26 capítulos
Medium 9788527732550

5 - Transporte Neonatal

TAMEZ, Raquel Nascimento Grupo Gen PDF Criptografado

5

Transporte Neonatal

Introdução, 50

��

Equipe de transporte, 51

��

Comunicação e modelo operacional, 51

��

Rotina pré-transporte, 52

��

Serviço de transporte, 53

��

Equipamento e material, 53

��

Transporte de retorno, 53

��

Transporte em condições especiais, 59

��

Bibliografia, 59

��

Tamez - 05.indd 49

09/05/2017 20:25:25

50

Enfermagem na UTI Neonatal

Introdução

O transporte entre hospitais é realizado quando o local do nascimento não dispõe de infraestrutura para atendimento das necessidades do recém-nascido. Devido ao alto custo dos equipamentos e da qualificação de pessoal, muitos hospitais dependem de outros centros especializados para tratamento de neonatos enfermos. Existe uma significativa correlação entre um eficiente transporte de neonatos e redução das taxas de morbidade e mortalidade neonatais de recém-nascidos de alto risco.

Ver todos os capítulos
Medium 9788527732550

15 - Distúrbios Cardíacos

TAMEZ, Raquel Nascimento Grupo Gen PDF Criptografado

15

Distúrbios

Cardíacos

Introdução, 204

��

Funções cardiovasculares, 204

��

Insuficiência cardíaca congestiva, 206

��

Cardiopatias congênitas, 207

��

Transplante cardíaco neonatal, 209

��

Arritmias no período neonatal, 214

��

Bibliografia, 216

��

Tamez - 15.indd 203

27/06/2017 10:37:53

204 Enfermagem na UTI Neonatal

Introdução

Neste capítulo, a proposta é discorrer sobre as cardiopatias congênitas; antes, porém, é preciso revisar a função cardiovascular normal.

O desenvolvimento embrionário do coração ocorre por volta do 18o dia após a concepção e completa-se em torno do 40o dia, quando o embrião tem aproximadamente 1,5 cm de comprimento. Nesse estágio de desenvolvimento, o coração do embrião é suscetível a desenvolver cardiopatias congênitas.

O coração é um órgão muscular, composto de três tipos de músculos (músculo atrial, músculo ventricular e fibras musculares especializadas, condutoras e excitatórias). Na Figura 15.1 são apresentados a estrutura do coração normal e o percurso do fluxo sanguíneo através das repartições do coração.

Ver todos os capítulos
Medium 9788527732550

21 - Infecção Neonatal

TAMEZ, Raquel Nascimento Grupo Gen PDF Criptografado

21

Infecção Neonatal

Introdução, 320

��

Sistema imunológico do recém-nascido, 320

��

Suscetibilidade a infecção no período neonatal, 320

��

Infecções neonatais, 321

��

Infecção hospitalar adquirida, 322

��

Bibliografia, 330

��

Tamez - 21.indd 319

09/05/2017 21:03:15

320 Enfermagem na UTI Neonatal

Introdução

As infecções no período neonatal são responsáveis por uma taxa bastante significativa de mortalidade e morbidade neonatais, de cerca de 15 a 45%, na maioria dos países, podendo aumentar naqueles em que as assistências pré-natal e neonatal sejam ineficientes. As infecções hospitalares adquiridas estão associadas a aumento da mortalidade, morbidade e prolongamento do período de internação, elevando ainda mais o custo da internação em UTI neonatal. Deficiência no sistema imunológico, associada a procedimentos invasivos feitos na UTI neo­ natal, e a falta de protocolos de profilaxia de infecção hospitalar são alguns fatores que contribuem para isso.

Ver todos os capítulos
Medium 9788527732550

20 - Distúrbios Hematológicos

TAMEZ, Raquel Nascimento Grupo Gen PDF Criptografado

20

Distúrbios

Hematológicos

Introdução, 304

��

Parte celular do sangue, 304

��

Plasma, 304

��

Volume de sangue circulante, 304

��

Distúrbios sanguíneos, 305

��

Transfusão de sangue e derivados no período neonatal, 313

��

Bibliografia, 317

��

Tamez - 20.indd 303

27/06/2017 10:46:20

304 Enfermagem na UTI Neonatal

Introdução

Para compreendermos melhor os distúrbios hematológicos no período neonatal, é importante revermos as características do sangue e seus componentes.

O sangue é composto por células e plasma. A formação das células sanguíneas, também chamada hematopoese, inicia-se já no ambiente uterino. Entre a 2a e a 10a semana de gestação, esse processo ocorre no saco embrionário. Da 10a semana de gestação até a 26a, acontece no fígado.

Parte celular do sangue

A parte celular do sangue é composta por hemácias

(99%) e leucócitos (1%). O hematócrito é o percentual de sangue composto por células presentes no sangue; seu valor varia entre 37 e 52% e depende da idade gestacional, do peso e dos dias pós-parto. Quando há aumento do hematócrito, também ocorre aumento da viscosidade do sangue, o que dificulta a passagem do sangue pelos pequenos vasos.

Ver todos os capítulos
Medium 9788527732550

4 - Admissão do Recém-Nascido de Alto Risco

TAMEZ, Raquel Nascimento Grupo Gen PDF Criptografado

4

Admissão do

Recém-Nascido de

Alto Risco

Critérios para admissão, 36

��

Material necessário, 36

��

Classificação do recém-nascido e avaliação da idade gestacional, 37

��

Exame físico, 39

��

Protocolo de toque mínimo | Primeiras 96 horas, 42

��

Bibliografia, 47

��

Tamez - 04.indd 35

29/06/2017 11:31:35

36

Enfermagem na UTI Neonatal

Critérios para admissão

Material necessário

Os critérios recomendados para admissão do recém-nascido (Figura 4.1) na UTI neonatal poderão variar de um hospital para outro. Mas sempre se deve levar em conta condições que possam levar a uma transição não ótima da vida intrauterina, que requiram observação e cuidado mais especializado. Fatores tanto pré-natais quanto pós-parto que levem ao risco de uma transição problemática da vida intrauterina para a extrauterina indicam a necessidade de admissão desse neonato na UTI neonatal. Tais fatores são:

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos