17 capítulos
Medium 9788520431665

3. O NASCIMENTO DO BEBÊ PREMATURO

Renata Dejtiar Waksman, Maria Fernanda P. S. Dornaus, Alice D'Agostini Deutsch Editora Manole PDF Criptografado

O NASCIMENTO DO

BEBÊ PREMATURO

A OXIGENAÇÃO DO BEBÊ ANTES E DEPOIS DO

NASCIMENTO

Durante a vida intrauterina, a oferta de oxigênio materno através da placenta é essencial para a sobrevida do feto.

Quando estão perto de completar 38 semanas de idade gestacional, os pulmões fetais contêm cerca de 50 milhões de unidades alveolocapilares (os pulmões adultos possuem cerca de 300 milhões).

Essas unidades alveolocapilares são preenchidas principalmente com líquidos, mais do que com ar, e os vasos sanguíneos que envolvem os alvéolos estão vasoconstritos (contraídos), e por isso não têm a função de absorver o oxigênio. Para mais informações, consulte o item

“Problemas respiratórios”, no capítulo “Acompanhamento do desenvolvimento do prematuro”.

Após o nascimento, com o clampeamento dos vasos umbilicais

(corte do cordão umbilical), o bebê não estará mais ligado à placenta

23

e, portanto, dependerá de seus pulmões como a única fonte de obter oxigênio. Assim, em poucos segundos, com o início dos movimentos respiratórios, o ar chega aos pulmões e enche os alvéolos, e os vasos sanguíneos que envolvem os alvéolos passam a absorver o oxigênio e abastecer os tecidos do corpo do bebê.

Ver todos os capítulos
Medium 9788536322711

Capítulo 18 - O Complexo da Articulação do Joelho

Mark Dutton Grupo A PDF Criptografado

C A P Í T U L O 18

O COMPLEXO DA ARTICULAÇÃO DO JOELHO

OBJETIVOS DO CAPÍTULO

� Ao concluir o capítulo, o leitor será capaz de:

1. Descrever a anatomia da articulação, dos ligamentos, dos músculos e do suprimento sanguíneo e nervoso que compreendem o complexo da articulação do joelho.

2. Descrever a biomecânica das articulações tibiofemoral e patelofemoral, incluindo as forças envolvidas com as atividades de cadeias fechada e aberta, as posições com espaço e com atrito articulares, as barreiras articulares normal e anormal, os pares de força e os estabilizadores articulares.

3. Descrever o propósito e os componentes de um exame para o complexo da articulação do joelho.

4. Executar um exame detalhado do complexo da articulação do joelho, incluindo palpação das estruturas articulares e do tecido mole, testes de mobilidade ativa e passiva específicos, testes de estabilidade e testes especiais.

5. Entender o propósito do teste da função muscular e ir além da informação dos achados.

Ver todos os capítulos
Medium 9788536529783

3.3 Instrumentos para o controle higiênico sanitário

Simone Pires de Matos Editora Saraiva PDF Criptografado

embalagem e reembalagem, fracionamento, comercialização e uso de alimentos, incluindo águas minerais, águas e fontes e bebidas, aditivos e embalagens para alimentos. A portaria estabelece normas para:

• edificações e instalações;

• equipamentos, móveis e utensílios;

• higienização das instalações, equipamentos, móveis e utensílios;

• recebimento, armazenamento, pré-preparo, preparo e transporte de alimentos;

• embalagem e rotulagem de alimentos;

• distribuição, exposição para venda e consumo;

• abastecimento de água;

• controle integrado de pragas;

• resíduos;

• higiene pessoal, controle de saúde e capacitação de colaboradores;

• responsabilidade técnica;

• documentação.

3.3 Instrumentos para o controle higiênico sanitário

Com o aumento do consumo de alimentos fora de casa, as empresas do segmento de alimentos e bebidas devem proporcionar aos consumidores, de forma ética e responsável, uma alimentação ou serviço de extrema qualidade sensorial e higiênica, ofertando alimentos seguros e com qualidade.

Ver todos os capítulos
Medium 9788520430620

13. Planejamento dietético para o vegetariano

Sonia Tucunduva Philippi, Sonia Tucunduva Philippi, Rita de Cássia Aquino Editora Manole PDF Criptografado

13

PLANEJAMENTO DIETÉTICO

PARA O VEGETARIANO

Márcia Cristina Teixeira Martins

Margarete de Macêdo Carneiro

Carolina Vieira de Mello Barros Pimentel

!S

UMÁRIO

Introdução, 373

Definição, classificação e agentes motivadores, 374

Alterações do comportamento alimentar, 376

Conhecimento científico sobre dietas vegetarianas e suas aplicações para o

Brasil, 376

Adequação nutricional e nutrientes importantes, 377

Guias alimentares vegetarianos, 390

Diretrizes para o planejamento de dietas vegetarianas, 394

Diretrizes para o cuidado nutricional de vegetarianos, 394

Referências, 396

Anexo, 401

PLANEJAMENTO DIETÉTICO PARA O VEGETARIANO

373

INTRODUÇÃO

O planejamento de uma dieta deve levar em conta hábitos, atitudes, crenças, pensamentos e comportamentos relacionados aos alimentos, a fim de promover a saúde e a prevenção de doenças. Os princípios do planejamento dietético adaptados para a população brasileira atendem

Ver todos os capítulos
Medium 9788520432921

1. Footwork (trabaho com os pés) e o ioiô da pelve

Blandine Calais-Germain, Bertrand Raison Editora Manole PDF Criptografado

1

Footwork

(trabaho com os pés) e o ioiô da pelve

11

Footwork (trabalho com os pés) e o ioiô da pelve

Se mal executado, este exercício provoca oscilações

(básculas) repetidas da pelve, com efeitos sobre os discos intervertebrais.

12

Princípio do exercício

Posição inicial

Deitado de costas sobre o carrinho, com os ombros apoiados nas ombreiras, as pernas e os pés paralelos e um pouco afastados, com os dedos dos pés sobre a barra e os joelhos flexionados.

Esta série prevê o apoio sucessivo das diferentes partes dos pés sobre a barra

(arcos plantares, calcanhares).

+

informações

A posição chamada de “Pilates” consiste — diferentemente do que se observa aqui — em voltar os pés ligeiramente para fora a partir dos quadris. É desejável alternar as posições (pés paralelos ou para fora), pois isso modifica o trabalho muscular das pernas.

Deslocamento

Assim como o plié da dança, este exercício envolve três articulações: quadril, joelhos e tornozelos.

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos