959 capítulos
Medium 9788582715826

Capítulo 13 - Hematologia

Stephen Doral Stefani, Elvino Barros Grupo A ePub Criptografado

Paula Tabbal da Costa

Ana Cristina Fenili

Rafaela Komorowski Dal Molin

A anisocitose refere-se à variação no tamanho das hemácias (eritrócitos). Células grandes indicam retardo na síntese de DNA (p. ex., causadas por deficiência de folato ou de vitamina B12), e células pequenas indicam defeito na síntese de hemoglobina (Hb) (em situações de deficiência de ferro e genes anormais da Hb).

A pecilocitose refere-se a formas anormais das hemácias (Quadro 13.1).

QUADRO 13.1 ALTERAÇÕES NA MORFOLOGIA DAS HEMÁCIAS E CONDIÇÕES CLÍNICAS ASSOCIADAS

ALTERAÇÕES NA MORFOLOGIA/INCLUSÕES ERITROCITÁRIAS

CONDIÇÕES CLÍNICAS ASSOCIADAS

Acantócitos (células espiculadas)

Hepatopatia grave; abetalipoproteinemia

Equinócitos (células espinhosas)

Uremia

Eliptócitos (células elípticas)

Eliptocitose hereditária

Esquizócitos (células fragmentadas)

Ver todos os capítulos
Medium 9788582714959

Capítulo 84. Náuseas E Vômitos

Alberto Augusto Alves Rosa, José Luiz Möller Flôres Soares, Elvino Barros Grupo A PDF Criptografado

NÁUSEAS E VÔMITOS

Hochberg MC, Silman AJ, Smolen JS, Weinblatt ME, Weismen MH. Rheumatology. 6th ed. Philadelphia: Elsevier;

2015. p. 658-69.

Kyriakides T, Angelini C, Schaefer J, Mongini T, Siciliano G, Sacconi S, et al. EFNS review on the role of muscle biopsy in the investigation of myalgia. Eur J Neurol. 2013;20(7):997-1005.

Longo DL, Fauci AS, Kasper DL, Hauser SL, Jameson JL, Loscalzo L. Harrison’s principles of internal medicine.

18th ed. New York: McGraw-Hill; 2013. p. 3487-508.

Ropper AH, Samuels MA, Klein JP. Adams and Victor's principles of neurology. 10th ed. New York: McGraw-Hill;

2014. p. 1407-71.

Shmerling RH. Approach to the patient with myalgia. Waltham: UpToDate; 2017 [capturado em 24 out. 2017].

Disponível em: https://www.uptodate.com/contents/approach-to-the-patient-with-myalgia.

CAPÍTULO 84

NÁUSEAS E VÔMITOS

MICHELE GRACIOLI SCHNEIDER

GABRIEL DALLA COSTA

CONCEITOS ► Náuseas e vômitos (ou N/V) são queixas comuns na práti-

Ver todos os capítulos
Medium 9788565852630

29. Hiperaldosteronismo primário

Luciano Fochesatto Filho, Elvino Barros Grupo A PDF Criptografado

29

Hiperaldosteronismo primário

Mateus Dornelles Severo

Jordana de Fraga Guimarães

Beatriz D. Schaan

Elvino Barros

CASO CLÍNICO

Um paciente do sexo masculino, 28 anos, comparece à consulta devido à hipertensão arterial sistêmica de diagnóstico recente. Ele afirma sentir fraqueza muscular e parestesias e não ter administrado medicamentos. As medidas de pressão arterial aferidas no posto de saúde são de, em média, 170/100 mmHg. Nos exames laboratoriais, constataram-se resultados normais, exceto por hipocaliemia. O eletrocardiograma apresenta ondas T apiculadas. No exame físico, o paciente apresenta pressão arterial de 175/110 mmHg, frequência cardíaca de 60 bpm e índice de massa corporal (IMC) de 23 kg/m2, sem outras particularidades.

DEFINIÇÃO

ETIOLOGIA

O hiperaldosteronismo primário é um estado de produção de aldosterona excessivo de forma inapropriada, relativamente independente do sistema renina-angiotensina e não supressível por sódio. A produção inapropriada de aldosterona causa hipertensão arterial acompanhada de supressão da renina plasmática, retenção de sódio e hipercaliúria, a qual pode determinar hipocaliemia, bem como elevado risco cardiovascular a longo prazo desproporcional ao conferido apenas pelos altos níveis pressóricos.

Ver todos os capítulos
Medium 9788536702704

Capítulo 114 - Baixa súbita de visão

Emilia Inoue Sato, Álvaro N. Atallah, Angelo Amato, Lydia Masako Ferreira Grupo A PDF Criptografado

URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS

114

BAIXA SÚBITA DE VISÃO

■■ NILVA S. B. MORAES

A perda súbita de visão é, por definição, a baixa visual que ocorre de maneira abrupta, podendo ser uni ou bilateral. Quando unilateral, deve ser diferenciada de descoberta súbita da baixa visual, em que o paciente já apresentava a acuidade visual diminuída em virtude, por exemplo, da ambliopia, porém por ter visão preservada no outro olho, não havia feito o diagnóstico da baixa visão. A história de doenças oculares prévias é fundamental para a compreensão da baixa visual.

Quando a baixa súbita da visão é uni ou bilateral, é considerada uma urgência oftalmológica e o paciente deve procurar um pronto-socorro oftalmológico.

ATENÇÃO!

A perda súbita da visão bilateral está mais associada a doenças sistêmicas, principalmente as neurológicas; quando a baixa visual súbita é unilateral, trata-se de doença ocular.

Se a baixa visual é acompanhada de vermelhidão ocular e dor, devemos descartar a presença de inflamação intraocular e do nervo óptico. E, se antes da baixa visual súbita, houve história de alterações transitórias da visão (amaurose fugaz), pode-se tratar de fenômenos embólicos.

Ver todos os capítulos
Medium 9788520433447

27. Distúrbios imunológicos

Vagner Raso, Julia Maria D Greve, Marcos Doederlein Polito Editora Manole PDF Criptografado

capítulo

27

Distúrbios imunológicos

Ronaldo Vagner Thomatieli dos Santos

A incidência de doenças relacionadas ao sistema imunológico tem crescido nos últimos anos. Em alguns casos, como câncer de cólon e próstata, HIV/aids e lúpus eritematoso, que serão abordados nesta obra, o tratamento farmacológico clássico para a cura e/ou controle é dispendioso financeiramente para o indivíduo e para o Estado; pode ser prolongado e doloroso, pois pode impor severos danos colaterais ao indivíduo.

O exercício físico agudo promove destacado desequilíbrio da homeostase, fazendo com que o organismo gere respostas fisiológicas e bioquímicas na tentativa de restabelecer o equilíbrio. Quando a resposta ao exercício agudo ganha cronicidade, as recorrentes sessões de exercício físico resultam adaptações ao treinamento. A literatura a respeito dos benefícios do treinamento aeróbico é vasta, e, mais recentemente, dos exercícios com pesos, na promoção da saúde, prevenção de doenças crônicas não transmissíveis e como forma de tratamento não farmacológico e auxiliar de diversas doenças, inclusive as relacionadas ao sistema imunológico7.

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos