21 capítulos
Medium 9788536306209

Capítulo VI - O PAI INCESTUOSO

Lichtenstein Corso, Diana Grupo A PDF Criptografado

Capítulo VI

O PAI INCESTUOSO

Bicho Peludo, Pele-de-Asno, A Ursa e Capa-de-Junco

A importância do desejo paterno para o amadurecimento sexual da menina –

Complexo de Édipo feminino – Construção da sedução feminina –

Restos maternos no amor adulto.

O drama em comum xistem duas histórias muito semelhantes, Bicho Peludo, nos irmãos Grimm, e Pele-de-Asno, em Perrault, provavelmente oriundas de fontes anteriores comuns. Uma destas que contribuiu para a popularização de tais narrativas é certamente

A Ursa, de Giambatistta Basile.

Embora seu desfecho se distancie das demais, razão pela qual trabalharemos esse conto em separado, o começo é praticamente igual nas três histórias: num reino idílico, um rei bem quisto pelo seu povo desposou uma rainha linda e sábia e tudo corre muito bem. A felicidade não pára por aqui, dessa união resulta uma filha, que é tão bonita e cheia de predicados como a mãe.

E

Mas se tudo andasse às mil maravilhas, não haveria história para contar, então a rainha adoece.

Todos os médicos do reino são chamados, mas ninguém consegue curá-la e fica claro que a rainha vai morrer em breve. Já no leito de morte, com muito esforço, a rainha chama o rei e lhe dirige um último pedido: que ele não torne a casar-se senão com uma mulher tão linda e virtuosa quanto ela. Uma vez que o rei, cego de amor e de dor, aceita o pedido e jura não vir a tomar outra esposa que não seja melhor do que ela, a rainha fecha os olhos e morre em paz.

Ver todos os capítulos
Medium 9788536306209

Capítulo XI - HISTÓRIAS DE AMOR III: FINAIS INFELIZES

Lichtenstein Corso, Diana Grupo A PDF Criptografado

Capítulo XI

HISTÓRIAS DE AMOR III:

FINAIS INFELIZES

Barba Azul, O Pássaro do Bruxo, Nariz de Prata, e As Três Folhas da Cobra

Curiosidade feminina – O preço da iniciação sexual das mulheres –

Oposição paterna ao amadurecimento da filha – Ruptura da submissão e da ingenuidade femininas – Construção da imagem corporal –

Caráter desestruturante das perdas amorosas – Ciúme patológico.

as histórias que precedem, analisadas nos dois últimos capítulos, a assimetria do casal encontra, no final do relato, alguma solução; entretanto, essa sorte não é regra, o mesmo não acontece em Barba Azul,1 nem nos contos que vamos analisar agora. Existem várias histórias que dão conta de desencontros amorosos, com maridos cruéis, esposas jovens e curiosas, redundando num casamento que fracassa. São as tramas em que o estranhamento entre marido e mulher não encontra resolução, e o laço amoroso não se consolida. Barba

Azul, popularizado por Perrault, que deu tintas literárias, ao estilo da época, a uma narrativa folclórica anterior, pode ser considerado o conto modelo sobre esse tema.

Ver todos os capítulos
Medium 9788536306209

Capítulo XVII - O PAI ILUSIONISTA

Lichtenstein Corso, Diana Grupo A PDF Criptografado

Capítulo XVII

O PAI ILUSIONISTA

O Mágico de Oz

O novo conto de fadas – Vicissitudes da função paterna a partir da modernidade –

O pai idealizado da primeira infância – Reconhecimento da fragilidade do pai –

A construção da autonomia – Busca da autorização dos pais para crescer

Mágico de Oz foi um dos contos de fadas modernos de maior sucesso de público do século XX, dadas as dimensões do mundo, comparável à chegada de Harry Potter, quase um século depois. Considerando os contos de fadas como variações sobre estruturas básicas, esse clássico norte-americano poderia ser um bom exemplo da sobrevivência do gênero dos contos maravilhosos, já que muitos elementos dos relatos folclóricos tradicionais podem ser encontrados nele. Há uma heroína criança realizando uma jornada de crescimento que inclui perigos, dos quais ela se safa graças ao auxílio de expedientes e seres mágicos, com quem faz aliança em conseqüência de sua boa índole. Há ainda quatro bruxas (duas boas, duas más), objetos mágicos, outras dimensões das quais se entra e se sai, animais falantes,

Ver todos os capítulos
Medium 9788536306209

Capítulo X - HISTÓRIAS DE AMOR II: AS METAMORFOSES

Lichtenstein Corso, Diana Grupo A PDF Criptografado

Capítulo X

HISTÓRIAS DE AMOR II:

AS METAMORFOSES

A Leste do Sol e a Oeste da Lua, O Carneiro Encantado,

O Lobo Branco, Cupido e Psique, A Pequena Sereia e Hans, o Ouriço

Transição dos laços afetivos nos primeiros amores –

Resistência dos pais aos novos amores dos filhos – Maturação do casal –

Amantes como estrangeiros entre si – Dificuldades na saída da casa paterna –

Rejeição parental – Revezes da concepção

O noivo animal o capítulo anterior tratamos de exemplos de noivo animal, mas são histórias que, embora pertencentes a essa classificação, não são típicas. Existem contos, em vários folclores, de personagens do tipo noivo animal com uma estrutura mais parecida com o que vamos trabalhar agora.

Em um conto da tradição norueguesa, compilado por Peter Christien Asbjørnsen e Jørgen Moe, chamado

A Leste do Sol e a Oeste da Lua,1 temos um dos mais clássicos exemplos de noivo animal. Nele uma família muito pobre é confrontada com a proposta de um urso que lhes promete riqueza se lhe cederem a filha caçula, uma menina muito bela, em casamento. Com

Ver todos os capítulos
Medium 9788536306209

Capítulo I - EM BUSCA DE UM LUGAR

Lichtenstein Corso, Diana Grupo A PDF Criptografado

Capítulo I

EM BUSCA DE UM LUGAR

O Patinho Feio, Dumbo e Cachinhos Dourados

Desamparo infantil – Valor da infância na modernidade – Vínculo mãe-bebê –

Angústia de separação – Valor social da maternidade e do amor materno –

Sentimentos de inadequação e de rejeição na família

Andersen foi, sozinho, responsável por um revigoramento do conto de fadas e um alargamento de seus limites para acomodar novos desejos e fantasias.

Maria Tatar1 cabeça é desproporcionalmente grande; as pernas, praticamente atrofiadas, são incapazes de sustentar o corpo; os olhos têm uma película opaca e azulada que lhe torna o olhar enevoado; o cheiro não é melhor que a aparência: fezes e vômito são emanações constantes. Às vezes são carecas, não possuem linguagem, produzem sons desagradáveis e guturais emitidos a plenos pulmões.

E ainda achamos um bebê bonito.

A beleza que os adultos percebem em seus bebês recém-nascidos é totalmente reativa diante do que eles

A

realmente são. Com o tempo, vão ficando graciosos, rosados e proporcionais, capazes de comunicação, estando realmente habilitados a ocupar um lugar ao sol.

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos