86 capítulos
Medium 9788563899569

Capítulo 6 - Enrolados

Simon Williams Grupo A PDF Criptografado

6

Enrolados

Mais pressa, menos velocidade!

Essa era a frase favorita de um bom jogador de xadrez que eu conheci e se aplica a muitas posições. Eu certamente a considero muito útil, já que me considerava um jogador bem impaciente, perfeitamente capaz de jogar muito rápido e acabar misturando os meus planos. Hoje em dia, eu tento não me apressar e aproveitar o tempo, o que me ajuda a não me enrolar.

É necessário ter sempre uma ideia clara daquilo que se quer atingir com uma posição. Se você não puder pensar em um bom plano a longo prazo, então deve pensar em lances que propiciem pequenas melhoras à sua posição. Esse tipo de pensamento mais centrado pode ajudá-lo a evitar se enrolar, tentando o lance errado ou ignorando os planos astutos de seu adversário.

Agora, vamos dar uma olhada em algumas partidas para ver como vários bons jogadores se enrolam. Nossa primeira partida é um breve evento em que a escolha de abertura das Pretas foi muito inteligente. Stephen Gordon, ou

Ver todos os capítulos
Medium 9788565848046

1. Akiba Rubinstein (1882-1961)

Craig Pritchett Grupo A PDF Criptografado

1

Akiba Rubinstein

(1882-1961)

Rubinstein criou as partidas mais perfeitas desde a época de Steinitz... as demonstrações mais perfeitas dos ensinamentos de Steinitz.

Richard Réti, Masters of the Chess Board

Sem o grande exemplo de jogos e ideias do primeiro Campeão Mundial, Wilhelm

Steinitz (1839-1900), provavelmente seja justo dizer que a base para o que tenho em mente quando utilizo o termo xadrez classicamente objetivo não teria sido desenvolvido até o tempo de Rubinstein.

Steinitz é considerado pela maioria o fundador das regras fundamentais do xadrez posicional “correto”, especialmente em posições fechadas. Sua contribuição principal foi desenvolver a ideia de “equilíbrio” no xadrez, e a noção de que vencer depende muito de vantagens acumuladas suficientes para perturbar o equilíbrio natural em qualquer partida entre enxadristas a favor de ataques bem-sucedidos do que ataques quixotescos.

Steinitz submetia fatores posicionais, em especial estruturas de peões, a análises minuciosas. Ele enfatizava o valor das estruturas de peões sólidas, com pontos fortes no centro (normalmente baseados em peões em e4/e5 ou d4/ d5), manobrabilidade e ausência de casas fracas desprotegidas. Steinitz estava

Ver todos os capítulos
Medium 9788536313634

Capítulo 7. Uma solução para a abertura

Yasser Seirawan Grupo A PDF Criptografado

XADREZ VITORIOSO: ABERTURAS

233

7

Uma solução para a abertura

L

evei vários anos para compreender as informações apresentadas nos capítulos anteriores. Aprender todas as aberturas e defesas clássicas, bem como seus nomes, foi realmente difícil. Mas, sem dúvida, isso me ajudou a perceber que nunca mais voltaria a usar minhas aberturas de Canhão ou do Assalto da Dama! Meu lance de abertura favorito tornou-se 1.e4 e teria ficado assim para sempre se não fosse por um pequeno problema: eu perdia. Na verdade, perdia com bastante freqüência, e a abertura era a verdadeira culpada. Eu achava que era preciso tornar-se um especialista em todo tipo de abertura e defesa! Assim que encontrava uma linha para lidar com a Dragão, eu perdia porque não estava ciente da última novidade do

Ataque Keres da Scheveningen. As coisas não melhoravam com a Defesa

Petroff. Desconhecer as nuanças de tantas aberturas significava que eu não conseguia ter uma vantagem, independentemente da linha escolhida. Todos concordavam com minhas reclamações: “É isso aí, Yaz. Me avisa quando você achar alguma coisa que valha a pena”.

Ver todos os capítulos
Medium 9788563899675

4: Mikhail Tal

Yasser Seirawan Grupo A PDF Criptografado

4

Mikhail Tal

De todos os Campeões Mundiais, Mikhail

Tal, ou “Mischa”, como todos o chamavam, foi o mais querido, admirado e, sim, amado pelos colegas e fãs do xadrez no mundo inteiro. Era uma pessoa notavelmente bondosa e simpática. Tinha uma voz suave e uma adorável capacidade de ironizar a si mesmo com graça. Jamais o ouvi pronunciar uma palavra áspera em sua vida, mesmo quando perdia uma partida difícil. Seus olhos cintilantes se iluminavam sempre que havia um tabuleiro de xadrez por perto. Seus escritos o revelam como uma pessoa mundana e compassiva. Não sei quantas línguas falava, mas seu inglês era excelente. Quando multidões se reuniam nas salas de imprensa para ouvi-lo, ele mudava de um idioma para o outro com facilidade. Andava e movia suas peças com uma facilidade quase desleixada, pronto para qualquer oportunidade que a vida lhe apresentasse dentro ou fora do tabuleiro. Mesmo quando as tensões no tabuleiro estavam em sobre-excitação, seus lances era fluidos.

Ver todos os capítulos
Medium 9788563899545

Ataques de Xeque-mate

Garry Kasparov Grupo A PDF Criptografado

Ataques de Xeque-mate

Existe um ditado muito conhecido no xadrez que diz que o xeque-mate é “o objetivo final do xadrez, mas não o inicial”. Partidas entre iniciantes são normalmente vencidas porque alguém consegue um xeque-mate rápido – frequentemente o Mate

Pastor, como visto anteriormente neste livro. No entanto, quando os jogadores ficam um pouco mais sofisticados, então simples ameaças de mate são facilmente defendidas. A questão é que o ditado tenta encorajar jogadores a construir suas posições antes de lançar ataques de xeque-mate.

No material anterior deste livro, tivemos alguns vislumbres ocasionais de como ideias de xeque-mate podem frequentemente ser costuradas em ideias táticas – tais como quando um garfo ocorre e um de seus elementos é uma ameaça de xeque (talvez uma ameaça contra a primeira fileira). Agora daremos uma olhada em diversas situações típicas de mate, para que possamos nos familiarizar com os tipos de configurações de peças que possam tipicamente resultar em xeque-mate.

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos