3 capítulos
Medium 9788536702216

Capítulo 4 - Sistema muscular

Paulo Henrique Ferreira Caria Grupo A PDF Criptografado

4

Sistema Muscular

Paulo Henrique Ferreira Caria

Felippe Bevilacqua Prado

Miologia (do grego mio, músculo, e logia, estudo) é a área da anatomia que estuda os músculos e seus anexos. A miologia é estudada pela anatomia descritiva e aborda parâmetros como situação, localização, número, direção, forma, tipo de inserção e mecanismo de inserção dos músculos. A miologia também estuda as relações dos músculos com outras estruturas, como os vasos e nervos, incorporando informações sobre sua topografia.

OBJETIVOS

DE APRENDIZAGEM

O sistema muscular é formado por músculos voluntários ou estriado esquelético, que correspondem à maioria dos músculos do corpo humano, e por músculos involuntários (músculo estriado cardíaco e músculo liso). Os músculos esqueléticos são chamados de voluntários porque agem sob o controle consciente do sistema nervoso somático, diferentemente dos involuntários (musculatura lisa, visceral e cardíaca), cujo controle é do sistema nervoso autônomo.

Ver todos os capítulos
Medium 9788582604021

Capítulo 4 - Produção de petróleo e gás

Marcelo Antunes Gauto; Daniela de Melo Apoluceno; Messias Candido Amaral; Paulo Cezar Auríquio Grupo A PDF Criptografado

105

Marcelo Gauto

CAPÍTULO 4

Produção de petróleo e gás

Após o longo esforço do processo exploratório, do estudo da bacia, das avaliações técnico-comerciais e da declaração de comercialidade de um campo de petróleo, a fase seguinte é a de desenvolvimento, quando são construídas as instalações necessárias para a produção do óleo descoberto. A definição do tipo de estrutura de produção a ser instalada depende de uma série de variáveis, tais como a taxa de produção esperada, os métodos de escoamento a serem adotados, a quantidade e o posicionamento dos poços, etc., bem como envolve equipes multidisciplinares, abrangendo geólogos, geofísicos, engenheiros de petróleo, sondadores, produtores e engenheiros de reservatório. Neste capítulo, discutiremos quais são os componentes que fazem parte da estrutura necessária para que um campo de petróleo se torne produtor e como os fluidos gerados são escoados e separados nas unidades de produção.

Objetivos de aprendizagem

Ver todos os capítulos
Medium 9788584291885

Capítulo 4. Uma revisão sistemática do uso de brinquedos de programar e kits robóticos: pensamento computacional com crianças de 3 a 6 anos

Rodrigo Barbosa e Silva; Paulo Blikstein Grupo A ePub Criptografado

pensamento computacional com crianças de 3 a 6 anos

André Luiz Maciel Santana, André Raabe

A criança inicia na educação infantil um processo de socialização, por meio do relacionamento com outras crianças da mesma faixa etária e com seus educadores. Sua inserção nesse espaço também propicia a aquisição de estratégias diferenciadas, que possibilitam novas formas de socialização e construção de conhecimentos.

Ao brincar, os envolvidos manuseiam objetos e, sem perceber, desenvolvem habilidades que são propiciadas por essa interação. Nesse contexto, brinquedos programáveis e kits robóticos podem ser utilizados como objetos de apoio para a resolução de problemas de forma lúdica, pois a criança se diverte e, ao mesmo tempo, desenvolve sua cognição. A relação entre a criança e a tecnologia e o resultado dessa interação vem sendo chamado de pensamento computacional (CT, do inglês computational thinking), expressão cunhada por Janette Wing em 2006. CT é comumente referido como um conjunto de habilidades e competências comuns à área de ciência da computação. Tais competências podem ser utilizadas para estimular a capacidade de resolver problemas, em diferentes níveis de abstração, em qualquer área do conhecimento e em qualquer fase da vida, explorando a criatividade e a construção do saber ao longo do tempo (WING, 2006).

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos