497 capítulos
Medium 9788520441053

12. A importância do grupo do leite na alimentação

Ligia Araújo Martini; Bárbara Santarosa Emo Peters Editora Manole PDF Criptografado

12

A IMPORTÂNCIA DO GRUPO

DO LEITE NA ALIMENTAÇÃO

Sonia Tucunduva Philippi

Rita de Cássia de Aquino

Graziela Biude Silva

Silvia Maria Franciscato Cozzolino

INTRODUÇÃO

Sabe-se que todos os grupos de alimentos são importantes no planejamento da alimentação saudável e devem ser selecionados em quantidades adequadas ao atendimento das necessidades nutricionais do indivíduo. No entanto, ao planejar uma dieta, além de combinar nutrientes essenciais, é preciso considerar escolhas alimentares criativas e saborosas, em que o chamado grupo do leite, que inclui os queijos e iogurtes, ocupa um dos papéis principais, podendo participar de diferentes formas em todas as refeições.

Os alimentos que compõem o grupo do leite, todos os tipos de leite, de queijos e de iogurtes, constituem um grupo da pirâmide dos alimentos que se encontra no mesmo nível de carnes, oleaginosas e feijões. É considerado um grupo fonte de proteínas de alta qualidade nutricional e de nutrientes como cálcio, fósforo, vitaminas A e B21, sendo o leite o principal alimento, uma vez que origina os outros produtos.

Ver todos os capítulos
Medium 9788582603147

Capítulo 4 - Ergonomia cognitiva

Vanderlei Moraes Corrêa; Rosane Rosner Boletti Grupo A PDF Criptografado

capítulo 4

Ergonomia cognitiva

A ergonomia cognitiva, também conhecida como engenharia psicológica, ocupa-se da análise dos processos mentais, como percepção, memória, raciocínio e resposta motora conforme afetam a relação entre o homem e outros elementos de um sistema. Trata-se de um campo de estudo interdisciplinar, mas seu objetivo primeiro é tornar as soluções tecnológicas compatíveis às necessidades e características dos usuários. Neste capítulo, conheceremos melhor as atividades mentais que são importantes para a análise ergonômica, bem como os conceitos mais importantes da interação humano-máquina.

Objetivos de aprendizagem s Definir atividade mental no âmbito do trabalho. s Explicar por que a captação da informação, a memória e a manutenção do estado de alerta são processos mentais de suma importância para o ergonomista. s Identificar as etapas do processamento de informação no sistema humano-máquina. s Reconhecer a importância da interface no projeto de produtos. s Identificar mostradores e controles adequados a cada atividade de trabalho. s Conceituar e aplicar o ergodesign.

Ver todos os capítulos
Medium 9788582714010

Capítulo 16. Costas

Jim Stoppani Grupo A PDF Criptografado

CAPÍTULO 16

Costas

Este capítulo contém a descrição detalhada dos principais exercícios que enfatizam os músculos das costas, incluindo o latíssimo do dorso (grande dorsal – dorsais), o redondo maior, os romboides* (logo abaixo do trapézio) e os músculos profundos, como os eretores da coluna. Observe, na figura, a localização de cada músculo. Os exer-

cícios para costas são divididos em remadas com barra, com halteres, com cabos, com bandas elásticas ou em máquinas, assim como puxadas e flexões na barra, pullovers e exercícios lombares. Independentemente do exercício utilizado na sessão de treino, ele pode ser substituído por outro do mesmo tipo.

Redondo maior

Romboides

Eretores da espinha

Latíssimo do dorso

(grande dorsal)

  N. de R. T.: São representados pelos músculos romboide maior e romboide menor.

*

362   Jim Stoppani

Remadas com barra

Flexões na barra e puxadas

Remada curvada com barra

363

Ver todos os capítulos
Medium 9788520432921

4. Elefante e a descarga de peso no punho

CALAIS-GERMAIN, Blandine; RAISON, Bertrand Editora Manole PDF Criptografado

4

Elefante

e a descarga de peso no punho

47

Elefante e a descarga de peso no punho

Este exercício, que faz parte dos exercícios básicos do Pilates, gera pressões repetidas sobre uma região pouco adaptada a recebê-las.

48

Princípio do exercício

Posição inicial

Os pés apoiam-se sobre o carrinho, tocando ou não nas ombreiras

(isso depende da flexibilidade dos tornozelos).

As mãos são colocadas sobre a barra e o apoio é feito sobre elas, o tronco é posicionado com a cabeça para baixo, o quadril realiza uma flexão ampla, bem como a parte inferior do tronco.

Deslocamento

Neste movimento deve-se afastar um pouco os pés das mãos. Assim, a flexão do quadril e do tronco diminui. Esse exercício é feito contra a resistência do carrinho. O retorno aproxima pés e mãos e a flexão do quadril e do tronco aumenta.

A amplitude do movimento de ida e volta é pequena, pois trabalhamos no limite do alongamento dos isquiotibiais.

Ver todos os capítulos
Medium 9788536322711

Capítulo 7 - Conceito de Função

Mark Dutton Grupo A PDF Criptografado

CAPÍTULO 7

CONCEITO DE FUNÇÃO

OBJETIVOS DO CAPÍTULO

� Ao concluir o capítulo, o leitor será capaz de:

1. Listar os vários componentes do processo de incapacidade e discutir cada um deles.

2. Diferenciar dano, limitações funcionais e incapacitação.

3. Descrever alguns modelos do processo de incapacitação.

4. Discutir as variáveis que influenciam o processo patologia-incapacitação.

5. Descrever os propósitos de ferramentas específicas para medições de doenças.

6. Demonstrar conhecimento acerca dos vários métodos de medição de dano, limitações funcionais e incapacitação.

VISÃO GERAL

Você não precisa ser incapacitado para ser diferente – todos são diferentes.

Kim Peek (1951–)

Talvez um dos mais importantes desenvolvimentos na assistência médica na última década seja o reconhecimento da importância da percepção do paciente sobre a saúde e os resultados funcionais.1 Esse reconhecimento mudou o foco de exames, avaliações e diagnósticos subsequentes da fisioterapia para o reconhecimento dos danos e sua relação com quaisquer limitações ou incapacitações funcionais.

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos