227 capítulos
Medium 9788536702704

Capítulo 14 - Pancreatite aguda

Emilia Inoue Sato; Álvaro N. Atallah; Angelo Amato V. de Paola, Lydia Masako Ferreira Grupo A PDF Criptografado

80

ATUALIZAÇÃO TERAPÊUTICA

endoscópica podem ser utilizados de maneira indiferente, porém a associação de dois deles mostrou-se mais efetiva do que qualquer um deles aplicado isoladamente. Os mais utilizados são: a injeção de solução de epinefrina

1:20.000 associada a um método mecânico (endoclip) ou térmico.

A presença de vaso visível pode ser tratada com injeção de esclerosante ou álcool absoluto, métodos mecânicos ou térmicos, estes os mais recomendados na literatura atual.

ATENÇÃO!

Coágulos aderentes devem ser removidos após prévia injeção de solução de epinefrina. Uma vez removido o coágulo, deve-se avaliar a base da lesão para identificar a presença de vaso visível ou sangramento ativo. Caso algum deles seja identificado, deve se proceder a terapia endoscópica apropriada.

Após o tratamento de um divertículo, recomenda-se a tatuagem com tinta da índia, para que em caso de ressangramento, o local seja facilmente identificado na cirurgia.

Ver todos os capítulos
Medium 9788536702704

Capítulo 94 - Gangrena de fournier e outras infecções graves de partes moles

Emilia Inoue Sato; Álvaro N. Atallah; Angelo Amato V. de Paola, Lydia Masako Ferreira Grupo A PDF Criptografado

550

ATUALIZAÇÃO TERAPÊUTICA

ATENÇÃO!

A preocupação com o sigilo do paciente quanto ao diagnóstico é imprescindível, tanto para o hospital como para a equipe médica assistente; e é fundamental a realização de exame proctológico após a retirada do objeto.9

94

GANGRENA DE FOURNIER E

OUTRAS INFECÇÕES GRAVES DE

PARTES MOLES

REVISÃO

■■ MARIZA H. PRADO-KOBATA

�� São denominadas afecções de urgência anorretal aquelas cujos pacientes portadores se dirigem para atendimento nos postos de pronto-atendimento dos hospitais com problemas situados na região do ânus e/ou do reto e que requeiram tratamento rápido ou imediato.

�� Diversas podem ser as doenças com tais características: trombose hemorroidária, fissura anal, abscesso perianal, gangrena de Fournier, cisto pilonidal, corpos estranhos retais.

�� A doença hemorroidária se constitui como a de maior frequência nos ambulatórios cirúrgicos dos Estados Unidos e em todo o mundo.

Ver todos os capítulos
Medium 9788536702704

Capítulo 101 - Violência sexual

Emilia Inoue Sato; Álvaro N. Atallah; Angelo Amato V. de Paola, Lydia Masako Ferreira Grupo A PDF Criptografado

588

ATUALIZAÇÃO TERAPÊUTICA

�� No contexto de atendimento de urgência/emergência, é prioridade a quantificação da perda sanguínea e a avaliação de sinais e sintomas sugestivos de hipovolemia e/ou anemia grave. Taquicardia, hipotensão e sangramento ativo e abundante são indicadores de gravidade e demandam atendimento imediato.

�� O exame físico é essencial para o estabelecimento da origem do sangramento genital. Deve-se proceder a exame ginecológico, em busca de possíveis lesões na vulva e na vagina, ou sinais de trauma.

�� Na presença de sangramento genital ativo, índices hematimétricos

(Hb e Ht) devem ser dosados a cada seis horas até sua estabilização.

Transfusão sanguínea deve ser realizada com o objetivo de manter os níveis de Hb acima de 7 mg/dL.

�� As opções terapêuticas para controle do sangramento agudo variam de acordo com origem, a faixa etária e a intensidade.

�� Os casos refratários ao tratamento clínico podem ser candida tos a tratamento cirúrgico, embora tal tratamento raramente seja necessário no cenário de urgência e emergência.

Ver todos os capítulos
Medium 9788536702704

Capítulo 48 - Crises epilépticas e estado de mal epiléptico

Emilia Inoue Sato; Álvaro N. Atallah; Angelo Amato V. de Paola, Lydia Masako Ferreira Grupo A PDF Criptografado

URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS

REVISÃO

�� Quando se fala de AVCh, é importante lembrar-se de que este sangramento decorre da ruptura de um vaso cerebral e pode acontecer na HSA, no HIP, com comprometimento ou não dos HV e em algumas situações no espaço subdural.

�� A cefaleia é, talvez, a principal queixa dos pacientes nos pronto-atendimentos, mas nem todas necessitam TC de crânio e avaliação especializada. Sempre que o médico se deparar com sinais de alarme, deverá prosseguir na investigação do caso.

�� Vômitos, PAS acima de 220 mmHg, cefaleia intensa, coma ou diminuição do nível de consciência podem sugerir hemorragia, embora nenhum desses achados seja específico.

�� Primeiro quadro convulsivo, que independentemente da idade, deve sempre ser investigado com no mínimo uma TC de crânio, rastreamento tóxico-infecto-metabólica. Lembrar que cavernoma,

MAV, AVCh e poucos casos de AVCi podem manifestar-se com crise convulsiva.

�� Os cuidados iniciais devem estabelecer as medidas de suporte clínico do ABCD, pois não infrequentemente os pacientes com HSA necessitam de IOT e cuidados intensivos no próprio pronto-atendimento. As medidas de suporte do paciente neurológico nos vários tipos de etiologias dos AVCh possuem diferenças que foram detalhadas no capítulo..

Ver todos os capítulos
Medium 9788582714461

Parte II - Neonatologia

Paulo José Cauduro Marostica; Manoela Chitolina Villetti; Regis Schander Ferrelli; Elvino Barros Grupo A PDF Criptografado

PARTE II

NEONATOLOGIA

NEONATOLOGIA

CAPÍTULO 8

ALOJAMENTO CONJUNTO

E CUIDADOS COM O

RECÉM-NASCIDO NORMAL

LUCIANA FRIEDRICH

FABIANA COSTA MENEZES

LAURA VARGAS DORNELLES

Alojamento conjunto é a unidade hospitalar onde o recém-nascido (RN) sadio, após o nascimento, permanece com a mãe até a alta. Em alguns hospitais, além de RNs sadios, são internados bebês com comorbidades (p. ex., sífilis congênita, icterícia), desde que tais doenças possam ser tratadas e acompanhadas de maneira adequada. Sempre que possível, o alojamento conjunto deve ser indicado para os RNs, salvo em situações que requerem maior cuidado. Inúmeras são as vantagens de manter o RN em alojamento conjunto com sua mãe, entre elas o fortalecimento do vínculo entre pais e bebê e a promoção e o incentivo do aleitamento materno.

ROTINA DE INTERNAÇÃO DO RECÉM-NASCIDO SADIO ► O RN sadio deve per-

manecer na sala de parto junto com a mãe o maior tempo possível, de maneira que possa se iniciar a amamentação e o vínculo mãe-bebê o quanto antes. Algumas medidas são realizadas logo após o nascimento do bebê:

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos