4232 capítulos
Medium 9788527705219

5. Transcrição

T. A. Brown Grupo Gen PDF Criptografado

5

Transcrição

Eucariontes e procariontes • Seqüências de nucleotídeos •

Síntese do RNA – RNA polimerases • Transcrição em E. coli – iniciação – alongamento – término • Transcrição em eucariontes

Durante o primeiro estágio da expressão gênica, o filamento molde do DNA orienta a síntese de um filamento complementar de RNA. Este processo é chamado de transcrição e a molécula de RNA que é sintetizada, transcrito. Neste capítulo, veremos as reações químicas envolvidas na síntese de RNA, as enzimas que catalisam a reação e os eventos envolvidos no processo geral de transcrição. Primeiramente, entretanto, precisamos considerar dois importantes pontos gerais quanto às distinções entre organismos superiores e inferiores e à notação usada para descrever a seqüência de nucleotídeos de um gene.

de bactérias. A terminologia mais correta para este fim

é eucarionte e procarionte.

Os eucariontes e os procariontes são distintos por suas organizações celulares fundamentalmente diferentes (Fig. 5.1). A célula eucariótica típica é geralmente maior e mais complexa do que a procariótica, com um núcleo delimitado por uma membrana contendo os cromossomos, e com outras organelas membranares distintas, tais como mitocôndrias, vesículas e complexo de Golgi. Os procariontes, em contrapartida, não têm uma arquitetura celular extensa: as organelas membranares estão ausentes, e o material genético não está delimitado por uma estrutura distinta.

Ver todos os capítulos
Medium 9788527705219

17. O que Mendel descobriu

T. A. Brown Grupo Gen PDF Criptografado

17

O Que Mendel descobriu

O estudo científico da hereditariedade – os cruzamentos monoíbridos – cruzamentos envolvendo dois pares de características • De que forma a genética molecular se relaciona com Mendel – pares de alelos – dominância e recessividade – explicações moleculares para as leis de Mendel

A contribuição de Mendel para a biologia nunca poderá ser superenfatizada, e não é por causa de romantismo ou nostalgia que seu nome ainda é reverenciado por geneticistas moleculares. A partir dos resultados de uma série de experiências diretas, embora árduas, Mendel foi capaz de deduzir dois princípios* fundamentais da Genética, os quais hoje em dia ainda reconhecemos como contendo as bases subjacentes da herança e da atividade gênica. A redescoberta do trabalho de Mendel e a aceitação dos seus resultados levaram ao estabelecimento da genética como um componente central da biologia do século XX. Além disso, a abordagem experimental de Mendel forma a base para técnicas mais sofisticadas desenvolvidas por

Ver todos os capítulos
Medium 9788527705219

18. Utilização da genética mendeliana para o estudo dos genes eucarióticos

T. A. Brown Grupo Gen PDF Criptografado

18

Utilização da genética mendeliana para o estudo dos genes eucarióticos

Ligação – o desenvolvimento do mapeamento gênico • Mapeamento gênico com eucariontes microbianos – o ciclo de vida da levedura – realizando um cruzamento com

S. cerevisiae – mapeamento de genes em S. cerevisiae • Levando a genética mendeliana além do mapeamento gênico – fenótipos complexos

A redescoberta das experiências de Mendel em 1900 deu

à nova geração de geneticistas provas conclusivas de que a herança poderia ser estudada de uma maneira científica. Este fato estimulou uma explosão de atividades, e os dez anos seguintes foram testemunha de importantes desenvolvimentos construídos sobre o trabalho de

Mendel e que interpretaram-no em termos de novas idéias para a biologia. Gradualmente, o poder dos cruzamentos genéticos se tornou aparente.

O desenvolvimento mais importante foi a proposição, feita por Sutton, em 1903, de que os genes residem nos cromossomos. Este fato imediatamente levantou a questão acerca da segunda Lei de Mendel sobre a segregação independente, pois pôde-se compreender que o número de cromossomos que um organismo possui precisa ser consideravelmente menor do que o número total de traços herdáveis demonstrados pelo organismo. Sendo assim, um único cromossomo precisa transportar um grande número de genes, e genes diferentes no mesmo cromossomo não seriam herdados independentemente mas, em vez disso, seriam transmitidos juntos; isto é, eles demonstrariam ligação. Esta apreciação clara do conceito de ligação levou diretamente às técnicas para o mapeamento de genes nos cromossomos eucarióticos, técnicas que hoje em dia ainda formam uma das pedras angulares da genética molecular.

Ver todos os capítulos
Medium 9788527705219

19. Análise genética de bactérias

T. A. Brown Grupo Gen PDF Criptografado

19

Análise genética de bactérias

Características básicas do mapeamento gênico nas bactérias • Mapeamento de conjugação – a experiência de conjugação interrompida • Mapeamento através da transdução • Mapeamento por transformação • Méritos relativos dos três métodos

É bastante surpreendente que, a despeito do estabelecimento por Morgan e seus colaboradores das técnicas de análise genética de aplicabilidade geral aos organismos eucarióticos, muito poucos biologistas durante as primeiras décadas do século tentaram desenvolver procedimentos análogos para o estudo dos genes bacterianos. De fato, até 1940, um número significativo de biólogos não estava nem mesmo convencido de que as bactérias realmente possuíam genes, mas, em vez disso, eles ainda retinham traços do temor característico do século XIX com relação aos processos biológicos e consideravam que certos fenômenos simplesmente não poderiam ser revelados através da metodologia científica.

A primeira pessoa responsável por colocar a análise genética das bactérias no mesmo nível da de eucariontes foi Joshua Lederberg (Cap. 14). A primeira contribuição de Lederberg foi a demonstração, em

Ver todos os capítulos
Medium 9788527705219

15. Genomas Eucarióticos

T. A. Brown Grupo Gen PDF Criptografado

15

Genomas eucarióticos

Organização genética do genoma nuclear – conteúdos gênicos – tamanhos

– DNA de cópia única e repetitivo • Organização física – compactação do DNA em cromossomos – morfologia cromossômica • Replicação do DNA e multiplicação celular – o ciclo celular • Genes extracromossômicos

– sistemas genéticos organelares – genomas organelares

Os dois capítulos seguintes envolvem os genomas eucarióticos. Neste capítulo, faremos um amplo levantamento de genes e genomas em todos os eucariontes, nos concentrando principalmente em tópicos que são de importância geral. Veremos a organização genética dos genomas eucarióticos, o modo pelo qual o genoma é compactado nos cromossomos, como eles se replicam, e as características especiais das moléculas de DNA presentes nas mitocôndrias e nos cloroplastos. No Cap. 16, faremos um exame mais detalhado do genoma humano.

Antes de começar, é importante perceber que a célula eucariótica pode ter até três sistemas genéticos distintos. Quando Sutton propôs, em 1903, que os genes de organismos superiores residem em estruturas chamadas cromossomos, ele estava obviamente correto,

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos