23 capítulos
Medium 9788527715386

12 - Dosagem de Triglicerídeos

COMPRI-NARDY, Mariane B.; STELLA, Mércia Breda; OLIVEIRA, Carolina de Grupo Gen PDF Criptografado

12

Dosagem de

Triglicerídeos

Introdução, 90

XX

Atividade prática: dosagem de triglicerídeos, 90

XX

Objetivo, 90

Materiais e método, 90

Resultados e conclusão, 93

Questões, 93

XX

Miolo-Compri Nardy.indd 89

06/11/2018 17:32:06

90

Práticas de Laboratório de Bioquímica e Biofísica

Introdução

XX

Os lipídios são componentes oleosos ou gordurosos, insolúveis em água, que podem ser extraídos por solventes polares. Alguns lipídios ­atuam como componentes estruturais das membranas e outros como meio de armazenamento de combustível.

Os ácidos graxos, que são os componentes gordurosos dos lipídios, em geral, possuem um número par de átomos de carbono; os mais abundantes possuem de 16 a 18 átomos de carbono.

Em bioquímica clínica devemos nos preocupar com os lipídios existentes no soro, no plasma e nas fezes. Os lipídios totais incluem o colesterol, os seus ésteres, os fosfolipídios, os triglicerídeos, pequenas quantidades de cerebrosídeos, ácidos graxos não esterificados,

Ver todos os capítulos
Medium 9788527715386

3 - Eletroforese de Hemoglobinas

COMPRI-NARDY, Mariane B.; STELLA, Mércia Breda; OLIVEIRA, Carolina de Grupo Gen PDF Criptografado

3

Eletroforese de

Hemoglobinas

Introdução, 20

XX

Atividade prática: eletroforese de hemoglobinas, 21

XX

Objetivo, 21

Materiais e método, 21

Resultados e conclusão, 24

Questões, 26

XX

Miolo-Compri Nardy.indd 19

06/11/2018 17:31:45

20

Práticas de Laboratório de Bioquímica e Biofísica

Introdução

XX

A hemoglobina, pigmento vermelho das hemácias, é uma pro­teí­na conjugada que tem como grupo prostético a ferroprotoporfirina, chamada heme, e que constitui 4% da molécula.

Os 96% restantes são formados por uma pro­teí­na básica, uma histona denominada globina.

A função da hemoglobina é o transporte de oxigênio, e esta função está intimamente ligada a sua estrutura, que por sua vez é determinada pela se­quên­cia, número e tipos de aminoácidos que a constituem.

Existem várias globinas normais diferentes: α, β, γ e δ (alfa, beta, gama e delta); além destas, uma cadeia embrionária ε (épsilon) está presente durante os três primeiros meses de vida fetal. Desde que cada unidade funcionante de hemoglobina é constituída de quatro cadeias, as seguintes combinações são possíveis:

Ver todos os capítulos
Medium 9788527715386

17 - Dosagem de Ácido Úrico

COMPRI-NARDY, Mariane B.; STELLA, Mércia Breda; OLIVEIRA, Carolina de Grupo Gen PDF Criptografado

17

Dosagem de

Ácido Úrico

Introdução, 132

XX

Atividade prática: dosagem de ácido úrico, 132

XX

Objetivo, 132

Materiais e método, 132

Resultados e conclusão, 134

Valores de referência, 134

Quadros clínicos em que se observa hiperuricemia, 134

Questões, 134

XX

Miolo-Compri Nardy.indd 131

06/11/2018 17:32:11

132

Práticas de Laboratório de Bioquímica e Biofísica

Introdução

XX

Os ácidos nucleicos (DNA e RNA) possuem bases nitrogenadas de dois tipos: purinas e pirimidinas. As purinas (adenina e guanina) e as pirimidinas (citosina, timina e uracila) são derivadas das nucleopro­teí­nas alimentares (origem exógena) e das nucleopro­teí­nas do metabolismo endógeno.

O ácido úrico é o principal produto do catabolismo das purinas no homem. Sua produção está, portanto, na dependência da alimentação (catabolismo das nucleopro­teí­nas ingeridas), do catabolismo das próprias nucleopro­teí­nas ou, ainda, da transformação direta de nucleotídeos purínicos endógenos (síntese de novo).

Ver todos os capítulos
Medium 9788527715386

22 - Dosagem de Cálcio e de Fósforo

COMPRI-NARDY, Mariane B.; STELLA, Mércia Breda; OLIVEIRA, Carolina de Grupo Gen PDF Criptografado

22

Dosagem de

Cálcio e de

Fósforo

Introdução, 162

XX

Metabolismo do cálcio, 162

Metabolismo do fósforo, 162

Regulação do cálcio e do fósforo, 163

Atividade prática: dosagem de cálcio e de fósforo, 164

XX

Objetivo, 164

Materiais e método, 164

Resultados e conclusão, 166

Curiosidades, 167

XX

Questões, 168

XX

Miolo-Compri Nardy.indd 161

06/11/2018 17:32:15

162

Práticas de Laboratório de Bioquímica e Biofísica

Introdução

XX

Os ossos são compostos de matriz orgânica resistente reforçada por depósito de sais de cálcio. A matriz orgânica do osso consiste em 90 a 95% de fibras colágenas e o restante é constituído por substâncias fundamentais que são compostas por líquidos extracelulares especialmente condroitina sulfato e ácido hialurônico, cujas funções são ajudar a controlar a deposição dos sais de cálcio. Os sais cristalinos depositados nas matrizes orgânicas dos ossos são compostos de cálcio e fosfato. Cerca de 15 a 20% do peso corporal é constituído pelo esqueleto ósseo.

Ver todos os capítulos
Medium 9788527715386

16 - Bioquímica e Biofísica Renal

COMPRI-NARDY, Mariane B.; STELLA, Mércia Breda; OLIVEIRA, Carolina de Grupo Gen PDF Criptografado

16

Bioquímica e

Biofísica Renal

Introdução, 122

XX

Exame de urina, 125

Atividade prática: exame de urina tipo I, 127

XX

Objetivo, 127

Materiais e método, 127

Resultados e conclusão, 128

Questões, 129

XX

Estudo de caso, 129

XX

Miolo-Compri Nardy.indd 121

06/11/2018 17:32:10

122

Práticas de Laboratório de Bioquímica e Biofísica

Introdução

XX

A água, os re­sí­duos do metabolismo e os eletrólitos e não eletrólitos em excesso no meio interno são excretados por meio de um líquido corporal chamado urina. O meio interno é regulado, principalmente, por dois órgãos: os pulmões, que controlam as concentrações de oxigênio e CO2; e os rins, que mantêm a composição química dos líquidos corporais. O equilíbrio dinâmico do meio interno é denominado homeostase. O rim participa da homeostase por meio de três processos:

Filtração. O rim filtra do plasma sanguíneo todas as substâncias de baixa massa molecular, retendo a maioria das pro­teí­nas;

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos