306 capítulos
Medium 9788582715369

Capítulo 207. Manifestações cutâneas das doenças sistêmicas

Gustavo Gusso; José Mauro Ceratti Lopes; Lêda Chaves Dias Grupo A PDF Criptografado

CAPÍTULO 207

Manifestações cutâneas das doenças sistêmicas

Brunela Madureira

Thiago Dias Sarti

Aspectos-chave

► Em quase todas as doenças de pele, a manutenção da hidratação da pele melhora a sua qualidade.

► A existência de quadros dermatológicos exuberantes e/ou atípicos

► O uso de medicamentos tópicos por longo período, sem a definição do diagnóstico, pode atrasar tratamento de uma doença com relevância.

indica uma investigação para doenças sistêmicas.

Caso clínico 1

Caso clínico 2

Pedro, 55 anos, com doença renal crônica dialítica, queixa-se de prurido em todo tegumento há 2 anos. Relata usar, sem orientação médica, pomadas para coceira, com pouca efetividade.

Carlos, 38 anos, infectado pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV) há

6 anos, queixa-se de prurido há 1 ano. Ao exame dermatológico, nota-se a presença de numerosas pápulas simétricas, alguns nódulos, lesões liquenificadas, hipercrômicas e cicatriciais localizadas em tronco e membros.

Ver todos os capítulos
Medium 9788582715369

Capítulo 53. Metodologias de ensino médico

Gustavo Gusso; José Mauro Ceratti Lopes; Lêda Chaves Dias Grupo A PDF Criptografado

SEÇÃO IV ► CAPÍTULO 53

Metodologias de ensino médico

Maria Helena Itaqui Lopes

José Mauro Ceratti Lopes

Aspectos-chave

► Um dos fatores que influencia o aprendizado são as características do aluno, que incluem diferenças individuais, experiências prévias de aprendizado e entendimento do tema proposto.

► Um aspecto essencial para o aprendizado é o ambiente de ensino.

O ambiente deve ser estimulante, com base na interação, enfati-

Métodos e técnicas remetem a conceitos organizacionais e de solução de problemas. No entanto, no caso do ensino médico, isso nem sempre é uma verdade, já que as ferramentas e o instrumental técnico são facilitadores, mas não garantem o sucesso da ação docente. Outros fatores estão envolvidos na ação de ensinar, em sua totalidade, e compreendem a técnica, as pessoas envolvidas no processo – professor e aluno –, a competência profissional e, de forma muito importante, a dimensão contextual.

As habilidades técnicas do professor perpassam o domínio de saber o que e como ensinar, tendo sempre presente que, dentro da organização preestabelecida, existem elementos imprevisíveis que demandam ações que deflagram a capacidade do profissional e seu preparo docente.

Ver todos os capítulos
Medium 9788582715369

Capítulo 149. Tosse aguda e crôica

Gustavo Gusso; José Mauro Ceratti Lopes; Lêda Chaves Dias Grupo A PDF Criptografado

CAPÍTULO 149

Tosse aguda e crônica

Tãnia de A. Barboza

Aspectos-chave

► A tosse aguda e crônica acomete 11 a 13% da população geral,

► Pesquisas apontam a tosse como um dos sintomas mais prevalentes

sendo um dos sintomas mais prevalentes na procura por atendimento, tanto em atenção primária à saúde (APS) como especializada.1–4

em idosos residentes na zona urbana,7 embora esses apresentem um reflexo tussígeno diminuído. A redução desse reflexo acarreta aumento da incidência de broncoaspiração.8

► A tosse repercute negativamente na vida social, profissional/escolar e familiar, por gerar morbidade física e psicológica significativa. Leva a sintomas como dor torácica, vômitos, incontinência urinária, síncope, cefaleia e outros, causando constrangimento social, prejuízo do sono, absenteísmo ao trabalho e escolar, impactando negativamente a qualidade de vida, além de gerar alto custo relativo a seu esclarecimento diagnóstico e com medicamentos.3,5,6

Ver todos os capítulos
Medium 9788582714812

Capítulo 24. Função neurológica

Charlotte Eliopoulos Grupo A PDF Criptografado

CAPÍTULO

24

Função neurológica

VISÃO GERAL

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM

Efeitos do envelhecimento no sistema nervoso

A leitura deste capítulo possibilitará a você:

Promoção da saúde do sistema neurológico

1. Descrever os efeitos do envelhecimento no sistema nervoso.

Doenças neurológicas relacionadas

Doença de Parkinson

Acidentes isquêmicos transitórios

Acidentes vasculares encefálicos (AVE)

Considerações gerais de enfermagem para atender pacientes com problemas neurológicos

Promoção da independência

Prevenção de lesão

2. Listar os fatores de risco de problemas neurológicos nos idosos.

3. Descrever medidas para promover a saúde do sistema neurológico dos idosos.

4. Identificar sinais e sintomas de distúrbios neurológicos nos idosos.

5. Descrever os sintomas, os aspectos peculiares e os cuidados de enfermagem relacionados em caso de doença de Parkinson, acidentes isquêmicos transitórios e AVE nos idosos.

Ver todos os capítulos
Medium 9788582715369

Capítulo 163. Doenças do sistema venoso

Gustavo Gusso; José Mauro Ceratti Lopes; Lêda Chaves Dias Grupo A PDF Criptografado

CAPÍTULO 163

Doenças do sistema venoso

Marco Túlio Aguiar Mourão Ribeiro

Tatiana Monteiro Fiuza

Henrique de Martins e Barros

Renan Montenegro Jr.

Aspectos-chave

► Os principais métodos diagnósticos da doença venosa crônica são examinador-dependentes e requerem habilidade clínica específica.

patológico e para o plano terapêutico adequado da doença venosa crônica.

► Anamnese e exame físico bem feitos e associados ao Doppler de on-

► A tromboembolia pulmonar (TEP) é a complicação mais grave da

das contínuas são o ponto de partida para o diagnóstico e o plano terapêutico.

tromboembolia venosa (TEV), sendo que mais da metade das pessoas que sofrem de TEP não possui afecções cirúrgicas, e sim clínicas.

► A classificação CEAP (Clínica, Etiologia, Anatomia, Fisiopatologia) é

► As doenças tromboembólicas, ou as condições com potencial para

fundamental para o diagnóstico clínico, etiológico, anatômico, fisio-

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos