355 capítulos
Medium 9788520433317

9. Perna, tornozelo e pé

CAEL, Christy Editora Manole PDF Criptografado

9

Perna, tornozelo e pé

Objetivos de aprendizagem

Depois de estudar o conteúdo deste capítulo, você deverá ser capaz de:

• Identificar as principais estruturas da perna, do tornozelo e do pé,

incluindo os ossos, as articulações, as estruturas especiais e os músculos superficiais e profundos.

• Identificar a postura normal e os desvios posturais da perna, do tornozelo e do pé.

• Nomear e palpar os principais acidentes ósseos na superfície da perna, do tornozelo e do pé.

• Desenhar, nomear, palpar e ativar os músculos superficiais e profundos da perna, do tornozelo e do pé.

• Identificar as fixações e o suprimento nervoso dos músculos da perna, do tornozelo e do pé.

• Identificar e demonstrar todas as ações dos músculos da perna, do tornozelo e do pé.

• Descrever os eventos da marcha humana e identificar os músculos envolvidos em cada fase.

• Demonstrar a amplitude de movimento passivo e resistido da perna, do tornozelo e do pé.

Ver todos os capítulos
Medium 9788520432488

32. Treino orientado à tarefa

Rodrigo Deamo Assis Manole PDF Criptografado

32

Treino orientado à tarefa

Kátia M. G. Allegretti

Camila Quel de Oliveira

Heloise Cazangi Borges

INTRODUÇÃO

O treino orientado à tarefa (TOT) é baseado nos estudos das teorias do controle motor, com ênfase na abordagem dos sistemas dinâmicos e da aprendizagem motora.

Trata-se de um conceito abrangente, integrado e reconhece também a importância das teorias mais antigas. A abordagem dos sistemas dinâmicos complementa a teo­ ria dos sistemas. Essa abordagem foi criada pelo cientista russo Nicolai Bernstein

(1896-1966) que passou a considerar o corpo como um sistema mecânico com massa, submetido a forças externas (gravidade) e internas, incluindo a inércia e as forças dependentes do movimento. Além disso, Bernstein verificou que o corpo tem muitos graus de liberdade (músculos e articulações) que podem ser controlados. Com a incorporação desses novos conceitos, a abordagem dos sistemas dinâmicos reconhece que o movimento surge da interação indivíduo, tarefa e ambiente. Em um indivíduo, o movimento emerge entre estruturas e processos cerebrais. Assim, inclui aspectos relacionados à percepção, cognição e ação. A tarefa pode incluir imensa variedade de tarefas funcionais, como aquelas que envolvem mobilidade, estabilidade e manipulação. O ambiente pode ser dividido em regulador e não regulador, ou seja, pode auxiliar o movimento ou até mesmo restringi-lo.

Ver todos os capítulos
Medium 9788580552713

Capítulo 1 - A Ciência Básica das Modalidades Terapêuticas

William E. Prentice Grupo A PDF Criptografado

1

A Ciência Básica das Modalidades

Terapêuticas

William E. Prentice e Bob Blake

O B J ET I VO S k k k k k

k k k k

Após a conclusão deste capítulo, o estudante será capaz de: listar e descrever as diferentes formas de energia utilizadas com modalidades terapêuticas; classificar as várias modalidades de acordo com o tipo de energia utilizada por cada uma; analisar a relação entre comprimento de onda e frequência para energia eletromagnética; discutir o espectro eletromagnético e como várias modalidades que usam energia eletromagnética são relacionadas; explicar como as leis que governam os efeitos da energia eletromagnética se aplicam a diatermia, amplificação da luz por emissão estimulada de variação (laser, do inglês light amplification by simulated emission of radiation) e luz ultravioleta; discutir como as modalidades de energia térmica – termoterapia e crioterapia – transferem calor através de condução; explicar as várias maneiras em que a energia elétrica pode ser usada para produzir um efeito terapêutico; comparar e contrastar as propriedades de energia eletromagnética e sonora; explicar como a compressão intermitente, a tração e a massagem utilizam energia mecânica para produzir um efeito terapêutico.

Ver todos os capítulos
Medium 9788527730617

20 - Efeito das Dicas de Aprendizagem na Aquisição de Habilidades Motoras

TANI, Go Grupo Gen PDF Criptografado

20

Efeito das Dicas de

Aprendizagem na Aquisição de Habilidades Motoras

Maria Teresa da Silva Pinto Marques-Dahi, Silmara Cristina Pasetto,

Thiago Rogel Santos Ferreira e Andrea Michele Freudenheim

Considerações iniciais

Na execução de uma habilidade motora, diversas informações estão presentes no ambiente e, na falta de conhecimento sobre as demandas da tarefa, o aprendiz direciona a sua atenção a muitos aspectos de maneira indiferenciada. Como a capacidade de atenção do ser humano é limitada, é inviável prestar atenção a muitos estímulos simultaneamente.1 Nesse contexto, a dica fornecida pelo instrutor tem como objetivo ajudá-lo no direcionamento da sua atenção aos elementos fundamentais à execução da habilidade motora.2 Ela é utilizada como estratégia de atenção seletiva, em que as informações importantes são selecionadas e as irrelevantes ignoradas.3,4 Em outras palavras, ao favorecer a identificação e a seleção das informações relevantes, o fornecimento de dicas pode auxiliar na canalização da atenção do aprendiz.2,3,5

Ver todos os capítulos
Medium 9788527730617

37 - Arte e Ciência da Habilidade de Não Ser Fintado

TANI, Go Grupo Gen PDF Criptografado

37

Arte e Ciência da Habilidade de Não Ser Fintado

Go Tani

Considerações iniciais

Em artigo de 2004, foram analisadas a arte e a ciência da finta no futebol.1 O objetivo era abordar a finta com olhar científico, mas tendo em devida conta a sua dimensão artística. Na realidade, o texto foi escrito com a expectativa de que os conhecimentos sobre os mecanismos da finta e os fatores que a afetam pudessem contribuir para a formação e o treinamento de jogadores, não apenas para melhorar as suas habilidades nesse fundamento, mas também para estimular a sua dimensão artística, cada vez mais desprestigiada no chamado “futebol moderno”. Afinal, sem a habilidade motora, fica muito difícil de a arte se manifestar.

De fato, a dimensão artística do futebol fica relegada a segundo plano quando o pensamento dominante no processo de formação e treinamento está focado no trabalho com o aspecto energético do movimento; em outras palavras, com o fortalecimento do “cavalo”, negligenciando o “cavaleiro”, inclusive para tentar melhorar a habilidade motora.2,3 Como esperar a presença ou a manifestação da dimensão artística em ações como correr muito, deslocar-se rápido, saltar bastante, disputar a bola com vigor, bater forte no ombro a ombro, marcar duramente o adversário e chutar com força, apenas para citar algumas insistentemente enfatizadas e valorizadas, no futebol ensinado, praticado e treinado nos dias de hoje?

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos