64 capítulos
Medium 9788521633648

Capítulo 5 Distribuições Teóricas de Probabilidades

OLIVEIRA, Francisco Estevam Martins de Grupo Gen PDF Criptografado

Distribuições

Teóricas de

Probabilidades

“No fundo, a teoria das probabilidades

é apenas o senso comum expresso em números.”

Laplace

005oliveira.indd 181

5

09/05/17terça-feira 15:56

Resumo Teórico

5.1 Distribuição de Probabilidade

Trata-se de uma expressão matemática aplicável a múltiplas situações desde que determinadas premissas sejam respeitadas. Possibilita o cálculo de uma probabilidade por meio da simples aplicação de uma fórmula ou, às vezes, da leitura de uma tabela.

5.2 Distribuição Binomial

É a distribuição que envolve um número finito de tentativas; os resultados das diversas tentativas são independentes, de modo que a probabilidade de que certo resultado seja o mesmo em cada tentativa; cada tentativa admite somente dois resultados, mutuamente exclusivos, tecnicamente chamados sucesso e fracasso.

A distribuição binomial é caracterizada por dois parâmetros, p e n. A constante p é o parâmetro contínuo e n é o parâmetro discreto. Quando p 5 q, a distribuição é chamada simétrica; do contrário, assimétrica.

Ver todos os capítulos
Medium 9788521633648

Tabelas Estatísticas

OLIVEIRA, Francisco Estevam Martins de Grupo Gen PDF Criptografado

Tabelas

Estatísticas

tabelasOliveira.indd 246

07/04/17sexta-feira 14:35

Área sob a curva normal de 0 a z

z

0

z

0,00

0,01

0,02

0,03

0,04

0,05

0,06

0,07

0,08

0,09

0,0

0,0000

0,0007

0,0080

0,0120

0,0160

0,0199

0,0239

0,0279

0,0319

0,0359

0,1

0,0398

0,0438

0,0478

0,0517

0,0557

0,0596

0,0636

0,0675

0,0714

0,0753

0,2

0,0793

0,0832

0,0871

0,0910

0,0948

0,0987

0,1026

0,1064

0,1103

0,1141

0,3

0,1179

0,1217

0,1255

0,1293

0,1331

0,1368

0,1406

0,1443

0,1480

0,1517

0,4

0,1554

0,1591

0,1628

0,1664

0,1700

0,1736

0,1772

0,1808

0,1844

0,1879

0,5

0,1915

0,1950

Ver todos os capítulos
Medium 9788521633648

Capítulo 2 Fundamentos da Contagem

OLIVEIRA, Francisco Estevam Martins de Grupo Gen PDF Criptografado

Fundamentos da Contagem

“Tentar e falhar é, pelo menos, aprender.

Não chegar a tentar é sofrer a inestimável perda do que poderia ter sido.”

Geraldo Eustáquio

002oliveira.indd 81

2

05/05/17sexta-feira 12:10

Resumo Teórico

2.1 Análise Combinatória

A Análise Combinatória, por motivo de suas múltiplas aplicações, desempenha importante papel no estudo do cálculo das probabilidades.

Essencialmente, as questões que ocorrem na Análise Combinatória são problemas de contagem, ou seja, consistem na determinação do número de elementos de conjuntos finitos sujeitos a leis de formação bem definidas. Portanto, pela própria natureza dos problemas de que se ocupa, verifica-se de imediato a necessidade de apresentar essa matéria antes de iniciar o estudo do cálculo das probabilidades.

2.1.1 Regra do Produto

Considerando r conjuntos

A 5 {a1, a2, a3, ..., an1} com n(A) 5 n1

B 5 {b1, b2, b3, ..., bn2} com n(B) 5 n2

Ver todos os capítulos
Medium 9788521633648

Respostas dos Exercícios Propostos

OLIVEIRA, Francisco Estevam Martins de Grupo Gen PDF Criptografado

Respostas dos

Exercícios Propostos

“Sou artista o bastante para desenhar livremente com minha imaginação.

Imaginação é mais importante que conhecimento. O conhecimento é limitado, a imaginação abrange o mundo.”

Albert Einstein

repOliveira.indd 250

09/05/17terça-feira 14:44

Estatística Descritiva

1.1

Ano

Número absoluto

Número índice

Variação (%) sobre

(1996 5 100,00)

1996

Ano anterior

1996

15.000

100,00

2

2

1997

20.000

133,33

133,33

133,33

1998

22.000

146,66

146,66

110,00

1999

15.000

100,00

2

231,82

2000

25.000

166,00

166,66

166,66

1.3 $ 35,20

1.4 Cidade B

1.5 a. 72,2 pontos

b. 3 alunos

1.6 a. Proposta II, pois proporciona um reajuste global de 89 %

b. 7,5 %

1.7 8

1.8 300 g

1.9 a. $ 60.000.000.000,00

Ver todos os capítulos
Medium 9788521633648

Capítulo 6 Regressão Linear Simples

OLIVEIRA, Francisco Estevam Martins de Grupo Gen PDF Criptografado

Regressão

Linear Simples

“Nada lhe posso dar que já não exista em você mesmo. Não lhe posso abrir outro mundo de imagens, além daquele que há em sua própria alma. Nada lhe posso dar a não ser a oportunidade, o impulso, a chave. Eu o ajudarei a tornar visível o seu próprio mundo, e isso é tudo.”

Hermann Hesse

006oliveira.indd 219

6

09/05/17terça-feira 15:31

Resumo Teórico

6.1 Análise de Regressão Linear Simples

Muitos estudos estatísticos têm como objetivo estabelecer uma relação traduzida por uma equação que permita estimar o valor de uma variável em função de outra ou outras variáveis.

O caso mais simples é traduzir essa relação pela equação de uma reta, quando o acréscimo de uma variável, designada por dependente e usualmente representada por Y, varia linearmente com os acréscimos provocados em outra variável, designada por independente, representada por X.

Essas equações são usadas em situações nas quais se pretende:

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos