29 capítulos
Medium 9788527722858

Capítulo 21 - Interação da Atividade Física e do Hipotálamo no Controle do Apetite

PITHON-CURI, Tania Cristina Grupo Gen PDF Criptografado

Capítulo 21

Interação da Atividade

Física e do Hipotálamo no Controle do Apetite

José Barreto Campello Carvalheira e Eduardo Rochete Ropelle

JJ

JJ

JJ

JJ

JJ

JJ

JJ

JJ

Pithon-Curi 21.indd 261

Obesidade, 262

Balanço energético, 262

Órgão essencial no controle do balanço energético, 262

Hormônios que "informam" ao SNC a quantidade dos estoques energéticos do organismo, 262

Transmissão do sinal intracelular de insulina e leptina, 264

Controle do apetite pela atividade física, 264

Resumo, 265

Bibliografia, 265

21.03.13 23:37:43

262

CC

Obesidade

Estima-se que existam 100 milhões de obesos no mundo.

Nos EUA, aproximadamente 32% da população é classificada como obesa e 34% como com sobrepeso. Na região Sudeste do Brasil, essa proporção é de 6,7%. A obesidade é a principal causa do estabelecimento da síndrome metabólica e está associada a doen­ças cardiovasculares, diabetes melito tipo

Ver todos os capítulos
Medium 9788527722858

Capítulo 7 - Hipertrofia Muscular

PITHON-CURI, Tania Cristina Grupo Gen PDF Criptografado

Capítulo 7

Hipertrofia Muscular

Anselmo Sigari Moriscot

JJ

JJ

JJ

JJ

JJ

JJ

JJ

Pithon-Curi 07.indd 71

Introdução, 72

Tipos de hipertrofia ­muscular e esquelética, 72

Treinamento de força e hiperplasia ­muscular esquelética em adultos, 74

Bases celulares e moleculares da hipertrofia radial esquelética, 74

Hipertrofia cardía­ca, 77

Resumo, 77

Bibliografia, 78

20.03.13 21:09:50

72

CC

Introdução

O ­músculo esquelético é capaz, dentre outras habilidades, de ajustar seu volume em resposta a um aumento da demanda funcional, por exemplo, uma atividade com levantamento de pesos ou alongamento. Essa resposta visa a aumentar a capacidade funcional do ­músculo que, no caso do levantamento de pesos, leva a uma elevação do diâ­me­tro da fibra ­muscular com consequente ganho de força (hipertrofia radial). No caso da resposta ao alongamento ocorre elevação do comprimento

Ver todos os capítulos
Medium 9788527722858

Capítulo 12 - Função Renal

PITHON-CURI, Tania Cristina Grupo Gen PDF Criptografado

Capítulo 12

Função Renal

Alcione Lescano de Souza Junior

JJ

JJ

JJ

JJ

JJ

JJ

JJ

JJ

JJ

JJ

Pithon-Curi 12.indd 135

Introdução | Sistema renal, 136

Fundamentos anatômicos do sistema renal, 136

Histologia do rim, 138

Processos produtores de urina, 139

Regulação do volume de líquidos orgânicos pelos rins, 144

Regulação da osmolaridade dos líquidos orgânicos pelos rins, 145

Controle renal do pH, 148

Exercício físico e função renal, 150

Resumo, 152

Bibliografia, 152

20.03.13 21:25:56

136

CC

Fisiologia do Exercício

Introdução | Sistema renal

CC

O sistema renal é fundamental para a manutenção do equilíbrio do meio interno. Os animais superiores não existiriam se não houvesse um sistema especializado em manter os líquidos internos em condições adequadas para a vida. Esse líquido, denominado líquido extracelular (LEC), tem uma composição de eletrólitos, nutrientes e água em concentrações precisas para a sobrevivência das células. É por meio da função renal que as substâncias do LEC são mantidas constantes, eliminando-as quando estão em excesso e poupando-as quando estão escassas. Além de regular a quantidade de água e eletrólitos dos líquidos orgânicos, os rins desempenham várias outras funções, como: regulação da osmolaridade; controle do pH; controle da pressão arterial; regulação da produção de hemácias; participação no metabolismo da vitamina D, além de ser a principal via de excreção de substâncias e produtos do metabolismo celular. As funções que o sistema renal desempenha explicam a magnitude das alterações orgânicas observadas no in­di­ví­duo com insuficiên­cia renal. Com essa patologia, o paciente apresenta hipertensão, anemia, perda de proteí­nas na urina (proteinúria), edema

Ver todos os capítulos
Medium 9788527722858

Capítulo 23 - Exercício Físico e Resposta Inflamatória

PITHON-CURI, Tania Cristina Grupo Gen PDF Criptografado

Capítulo 23

Exercício Físico e

Resposta Inflamatória

Elaine Hatanaka e

Tania Cristina Pithon-Curi

JJ

JJ

JJ

JJ

JJ

JJ

JJ

Pithon-Curi 23.indd 273

Sistema imunitário, 274

Imunidade inata e inflamação, 274

Mediadores quí­micos na lesão ­muscular e inflamatória, 276

Imunidade adquirida, 278

Sistema imune e exercício físico, 279

Resumo, 282

Bibliografia, 282

21.03.13 23:42:19

274

CC

Fisiologia do Exercício

A Figura  23.1 ilustra resumidamente os componentes do sistema imune inato e adaptativo.

Sistema imunitário

A função principal do sistema imunológico é o reconhecimento pelo organismo do que é próprio e do que é estranho.

A resposta imunológica representa uma complexa reação do sistema imune frente ao contato com substâncias antigênicas

(vírus, bactéria, toxina ou outra substância qualquer). Assim, os componentes do sistema imune têm como objetivo combater o agente agressor e/ou neutralizá-lo.

Ver todos os capítulos
Medium 9788527722858

Capítulo 10 - Sistema Cardiovascular

PITHON-CURI, Tania Cristina Grupo Gen PDF Criptografado

Capítulo 10

Sistema Cardiovascular

Camila de Moraes e Angelina Zanesco

JJ

JJ

JJ

JJ

JJ

JJ

JJ

JJ

Pithon-Curi 10.indd 101

Introdução, 102

Coração, 102

Vasos, 105

Pressão arterial, 106

Sistema endotelial | Óxido nítrico, prostaciclina,

EDHF e endotelina, 109

Ajustes cardiovasculares durante o exercício, 111

Resumo, 114

Bibliografia, 114

20.03.13 21:16:16

102

CC

Introdução

O sistema cardiovascular tem por função fornecer oxigênio e substratos energéticos a todos os tecidos e órgãos do organismo. Para isso, o coração bombeia o sangue oxigenado por uma rede de vasos até os capilares te­ci­duais, nos quais ocorre a transferência de nutrientes e metabólitos. O sangue retorna ao coração pelo sistema venoso e é impulsionado aos pulmões para nova oxigenação.

CC

Fisiologia do Exercício

Veia cava superior

Aorta ascendente

Válvula aórtica

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos