988 capítulos
Medium 9788536322483

2. Água e Gelo

Srinivasan Damodaran, Kirk L. Parkin, Owen R. Fennema Grupo A PDF Criptografado

Água e Gelo

2

David S. Reid e Owen R. Fennema

CONTEÚDO

2.1

2.2

2.3

2.4

2.5

2.6

2.7

2.8

2.9

2.10

Introdução. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

Propriedades físicas da água e do gelo . . . . . . .

A molécula de água . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

Associação das moléculas de água . . . . . . . . . .

Dissociação de moléculas de água . . . . . . . . . .

Estruturas em sistemas de água pura . . . . . . . .

2.6.1 A estrutura do gelo . . . . . . . . . . . . . . . . .

2.6.2 A estrutura da água (líquida). . . . . . . . . .

Relação de fases da água pura . . . . . . . . . . . . .

Água na presença de solutos. . . . . . . . . . . . . . .

2.8.1 Gelo na presença de solutos . . . . . . . . . .

2.8.2 Interações água-soluto em soluções aquosas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

2.8.2.1 Nível macroscópico . . . . . . . . . .

2.8.2.2 Nível molecular: generalidades . .

2.8.2.3 Nível molecular: “água ligada” . .

2.8.2.4 Interações da água com íons e grupos iônicos . . . . . . . . . . . . . .

Ver todos os capítulos
Medium 9788582712313

Capítulo 20 - Delegação

Bessie L. Marquis, Carol J. Huston Grupo A PDF Criptografado

20

Delegação

… Delegar é principalmente confiar sua autoridade aos outros.

—Raphael M. Barishansky

... em sua forma mais elementar, delegar é fortalecer uma pessoa para agir em nome de outra.

—Susanne A. Quallich

PONTOS DE LIGAÇÃO

ESTE CAPÍTULO ABORDA:

BSN Essential II: Liderança organizacional básica e sistemas para a qualidade do cuidado e segurança dos pacientes

BSN Essential VI: Comunicação e colaboração entre profissionais para melhorar os resultados de saúde dos pacientes

BSN Essential VIII: Profissionalismo e valores profissionais

MSN Essential II: Liderança organizacional e de sistemas

MSN Essential VII: Colaboração entre profissionais para melhorar os resultados de saúde de pacientes e da população

QSEN Competency: Atendimento centrado no paciente

QSEN Competency: Trabalho em equipe e colaboração

QSEN Competency: Segurança

AONE Nurse Executive Competency I: Comunicação e desenvolvimento de relacionamentos

Ver todos os capítulos
Medium 9788582714263

C. Diagnóstico Diferencial de Transtornos Psicóticos

Michael B. First, Janet B. Williams, Rhonda S. Karg, Robert L. Spitzer Grupo A PDF Criptografado

196  DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL DE TRANSTORNOS PSICÓTICOS

C. DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL DE TRANSTORNOS PSICÓTICOS

Se nenhum dos itens relacionados aos Transtornos PsicóƟcos do Módulo B jamais foi apresentado, siga para D1 (DiagnósƟco

Diferencial de Transtornos do Humor), página 204.

Ao fazer as classificações para C1–C20, se não for possível determinar se uma classificação é “SIM” ou “NÃO”, pule para C22

(Outro Transtorno PsicóƟco Especificado), página 201.

C1

Os sintomas psicóƟcos ocorrem em momentos fora do período dos Episódios Depressivos Maiores (A12/A26) ou Maníacos (A40/A65).

A pergunta a seguir pode ser feita para maior esclarecimento: SE UM EPISÓDIO DEPRESSIVO MAIOR

OU MANÍACO JÁ FOI APRESENTADO: Já houve alguma vez que você teve (SINTOMAS PSICÓTICOS) e não estava (deprimido/elevado/irritável/TERMOS DO PRÓPRIO PACIENTE)?

SIM

NÃO

CRITÉRIOS PARA ESQUIZOFRENIA

Transtorno do Humor PsicóƟco

Vá para D1 (DiagnósƟco Diferencial de Transtornos do Humor), página 204.

Ver todos os capítulos
Medium 9788536532158

16.2 Legislação

Ana Letícia Carnevalli Motta, Renata Pinto Ribeiro Miranda, Sanmya Feitosa Tajra Editora Saraiva PDF Criptografado

188

Normas, Rotinas e Técnicas de Enfermagem

Figura 16.1  Administração de medicamentos.

a) Medicamentos: substâncias que, ao serem introduzidas no organis­mo, atendem a uma necessidade terapêutica, como prevenir doenças, vacinar, aliviar sintomas, reduzir a dor (analgesia) ou auxiliar nos diagnósticos, como contrastes. b) Drogas: palavra derivada do holandês drog (que significa seco – talvez pelo fato de os primeiros medicamentos serem derivados de plantas secas). É sinônimo de medicamento. c) Dose: quantidade de droga administrada para fins terapêuticos. d) Soluto: é a própria droga em si. e) Solvente: é onde a droga será reconstituída. f) Ação sistêmica: ocorre quando um agente é absorvido pela corrente sanguínea e é distribuído no organismo. g) Ação localizada: ocorre quando um agente é indicado para ser usado em um determinado tecido. h) Frequência de administração: a definição quanto aos horários de administração de medicamentos será de acordo com o intervalo estabelecido em prescrição médica, dependendo da natureza do medica­mento e do plano assistencial elaborado para o cliente. Deve ser analisado o melhor horário para o cliente, mas também o nível san­guíneo em que deve ser mantida a droga. i) Sinergismo: quando as drogas são associadas e uma potencializa o efeito da outra. j) Antagonismo: quando as drogas são associadas e uma anula ou minimiza o efeito da outra.

Ver todos os capítulos
Medium 9788536532158

10.3 Banho no leito

Ana Letícia Carnevalli Motta, Renata Pinto Ribeiro Miranda, Sanmya Feitosa Tajra Editora Saraiva PDF Criptografado

124

Normas, Rotinas e Técnicas de Enfermagem

e) 1 pacote de gaze; f) 1 copo com água; g) 1 par de luvas de procedimento; h) 1 saco plástico ou cuba rim forrada; i) 1 unidade de toalha.

em possu e u q s s cai s orai

Há lo adore . z i n e i s hig rtávei desca

Procedimentos a) Colocar o cliente em Fowler, se possível. b) Proteger a roupa do leito com toalha. c) Montar as gazes com espátula. d) Proceder à limpeza dos dentes com a solução para higiene oral. e) Fazer a limpeza de toda cavidade oral. f) Secar os lábios do cliente. g) Organizar o material.

10.2  Higiene íntima – feminina e masculina

Técnica fundamental para proporcionar sensação de limpeza e higiene.

Trata-se da limpeza dos órgãos genitais femininos e masculinos.

Materiais a) 1 unidade de bandeja; b) 1 jarro com água morna; c) 1 par de luvas de procedimento; d) 1 unidade de comadre e/ou papagaio; e) 1 biombo, se necessário; f) 1 unidade de toalha.

CAPÍTULO 10

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos