15 capítulos
Medium 9788521629436

Parte III. 14 - A Indústria de Esporte Profissional nos EUA

VANCE, Patricia de Salles; NASSIF, Vânia Maria Jorge; MASTERALEXIS, Lisa Pike Grupo Gen PDF Criptografado

Vance — Prova 5 — 12/5/2015 — Maluhy&Co. — página 267

14

A Indústria de Esporte

Profissional nos EUA

Lisa Pike Masteralexis1

Os objetivos deste capítulo são:

. Descrever a estrutura da indústria de esporte profissional nos

Estados Unidos da América.

. Apresentar a estrutura de entidade única e de sindicatos das ligas profissionais, entre outros elementos específicos do mercado norte-americano.

. Destacar o uso de ferramentas analíticas para a avaliação do desempenho de jogadores.

Introdução

Em 2013, calcula-se que o volume de negócios da indústria de esportes nos Estados Unidos tenha alcançado aproximadamente US$ 470 bilhões (Plunckett

Research, 2013a). Os gastos corporativos anuais com propaganda esportiva nos

Estados Unidos encerraram o ano em cerca de US$ 31,5 bilhões. As estimativas foram apuradas a partir da análise das receitas de 2012 das Ligas Profissionais

1

Chefe do departamento e Professora-Associada do Mark H. McCormack Department of Sport

Ver todos os capítulos
Medium 9788521629436

Parte II. 7 - Marketing Esportivo no Brasil

VANCE, Patricia de Salles; NASSIF, Vânia Maria Jorge; MASTERALEXIS, Lisa Pike Grupo Gen PDF Criptografado

Vance — Prova 3 — 5/5/2015 — Maluhy&Co. — página 117

7

Marketing Esportivo no Brasil

Ary José Rocco Jr .1 | Patricia de Salles Vance2

Os objetivos deste capítulo são:

. Apresentar os conceitos básicos para o entendimento do marketing esportivo.

. Caracterizar, por meio da apresentação de casos práticos, o papel do marketing esportivo para a Gestão do Esporte.

. Explicar o processo de construção do plano de marketing para o esporte.

. Descrever a aplicação do composto de marketing para o esporte.

1

É professor e pesquisador do Programa de Mestrado Profissional em Administração – Gestão do

Esporte da Universidade Nove de Julho, na área de marketing esportivo.

2 Atuou como professora do Programa de Mestrado Profissional em Administração – Gestão do

Esporte da Universidade Nove de Julho, na área de marketing esportivo. Possui doutorado e mestrado em Administração de Empresas pela FEA-USP e graduação em Economia pela PUC-RJ.

Ver todos os capítulos
Medium 9788521629436

Parte III. 13 - O Legado dos Jogos Olímpicos da Era Moderna – Reflexões sobre Megaeventos Esportivos

VANCE, Patricia de Salles; NASSIF, Vânia Maria Jorge; MASTERALEXIS, Lisa Pike Grupo Gen PDF Criptografado

Vance — Prova 5 — 12/5/2015 — Maluhy&Co. — página 243

13

O Legado dos Jogos Olímpicos da

Era Moderna – Reflexões sobre

Megaeventos Esportivos

Roberto Maluf de Mesquita1 | Leandro Carlos Mazzei2

Os objetivos deste capítulo são:

. Introduzir os conceitos de governança especificamente no contexto da gestão do esporte e da gestão de um megaevento esportivo.

. Apresentar os conceitos de legados, um breve histórico dos

Jogos Olímpicos da Era Moderna e fatos relevantes em edições dos megaeventos esportivos.

. Apresentar breve reflexão sobre projeto de legado dos Jogos

Olímpicos do Rio de Janeiro .

1

Coordenador Pedagógico da Escola da Porto Alegre Cia. de Dança.

Professor do Programa de Mestrado Profissional em Administração – Gestão do Esporte da

Universidade Nove de Julho.

2



Vance — Prova 5 — 12/5/2015 — Maluhy&Co. — página 244

 Capítulo 

Ver todos os capítulos
Medium 9788521629436

Parte I. 3 - Políticas Públicas do Esporte no Brasil

VANCE, Patricia de Salles; NASSIF, Vânia Maria Jorge; MASTERALEXIS, Lisa Pike Grupo Gen PDF Criptografado

Vance — Prova 4 — 7/5/2015 — Maluhy&Co. — página 35

3

Políticas Públicas do

Esporte no Brasil

Leandro Carlos Mazzei1

O objetivo deste capítulo é:

Iniciar discussão e reflexão sobre políticas públicas relacionadas com o esporte no Brasil.

Serão abordados no texto:

. Contextualização

. Conceito

. Alternativas para aplicação de políticas esportivas no Brasil.

Histórico do Ministério do Esporte no Brasil

A história institucional do esporte no Brasil teve início em 1937, quando, por intermédio da Lei nº 378 de 13/03/37, foi criada a DIVISÃO DE EDUCAÇÃO FÍSICA do Ministério da Educação e Cultura.

1

Professor e pesquisador do Programa de Mestrado Profissional em Gestão do Esporte da Universidade Nove de Julho.



Vance — Prova 4 — 7/5/2015 — Maluhy&Co. — página 36

 Capítulo 

Em 1970, a divisão foi transformada em DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E DESPORTOS, ainda vinculado ao Ministério da Educação e Cultura. Na sequência, em 1978, esse departamento foi transformado em

Ver todos os capítulos
Medium 9788521629436

Parte II. 11 - Vendas de Produtos Esportivos

VANCE, Patricia de Salles; NASSIF, Vânia Maria Jorge; MASTERALEXIS, Lisa Pike Grupo Gen PDF Criptografado

Vance — Prova 3 — 5/5/2015 — Maluhy&Co. — página 195

11

Vendas de Produtos Esportivos

Steve McKelvey1

Os objetivos deste capítulo são:

. Destacar a relevância da função de vendas para as organizações esportivas.

. Descrever elementos fundamentais para o desenvolvimento de uma equipe de vendas de sucesso.

. Apresentar táticas para promover o crescimento das vendas de ingressos.

Mais de  pacotes de ingressos são adquiridos pelos sócios; vendas até  horas de sábado ()

Mais de  pacotes de ingressos incluindo os jogos contra Criciúma (/),

Náutico (/) e o clássico contra o São Paulo (/ – data a ser confirmada pela CBF) já foram adquiridos pelos sócios do Santos. O pacote, exclusivo para associados, está disponível para compra pelo www.sociorei.com.br até  horas deste sábado () – véspera do jogo contra o Criciúma –, caso o número limite não esgote antes.

Fonte: http://www.santosfc.com.br/noticias/conteudo.asp?id=#.UqJPvWTwJA.

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos