ferramentas mais poderosas.

Sistemas de gestão convencionais possuem diversos objetivos que de certa forma são conflitantes, como, por exemplo, maximizar o lucro e a satisfação de clientes o mesmo tempo. Mesmo tendências mais recentes em termos de gestão, como a utilização dos balanced scorecards1 (boletins balanceados) e a gestão baseada em valor, possuem diversos objetivos (ou metas) que convivem no mesmo ambiente, ainda que sejam conflitantes.

Ver todos os capítulos
Medium 9788520431245

16. Acidentes com animais peçonhentos

QUILICI, Ana Paula; TIMERMAN, Sergio Editora Manole PDF Criptografado

16

Acidentes com animais peçonhentos

Serpentes, escorpiões e aranhas

Giuseppe Puorto

Waltecir Lopes

Introdução

Acidentes com animais peçonhentos são um problema de saúde não só pela incidência, mas principalmente pela gravidade e sequelas que podem deixar. O tema “animais peçonhentos” é tratado com certo exagero na maioria dos casos, em consequência do mito e das falsas histórias que envolvem esses animais, não só pela população em geral como por parte dos profissionais de saúde, visto que a maioria dos animais assemelhados é desprovida de venenos.1

O problema com os peçonhentos não é atual, já na época da colonização do Brasil o jesuíta José de Anchieta, em carta dirigida a seus superiores datada de 31 de maio de 1560, relata suas observações sobre o comportamento e a ação da peçonha de algumas espécies de cobras, entre elas a jararaca, a cascavel e a coral, como também sobre aranhas.

O Brasil é um dos países com maior biodiversidade e, por essa razão, há um pequeno grupo de animais que produzem veneno. Entre os venenosos com maior incidência de acidentes humanos pode-se destacar as serpentes, aranhas e escorpiões, entre outros.

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos