9 capítulos
Medium 9788520440186

7. Experiências de aprendizagem de rotação

WERNER, Peter H.; WILLIAMS, Lori H.; HALL, Tina J. Editora Manole PDF Criptografado

7

Capítulo

Experiências de aprendizagem de rotação

Este capítulo apresenta 11 experiências de aprendizagem do tema de habilidade motora de rotação.

Desenvolvemos as experiências de aprendizagem para as três categorias de rotação, que incluem as características e os princípios de rotação e movimento nos eixos longitudinal, transversal e anteroposterior.

O quadro a seguir apresenta a breve definição do foco de cada experiência de aprendizagem e uma sugestão das turmas em que elas podem ser desenvolvidas. Ao final do capítulo, apresentamos outras sugestões para estimular o desenvolvimento de outras experiências de aprendizagem na ginástica para crianças.

Experiências de aprendizagem deste capítulo

Foco

Nome

Turmas sugeridas

Características da rotação: balanço, rolamento

Bolas, ovos e lápis

Iniciais

Características da rotação: balanço, rolamento para trás

Tudo para trás

Iniciais

Princípios da rotação: raio da rotação

Ver todos os capítulos
Medium 9788520440186

8. Como elaborar sequências de ginástica

WERNER, Peter H.; WILLIAMS, Lori H.; HALL, Tina J. Editora Manole PDF Criptografado

Capítulo

8

Como elaborar sequências de ginástica

Conforme observado no Capítulo 3, as crianças geralmente aprendem ginástica em estágios (Nilges,

1997, 1999). No estágio I, elas aprendem habilidades individuais básicas. Elas permeiam todos os três temas de habilidade motora de deslocamento do corpo, estática e rotação e se evidenciam em muitas habilidades como hop, estrela, apoio frontal, tip-up, parada de cabeça, rolamento para a frente e rolamento para trás sobre o ombro. Essas habilidades individuais servem de base para combinações de habilidades no estágio II e para começar o trabalho em sequência no estágio III. Nos primeiros anos, as crianças devem aprender sequências simples constituídas de três opções ou menos. As crianças mais velhas podem ser incluídas nos níveis mais avançados de desenvolvimento de habilidades do estágio I e trabalhá-las em sequências cada vez mais complicadas no estágio IV. As crianças mais velhas têm maior capacidade de escolher e de usar habilidades adicionais e processos variáveis, desenvolvendo um trabalho bastante sofisticado. As opções devem ser amplas o suficiente para que todos os alunos possam desenvolver uma sequência independentemente do seu nível de habilidade.

Ver todos os capítulos
Medium 9788520440186

4. Como avaliar o progresso das crianças na ginástica

WERNER, Peter H.; WILLIAMS, Lori H.; HALL, Tina J. Editora Manole PDF Criptografado

Capítulo

4

Como avaliar o progresso das crianças na ginástica

Após ler e compreender este capítulo, você será capaz de:

• discutir por que pode ser importante avaliar o progresso das crianças na ginástica;

• descrever métodos de avaliação alternativos e como você pode usar gabaritos para medir o progresso;

• usar as normas norte-americanas e os resultados de desempenho para cada grupo de séries para determinar o que avaliar;

• descrever tipos de avaliações alternativas;

• oferecer exemplos de avaliações informais nas áreas psicomotora, cognitiva e afetiva; e

• desenvolver métodos para reportar avaliações na ginástica para os pais ou outras partes interessadas.

M

uitos professores de educação física lecionam para cerca de 400 a 600 crianças por semana, e cada aluno tem em média duas aulas de 30 minutos. O problema é que aulas curtas para turmas grandes podem fazer a avaliação parecer uma tarefa imensurável. Ainda assim, existem muitas razões para avaliar, como verificar o progresso das crianças em alcançar resultados de desempenho estabelecidos, avaliar o programa geral, ganhar credibilidade com os administradores da escola e com os pais, além de verificar o que você, como professor, ensinou.

Ver todos os capítulos
Medium 9788520440186

Apêndice: Formulários e folhetos

WERNER, Peter H.; WILLIAMS, Lori H.; HALL, Tina J. Editora Manole PDF Criptografado

Apêndice:

Formulários e folhetos

C

omo professor, você provavelmente vai achar esta série de formulários bem útil para promover e desenvolver seu programa de ginástica. Ela começa com um relatório de ginástica que você pode enviar aos pais junto do boletim escolar da criança. Quando preenchê-lo, um simples asterisco (*) pode representar as habilidades que uma criança aprendeu durante a unidade. Além disso, você pode usar um D, P ou F para indicar o nível de domínio de uma habilidade ou de um conceito (veja a explicação na parte final do relatório). O espaço na parte final do relatório permite que você escreva comentários breves sobre séries, sequência de trabalho, avaliação cognitiva e afetiva.

Em seguida, há uma série de cartões de tarefas que servem de exemplos para você usar em conjunto com o trabalho individual ou da estação de trabalho em um ambiente de ginástica. Uma série de jogos de equilíbrio, um sistema de notação de ginástica e uma folha do centro de

Ver todos os capítulos
Medium 9788520440186

5. Experiências de aprendizagem de deslocamento

WERNER, Peter H.; WILLIAMS, Lori H.; HALL, Tina J. Editora Manole PDF Criptografado

5

Capítulo

Experiências de aprendizagem de deslocamento

Este capítulo apresenta 11 experiências de aprendizagem do tema de habilidade motora de deslocamento. Desenvolvemos as experiências de aprendizagem com foco em várias formas de deslocamento. Elas incluem deslocamentos com os pés; com os pés, com as mãos e com os joelhos; saltos e aterrissagens controlados; transferência de peso; voo; e deslocamentos em relação a um parceiro.

O quadro a seguir apresenta uma breve definição do foco de cada experiência de aprendizagem e uma sugestão das turmas em que elas podem ser desenvolvidas. Ao final do capítulo, apresentamos mais sugestões para estimular o desenvolvimento de outras experiências de aprendizagem na ginástica para crianças.

Experiências de aprendizagem deste capítulo

Foco

Nome

Turmas sugeridas

Deslocamento com os pés: andar, correr, hop (saltar com impulso em um pé e aterrissar sobre o mesmo pé), jump (saltar com impulso nos dois pés e aterrissar também sobre os dois pés)

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos