205 capítulos
Medium 9788553131815

PARTE I - RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA: HISTÓRICO, LIMITES E POSSIBILIDADES

Roberto do Nascimento Ferreira, Selma Alves Dios, Luiz Antônio Gaulia, Lilyan Guimarães Berlim, Patricia Almeida Ashley Editora Saraiva PDF Criptografado

PARTE I

RESPONSABILIDADE

SOCIAL CORPORATIVA:

HISTÓRICO, LIMITES

E POSSIBILIDADES

ashley_MIOLO_06.indd 1

09/11/2018 14:49

ashley_MIOLO_06.indd 2

09/11/2018 14:49

CAPÍTULO 1

HISTÓRICO DA

RESPONSABILIDADE

SOCIAL CORPORATIVA

Patricia Almeida Ashley

1.1 APRESENTAÇÃO

Neste capítulo, apresento uma perspectiva histórica do século XX, chegando à situação contemporânea do conceito de Responsabilidade Social Corporativa (RSC). Apresento uma síntese do percurso histórico desse conceito em quatro fases: seus primórdios nos meios acadêmico e empresarial; sua difusão na literatura e nos modelos de negócio a partir da década de 1970; estado da arte da literatura em RSC; as principais referências globais de diretrizes, padrões e ferramentas em responsabilidade social corporativa atualmente. Algumas referências internacionais já globalmente referendadas são aqui citadas, como a Global Reporting Initiative (GRI),1 as diretrizes da Organização para a

Ver todos os capítulos
Medium 9788547204921

CONCLUSÃO

Rui Fava Editora Saraiva PDF Criptografado

CO NC LUSÃO

Se as coisas são inatingíveis, ora! Não é motivo para não querê-las. Que triste seriam os caminhos se não fora a presença das estrelas.

MÁRIO QUINTANA

Tanto uma escola de pequeno porte como um ciclópico ou gigantesco grupo de educação perceberam que idealizar, desenvolver, construir um modelo acadêmico não é similar a arquitetar, edificar uma casa. Está muito mais análogo, símile, correlato a um casamento. Um sistema acadêmico, em ininterrupto processo de incremento, devido à normal evolução do perfil das gerações, da tecnologia e dos novos arquétipos que surgem a todo instante, se não tiver assíduo e persistente zelo, rapidamente irá se degenerar, retrosseguir, dilapidar. Se o único vínculo que mantém a escola em um estado de excitamento for o romance com uma atividade-fim analógica, inerte e intrêmula, isso acabará em pouco tempo; a instituição estacionará, parqueará, desabará. O transcurso de estagnação, retrocesso, depauperamento poderá ser lerdo, moroso, procrastinado, mas indubitavelmente ocorrerá.

Ver todos os capítulos
Medium 9788547204921

7 - RE-GENERATION: A ERADO INDIVÍDUO DIGITAL

Rui Fava Editora Saraiva PDF Criptografado

7

R E - G E N E R ATI O N: A ERA

D O I N D I V Í D UO DI GI TAL

O ontem se tornou história.

O amanhã é um mistério.

O hoje é um presente.

PROVÉRBIO INDIANO

A evolução da história da humanidade proporciona momentos de transição que

alteram a realidade de modo inimaginável, em uma enorme amplitude de ­áreas ao mesmo tempo. Já passamos por átimos similares: as revoluções democráticas do

Iluminismo, movimento filosófico, social, econômico e cultural do século XVIII que defendia o uso da razão como o melhor caminho para alcançar a liberdade, a autonomia e a emancipação; a Revolução Industrial, um conjunto de mudanças do século XVIII que provocou a substituição do trabalho artesanal pelo assalariado com o uso das máquinas; a Revolução da Informação, também conhecida como

Revolução Técnico-Científica-Informacional, que criou um novo paradigma no qual a informação é a matéria-prima e a tecnologia passa a permear toda a atividade humana, aplicando sua lógica de redes em qualquer sistema ou conjunto de relações, circunstância que cresce exponencialmente.

Ver todos os capítulos
Medium 9788547204921

8 - MUNDO NOVO, TRABALHO NOVO: BEM-VINDO A EDUCAÇÃO 3.0

Rui Fava Editora Saraiva PDF Criptografado

8

M U N D O N OVO, TRABAL HO NOVO :

B EM -VI N D O A EDUCAÇÃO 3. 0

No caso da força de trabalho tradicional, o trabalhador serve ao sistema.

Na força de trabalho do conhecimento, o sistema serve ao trabalhador.

PETER DRUCKER

O grande desafio hodierno do mercado de trabalho não é a falta de mão-de-

-obra, mas sim a falta de profissionais qualificados, com acuidade mental, compromissados, envolvidos. Segundo Majority of U.S. Employees do blog Gallup, Inc.,

51% dos profissionais não se identificam com seu trabalho e 17,5% estão ativamente descompromissados.

Estamos transpassando uma metamorfose de gerações no mercado de trabalho. Grande parte dos profissionais qualificados, dos talentos em liderança estão

às portas da aposentadoria. Entretanto, muitos desses expertos ainda se sentem produtivos, possuem valiosos conhecimentos estratégicos da empresa, razão pela qual é importante mantê-los, para não gerar uma desqualificação, uma liderança imatura, ingênua, pueril.

Ver todos os capítulos
Medium 9788547204921

9 - CONSTRUÇÃO DE UM SISTEMA PEDAGÓGICO COERENTE PARA A EDUCAÇÃO 3.0

Rui Fava Editora Saraiva PDF Criptografado

9

CO N ST R U ÇÃO DE UM SI STEMA

P EDAG Ó G I CO CO ERENTE PARA

A EDU CAÇÃO 3. 0

Caminante, no hay camino,

Se hace camino al andar.

ANTONIO MACHADO

No mundo real, fora da teoria econômica, uma escola terá sucesso se promo-

ver uma educação diferenciada, distinta e monopolizada que outras não conseguem oferecer. A cultura brasileira não aceita o monopólio, entretanto, este não é uma

­doença, disfunção, patologia, regalia, trata-se de uma condição de um negócio bem-sucedido. Queiramos ou não, a educação hoje é um negócio, tem seu lado social, mas não deixa de ser uma operação comercial.

As companhias fortunadas são díspares, conquistam um açambarque ao sanar uma abnormidade, problema ou anomalia singular. Ao contrário, as empresas sideradas são similares, fracassam por tentar simplesmente copiar, duplicar, imitar a concorrência. Buscar a especificidade significa ofertar produtos e serviços novos que beneficiam a todos, angariam rentabilidade sustentável. Pensar somente na concorrência significa ninguém ou poucos lucrando, nenhuma diferenciação expressiva, somente luta pela sobrevivência.

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos