917 capítulos
Medium 9788536327709

4. Planejamento da massagem pré-evento

McGillicuddy, Michael Grupo A PDF Criptografado

CAPÍTULO

4

Planejamento da massagem pré-evento

O principal objetivo da massagem pré-evento é ajudar o atleta a se preparar para a competição ou para o exercício no local do evento. Essa massagem nunca é feita como substituição do aquecimento do atleta. É sempre animada e rítmica, não ultrapassando 15 minutos, e deve focar os músculos que o atleta utiliza em seu esporte.

A ênfase deve ser dada ao aquecimento do tecido superficial, ao aumento do fluxo sanguíneo nos músculos utilizados no esporte, à movimentação das articulações ao longo de sua amplitude de movimentos adequada e ao alívio da tensão excessiva do corpo do atleta, bem como ao fornecimento de entusiasmo antes da competição. Em uma cena do filme Rocky: o Lutador, Rocky sobe os 72 degraus em frente à entrada do Museu de Arte da Filadélfia durante uma de suas sessões de exercício enquanto o tema musical é tocado em volume alto ao fundo. Alguns espectadores têm arrepios ao assistir a essa cena. Aquela emoção é um exemplo do entusiasmo que uma massagem deve fornecer ao atleta.

Ver todos os capítulos
Medium 9788520430941

SUPINO PLANO COM BARRA

WILLIAMS, Len; GROVES, Derek; THURGOOD, Glen Editora Manole PDF Criptografado

110

TREINAMENTO DE FORÇA

SUPINO PLANO COM BARRA

MÚSCULOSALVO

▪ Peitorais

Extensor dos dedos

Peitorais

• Peitoral maior

• Peitoral menor

▪ Tríceps braquial

▪ Parte clavicular do deltoide

Parte clavicular do deltoide

Bíceps braquial

Braquial

Esse exercício clássico para tórax

é um grande motivador, pois pode ajudar muito no aumento da força, permitindo assim que a maior parte das pessoas progrida rapidamente para pesos maiores.

Tríceps braquial

SUPINO PLANO COM HALTERES

MÚSCULOSALVO

▪ Peitorais

▪ Tríceps braquial

▪ Parte clavicular do deltoide

Peitorais

• Peitoral maior

• Peitoral menor

Extensor dos dedos

Bíceps braquial

Braquial

Tríceps braquial

Trabalhando os principais músculos do tórax, o supino plano com halteres proporciona maior amplitude de movimento que o supino com barra, de modo que consegue estimular ainda mais o crescimento muscular.

Ver todos os capítulos
Medium 9788536306643

3. A cravada

Seirawan, Yasser Grupo A PDF Criptografado

XADREZ VITORIOSO: TÁTICAS

39

3

A cravada

Q

uando o jogador ataca uma peça que o adversário não pode mover sem perder uma outra peça de maior valor, isso significa que ele cravou essa primeira peça. Se a peça de maior valor for um Rei, a tática será chamada de cravada absoluta; se não, de cravada relativa. É claro que a cravada absoluta é uma ameaça muito mais séria do que a relativa, porque o adversário não pode mover a peça cravada de jeito nenhum. (Colocar o próprio Rei em xeque é ilegal.)

A cravada é uma das táticas mais comuns no xadrez e, por isso, deve ser estudada com cuidado. Tenha em mente que todas as peças são vulneráveis à cravada, mas apenas a Dama, o Bispo ou a Torre podem cravar – o Rei, o Cavalo e o peão só podem fazer o papel de vítima. Vejamos primeiro a cravada absoluta.

CRAVADAS ABSOLUTAS

As cravadas ocorrem em todas as fases do jogo, porém são mais comuns na abertura. Um exemplo de cravada absoluta típica é a seguinte abertura: 1.e4 e5

2.Cf3 Cc6 3.Cc3 d6 4.Bb5. O resultado é mostrado no Diagrama 29. O Cavalo das pretas em c6 não pode se mover, pois isso deixaria o Rei preto exposto a um ataque do Bispo branco. Será que as pretas devem entrar em pânico ao primeiro sinal de uma cravada desse tipo? Não, o Cavalo está bem protegido pelo peão-b7, e sua captura pelo Bispo branco levaria simplesmente a uma troca equilibrada.

Ver todos os capítulos
Medium 9788536305271

Rosca bíceps

Lima, Cláudia Silveira Grupo A PDF Criptografado
Medium 9788520440018

7. Punho e mão

STAUGAARD-JONES, Jo Ann  Editora Manole PDF Criptografado

Punho e mão

7

O punho e mão são compostos por 27 ossos, inúmeros ligamentos e muitos músculos e tendões, que fornecem motricidade aos dedos. O punho e a palma da mão abrigam os oito ossos do carpo, cuja fileira proximal compreende o escafoide, o semilunar, o piramidal e o pisiforme, articulando-se com o rádio e a ulna para formar a articulação radiocarpal.

É aqui que ocorrem as principais ações do punho; como uma articulação condiloide (elipsoide), pode realizar a flexão, a extensão, a abdução e a adução. A combinação dessas quatro ações é a circundução.

Cap. 7ok.indd 117

13/8/15 11:19 AM

118

Exercício e movimento: abordagem anatômica

PUNHO E MÃO

A fileira distal dos ossos carpais, que compreende o trapézio, o trapezoide, o capitato e o hamato, une-se aos cinco metacarpais, que se articulam com as falanges proximais. Do mínimo ao indicador, cada dedo tem três falanges, enquanto o polegar só tem duas. Essa articulação metacarpofalângica também é uma articulação condiloide. As articulações interfalângicas são articulações em dobradiça, em que ocorrem a flexão e a extensão dos dedos.

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos