497 capítulos
Medium 9788520440018

10. Articulação do tornozelo e do pé

STAUGAARD-JONES, Jo Ann  Editora Manole PDF Criptografado

Articulação do tornozelo e do pé

10

A construção da articulação do tornozelo/pé é a mais intrigante.

Os 26 ossos (7 tarsais, 5 metatarsais e 14 falanges), os 19 grandes músculos, muitos pequenos músculos intrínsecos da planta do pé e mais de 100 ligamentos compõem a estrutura principal de cada articulação do tornozelo e do pé.

A transferência de peso da tíbia para o tálus e então para o calcâneo (osso do calcanhar) é um incrível ato de equilíbrio em que se recebe o peso de todo o corpo e, em seguida, impulsiona-o adiante para o restante do pé.

Cap. 10ok.indd 177

13/8/15 11:23 AM

178

Exercício e movimento: abordagem anatômica

ARTICULAÇÃO DO TORNOZELO E DO PÉ

Articulações e ações da articulação do tornozelo e do pé

A articulação superior do tornozelo é o ponto de articulação entre a tíbia, a fíbula e o tálus.

Eles se encaixam firmemente; é uma articulação do tipo gínglimo, em que ocorrem as ações de flexão plantar e flexão dorsal. A articulação inferior, ou distal, do tornozelo é uma combinação das articulações talocalcânea e transversa do tarso. Os sete ossos tarsais estão localizados nessa área, e há diversos movimentos entre as várias articulações. A autora prefere simplificar as ações articulares da área utilizando os termos“pronação”e“supinação”(ver página 179).

Ver todos os capítulos
Medium 9788520431665

10. AS CIRURGIAS NEONATAIS

DEUTSCH, Alice D'Agostini; DORNAUS, Maria Fernanda P. S.; WAKSMAN, Renata Dejtiar Editora Manole PDF Criptografado

AS CIRURGIAS

NEONATAIS

Em função da maior vulnerabilidade dos prematuros a acometimen‑ tos, complicações e processos que afetam sua saúde, eles podem ne‑ cessitar de cirurgias para o tratamento de sua intercorrência. Neste capítulo, são apresentadas algumas cirurgias mais comuns realizadas em prematuros. O esclarecimento de qualquer dúvida pertinente à saúde do bebê deve ser feito diretamente com o médico ou a equipe que o estiver acompanhando.

DRENAGEM DE TÓRAX

O pulmão

O pulmão é o principal órgão do sistema respiratório, sendo respon‑ sável pelas trocas gasosas entre o meio ambiente e o sangue. É com‑ posto de brônquios, os quais se dividem em bronquíolos e alvéolos pulmonares. Os alvéolos são estruturas saculares localizadas no fi‑ nal de cada bronquíolo, e estão em contato com os capilares (vasi‑

199

nhos) pulmonares, por onde flui o sangue não oxigenado. É aí que ocorrem as trocas gasosas, com a entrada de oxigênio e a saída de gás carbônico.

Ver todos os capítulos
Medium 9788580550771

10. Avaliação da Lesão Fora do Campo

William E. Prentice Grupo A PDF Criptografado

10

Avaliação da Lesão Fora do Campo

■ Objetivos

Ao terminar este capítulo, você deverá ser capaz de

• Discutir sobre a importância do fisioterapeuta esportivo na determinação de um diagnóstico clínico preciso.

• Revisar a terminologia usada na avaliação de lesões.

• Aplicar o esquema de avaliação fora do campo

HOPTE.

• Organizar o processo de registro dos resultados da avaliação fora do campo ou progressiva.

■ Sumário

• Reconhecer as técnicas de diagnóstico adicionais que podem ser colocadas à disposição do fisioterapeuta esportivo pelo médico da equipe.

• Discutir como se pode realizar uma avaliação de risco ergonômico para reduzir lesões relacionadas ao local de trabalho.

■ Palavras-chave

Diagnóstico e avaliação clínica 277

biomecânica

sequela

Conhecimentos básicos 277

patomecânica

síndrome

Avaliações do progresso 289

etiologia

Como registrar a avaliação da lesão 291

mecanismo

amplitude de movimento ativa

Notas SOAP 291

patologia

Exames e testes diagnósticos adicionais usados pelo médico 292

sintomas clínicos

Avaliação de risco ergonômico 297

Ver todos os capítulos
Medium 9788563308658

10 Fármacos Antiarrítmicos

Peter C. Panus, Erin E. Jobst, Suzanne L. Tinsley, Susan B. Masters, Anthony J. Trevor, Bertram Katzung Grupo A PDF Criptografado

10

Fármacos Antiarrítmicos

As arritmias cardíacas reduzem o débito cardíaco e ocorrem comumente na presença de doença cardíaca preexistente; são a causa mais comum de morte em pacientes que sofreram um infarto do miocárdio, e mais de 80% dos pacientes com infarto agudo do miocárdio apresentam arritmias. As arritmias cardíacas também ocorrem em até 25% dos pacientes tratados com digitálicos e 50% dos pacientes anestesiados. Os pacientes com desequilíbrio eletrolítico igualmente apresentam arritmias, sendo os diuréticos fontes importantes de tais desequilíbrios. As arritmias podem exigir tratamento por causa dos ritmos muito rápidos, muito lentos ou dessincronizados. Algumas arritmias podem precipitar distúrbios de ritmo mais graves ou até letais. Por exemplo, as contrações ventriculares prematuras (PVC) podem precipitar a fibrilação ventricular, fatal se não corrigida imediatamente. Em tais pacientes, os fármacos antiarrítmicos podem salvar vidas. Por outro lado, o tratamento farmacológico das arritmias assintomáticas ou pouco sintomáticas deve ser evitado até que seja clinicamente necessário por causa da capacidade de muitos dos referidos fármacos induzirem a arritmias letais.

Ver todos os capítulos
Medium 9788520429044

10. Lifting 3D do busto

MEYER, Sophie Editora Manole PDF Criptografado

10

Lifting 3D

do busto

T�cnicas de massagem

Esse protocolo manual singular praticado ao nível do busto é oriundo do Japão. A massagem foi denominada lifting em três dimensões, ou lifting 3D, porque seu objetivo principal é o rejuvenescimento e a tonificação do busto e, sobretudo, porque ela também é executada nas costas e nos ombros. De fato, essa técnica tão interessante melhora de modo considerável a postura da cliente. Após uma sessão de lifting 3D, ela ficará muito mais ereta, seus ombros ficarão mais relaxados e baixos, seu pescoço parecerá mais projetado e seu busto mais firme e elevado, conferindo-lhe uma atitude visivelmente rejuvenescida e muito mais altiva.

O PRINCÍPIO DO LIFTING 3D

Fala-se em lifting em três dimensões porque as mãos do profissional trabalham em três dimensões e o resultado obtido também é em três dimensões.

A massagem do busto também é executada ao nível das costas, pois a coluna vertebral, assim como todos os músculos que a entornam, representa de fato um verdadeiro sistema de sustentação para o esqueleto humano. Dessa maneira, o lifting 3D irá melhorar de forma considerável a postura da cliente, seu tórax parecerá muito mais tônico e nitidamente mais alto.

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos