286 capítulos
Medium 9788527726689

21 - Avaliação de Enfermagem | Funções Digestiva, Gastrintestinal e Metabólica

PELLICO, Linda Honan Grupo Gen PDF Criptografado

CAPÍTULO 21

Rose A. Harding

Objetivos de estudo

Após ler este capítulo, você será capaz de:

1. Descrever a anatomia e a fisiologia do trato gastrintestinal (GI)

2. Entender as funções metabólicas do fígado

3. Descrever as alterações importantes evidenciadas pelo exame físico do trato GI

4. Conhecer os parâmetros de avaliação utilizados para determinar as condições dos tratos GI superior e inferior.

Avaliação de Enfermagem |

Funções Digestiva, Gastrintestinal e Metabólica

O sistema gastrintestinal (GI) desempenha as funções de ingestão, diges­ tão e eliminação. As funções do fígado são complexas. O entendimento da estrutura e da função do trato biliar e do pân­creas é essencial à rea­li­zação do planejamento assistencial de enfermagem. A interrupção de algumas dessas funções pode afetar rapidamente o estado nutricional do cliente e causar inúmeros distúrbios hidreletrolíticos e acidobásicos. Ao rea­li­ zar uma avaliação do trato GI, a enfermeira deve lembrar que a maioria dos clientes tem distúrbios preexistentes e que esses problemas podem ser agravados, ou distúrbios novos podem se desenvolver quando outros siste­ mas estão afetados por alguma doen­ça.

Ver todos os capítulos
Medium 9788527728188

66 Manejo de Clientes com Disfunção Neurológica

CHEEVER, Kerry H; BRUNNER, Lillian Sholtis; SUDDARTH, Doris Smith Grupo Gen PDF Criptografado

Capítulo

66

Manejo de Clientes com

Disfunção Neurológica

Objetivos do aprendizado

Após ler este capítulo, você será capaz de:

1 Descrever as causas, as manifestações clínicas e o manejo clínico de várias disfunções neurológicas.

2 Usar o processo de enfermagem como referencial para o cuidado das múltiplas necessidades do cliente com nível de consciência alterado.

3 Identificar as manifestações clínicas iniciais e tardias da pressão intracraniana elevada.

4 Usar o processo de enfermagem como referencial para o cuidado ao cliente com elevação da pressão intracraniana.

5 Descrever as indicações para cirurgia intracraniana ou transesfenoidal.

6 Usar o processo de enfermagem como referencial para cuidado ao cliente que se submete a uma cirurgia intracraniana ou transesfenoidal.

7 Identificar os vários tipos e causas de convulsões.

8 Usar o processo de enfermagem para elaborar um plano de cuidado ao cliente que sofre convulsões.

Ver todos os capítulos
Medium 9788527728188

5 Avaliação de Saúde e Nutricional do Adulto

CHEEVER, Kerry H; BRUNNER, Lillian Sholtis; SUDDARTH, Doris Smith Grupo Gen PDF Criptografado

Capítulo

5

Avaliação de Saúde e

Nutricional do Adulto

Objetivos do aprendizado

Após ler este capítulo, você será capaz de:

1 Identificar as considerações éticas necessárias para proteger os direitos do cliente relacionados com os dados coletados no histórico de saúde e no exame físico.

2 Descrever os componentes do histórico de saúde holístico.

3 Explorar o conceito de espiritualidade e a avaliação das necessidades espirituais dos clientes.

4 Aplicar habilidades e técnicas de entrevista culturalmente sensíveis para conduzir com sucesso a avaliação do histórico de saúde, o exame físico e a avaliação nutricional do cliente.

5 Identificar os aspectos genéticos que a enfermeira deve incorporar ao exame físico.

6 Identificar as modificações necessárias para coletar o histórico de saúde e realizar o exame físico do cliente com incapacidade funcional.

7 Descrever as técnicas de inspeção, palpação, percussão e ausculta para realizar um exame físico básico.

Ver todos os capítulos
Medium 9788527726689

11 - Manejo de Enfermagem | Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica e Asma

PELLICO, Linda Honan Grupo Gen PDF Criptografado

CAPÍTULO 11

Margaret Campbell

Haggerty

Objetivos de estudo

Após ler este capítulo, você será capaz de:

1. Descrever a fisiopatologia da doen­ça pulmonar obstrutiva crônica (DPOC)

2. Discutir os principais fatores de risco para o desenvolvimento de DPOC e as intervenções implementadas para minimizá-los ou evitá-los

3. Descrever o manejo de enfermagem nos clientes com DPOC

4. Desenvolver um plano de aprendizado para os clientes com DPOC

5. Explicar a fisiopatologia da asma

6. Descrever, as medicações usadas no manejo da asma

7. Descrever as estratégias de autocuidado da asma.

Manejo de Enfermagem |

Doença Pulmonar Obstrutiva

Crônica e Asma

A doen­ça pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) e a asma são os distúrbios pulmonares crônicos mais comuns. As enfermeiras que lidam com essas doen­ças crônicas do pulmão a­ tuam ao longo de toda a linha de cuidado, desde o ambulatório e o cuidado domiciliar até as unidades de emergência, internação e cuidado crítico, além das casas de repouso. Os portadores de DPOC e asma requerem cuidados de enfermeiras que sejam hábeis na avaliação e no manejo clínico, e que também entendam como esses distúrbios podem afetar a qualidade de vida. O conhecimento e a competência clínica da enfermeira acerca dos cuidados paliativos e de fim de vida são elementos imprescindíveis para a qualidade do cuidado aos clientes afetados. A orientação do cliente e da família é uma importante intervenção de enfermagem que visa melhorar o autocuidado dos clientes com qualquer distúrbio pulmonar crônico.

Ver todos os capítulos
Medium 9788527726689

52 - Manejo de Enfermagem | Doenças Dermatológicas

PELLICO, Linda Honan Grupo Gen PDF Criptografado

CAPÍTULO 52

Patina S. Walton-Geer

Objetivos de estudo

Após ler este capítulo, você será capaz de:

1. Descrever o manejo geral do cliente com um distúrbio dermatológico

2. Reconhecer os estágios das úlceras de pressão e descrever os princípios gerais dos cuidados de feridas

3. Descrever as manifestações clínicas e os cuidados necessários aos clientes com psoría­se

4. Descrever as necessidades de orientação ao cliente com infecções da pele e doenças cutâ­neas parasitárias

5. Descrever os cuidados para clientes com dermatoses inflamatórias não infecciosas

6. Descrever o manejo de enfermagem para clientes com câncer de pele

7. Descrever as características dos diversos tipos de sarcoma de Kaposi.

Manejo de Enfermagem |

Doenças Dermatológicas

Independentemente do ambiente no qual trabalham, as enfermeiras cuidam da pele dos seus clientes. Além disso, as enfermeiras identificam os clientes com risco de desenvolver problemas cutâ­neos, avaliam as alterações da pele e intervêm de modo a evitar lesão e manter a viabilidade da pele. E, no exercício da enfermagem, também é importante adotar práticas preventivas para reduzir a transmissão de infecção ou agravar lesões existentes e manter a viabilidade da pele.

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos