10 capítulos
Medium 9788536702513

Capítulo 8 - Biomecânica em prótese parcial removível

Sérgio Russi; Eduardo P. Rocha Grupo A PDF Criptografado

8

Biomecânica em prótese parcial removível

EDUARDO P. ROCHA

ANA PAULA MARTINI

RODOLFO BRUNIERA ANCHIETA

ERIKA O. ALMEIDA

O conceito geral de beleza envolve a presença de harmonia, que pressupõe uma combinação agradável das diferentes partes que compõe um todo, de modo a tornar perceptível o objetivo em observação. Como a estética odontológica está fortemente centrada em dentes preservados ou minimamente restaurados, de matiz claro e bem alinhados, a percepção de uma prótese parcial removível (PPR)

(e sua natureza antiestética) amplia o conceito de beleza e envolve dois requisitos básicos: a manutenção da saúde das estruturas de suporte e o respeito à biomecânica inerente a cada caso clínico.

O estudo da biomecânica é fundamental para o sucesso da PPR.

Diversas ações na clínica odontológica estão representadas por máquinas, com as quais os profissionais interagem muitas vezes sem o pleno conhecimento de suas potencialidades ou das características básicas de seu funcionamento.

Ver todos os capítulos
Medium 9788536702513

Capítulo 6 - Classificação dos arcos parcialmente edentados

Sérgio Russi; Eduardo P. Rocha Grupo A PDF Criptografado

6

Classificação dos arcos parcialmente edentados

EDUARDO P. ROCHA

ANA PAULA MARTINI

ERIKA O. ALMEIDA

RODOLFO BRUNIERA ANCHIETA

Para garantir a eficiência funcional da prótese parcial removível (PPR) e o conforto do paciente, é necessário discutir, refletir e pensar o caso clínico a partir do que é chamado de diálogo em prótese parcial removível. Para tanto, é necessário conhecer determinadas características que se repetem dentro de um mesmo grupo de casos clínicos, as quais, quando agrupadas, fundamentam inúmeras classificações.

O número de combinações das possíveis ausências dentárias para cada arco é muito grande. Portanto, qualquer tentativa de se discutir o caso com base apenas na descrição das ausências dentárias em si torna o entendimento do caso muito prejudicado. Além disso, a classificação dos arcos pressupõe um tipo de desenho para a estrutura metálica da prótese, o que favorece as discussões, direcionando a abordagem para aspectos importantes e aumentando as chances de acerto.

Ver todos os capítulos
Medium 9788536702513

Capítulo 5 - Ajuste oclusal: instalação das próteses

Sérgio Russi; Eduardo P. Rocha Grupo A PDF Criptografado

5

Ajuste oclusal: instalação das próteses

SÉRGIO RUSSI

JOÃO NEUDENIR ARIOLI FILHO

O ajuste oclusal refere-se basicamente a um refinamento da oclusão para eliminar interferências causadas por modificações na posição dos dentes. Tais modificações podem ocorrer durante as fases clínico-laboratoriais ou ser resultado das alterações dimensionais da resina acrílica durante a polimerização, alterando a oclusão e a dimensão vertical original. O ajuste oclusal pode ser realizado por meio de desgaste seletivo.1

O ajuste oclusal é o recurso indispensável e prioritário para a correção da oclusão, pois os contatos prematuros são lesivos às estruturas de suporte causando movimentação da prótese, deformações na fibromucosa, prejudicando a adaptação da prótese, além de trauma tecidual, inflamação, dor, desconforto e reabsorção

óssea do rebordo. 2

Em uma prótese total, por estarem unidos a uma mesma base, os dentes são solidários entre si, de modo que um contato prematuro em um dente poderá movimentar toda a prótese. Por essa característica biomecânica, a prótese total requer uma oclusão do tipo bilateral com um equilíbrio oclusal mecanicamente correto.

Ver todos os capítulos
Medium 9788536702513

Capítulo 4 - Seleção dos dentes: provas funcionais

Sérgio Russi; Eduardo P. Rocha Grupo A PDF Criptografado

4

Seleção dos dentes: provas funcionais

SÉRGIO RUSSI

JOÃO NEUDENIR ARIOLI FILHO

Dentes bonitos e com aparência saudável representam jovialidade, feminilidade, virilidade, entre outros atributos positivos. Por esse motivo, a seleção dos dentes artificiais tem um forte impacto psicológico. Além disso, os dentes são os elementos que individualizam a prótese e, portanto, sua seleção deve ser criteriosa, levando em conta as características e expectativas de cada paciente.

A seleção dos dentes artificiais não é um processo mecânico, mas uma fase clínica que requer do cirurgião-dentista experiência clínica, poder de observação e conhecimento básico de cores, estética dental e harmonia dentofacial, principalmente nos casos em que não há antecedentes de cor, forma, tamanho e posição dos dentes.1

A seleção dos dentes inclui a análise da cor, da forma, do tamanho, do material e da superfície oclusal, fatores detalhados a seguir.

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM:

Ver todos os capítulos
Medium 9788536702513

Capítulo 7 - Fundamentos básicos sobre o delineamento em prótese parcial removível

Sérgio Russi; Eduardo P. Rocha Grupo A PDF Criptografado

7

Fundamentos básicos sobre o delineamento em prótese parcial removível

EDUARDO P. ROCHA

ANA PAULA MARTINI

RODOLFO BRUNIERA ANCHIETA

ERIKA O. ALMEIDA

O sucesso do tratamento com prótese parcial removível (PPR) envolve duas etapas essenciais: o delineamento do modelo de estudo, que fundamenta o planejamento do caso, e o delineamento do modelo de trabalho ou mestre, que permite obter a estrutura metálica adequadamente aliviada e retentiva.

Esses passos são realizados com o auxílio do delineador, aparelho com o qual se realizam procedimentos específicos em cada uma das fases citadas com diferentes benefícios para a rotina do clínico e do técnico em prótese dentária (Fig. 7.1). Nos casos de PPR associada à prótese fixa sobre dentes naturais ou implantes osseointegrados

(com ou sem o uso de attachments), ou ainda associada somente a implantes osseointegrados, pode-se utilizar uma fresadora no lugar do delineador.

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM:

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos