4 capítulos
Medium 9788520430491

10. Instalações, equipamentos e questões de segurança

Marcia Greguol Editora Manole PDF Criptografado

Instalações, Equipamentos e Questões de Segurança

10

A natação para pessoas com deficiência é uma prática altamente benéfica, motivante e capaz de trazer muitos ganhos para a qualidade de vida, saúde e autonomia. Entretanto, para que o número de participantes aumente cada vez mais e que a atividade possa ser desenvolvida com total segurança, algumas condições devem ser observadas.

Dificilmente um indivíduo manterá seu nível de motivação elevado para a prática da natação se não tiver facilidade de acesso ao local onde ocorrerão as aulas ou as sessões de treino. Da mesma maneira, ocorrerá uma forte tendência à desistência caso o indivíduo experimente situações de risco ou que lhe gerem desconfortos. Assim, a observação de questões relacionadas à adequação dos espaços de aula ou de treino, bem como de normas básicas de segurança,

é fator fundamental para o aumento da adesão e permanência de pessoas com deficiência à prática da natação.

Questões de acessibilidade para piscinas e vestiários

Ver todos os capítulos
Medium 9788584291304

Capítulo 12 - Letramento corporal e questões de diversidade

Margaret Whitehead Grupo A PDF Criptografado

12

Letramento corporal e questões de diversidade

Philip Vickerman e Karen DePauw

Introdução

Este capítulo discute questões que concernem à promoção do letramento corporal no contexto da diversidade, analisando como se relacionam com as oportunidades e as limitações para que as pessoas se tornem corporalmente letradas. O capítulo definirá a natureza da diversidade e abordará porque certos indivíduos e grupos podem experimentar contextos menos favoráveis que outros. O capítulo também examinará estratégias de promoção do letramento corporal entre grupos diversos

(PECEK; CUK; LESAR, 2008) e o papel que pessoas próximas no contexto da atividade física podem ter para facilitar a prática de uma atividade física inclusiva.

Serão examinadas também algumas declarações internacionais sobre direitos, assim como questões sobre igualdade de oportunidades. Três tópicos de discussões a respeito do letramento corporal em relação a gênero, orientação sexual e religião, raça e cultura serão abordados.

Ver todos os capítulos
Medium 9788536327303

9. Questões de saúde e dicas de exercícios - Obstáculos a superar

Brian Sharkey Grupo A PDF Criptografado

Que atividad e s n e t s ido paratêm você?

Ter uma meta de atividade em mente, semelhante ao caso de Cris, ajuda. Você pode começar simplesmente atendendo às recomendações de atividade, mas, logo que começar a se aventurar, precisará de algo mais atrativo para continuar progredindo. Primeiro, vamos relembrar as orientações básicas quanto à quantidade de atividade que você deve realizar.

Conforme mencionado no Capítulo 1, as 2008 Physical Activity Guidelines for Americans (Orientações de Atividade Física para Americanos de 2008), do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos (www.health.gov/paguidelines/), recomendam aos adultos a realização de 2 horas e 30 minutos por semana de atividade física aeróbia de intensidade moderada – ou 1 hora e 15 minutos de atividade física aeróbia de intensidade vigorosa – ou uma combinação equivalente de atividade física aeróbia de intensidades moderada e vigorosa. Você pode ter benefícios adicionais de saúde aumentando o tempo de atividade física aeróbia para 5 horas por semana em intensidade moderada ou para 2 horas e 30 minutos por semana em intensidade vigorosa ou uma combinação equivalente de ambas. Os adultos também devem realizar exercícios de fortalecimento muscular que envolvam todos os grandes grupos musculares, em 2 ou mais dias por semana. Para saber mais sobre essas orientações, consultar o Capítulo 1, página 21.

Ver todos os capítulos
Medium 9788536327136

7. Questões Estatísticas no Planejamento e na Avaliação de Pesquisas

Jerry R. Thomas, Jack K. Nelson, Stephen J. Silverman Grupo A PDF Criptografado

Capítulo 7

QUESTÕES ESTATÍSTICAS NO

PLANEJAMENTO E NA AVALIAÇÃO

DE PESQUISAS

As estatísticas mostram que, entre os que adquirem o hábito de comer, pouquíssimos sobrevivem.

Wallace Irwin

P

ara planejar o seu próprio estudo ou avaliar o estudo de outros, é preciso compreender os conceitos de alfa, poder, tamanho da amostra, tamanho do efeito e suas inter-relações. Neste capítulo, apresentamos esses conceitos e mostramos como usá-los no planejamento e na avaliação de pesquisas.

Probabilidade

Um conceito que lida com técnicas estatísticas é a probabilidade, cuja questão é quais as chances de algo acontecer. Usamos a probabilidade em eventos cotidianos. Quais as chances de chover? Pela previsão do tempo, ficamos sabendo que há 90% de probabilidade de chuva. Você pode ficar em dúvida se isso significa que vai chover em 90% dos lugares ou, mais provavelmente, que as chances de chover onde você está são de 90%, em especial se estiver planejando um jogo de tênis ou de golfe.

Um dos conceitos da probabilidade relacionado à estatística é chamado de eventos igualmente prováveis. Vejamos um exemplo. Quando jogamos um dado, as chances de ocorrência de cada um dos números de 1 a 6 são iguais (ou seja, uma em cada seis, a não ser que você esteja em Las Vegas). Outro aspecto pertinente à probabilidade envolve a frequência relativa. Para ilustrar, vamos supor que você jogue uma moeda para cima cem vezes. Espera-se que dê cara 50 vezes e coroa também 50 vezes; a probabilidade de qualquer resultado é de metade, ou seja, 0,50.

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos