11 capítulos
Medium 9788597019179

Capítulo 5 O texto escrito e o texto oral

TOMASI, Carolina; MEDEIROS, João Bosco Grupo Gen ePub Criptografado

■ Proporcionar ao leitor informações sobre o uso da língua oral e da língua escrita.

■ Proporcionar ao leitor condições para eliminar o preconceito de superioridade de uma modalidade linguística sobre a outra.

■ Proporcionar ao leitor possibilidade de uma nova leitura do mundo em que o preconceito linguístico não tenha vez.

■ Proporcionar ao leitor instrumentos adequados para a utilização da modalidade escrita.

■ Proporcionar ao leitor um momento de reflexão sobre a modalidade oral na produção de conhecimento.

■ Proporcionar ao leitor um momento de reflexão sobre a modalidade escrita na produção de conhecimento.

1. No mundo atual, qual modalidade de língua (oral ou escrita) goza de maior prestígio? Por quê? Que considerações faz sobre esse fato?

2. O agricultor, ainda que analfabeto, no cultivo da terra produz conhecimento? O uso da modalidade oral faz seu conhecimento ser inferior ao conhecimento produzido por cientistas? Que diz da análise que o agricultor faz de clima e solo?

Ver todos os capítulos
Medium 9788597019179

Capítulo 9 Informações implícitas

TOMASI, Carolina; MEDEIROS, João Bosco Grupo Gen ePub Criptografado

■ Capacitar o leitor para a leitura de informações implícitas que compõem os textos escritos e orais.

■ Alertar o leitor para tirar proveito no texto oral e no texto escrito de implícitos verbais.

■ Conscientizar o leitor de que os subentendidos pertencem à subjetividade do autor e de que os pressupostos estão presentes no texto. Do primeiro o autor pode safar-se, afirmando que “não era bem isso que eu queria dizer”, mas do segundo não há como fugir da interpretação do leitor.

■ Ampliar a capacidade de observação do leitor para a focalização de implícitos verbais constantes do texto que lhe dão uma direção de interpretação.

■ Esclarecer que os implícitos verbais constituem também instrumentos argumentativos.

1. Você normalmente presta atenção nos implícitos verbais veiculados na comunicação oral e na escrita?

2. Ao observar um subentendido numa discussão, qual seu comportamento, sua reação?

3. O pressuposto verbal é um expediente comum tanto na comunicação oral, como na escrita. Eles são compostos por expressões como: continua, de novo, , ainda. Que providências toma para não interpretá-los erroneamente? Por exemplo: “Você está atrasada de novo!”

Ver todos os capítulos
Medium 9788597019179

Capítulo 7 Coerência

TOMASI, Carolina; MEDEIROS, João Bosco Grupo Gen ePub Criptografado

■ Aprimorar a preocupação do leitor com a necessidade de coerência textual.

■ Discutir a relevância da coerência textual para conscientizar o leitor sobre a necessidade de produzir textos que tenham sentido.

■ Aprimorar a prática de expressões em que as ideias se relacionam harmoniosamente.

■ Praticar com o leitor a coerência textual, alertando-o sobre os perigos da incoerência.

■ Conscientizar o leitor de que coesão e coerência andam de mãos dadas.

1. Na vida, de uma pessoa que fala uma coisa e faz outra dizemos que é incoerente. Você poderia dar alguns exemplos de comportamento incoerente (na política, nos clubes de futebol, nas empresas)?

2. Que é um argumento incoerente?

3. Você poderia apresentar exemplos de texto incoerente?

4. Há argumentos que são aparentemente incoerentes, como em: “Jogamos na defesa para podermos atacar mais.” Comente essa frase.

5. Comente a frase: “Éramos 200 corredores ao todo; 50% desistiram no meio do caminho. E chegamos ao fim da corrida com 80 pessoas.”

Ver todos os capítulos
Medium 9788597019179

Capítulo 2 Comunicações organizacionais

TOMASI, Carolina; MEDEIROS, João Bosco Grupo Gen ePub Criptografado

■ Explicitar o que são comunicações organizacionais.

■ Reconhecer os vários estágios da comunicação pelos quais passaram as empresas nas últimas décadas.

■ Entender que comunicação é processo e que, portanto, todos os seus elementos devem ser considerados no ato de comunicação.

■ Habilitar o leitor para compreender as metáforas veiculadas nas mais diversas mensagens que ocorrem no interior das organizações.

■ Habilitar o leitor para compreender que a comunicação empresarial é fator indispensável para o sucesso de qualquer empresa.

1. Que você acha de as empresas fecharem-se à imprensa?

2. Que pensa de uma empresa considerar relevante conquistar o apoio da opinião pública?

3. Tornar público, via imprensa, o trabalho de uma empresa é uma prestação de contas à sociedade? Por quê?

4. Comente a frase: “Todos nós somos influenciados pela reputação de uma empresa quando escolhemos o que comprar.”

Ver todos os capítulos
Medium 9788597019179

Capítulo 3 Comunicação externa e interna e estratégia de relações humanas

TOMASI, Carolina; MEDEIROS, João Bosco Grupo Gen ePub Criptografado

■ Refletir sobre conceitos de comunicação empresarial e necessidade de clareza e transparência da comunicação.

■ Discutir com o leitor como a linguagem pode tornar a comunicação eficaz.

■ Desenvolver habilidades para a comunicação entre os empregados da empresa e mostrar como a comunicação interna é tão importante quanto a externa.

■ Desmistificar o silêncio. Aprender que todos podem comunicar-se dentro de uma empresa e que a comunicação de todos é importante para uma organização.

■ Mostrar que a comunicação é tornar comum uma ideia, um pensamento, uma informação. Não é necessário ser um papa-gramática para se comunicar com uma pessoa de grau hierárquico superior.

1. Por que será que o profissional de comunicação é visto dentro das empresas como alguém a ser chamado para apagar incêndio e não como alguém a participar de decisões ou dar pareceres que possam antecipar futuros problemas de imagem da organização?

2. Uma grande rede de supermercados comprou outra e está gerando grande preocupação dos consumidores. Você, comunicador profissional, não foi ouvido quando tomaram a decisão de compra, embora tivesse o que dizer. Como você acalmaria o público, que teme a falta de concorrência e a elevação dos preços? Como reagiria com relação a seus superiores, que não consultaram um especialista de comunicação antes de tomar a decisão de compra da outra rede de supermercados?

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos