135 capítulos
Título Formato Comprar item avulso Adicionar à Pasta

Sumário

PDF Criptografado

Estocolmo, Conferência de Copenhague (COP-15), Eco/92 e Protocolo de Kyoto. Mostra a importância da ONG Greenpeace e as principais militâncias ecológicas mundiais.

Capítulo 6 (Desenvolvimento Sustentável): aborda a temática no âmbito da sustentabilidade, para o desenvolvimento tecnológico, econômico e social sem degradação dos recursos naturais, dos ecossistemas e dos principais indicadores de controle.

Capítulo 7 (Gestão Ambiental): trata da gestão ambiental nas empresas e órgãos públicos. Aborda o Sistema de Gestão Ambiental

(SGA), ISO 14001, certificados de excelência, auditorias ambientais, rotulagem ambiental e análise do ciclo de vida do produto. Explica coleta seletiva, sua finalidade e a destinação dos produtos, assim como o reaproveitamento de resíduos como pneus, pilhas, baterias, vidro, metais e entulho, e seus ganhos ambientais e econômicos.

Capítulo 8 (Produção Mais Limpa): trata da produção mais limpa e de seus objetivos, introduz os conceitos de ecoeficiência nos setores produtivos e o mercado de créditos de carbono. Também trata da compostagem.

Ver todos os capítulos

Sobre os Autores

PDF Criptografado

6

Meio Ambiente

Guia Prático e Didático

Sobre os Autores

Paulo Roberto Barsano é professor, escritor e investigador de

polícia no Estado do Pará. Especialista em Segurança do Trabalho e

Meio Ambiente. Palestrante convidado em diversos Estados e também em Leiria, Portugal. Autor de livros didáticos e obras para concursos públicos, é declaradamente um apaixonado pelas questões ambientais.

Rildo Pereira Barbosa é graduado em Gestão Ambiental e especia-

lista em Segurança do Trabalho e Segurança Patrimonial. É desenhista, escritor e autor de vários livros didáticos, como Segurança do trabalho: guia prático e didático; Meio ambiente: guia prático e didático; Higiene e segurança do trabalho; Equipamentos de segurança; Controle de riscos; Gestão ambiental: guia prático e didático; Poluição ambiental e saúde pública; Saúde da criança e do adolescente; Evolução e envelhecimento humano; Biossegurança: ações hospitalares para a promoção da saúde; Biologia ambiental; Legislação ambiental e Avaliação de risco e impactos ambientais. É o desenhista-ilustrador do livro

Ver todos os capítulos

Respostas das questões de legendas das figuras e das questões de revisão

PDF Criptografado

Respostas das questões de legendas das figuras e das questões de revisão

CAPÍTULO 1

Respostas das questões de legendas das figuras

Figura 1.4 Estimando a partir do gráfico, cerca de 88% dos girinos no grupo-controle sobreviveram e 0% deles tinha malformações. Uma vez que havia 35 girinos no grupo-controle, isso indica que 31 (0,88 × 35) dos girinos nesse grupo sobreviveram e nenhum tinha malformações.

Figura 1.5 Os resultados nas gaiolas das quais R. ondatrae foram excluídos mostram que os pesticidas atuando sozinhos não causam malformações em rãs. Os resultados nas gaiolas expostas a R. ondatrae mostram que os pesticidas afetam as rãs, pois a porcentagem de rãs com malformações foi maior em lagoas onde os pesticidas estavam presentes. Entretanto, os resultados não indicam como os pesticidas causaram esse efeito.

Figura 1.6 Pela comparação dos resultados dos controles com os resultados dos tratamentos nos quais pesticidas foram adicionados, o pesquisador poderia testar se a adição de um pesticida afetou tanto a resposta do sistema imune (número de eosinófilos) de girinos quanto o número de cistos de R. ondatrae por girino. O objetivo do “controle do solvente” foi verificar os possíveis efeitos do solvente no qual o pesticida foi dissolvido.

Ver todos os capítulos

PARA EXERCITAR

PDF Criptografado

FIGURA 6.6  �Incentivar a plantar é uma atividade saudável e que ajuda a natureza.

158

Meio Ambiente

Guia Prático e Didático

PARA EXERCITAR

1

Trabalho em grupo. Cada aluno do grupo deve escolher um dos 10 princípios de orientação do Pacto Global e escrever suas conclusões quanto ao princípio escolhido no contexto do desenvolvimento sustentável.

2

Casos de trabalho escravo e infantil são uma realidade em algumas regiões remotas de nosso planeta, infelizmente. Pesquise casos do tipo, inclusive, relacionando os produtos, as atividades e como a situação foi resolvida. É importante lembrar a importância de se boicotar e denunciar empresas e serviços que comprovadamente exerçam essa prática em seus negócios.

3

Pesquise corporações que foram agraciadas com certificados oficiais de responsabilidade social e quais foram as suas contribuições para que conseguissem a certificação. Escreva os principais pontos.

4

A finalidade dos relatórios da GRI é: a) Adotar a coleta seletiva no lixo doméstico. b) Financiar o desenvolvimento da sustentabilidade. c) Declaração Universal dos Direitos Humanos. d) Desenvolver relatórios de sustentabilidade.

Ver todos os capítulos

PARA EXERCITAR

PDF Criptografado

�� Grupo I – materiais compostos de cimento, cal, areia e brita: concreto, argamassa, blocos de concreto.

�� Grupo II – materiais cerâmicos: telhas, manilhas, tijolos, azulejos.

Os resíduos não recicláveis pertencem ao grupo:

�� Grupo III: materiais como solo, gesso, metal, madeira, papel, plástico, matéria orgânica, vidro, isopor etc. Desse grupo, alguns materiais são passíveis de seleção e encaminhamento para outros usos.

Por exemplo, papel, papelão, madeira, vidro e metal podem ser recolhidos para reutilização ou reciclagem.

7.6.2.5  Reciclagem de pilhas e baterias

O descarte inadequado de pilhas e baterias em lixões ou aterros sanitários libera componentes tóxicos que contaminam o solo, os cursos d’água e os lençóis freáticos de maneira ampla. Ao serem lançados na natureza, esses resíduos afetam violentamente a flora e a fauna das regiões circunvizinhas com suas substâncias tóxicas, causando graves sequelas no meio ambiente.

Compostagem

Ver todos os capítulos

PARA EXERCITAR

PDF Criptografado

ção, produção, promoção, recuperação e pesquisa na área da saúde ou que estejam a ela relacionadas;

III - estação de transferência de resíduos de serviços de saúde: é uma unidade com instalações exclusivas, com licença ambiental expedida pelo órgão competente, para executar transferência de resíduos gerados nos serviços de saúde, garantindo as características originais de acondicionamento, sem abrir ou transferir conteúdo de uma embalagem para a outra;

IV - líquidos corpóreos: são representados pelos líquidos cefalorraquidiano, pericárdico, pleural, articular, ascítico e amniótico;

V - materiais de assistência à saúde: materiais relacionados diretamente com o processo de assistência aos pacientes;

VI - príon: estrutura proteica alterada relacionada como agente etiológico das diversas formas de encefalite espongiforme;

VII - redução de carga microbiana: aplicação de processo que visa a inativação microbiana das cargas biológicas contidas nos resíduos;

Ver todos os capítulos

PARA EXERCITAR

PDF Criptografado

2.6  Manejo Florestal

De maneira simplificada, podemos conceituar manejo florestal como o conjunto de boas práticas de planejamento e de técnicas especiais de exploração das florestas, que tem como principal objetivo conciliar o aproveitamento responsável dos recursos naturais e sua fiel conservação. Ao contrário do que ocorre na exploração convencional, o manejo recorre a atividades de planejamento a fim de se assegurar a manutenção da floresta para um ciclo futuro de corte.

O manejo florestal representa uma inovação para o bem-estar da flora brasileira. Embora de forma lenta, sua prática vem sendo cada vez mais adotada entre madeireiras ecologicamente corretas. O art. 22 da nº Lei 12.651/12 diz:

Art. 22 O manejo florestal sustentável da vegetação da

Reserva Legal com propósito comercial depende de autorização do órgão competente e deverá atender as seguintes diretrizes e orientações:

I - não descaracterizar a cobertura vegetal e não prejudicar a conservação da vegetação nativa da área;

Ver todos os capítulos

PARA EXERCITAR

PDF Criptografado

3.5  Políticas Internacionais

As ações governamentais voltadas ao melhor aproveitamento dos recursos naturais, à preservação do meio ambiente e a melhorias na qualidade de vida ambiental são muito importantes. Cada país deve adotar um modelo de gestão conforme suas particularidades geográficas, mas sempre em consonância com os objetivos comuns a todos os demais. Partindo do princípio de que o planeta Terra funciona como um todo e os seus ecossistemas estão interligados, a preservação da vida e dos recursos que ela oferece é responsabilidade de todas as nações, portanto, é necessário que haja uma força conjunta que estabeleça as diretrizes para resolver os problemas da degradação ambiental.

Assim, é importante que todos os países participem dos esforços internacionais e das políticas globais de desenvolvimento sustentável, tendo em vista que essas iniciativas não focam apenas na questão ambientalista (no sentido da preservação dos recursos naturais apenas), mas também nos aspectos sociais e culturais de cada localidade.

Ver todos os capítulos

PARA EXERCITAR

PDF Criptografado

FIGURA 1.23  �Logomarca do Ibama.

Para o desempenho de suas funções, o Ibama poderá atuar em articulação com os órgãos e as entidades da administração pública federal, direta e indireta, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios integrantes do Sistema Nacional de Meio Ambiente (Sisnama) e com a sociedade civil organizada, para a consecução de seus objetivos, em consonância com as diretrizes da política nacional de meio ambiente.

O Ibama tem como principais atribuições:

�� exercer o poder de polícia ambiental;

�� executar ações das políticas nacionais de meio ambiente, referentes às atribuições federais, relativas ao licenciamento ambiental, ao controle da qualidade ambiental, à autorização de uso dos recursos naturais e à fiscalização, ao monitoramento e ao controle ambiental;

�� executar as ações supletivas de competência da União de conformidade com a legislação ambiental vigente;

�� propor e editar normas e padrões de qualidade ambiental;

Ver todos os capítulos

PARA EXERCITAR

PDF Criptografado

o elevado de uma linha férrea, postes, caminhões, guindastes, vegetação, animais domésticos e ecossistemas inteiros.

O saldo dessa tragédia, até o momento, é de 243 mortos e 27 pessoas desaparecidas, a maioria delas funcionários da Vale. As instalações da empresa ficavam a jusante da barragem, e mesmo se as sirenes de alarme tivessem soado (o que não ocorreu), não haveria tempo de fuga, o que caracteriza o desastre de Brumadinho como o maior acidente do trabalho ocorrido no país. Equipes de bombeiros, policiais militares e civis, da defesa civil e voluntários de outros estados se deslocaram para ajudar as equipes locais, que ainda contaram com o apoio voluntário de

136 socorristas das tropas militares de Israel. Apesar de todos os esforços, as autoridades admitem que nem todos os desaparecidos serão encontrados por conta das condições difíceis de resgate e da decomposição dos corpos na lama de rejeitos, que em alguns locais chegou alcançar

10 metros de altura.

A empresa Vale S.A. está sendo duramente criticada, pois entendia-se que, depois dos acontecimentos em Mariana, haveria providências para que tal sinistro não ocorresse novamente. A técnica de barragem dos rejeitos utilizada em suas minas, chamada alteamento por montante, é considerada obsoleta e de altíssimo risco ao meio ambiente.

Ver todos os capítulos

PARA EXERCITAR

PDF Criptografado

PARA EXERCITAR

1

Pesquise empresas e produtos que se adequaram à ecoeficiência, tomando como parâmetros as seguintes diretrizes: a) reorientação dos processos industriais; b) revalorização dos subprodutos; c) redesenho dos produtos; d) recolocação no mercado.

2

Sua empresa é ecoeficiente? Faça uma análise do seu local de trabalho e um relatório dos pontos positivos e negativos.

3

A Lei nº 15.374 2011, que proibiu a venda e a distribuição de sacolinhas plásticas nos supermercados, repercutiu na mídia e dividiu opiniões por causa dos aspectos ambientais, econômicos e sociais envolvidos no tema. Faça um levantamento sobre os seguintes aspectos citados para a defesa de sua opinião: a) aspectos ambientais; b) aspectos econômicos; c) aspectos sociais.

4

O coprocessamento, a pirólise e a compostagem são exemplos de mecanismos de desenvolvimento limpo que foram citados neste capítulo. Você conhece outros? Pesquise e descreva como funcionam e qual é a sua finalidade.

Ver todos os capítulos

PARA EXERCITAR

PDF Criptografado

de criar novos modo de vida, baseados em atender às necessidades básicas de todos, sem distinções étnicas, físicas, de gênero, idade, religião ou classe.

�� A educação ambiental requer a democratização dos meios de comunicação de massa e seu comprometimento com os interesses de todos os setores da sociedade. A comunicação é um direito inalienável e os meios de comunicação de massa devem ser transformados em um canal privilegiado de educação, não somente disseminado informações em bases igualitárias, mas também promovendo intercâmbio de experiências, métodos e valores.

�� A educação ambiental deve integrar conhecimentos, aptidões, valores, atitudes e ações. Deve converter cada oportunidade em experiências educativas de sociedades sustentáveis.

�� A educação ambiental deve ajudar a desenvolver uma consciência ética sobre todas as formas de vida com as quais compartilhamos este planeta, respeitar seus ciclos vitais e impor limites à exploração dessas formas de vida pelos seres humanos.

Ver todos os capítulos

PARA EXERCITAR

PDF Criptografado

�� incentivos fiscais a empresas com responsabilidade ambiental;

�� ampliação da educação ambiental nas escolas e na sociedade em geral;

�� outras providências para a preservação do meio ambiente e dos recursos naturais.

PARA EXERCITAR

1

Pesquise como a poluição sonora e visual pode causar impactos ambientais na natureza e nos seus ecossistemas. Dê exemplos.

2

Na imagem a seguir, é possível verificar a quantidade de resíduos que são jogados nos rios, principalmente pneus usados, que poderiam ser reciclados para o reaproveitamento da borracha. Escolha uma área em sua região onde haja ocorrência de descarte de materiais que poderiam ser reciclados ou reutilizados. Anote os resíduos que encontrou e a melhor destinação para eles.

FIGURA 4.20  �Em 2009, a Prefeitura de Osasco promoveu uma campanha com o slogan “Rio não é lata de lixo, ajude a recuperar o Tietê”, que consistia na exposição de objetos encontrados nas margens e no leito do rio Tietê, em São Paulo.

Ver todos os capítulos

Capítulo 9 - Fotossíntese: Considerações Fisiológicas e Ecológicas

PDF Criptografado

9

Fotossíntese:

Considerações

Fisiológicas e

Ecológicas

A

conversão da energia solar em energia química de compostos orgânicos é um processo complexo que inclui transporte de elétrons e metabolismo do carbono fotossintético (ver Capítulos 7 e 8). Este capítulo trata de algumas das respostas fotossintéticas da folha intacta a seu ambiente. As respostas fotossintéticas adicionais aos diferentes tipos de estresse são estudadas no Capítulo 24. Quando for discutida a fotossíntese neste capítulo, será referida a taxa fotossintética líquida, ou seja, a diferença entre a assimilação fotossintética de carbono e a perda de CO2 via respiração mitocondrial.

O impacto do ambiente sobre a fotossíntese é de interesse amplo, em especial para fisiologistas, ecólogos, biólogos evolucionistas, especialistas em mudanças climáticas e agrônomos. Do ponto de vista fisiológico, há interesse em compreender as respostas diretas da fotossíntese a fatores ambientais como luz, concentrações de CO2 do ambiente e temperatura, assim como as respostas indiretas (mediadas por efeitos do controle estomático) a fatores como umidade do ar e umidade do solo. A dependência de processos fotossintéticos em relação às condições ambientais é também importante para os agrônomos, pois a produtividade vegetal e, em consequência, a produtividade das culturas agrícolas dependem muito das taxas fotossintéticas prevalecentes em um ambiente dinâmico. Para o ecólogo, a variação fotossintética entre ambientes diferentes é de grande interesse em termos de adaptação e evolução.

Ver todos os capítulos

Capítulo 9. Distribuição e abundância de populações

PDF Criptografado

9

CONCEITOS-CHAVE

CONCEITO 9.1  Populações são entidades dinâmicas que variam em tamanho no tempo e no espaço.

CONCEITO 9.2 

As distribuições e abundâncias de organismos são limitadas pela adequação do hábitat, fatores históricos e dispersão.

CONCEITO 9.3  Muitas espécies têm distribuição fragmentada de populações dentro de sua amplitude geográfica.

CONCEITO 9.4 

A distribuição de indivíduos dentro de uma população depende da localização dos recursos essenciais, dispersão e interações comportamentais.

CONCEITO 9.5 

As abundâncias e distribuições de populações podem ser estimadas por contagens em

áreas específicas, métodos de distâncias, estudos de marcação e recaptura e modelos de nicho.

Distribuição e abundância de populações

Das florestas de algas-pardas aos vazios de ouriços: Estudo de Caso

Estendendo-se através de 1.600 km no Oceano Pacífico ao oeste do Alasca, as montanhosas Ilhas Aleutas geralmente são castigadas por fortes tempestades e ficam ocultadas pela neblina. As ilhas têm algumas poucas árvores grandes e, exceto pelas ilhas do leste, que já fizeram parte do continente, não são encontrados os mamíferos terrestres presentes no continente, como ursos-pardos, renas e lemingues. Existe, no entanto, abundante vida selvagem marinha nas cercanias, incluindo aves, focas, baleias e grande diversidade de peixes e invertebrados.

Ver todos os capítulos

Carregar mais