344 capítulos
Medium 9788536317960

Capítulo 5: A pedagogia do esporte e os jogos coletivos

Dante de Rose Jr. Grupo A PDF Criptografado

A PEDAGOGIA DO ESPORTE

E OS JOGOS COLETIVOS

5

Roberto Rodrigues Paes

Hermes Ferreira Balbino

O objetivo deste capítulo é propor, discutir e refletir a respeito de uma pedagogia aplicada aos jogos esportivos coletivos que visa a trabalhar com o esporte em seu amplo sentido. O fascínio do esporte é cada vez maior, e sua prática conquista novos adeptos a cada dia. Em todo o mundo, a cultura esportiva se difunde de tal forma que, de alguma maneira, faz parte da vida das pessoas. Existem mais países filiados ao COI (Comitê Olímpico Internacional) do que à ONU (Organização das Nações

Unidas). Fica constatada essa afirmativa ao notarmos o impacto dos Jogos Olímpicos de Pequim, 2008.

Em todo o mundo, a cultura esportiva se difunde de tal forma que, de alguma maneira, faz parte da vida das pessoas.

A evolução desse fenômeno, aqui compreendido como sociocultural de múltiplas possibilidades, é notória, uma evidência constatada em diversas situações. É possível observar, por exemplo, na modalidade basquetebol, as mudanças ocorridas desde sua criação, em 1891, até hoje. Neste capítulo destacaremos, por sua curiosidade e singularidade, uma dessas mudanças.

Ver todos os capítulos
Medium 9788536306643

11. Raios X e moinhos de vento

Seirawan, Yasser Grupo A PDF Criptografado

104

YASSER SEIRAWAN & JEREMY SILMAN

seguro porque a Torre em c5 o protege; mas, nesse caso, essa segurança transforma-se em ilusão. Com 1...Txa5!, a Torre-a8 captura o peão, enquanto a Torre preta em d5 aplica um raio X. (O peão, na verdade, estava sendo atacado pelas duas Torres pretas, e a Torre-c5 branca não podia fazer nada para detê-las.)

A tática do raio X é particularmente forte diante de uma fraqueza na primeira fileira, pois, nesse caso, ameaças de xeque ou xeque-mate acrescentam combustível ao fogo. No Diagrama 105, as brancas têm consciência de que o Rei enfrenta o perigo de um xeque-mate na primeira fileira, mas, como a casa-e1 e a casa-f1 parecem bem defendidas, elas se sentem seguras e esperam 1...Txe2 2.Dxe2 para fazer uma troca equilibrada em termos de material. Elas não percebem que um raio X paira sobre suas cabeças e que a casa-e1 está sendo atacada não apenas pela Dama preta, mas também pela Torre. A morte das brancas é rápida e certa: 1...De1+! 2.Txe1 Txe1+ 3.Cf1 Txf1 xeque-mate.

Ver todos os capítulos
Medium 9788536309064

4. Princípios dos finais

Sadler, Matthew Grupo A PDF Criptografado

4

Princípios dos finais

“Amigos, estamos em desvantagem numérica...”

Qual o objetivo dos finais de partida?

Pensando a longo prazo

Avaliando finais de partida

O final é a parte mais apavorante do jogo de xadrez, tanto para iniciantes como para grandes mestres. Todos sabem como é importante ser um bom jogador de final de partida. Essa é a última chance para salvar uma posição perdida, ou a última esperança para ganhar uma posição melhor. Apesar disso, todos, realmente, têm medo de não conseguirem ser eficazes no final de uma partida!

Isso pode parecer estranho. Quando estava ensinando minha mãe a jogar xadrez, ela costumava perguntar se, uma vez que havia uma quantidade menor de peças no tabuleiro, o final de uma partida não deveria ser muito mais simples do que a abertura ou o meio-jogo. Há menos ameaças, menos peças que podem lhe dar um garfo e menos peças para esquecer e deixar sem proteção! Essa é, de fato, a questão fundamental: a partir do momento em que você entender por que o final de uma partida não é tão simples, compreenderá a atitude geral que tem de adotar nesse estágio do jogo.

Ver todos os capítulos
Medium 9788584291304

Capítulo 10 - Letramento corporal e terceira idade

Margaret Whitehead Grupo A PDF Criptografado

10

Letramento corporal e terceira idade

Len Almond

Introdução

Este capítulo explora a importância do letramento corporal durante toda a vida, concentrando-se na terceira idade para ilustrar esse posicionamento. As questões abordadas aqui incluem uma série de problemas associados à falta de atividade física nessa etapa da vida, a recusa em usufruir da condição de ser ativo regularmente e algumas das razões para que isso ocorra. A discussão tratará do conceito de letramento corporal no contexto da população adulta e apresentará um caso que tem a promoção do letramento corporal como um objetivo essencial para a educação ao longo da vida. Na conclusão, o capítulo reúne todos os argumentos para demonstrar suas inter-relações e propor uma abordagem integrada na promoção do letramento corporal.

A promoção da atividade física costuma ser justificada argumentando-se que ela pode reduzir o risco de desenvolver certas doenças ou retardar o início do declínio funcional. Essa pauta preventiva também enxerga a atividade física como uma maneira de reduzir os custos de uma saúde precária. Esse argumento parece não ser forte o bastante para persuadir as pessoas a se tornarem mais ativas, sendo, portanto, necessário adotar uma visão diferente, mais positiva. Essa situação oferece o pano de fundo para explorar uma perspectiva pessoal do letramento corporal e identificar dois fatores adicionais importantes a considerar no desenvolvimento dessa capacidade e do seu papel influenciador na vida de jovens e adultos. Como resultante, cabe explorar o letramento corporal como um objetivo de vida associado a um conceito denominado pedagogia da participação.

Ver todos os capítulos
Medium 9788582714010

Capítulo 25. Corpo inteiro

Jim Stoppani Grupo A PDF Criptografado

CAPÍTULO 25

Corpo inteiro

Este capítulo contém descrições detalhadas dos exercícios que envolvem múltiplas articulações e utilizam diversos grandes grupos musculares dos membros superiores e inferiores. Esses exercícios são excelentes não apenas por aprimorarem a potência e a força, mas também por serem

ótimas alternativas cardiovasculares, especialmente pelo

uso de técnicas como o power HIIT, os Tabatas e o repouso ativo, todas elas discutidas no Capítulo 12. Os movimentos para o corpo inteiro são divididos em atividades com barra, com halteres, com kettlebell e com medicine balls. Independentemente do exercício utilizado na sessão de treino, ele pode ser substituído por outro do mesmo tipo.

506   Jim Stoppani

Exercícios para o corpo inteiro com barra

Levantamento-terra 507

Levantamento-terra com barra hexagonal

507

Levantamento com landmine 508

Levantamento-terra/rosca direta/ desenvolvimento 509

Arranque 509

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos