967 capítulos
Medium 9788520422496

Capítulo 7 - Nado de Peito

Ernest W. Maglischo Editora Manole PDF Criptografado

Capítulo 7

Nado de Peito

Novo nesta edição:

Descrição da braçada e da pernada com base na propulsão dominada pelo arrasto. n  Discussão do estilo ondulatório do nado de Peito. n 

O nado de Peito tem uma rica história de competição. Foi o primeiro nado utilizado em competições depois da Idade das Trevas, e todos os nados de competição remanescentes se desenvolveram a partir dele. Em determinada época, as regras permitiam que os atletas nadassem submersos nas competições de nado de Peito, mas essa prática se revelou perigosa demais. São muitos os casos registrados de atletas que morreram por terem permanecido submersos durante muito tempo em provas de nado de Peito. As regras foram mudadas no final dos anos

1950, para garantir que a maior parte dessas provas seria nadada na superfície. Atualmente, permite-se que os nadadores de Peito fiquem submersos apenas durante um ciclo de braçadas depois da saída e depois de cada virada.

Depois disso, alguma parte do corpo, habitualmente a cabeça, deverá aparecer acima da superfície plana normal da

Ver todos os capítulos
Medium 9788520430491

7. A deficiência motora

GREGUOL, Márcia Editora Manole PDF Criptografado

A Deficiência Motora

7

Deficiência motora é um termo utilizado para denotar uma condição de origem neurológica ou ortopédica (óssea/muscular/ligamentar) que, de alguma maneira, afeta a motricidade do indivíduo. Pode vir ou não acompanhada de outras condições, tais como restrições sensoriais ou cognitivas. Também pode ser categorizada por sua evolução como progressiva, aquela cujas sequelas vão se acumulando com o passar do tempo, ou não progressiva, aquela cujas sequelas são estáveis.

Para terem movimentação e/ou locomoção facilitada, pessoas com deficiência motora em geral recorrem ao uso de órteses ou próteses. Na prática da natação, contudo, esses implementos tornam-se desnecessários; assim, o meio aquático é capaz de oferecer uma oportunidade única de movimentação autônoma, independente do uso desses artifícios. Entretanto, as modificações nas proporções corporais, resultantes de uma deficiência motora, podem alterar profundamente os padrões observados de flutuação e as técnicas de propulsão no meio líquido, o que acarreta a necessidade de adaptações dos gestos realizados a fim de que se possa obter uma movimentação eficiente, com a maior estabilidade corporal possível.

Ver todos os capítulos
Medium 9788520446867

Crucifixo com cabos modificado

RAMSAY, Craig Editora Manole PDF Criptografado

62 • MUSCULAÇÃO – ANATOMIA ILUSTRADA

TÓRAX E ABDOME

CRUCIFIXO COM CABOS MODIFICADO

1. Ajuste dois cabos nas polias mais altas. Segure um dos pegadores, depois alcance o outro.

2. Centralize o corpo entre os pegadores. Fique em pé, com os pés afastados e paralelos aos ombros e os joelhos ligeiramente flexionados.

ALVO

• Região inferior do tórax

PROCURE

3. Com os cotovelos ligeiramente flexionados e as palmas das mãos voltadas uma para a outra, puxe os braços para baixo em ângulo, para que os pegadores se encontrem à frente de seu corpo.

• Manter os ombros abaixados e distantes das orelhas, e o tórax elevado.

EVITE

• Inclinar-se demais para a frente.

• Mover a região lombar da coluna.

DICA DO TREINADOR

• Expire ao abaixar o peso e ins­pire ao voltar à posição inicial.

4. Leve o peso de volta à posição inicial e repita.

TÓRAX E ABDOME • 63

Deltoide (parte clavicular)

Peitoral maior

Ver todos os capítulos
Medium 9788520426999

10. Corpo Inteiro

GOLDENBERG, Lorne; TWIST, Peter Editora Manole PDF Criptografado

Corpo

Inteiro

Exercícios neste capítulo

Leg Press de Estabilização com Parceiro

Agachamento com Desenvolvimento por Cima da Cabeça

Rolamento com Agilidade

Avanço com Deslocamento e Rotação da Medicine Ball por Cima da Cabeça

Avanço Angulado com Rotação Horizontal da Medicine Ball

Flexão dos Membros Superiores com Deslocamento na Medicine Ball

Arremesso de Lateral a Frontal da Medicine Ball contra a Parede

Circuito com a Medicine Ball

Cortada de Machado com Flexão do Quadril

Rebote Lateral no Solo com a Medicine Ball por Cima da Cabeça

Salto e Arremesso com a Medicine Ball por Cima da Cabeça

Arremesso da Medicine Ball com Salto com os Dois Membros Inferiores e

Aterrissagem com um Membro Inferior

250

252

254

256

258

260

262

264

266

267

268

270

249

250

Treinamento de Força com Bola

LEG PRESS DE ESTABILIZAÇÃO

Ver todos os capítulos
Medium 9788580551808

Capítulo 6 - Crescimento pré-natal e infantil

David Gallahue, John C. Ozmun, Jacqueline D. Goodway Grupo A PDF Criptografado

Compreendendo o Desenvolvimento Motor

CONCEITO-CHAVE

A taxa de crescimento desde a concepção até o final do período de bebê não é ultrapassada em nenhum outro momento da vida.

E

ste capítulo foca o processo de crescimento típico, desde a concepção até o final do período de bebê. Para quem estuda o desenvolvimento motor é importante ter um ponto de referência, a partir do qual deve ser observado o processo de crescimento normal.

A abordagem adotada aqui fornece esse ponto de referência, levando em conta a criança

“média”. Em outras palavras, alturas, pesos e outras estatísticas do crescimento são apresentados em suas médias. Pode haver considerável variação normal em relação a esses valores como resultado da interação entre os processos biológicos e ambientais.

CRESCIMENTO PRÉ-NATAL

O crescimento tem início no momento da concepção e segue uma sequência ordenada ao longo do período pré-natal. Os estudos de Prechtl

(1986) sobre o desenvolvimento motor do feto demonstraram que os padrões do movimento e do crescimento pré-natal são tão previsíveis durante o período fetal como ao longo de todo o período de bebê. A união de um espermatozoide e de um óvulo maduros marca o início desse processo. O óvulo é uma das maiores células do corpo feminino. Ele tem 0,01 mm de diâmetro e

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos