517 capítulos
  Título Autor Editora Formato Comprar item avulso Adicionar à Pasta
Medium 9788582714836

Capítulo 11. Nicotina

Alessandra Diehl, Daniel Cruz Cordeiro, Ronaldo Laranjeira Grupo A PDF Criptografado

11

Nicotina

Sabrina Presman e Analice Gigliotti

PONTOS-CHAVE

 O tabagismo é uma pandemia. consumo de tabaco e seus derivados está associado a uma série de prejuízos para a saúde física das

 Opessoas e a consequências sociais e também econômicas para os países. prevenção continua sendo uma meta a perseguir, protegendo os não fumantes da poluição ambiental

 Atabágica. os possíveis tratamentos do tabagismo, estão as intervenções psicossociais e as terapias

 Entre medicamentosas, como a terapia de reposição de nicotina (TRN), a bupropiona e a vareniclina.

O tabagismo é considerado uma pandemia, sendo a maior causa de morte evitável no mundo. Mesmo com o avanço no conhecimento em relação aos malefícios do fumo, ainda em

2015, mais de 1,1 bilhão de pessoas fumam no mundo, sendo a prevalência muito maior em homens do que em mulheres.1

Embora o tabagismo esteja declinando de maneira global na maior parte dos países, parece estar aumentando na Região

Ver todos os capítulos
Medium 9788582710128

Capítulo 5 - Ombro e Braço

David H. Perrin Grupo A PDF Criptografado

CAPÍTULO 5

Ombro e Braço

O

s ossos da cintura escapular incluem a clavícula, a escápula e o úmero. O esterno e a clavícula proximal formam a única articulação dos membros superiores com o tronco – a esternoclavicular. Os ligamentos esternoclaviculares anterior e posterior, costoclavicular e interclavicular estabilizam a articulação. Por sua vez, a clavícula distal e o acrômio da escápula formam a articulação acromioclavicular, reforçada pelos ligamentos coracoclavicular e acromioclavicular.

A cavidade glenoidal da escápula e a cabeça do

úmero formam o ombro, também conhecido como articulação glenoumeral. Já o lábio glenoidal, os ligamentos glenoumerais e a cápsula da articulação reforçam essa articulação rasa e instável, do tipo bola e soquete.

O peitoral maior (parte clavicular) e o deltoide anterior produzem a flexão. A extensão resulta do latíssimo do dorso, do redondo maior e do peitoral maior (parte esternocostal). A abdução é feita pelo

Articulação acromioclavicular

Ver todos os capítulos
Medium 9788520440018

5. Região do ombro

Jo Ann Staugaard-Jones Editora Manole PDF Criptografado

Região do ombro

5

A região do ombro é, na verdade, composta de cinco articulações: a articulação esternoclavicular (EC), a articulação acromioclavicular (AC), a articulação coracoclavicular, a articulação glenoumeral e a articulação escapulotorácica, em que a escápula desliza sobre a parede torácica. A articulação considerada especificamente como a do ombro

é a glenoumeral, enquanto as outras são articulações do cíngulo do membro superior.

A estrutura do ombro possibilita uma grande amplitude de movimento, tornando possível o posicionamento do braço e da mão. Os movimentos da região do ombro são determinados pelos músculos que estão localizados no tórax, costas e braços. Portanto, o que quer que a região do ombro esteja fazendo determina a aparência de grande parte da porção superior do corpo.

Cap. 5ok.indd 81

13/8/15 11:16 AM

82

Exercício e movimento: abordagem anatômica

REGIÃO DO OMBRO

São os movimentos dos braços que irão modelar a maior parte dos músculos das costas, assim como do tórax e do braço. Outros músculos nessas áreas são delineados pelos movimentos da escápula, na região das articulações do cíngulo do membro superior.

Ver todos os capítulos
Medium 9788582714836

Capítulo 50. Centro de Atenção Psicossocial – Álcool e Drogas (CAPS AD)

Alessandra Diehl, Daniel Cruz Cordeiro, Ronaldo Laranjeira Grupo A PDF Criptografado

50

Centro de Atenção Psicossocial

– Álcool e Drogas (CAPS AD)

Marcelo Melo e Daniel Cruz Cordeiro

PONTOS-CHAVE mudanças nas políticas de saúde pública elegeram os CAPS AD como um importante instrumento de

 As cuidados ao usuário de substâncias e a seus familiares.

 O CAPS AD propõe estratégias mais próximas à realidade das pessoas e das comunidades. tratamento proposto é moldado individualmente, usando um projeto terapêutico singular, o que

 Opossibilita intervenções diversas e maleáveis.

O processo de desinstitucionalização que vem ocorrendo nas últimas décadas no Brasil resultou em uma remodelação da assistência em saúde mental. Isso ocorreu devido à necessidade de promover a manutenção dos direitos e a proteção de pessoas com transtornos mentais, de fornecer acolhimento e tratamento dos diferentes transtornos psiquiátricos em um espaço na comunidade e de auxiliar a reabilitação de pacientes egressos de internações ou proporcionar estratégias de funcionamento para o plano integrado de enfrentamento ao crack e outras drogas.1 Para que a criação de um modelo de funcionamento ambulatorial fosse validado, houve necessidade de se criar um modo de operar distanciado de antigos modelos asilares/manicomiais. Ter portas abertas não seria suficiente para creditar um tratamento como realmente desinstitucionalizante. A criação de uma rede de atenção psicossocial surgiu com o intuito de ampliar a percepção dos cuidados necessários a essa população. O Quadro 50.1 aponta importantes características do modelo psicossocial.

Ver todos os capítulos
Medium 9788536327709

5. Planejamento da massagem pós-evento

Michael McGillicuddy Grupo A PDF Criptografado

70

MICH AEL M c GILLIC U D DY

para melhorar o fluxo sanguíneo, restabelecer o comprimento do tecido, aliviar a dor e prevenir a rigidez das articulações após o exercício.

Precauções pós-evento

O profissional precisa ter muito mais habilidade para realizar a massagem pós-evento, em comparação com a pré-evento. Após o atleta ter completado a sessão de exercícios ou a competição, é preciso determinar se ele se encontra em um estado saudável o bastante para receber a massagem pós-evento. Na maioria das maratonas ou competições de triatlo, uma equipe médica está disponível para tratar os esportistas; diante de qualquer sinal de dificuldade física, o atleta deve ser levado ao local de atendimento médico. Somente após a sua liberação pela equipe médica, passado o período de desaquecimento, o profissional pode realizar a técnica. Nunca se deve permitir que o atleta saia diretamente da atividade para a mesa de massagem, em especial nos eventos de longa duração.

Os profissionais de massagem devem entender que sua função em um evento é providenciar massagens, e não serviços de emergência médica. Contudo, caso nenhum profissional médico esteja disponível em uma emergência, aqueles devem prestar os primeiros socorros até que cheguem os profissionais apropriados. Para tanto, deve-se ter treinamento em primeiros socorros, apesar de isso não ser um pré-requisito para a aplicação de massagens em eventos. Entretanto, o conhecimento de primeiros socorros e reanimação cardiopulmonar pode ser bastante útil no caso de emergências.

Ver todos os capítulos
Medium 9788520429044

2. Massagem cingapuriana

Sophie Meyer Editora Manole PDF Criptografado

2

Massagem

cingapuriana

T�cnicas de massagem

Essa massagem corporal é uma alquimia de diferentes culturas encontradas nessa surpreendente cidade-Estado que é Cingapura. De fato, lá as culturas chinesas, hindu e malaia se mesclam e se harmonizam. O passado está lado a lado com o futuro e a paz e a serenidade reinam. É por isso, sem dúvidas, que a massagem cingapuriana também poderia ser denominada “o cuidado da paz de corpo e de espírito”, atendendo, devido à tormenta de estresse em que vivemos hoje em dia, a uma demanda crescente.

Na verdade, a massagem cingapuriana é composta por três massagens consecutivas, oriundas de diferentes culturas presentes em Cingapura e também praticadas sobre zonas do corpo bem distintas.

28

Dessa forma, encontram-se:

1

a massagem chinesa, nas costas, para atenuar todas as tensões;

2

a massagem hindu, nos pés, para eliminar o fogo do corpo;

3

a massagem malaia, no abdome, para apaziguar o centro emocional.

Ver todos os capítulos
Medium 9788582711101

Apêndice - Nutrição e hidratação

Steve Cotter Grupo A PDF Criptografado

Apêndice

NUTRIÇÃO E HIDRATAÇÃO

Comer pelo valor calórico e comer para saúde e desempenho são fundamentalmente diferentes. Também, não há um tipo de planejamento alimentar ou dieta universalmente aceita pelos especialistas em nutrição, e as livrarias estão lotadas de livros de dieta.

Qual delas é a melhor?

Escolher a melhor dieta para você é um processo de autodescoberta e experimentação; entretanto, uma coisa com a qual podemos contar é uma abordagem lógica para nutrição. Se alguma coisa faz sentido para você, parece bom e fornece bons resultados, você pode assumir que é uma boa maneira de se alimentar. Se você se sente saudável e forte, mantenha o equilíbrio na alimentação quanto ao tipo, quantidade e combinações que dão a você bons resultados. Mas se você se sente lento ou tem problemas de saúde, considere cuidadosamente o que você está comendo e tente se tornar mais informado sobre o que é mais saudável para o seu corpo.

Este não é um livro sobre nutrição, mas posso contar a você o que faz eu me sentir ótimo! Aqui estão algumas das dicas nutricionais que compartilho como parte de minha filosofia de alimentar-se de forma saudável. Você pode escolher em seguir algumas dessas ideias e desistir de outras, ou pode combinar algumas ideias com outras até descobrir a fórmula que funcione para você. A nutrição é uma parte crucial em nossas vidas, e uma abordagem nutricional saudável o ajudará a se recuperar mais rápido depois dos treinos e ter melhor desempenho durante eles.

Ver todos os capítulos
Medium 9788582714836

Capítulo 27. Psicoterapia de grupo

Alessandra Diehl, Daniel Cruz Cordeiro, Ronaldo Laranjeira Grupo A PDF Criptografado

27

Psicoterapia de grupo

Neliana Buzi Figlie, Rosiane Lopes da Silva e André Luis Santos Borrego

Se nos fosse dado algum dom de ver a nós mesmos como os outros nos veem, nos libertaria de muitas trapalhadas e tolices.

Robert Burns

PONTOS-CHAVE

 A psicoterapia de grupo para dependentes químicos é tão efetiva quanto a individual. importante estruturar e planejar a psicoterapia de grupo segundo necessidades e particularidades dos

 Éintegrantes. principais itens para a estruturação do funcionamento grupal são: definir o tipo de grupo e o processo

 Os de seleção dos pacientes, realizar contrato terapêutico e estabelecer os objetivos do tratamento.

A psicoterapia de grupo tem sido muito utilizada, ao longo dos anos, no tratamento da dependência química, muitas vezes como tratamento de escolha. Além disso, é um recurso que apresenta vantagens consideráveis.1 É considerada uma intervenção valiosa com base no consenso de vários especialistas, podendo ser aplicada no tratamento da dependência de diferentes substâncias.2-4

Ver todos os capítulos
Medium 9788582713709

Antes de você começar

James C. Radcliffe Grupo A PDF Criptografado

Antes de você começar

Este livro é redigido para indivíduos de variadas idades e capacidades. Como o livro é progressivo por natureza, você deve conseguir começar com os exercícios iniciais; à medida que se sentir mais confortável com eles, pode prosseguir. Tendo isso em mente, os únicos pré-requisitos são ter a liberação por parte do médico ou ortopedista, assim como qualquer programa de esporte requer de seus atletas.

Apoio

Ao iniciar os movimentos mais potentes, você irá desejar ter um apoio adequado. Colocar seus pés diretamente sob seus quadris irá garantir uma boa produção de força biomecânica a partir dos pés subindo pelo torso; posturas mais amplas, por outro lado, inibem o início de potência. O torso deve estar ereto, com as costas planas ou arqueadas, o tórax expandido à frente e quadris inclinados para trás. Ficar em pé com os quadris dobrados e as costas arredondadas leva a posturas e desempenhos moles, como você pode facilmente notar – uma postura de torso insatisfatória não parece potente. Os seus pés devem manter contato total com o solo enquanto você mantém os joelhos flexionados. Desloque seu peso sobre a porção dianteira dos pés, mas não a um ponto onde os calcanhares saiam do solo. A incapacidade de manter os calcanhares no chão à medida que você

Ver todos os capítulos
Medium 9788582713822

Capítulo 8 - Beisebol

Craig Liebenson Grupo A PDF Criptografado

PARTE II Considerações sobre o treinamento de esportes específicos

CAPÍTULO

8

Ken Crenshaw, Nathan Shaw e Neil Rampe

Beisebol

O beisebol é um esporte popular com uma população estimada de 16 milhões de crianças que o praticam de forma organizada apenas nos Estados Unidos (1). A Little League

Baseball, sozinha, contabiliza mais de 2,6 milhões de participantes em 2007 (2). Com o aumento de participantes, também aumentou o número de lesões. Nos Estados

Unidos, estima-se que 131.555 jogadores de nível secundário sofreram lesões entre 2005 e 2006 e entre 2006 e 2007. Uma taxa de lesão de 1,26 eventos por 1.000 exposições atléticas.

Os locais mais comuns de ocorrência de lesões foram os ombros (17,6%), o tornozelo (13,6%), a cabeça/face (12,3%), as mãos/dedos (8,5%) e a coxa (8,2%). Os diagnósticos mais comuns foram: estiramentos ligamentares (rompimentos parciais) (21%), estiramentos musculares (rompimentos parciais) (20,1%), contusões (16,1%) e fraturas (14,2%).

Ver todos os capítulos
Medium 9788520431665

12. COMO LIDAR COM A POSSÍVEL PERDA OU COM A SITUAÇÃO GRAVE

Renata Dejtiar Waksman, Maria Fernanda P. S. Dornaus, Alice D'Agostini Deutsch Editora Manole PDF Criptografado

COMO LIDAR COM A

POSSÍVEL PERDA OU

COM A SITUAÇÃO GRAVE

Todos os pais que estão com seu filho em uma UTI neonatal sofrem e ficam muito ansiosos por causa do risco de óbito de seu recém-nascido.

Os sentimentos, a emoção, o equilíbrio são sensações muito difíceis de serem controladas em um momento tão estressante.

É importante que os pais saibam que os profissionais que atuam na UTI neonatal estão preparados para informar constantemente a situação de seu filho, inclusive da possibilidade de óbito. No caso de óbito, a equipe também está habilitada para dar andamento nos primeiros procedimentos, abordar, aconselhar e amparar os pais. Assim, os pais podem se sentir menos desamparados, apesar de todos sabermos que a perda de um filho é uma situação muito complicada de ser aceita.

Alguns hospitais oferecem apoio à família com atendimento psicológico, abordando a parte emocional dessa família que está tão abalada.

245

COMO DAR A NOTÍCIA AOS IRMÃOS E À FAMÍLIA

Ver todos os capítulos
Medium 9788582714836

Capítulo 36. Outras populações

Alessandra Diehl, Daniel Cruz Cordeiro, Ronaldo Laranjeira Grupo A PDF Criptografado

36

Outras populações

Alessandra Diehl e Daniel Cruz Cordeiro

PONTOS-CHAVE prevalência de transtornos mentais, sobretudo dependência química, pode ser considerada elevada em

 Adeterminadas populações, como pessoas em situação de rua, refugiados, indígenas, entre outras. estruturar residências e condições de trabalho após períodos de desintoxicação é uma maneira

 Buscar respeitosa, inclusiva e humanitária de realizar o tratamento de pessoas em situação de rua. provisão de tratamento para o uso de drogas para pessoas no sistema carcerário reduz tanto o uso de

 Asubstâncias quanto a reincidência criminal. carência de tratamento para questões relativas à saúde mental e para o uso de substâncias pode não só

 Aafetar a saúde geral das pessoas como também levar a má adesão ao tratamento do HIV e à resistência à terapia antirretroviral (TARV).

são as vulnerabilidades que podem predispor imigrantes e refugiados ao uso de substâncias:

 Várias mudanças relacionadas a ambiente, idioma, alimentação, religião local, separação da família de origem, viver sozinho, hábitos e costumes diferentes, entre outras.

Ver todos os capítulos
Medium 9788520429044

9. Massagem dígito-harmônica

Sophie Meyer Editora Manole PDF Criptografado

9

Massagem dígito-

harmônica

T�cnicas de massagem

A massagem dígito-harmônica é um cuidado holístico que se ocupa do corpo em suas três dimensões: física, energética e mental.

Essa técnica utiliza, em essência, manobras de acupuntura com os dedos associadas a certas manobras de drenagem e massagem. É realizada com óleos essenciais, que atingirão as camadas profundas graças à sua excepcional capacidade de penetração.

Além disso, as moléculas odoríferas das essências aromáticas, muito voláteis, absorvidas pelo nariz, atuarão direta e rapidamente sobre os centros nervosos, provocando dessa forma uma reação psicofisiológica.

116

Ações fisiológicas

A estimulação dos pontos de acupuntura com os dedos produzirá no cliente um relaxamento profundo e uma rearmonização do fluxo energético nos diferentes meridianos.

Além disso, a digestão e a evacuação vão melhorar, graças ao desbloqueio dos nós emocionais.

Enfim, as manobras de drenagem e as técnicas específicas de massagem conferirão uma melhor flexibilidade muscular e um profundo relaxamento das tensões nervosas pela via reflexa.

Ver todos os capítulos
Medium 9788582715116

Capítulo 35 - Terapia Cognitivo-Comportamental Familiar e Terapia Comportamental de Casais Aplicadas ao Tratamento dos Transtornos por Uso de Substâncias

Neide A. Zanelatto, Ronaldo Laranjeira Grupo A PDF Criptografado

35

TERAPIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL

FAMILIAR E TERAPIA COMPORTAMENTAL

DE CASAIS APLICADAS AO TRATAMENTO DOS

TRANSTORNOS POR USO DE SUBSTÂNCIAS

 NEIDE A. ZANELATTO

 ROBERTA PAYÁ

PONTOS-CHAVEPONTOS-CHAVEPONTOS-CHAVEPONTOS-CHAVEPONTOS-CH

�� Se, em décadas atrás e em estudos posteriores, a terapia familiar foi vista como uma alternativa para o tratamento do transtorno por uso de substâncias (TUS), hoje é consistentemente considerada uma das abordagens mais efetivas para o TUS, seja qual for a gravidade.1

�� A participação da família nos tratamentos para o TUS aumenta a chance de adesão terapêutica do paciente (Payá, 2016; Miller, 2006).2,3

�� A intervenção com famílias está sustentada por um consenso das práticas que são adotadas, independentemente da abordagem empregada.

�� As relações são o foco da prática terapêutica, no caso a terapia comportamental para casais e o modelo Community Reinforcement and Family

Training (CRAFT) para o sistema familiar.

Ver todos os capítulos
Medium 9788582714836

Capítulo 23. Entrevista motivacional

Alessandra Diehl, Daniel Cruz Cordeiro, Ronaldo Laranjeira Grupo A PDF Criptografado

23

Entrevista motivacional

Neliana Buzi Figlie e Cristiane Sales

PONTOS-CHAVE entrevista motivacional (EM) é um estilo de conversa colaborativa para fortalecer a motivação e o

 Acompromisso para a mudança. método de comunicação agrega valor a toda e qualquer fase do tratamento, principalmente no início

 Esse da intervenção, podendo ser utilizada em associação com qualquer outro referencial teórico.

 A EM tem metodologia prática e objetiva, permitindo que seja aplicada por qualquer profissional treinado. profissional que aplica esses princípios em sua prática está propiciando ao cliente um ambiente seguro,

 Oacolhedor e estimulante para que ele possa se sentir encorajado a mudar.

Não há medidas simples para ajudar as pessoas a mudar um comportamento. Por isso, pesquisadores e profissionais da

área da saúde buscam constantemente maneiras mais eficazes de atuar em relação a seus clientes. Nos últimos anos, houve uma grande evolução no conhecimento a respeito do processo de mudança e na descoberta de estratégias de intervenção efetivas na promoção da mudança de comportamento. Há um amplo espectro de utilizações desses conhecimentos no tratamento da dependência química, mas já se sabe que as intervenções precisam ser dirigidas tanto à população que busca tratamento quanto àquela que ainda não procurou por ajuda, considerando-se que, neste último grupo, esteja a maioria dos dependentes e usuários de substâncias.

Ver todos os capítulos

Carregar mais