4248 capítulos
Medium 9788521634515

0 - O Processo Analítico

HARRIS, Daniel C. Grupo Gen PDF Criptografado

0

O Processo Analítico

COMO UM TESTE DE GRAVIDEZ CASEIRO FUNCIONA?

Urina contendo

Anticorpos ligados hcG a nanopartículas de Au

Membrana de

Anticorpo

Anticorpo nitrocelulose para analito para anticorpo

Bloco de

Bloco amostra conjugado

Linha de teste

Linha de controle

Bloco absorvente

(a) Colocar uma gota de urina no bloco de amostra

(d) O reagente conjugado não ligado ao hcG se liga a um anticorpo na linha de controle

Nanopartícula de Au

Anticorpos ligados a nanopartículas de Au

Analito hcG

Bloco de amostra

(b) hcG se liga a um anticorpo à medida que o líquido é absorvido pelo bloco conjugado

Linha de teste

Linha de controle

(c) Outra parte do hcG se liga a um anticorpo na linha de teste

(e) Teste de gravidez caseiro [Szemeno / iStockphoto.]

Um teste comum de gravidez detecta um hormônio chamado hcG na urina. Esse hormônio começa a ser secretado logo após a concepção.

Ver todos os capítulos
Medium 9788521632573

0 - Uma Breve História da Química

JESPERSEN, Neil D.; HYSLOP, Alison Grupo Gen PDF Criptografado

Uma Breve História da Química

0

Tópicos do Capítulo

0.1 | Conceitos Importantes de Química

0.2 | As Supernovas e os Elementos

0.3 | Os Elementos e a Terra

0.4 | Teoria Atômica de Dalton

0.5 | Estrutura Interna do Átomo

NASA/CXC/SAO/P. Slane et al.

1

Jespersen - Capítulo 0.indd 1

10/02/2017 15:29:08

Capítulo 00

22   Capítulo

Contexto

Deste

Capítulo

N

este capítulo introdutório tentamos responder a grandes questões: “De onde viemos?” e “Para onde estamos indo?” Ao sugerir de onde viemos, aproveitamos as atuais teorias da cosmologia a respeito do início do universo e da síntese sequencial dos elementos. Para a questão de para onde estamos indo, este capítulo sugere alguns dos “Conceitos Importantes” que a ciência da química utiliza para nos fascinar em direção ao futuro.

Esses objetivos ainda configuram o modo como os cientistas exercem seu ofício. Todas as informações constantes deste texto são resultado de uma pergunta feita por um cientista e, então, o encontro da resposta através da observação e da pesquisa científica. A mesma pessoa que faz a pergunta pode não encontrar a resposta, e o tempo entre fazer e responder uma pergunta pode ser de minutos ou de milhares de anos. Ao final, temos uma explicação de como os químicos descrevem o mundo físico que nos cerca.

Ver todos os capítulos
Medium 9788521626275

10 - A APRESENTAÇÃO DE DADOS - Convencer o público e os colegas

FENTANES, Enrique Galindo Grupo Gen PDF Criptografado

10. A APRESENTAÇÃO DE DADOS

Convencer o público e os colegas

010Fentanes.indd 79

19/03/14quarta-feira 15:10

010Fentanes.indd 80

19/03/14quarta-feira 15:10

Nada é verdade nem é mentira, tudo é segundo a cor do cristal com que se olha.

Ramón de Campoamor*

U

ma vez obtidos os dados e estabelecido o erro experimental do sistema, agora é necessário processá-los, organizá-los e apresentá-los de maneira clara e convincente.

Os dados crus se apresentam em uma tabela ou folha de uma base de dados e se transformam em unidades relevantes da variável de resposta, isto é, o que está sendo medido como efeito. Nesta condição, os dados podem se apresentar de duas formas: figura ou tabela (e, desejavelmente, não em ambas).

Figuras

As figuras são muito úteis para apresentar dados experimentais e universalmente usadas em artigos científicos, tese, relatórios etc. Uma figura sempre deve ser preferida a uma tabela (exceto em poucos casos, descritos na seguinte seção), já que os dados, e suas tendências, podem ser mais bem apreciados.

Ver todos os capítulos
Medium 9788520429303

10. A Laringe

DIMON JR., Theodore Editora Manole PDF Criptografado

10

A Laringe

Neste capítulo, apresentaremos os músculos intrínsecos da laringe, as pregas vocais e os demais músculos que as controlam. Na discussão sobre os músculos suspensórios da laringe, vimos que esse órgão é sustentado por um arcabouço ou por uma trama de músculos. Eles atuam sobre a laringe, mas não fazem parte de sua estrutura propriamente dita

(os músculos intrínsecos), portanto são denominados músculos extrínsecos da laringe.

Os músculos da laringe são altamente especializados e um tanto complexos, mas quando considerarmos a verdadeira função que ela exerce, torna-se mais fácil compreender sua anatomia. Quando expiramos normalmente, o ar passa desimpedido pela traqueia e para o meio externo através da boca ou do nariz. Quando pensamos em um som as duas pregas vocais da laringe, que está localizada superiormente à traqueia e através da qual passa o ar, aproximam-se entre si e começam a vibrar à medida que o ar força a passagem entre elas, gerando ondas sonoras que ressoam para criar o som completamente formado da voz humana.

Ver todos os capítulos
Medium 9788521635017

10 - Acústica

BREITHAUPT, Jim Grupo Gen PDF Criptografado

109

UNIDADE

10

Acústica

SUMÁRIO

OBJETIVOS

Depois de estudar esta unidade, você será capaz de:

• descrever uma onda sonora e medir a velocidade do som no ar

• descrever as principais propriedades do som, como: absorção, reflexão, refração e difração

• descrever a estrutura do ouvido e enumerar as principais características da audição humana

• descrever as principais propriedades e aplicações do ultrassom

• relacionar a frequência fundamental de uma corda ou de um tubo

10.1

A natureza e as propriedades do som

10.2

O ouvido humano

10.3

Ultrassom

10.4

Vibrações em cordas

10.5

Ressonâncias em tubos

Resumo

Questões de revisão

ao comprimento da corda ou do tubo

• explicar a relação entre os harmônicos e a frequência fundamental de uma corda ou de um tubo

10.1

A natureza e as propriedades do som

Produção do som

Um objeto que vibra no ar cria ondas sonoras porque a superfície do objeto comprime e rarefaz alternadamente o ar.

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos