Waksman Renata Dejtiar Schvartsman Cl Udio (9)
  Título Autor Editora Formato Comprar item avulso Adicionar à Pasta
Medium 9788520439081

Seção 4 – Amamentação

WAKSMAN, Renata Dejtiar; SCHVARTSMAN, Cláudio Editora Manole PDF Criptografado

Seção 4

AMAMENTAÇÃO

Coordenadoras

Alice D'Agostini Deutsch

Maria Fernanda Pellegrino da Silva Dornaus

179

21

Anatomia e fisiologia das mamas

Maria Fernanda Pellegrino da Silva Dornaus

Introdução

Muitas mulheres que engravidam de gêmeos pensam que não conseguirão amamentar e que não terão leite em quantidade suficiente para seus filhos. Conhecendo melhor a anatomia e a fisiologia das mamas, é possível compreender que o organismo faz todos os ajustes necessários para atender à demanda dos bebês.

É importante destacar que o leite materno é o melhor alimento e propicia melhores condições de saúde aos bebês. O sucesso da amamentação está vinculado ao compromisso e ao desejo materno de amamentar os bebês, favorecendo que dificuldades iniciais sejam superadas.

Desenvolvimento das mamas

No feto, a glândula mamária começa a se desenvolver na sexta semana de vida intrauterina. No momento do nascimento, os principais ductos mamários já estão formados. Logo após o nascimento, as mamas de meninos e meninas podem excretar um líquido em razão da estimulação

181

Ver todos os capítulos
Medium 9788520439081

Seção 2 – A experiência no hospital

WAKSMAN, Renata Dejtiar; SCHVARTSMAN, Cláudio Editora Manole PDF Criptografado

Seção 2

A EXPERIÊNCIA NO HOSPITAL

Coordenadoras

Alice D'Agostini Deutsch

Maria Fernanda Pellegrino da Silva Dornaus

95

11

Sala de parto

Rosa Maria Neme

Mariano Tamura Vieira Gomes

Romy Schmidt Brock Zacharias

Introdução

O nascimento é um momento muito especial e dotado de bastante ansiedade e preocupação por parte dos pais e da equipe médica. Nesse momento tão esperado, a sequência dos eventos pode acontecer de forma tão rápida que é difícil explicar em detalhes todos os procedimentos e solucionar todas as dúvidas dos pais imediatamente. Além do mais, por representar um momento tão único, muitas vezes os próprios pais não conseguem expressar todos os seus questionamentos nessa hora. Portanto,

é recomendável aos pais de gêmeos que conversem com o obstetra e o pediatra antes do momento do parto e se informem de todos os cuidados que serão realizados com cada um dos recém-nascidos.

Como já vimos no capítulo 10, “O papel do pai e da família”, da

Ver todos os capítulos
Medium 9788520439081

Seção 9 – Consulta adicional

WAKSMAN, Renata Dejtiar; SCHVARTSMAN, Cláudio Editora Manole PDF Criptografado

Seção 9

CONSULTA ADICIONAL

Coordenador

Cláudio Schvartsman

465

60

Livros e sites de interesse

Eduardo Juan Troster

Carlos Augusto Cardim de Oliveira

Renata Dejtiar Waksman

LIVROS RECOMENDADOS

Em língua portuguesa

Título do livro

Autoria

Observações

Estudo de gêmeos

Bernardo Beiguelman

Livro eletrônico publicado em formato PDF

Gêmeos, trigêmeos ou o que mais vier – O guia da mãe 24 horas

Sara Gonçalves

-

Criando gêmeos e múltiplos em idade escolar

Christina Baglivi Tinglof

-

Criando filhos gêmeos

Patrícia Maxwell Malmstrom e

Janet Poland

-

Conversando sobre gêmeos

Maria Elizabeth Barreto Tavares

Viotto

-

Gêmeos - Harlequin Special Ed.84

Rebecca Winters

eBook Kindle

467

Gêmeos e Múltiplos

Em língua inglesa

Título do livro

Autoria

Observações

Twins: from conception to five years

Ver todos os capítulos
Medium 9788520439081

Seção 3 – A alta hospitalar e a ida para casa

WAKSMAN, Renata Dejtiar; SCHVARTSMAN, Cláudio Editora Manole PDF Criptografado

Seção 3

A ALTA HOSPITALAR E

A IDA PARA CASA

Coordenadoras

Alice D'Agostini Deutsch

Maria Fernanda Pellegrino da Silva Dornaus

135

16

Preparo para a alta hospitalar

Roberta Ferreira Belini

Simone Maria Orsi Climeni Silva

Introdução

Em geral, os gemelares prematuros ou aqueles que apresentam qualquer problema clínico e são admitidos na unidade de terapia semi-intensiva

(UTSI) estarão prontos para receber alta hospitalar quando atingirem um peso superior a 1,8 kg, com ganho de peso diário, controle da temperatura corporal adequada, padrão respiratório sem nenhuma alteração e aceitação da alimentação adequada. É importante que os pais também estejam prontos para a alta e aptos a prestar os cuidados necessários aos bebês em casa.

O banho

Uma das orientações mais importantes é sobre o banho. Antes de iniciar os cuidados com o bebê, devem-se retirar anéis, pulseiras e relógio, pois podem machucar a pele sensível da criança. Em seguida, lavar as mãos ou higienizar com álcool em gel antisséptico.

Ver todos os capítulos
Medium 9788520439081

Seção 5 – A nova família

WAKSMAN, Renata Dejtiar; SCHVARTSMAN, Cláudio Editora Manole PDF Criptografado

Seção 5

A NOVA FAMÍLIA

Coordenadora

Maria Fernanda Pellegrino da Silva Dornaus

247

32

Como lidar com a ansiedade e o desafio de ser pais de gêmeos ou múltiplos

Ana Merzel Kernkraut

Introdução

Ser pais de bebês múltiplos é fascinante sob determinada ótica, mas também pode ser fonte de medo e insegurança com o que está por vir.

O nascimento de um bebê causa um grande impacto na vida de um casal, pois sua estrutura de vida é modificada. A partir do nascimento do primeiro filho, os novos pais passam do status de casal para assumirem o status de família. Todos os preparativos, como a arrumação do quarto, o enxoval do bebê, além do preparo psicológico e financeiro dos pais, podem ser fonte geradora de certa ansiedade. Em caso de gêmeos ou múltiplos, essas questões citadas são obviamente multiplicadas.

As transformações de aspectos práticos que muitas vezes ocorrem são a mudança de casa, de veículo e a contratação de funcionários para auxiliar com o cuidado dos bebês, por exemplo. Adicionalmente, a chegada de múltiplos faz surgir nos pais dúvidas de aspecto emocional, como:

Ver todos os capítulos

Ver Todos

Lopez Fabio Ancona Campos Jr Diocl Cio (19)
  Título Autor Editora Formato Comprar item avulso Adicionar à Pasta
Medium 9788520432846

Atividade física, esporte e lazer na adolescência

LOPEZ, Fabio Ancona; CAMPOS JR., Dioclécio Editora Manole PDF Criptografado

Atividade física, esporte e lazer na adolescência

Importância da atividade física e do esporte

A prática de atividade física, o esporte e o lazer são fatores indispensáveis para uma vida saudável. No Brasil, felizmente, esse conceito tem se disseminado, levando as pessoas a incorporarem o exercício físico em sua rotina diária.

O esporte na adolescência e em qualquer etapa da vida deve ser muito valorizado, como se observa em países mais desenvolvidos, com grande adesão dos jovens e da população em geral. O número estimado de crianças envolvidas nos programas de iniciação esportiva, nos anos de 1990 a 2000, é impressionante: algumas centenas de milhões no mundo.

No Brasil, a população adolescente que pratica atividade física e esporte ainda é pequena, fato que deve ser lamentado, tendo em vista seus benefícios, principalmente nesse período da vida.

A prática esportiva é importante na adolescência; entretanto, o jovem desconhece que há um limite genético e correspondente à idade para o desenvolvimento muscular e que este depende de atividade física ordenada e supervisionada, repouso e alimentação adequada para alcançar um desempenho melhor.

Ver todos os capítulos
Medium 9788520432846

Sexualidade na adolescência

LOPEZ, Fabio Ancona; CAMPOS JR., Dioclécio Editora Manole PDF Criptografado

Sexualidade na adolescência

ATENÇÃO

A falta de orientação adequada sobre sexualidade contribui para comportamentos de risco, que podem resultar, por exemplo, em doenças sexualmente transmissíveis e gravidez precoce não planejada. As orientações sobre sexua­ lidade devem ser feitas de acordo com a idade e dentro de um contexto adequado.

É interessante notar que, tanto na fase de bebê como enquanto as crianças ainda são pequenas, são raros os questionamentos ou as dúvidas sobre sexualidade dirigidas aos pediatras. A partir da adolescência, essa situação muda e essa passa a ser uma das principais preocupações de pais, educadores e profissionais de saúde.

Curiosidades sobre diferenças e mudanças corporais são normais. A infância e o amadurecimento da sexualidade fazem parte do processo de desenvolvimento físico e emocional, desde a mais tenra idade.

Antigamente, os pais evitavam falar com os filhos sobre sexualidade, predominando atitudes omissas, porque se pensava que era “melhor não tocar no assunto para não despertar o interesse”. Hoje, sabe-se que informações distorcidas podem ser transmitidas por amigos, pessoas pouco preparadas e pela mídia. Além disso, a ausência de orientação adequada contribui para comportamentos de risco, que podem levar a consequências danosas, como doenças sexualmente transmissíveis e gravidez precoce não planejada.

Ver todos os capítulos
Medium 9788520432846

Vacinação na adolescência

LOPEZ, Fabio Ancona; CAMPOS JR., Dioclécio Editora Manole PDF Criptografado

Vacinação na adolescência

ATENÇÃO

Salientamos a importância dos pais e da família no processo de vacinar os filhos, crianças e adolescentes, evitando graves complicações ou problemas no futuro.

Salientamos a importância dos pais e da família no processo de vacinar os filhos, crianças e adolescentes, evitando graves complicações ou problemas no futuro.

Programa de vacinação para adolescentes

Para que se tenha sucesso com um programa de vacinação para adolescentes e para que haja conscientização deles sobre a importância das vacinas, vários aspectos dessa faixa etária devem ser considerados:

• a dificuldade na sensibilização da importância da vacina;

• a resistência dos adolescentes a tomar injeções;

• a falta de adesão a todas as doses quando necessárias mais de uma;

• a sensação de invulnerabilidade própria da idade;

• a falta de registro das vacinas já recebidas;

• a interrupção do esquema básico já iniciado;

• �a falta de oferta pelo sistema público de saúde de todas as vacinas indicadas para essa faixa etária.

Ver todos os capítulos
Medium 9788520432846

Crescimento e desenvolvimento na adolescência

LOPEZ, Fabio Ancona; CAMPOS JR., Dioclécio Editora Manole PDF Criptografado

A adolescência é o período intermediário entre a infância e a fase adulta. Embora biologicamente considerada pela Organização

Mundial da Saúde (OMS) como o período de 10 a 20 anos, tem variações etárias para os diferentes padrões legais das diversas nações. No Brasil, o Estatuto da Criança e do Adolescente considera adolescente aquele que tem entre 12 e 18 anos .

Às profundas transformações psicossexuais que ocorrem na adolescência, somam-se as transformações biológicas, destacando-se o aparecimento de caracteres sexuais (características específicas da sexualidade de meninos e meninas).

Por puberdade se entendem as variações no organismo (somáticas) que ocorrem na adolescência. Mesmo após ter sido atingida a maturação biológica, o fenômeno “adolescência” ainda pode persistir por vários anos.

Mudanças no corpo

O QUE VOCÊ

DEVE SABER

Os primeiros sinais da puberdade na menina ocorrem entre 8 e 12 anos de idade; nos meninos, entre 10 e 14 anos.

Ver todos os capítulos
Medium 9788520432846

A consulta médica na adolescência

LOPEZ, Fabio Ancona; CAMPOS JR., Dioclécio Editora Manole PDF Criptografado

Durante muito tempo, não havia um profissional especificamente preparado para o atendimento de adolescentes. Os pediatras limitavam o atendimento até 10 a 12 anos de idade e os clínicos só atendiam acima de 21 anos.

Por que isso acontecia? Provavelmente porque saúde era sinônimo de ausência de doença, e a ideia era: “Para que os adolescentes precisam de um profissional de saúde se adoecem pouco?”.

A partir do século XX, o conceito de saúde sofreu uma ampliação e passou a ser compreendido como o bem-estar físico e também emocional e social.

Por que levar o adolescente para consulta com o pediatra?

Normalmente, os pais levam os filhos ao pediatra uma vez por mês no primeiro ano de vida; no segundo ano, ainda de forma regular, porém mais espaçadamente; a partir daí, somente se as crianças apresentam algum problema de saúde.

Quando aparecem os primeiros sinais da puberdade ou as mudanças de comportamento e de humor que sinalizam a entrada na adolescência, costumam surgir dúvidas e inquietações: “Tudo isso é normal?”, “É necessário o acompanhamento médico?”, “Que tipo de médico devemos procurar?”

Ver todos os capítulos

Ver Todos

Blau Melinda Hogg Tracy (12)
  Título Autor Editora Formato Comprar item avulso Adicionar à Pasta
Medium 9788520440933

11. Conflitos entre pais e filhos

BLAU, Melinda; HOGG, Tracy Editora Manole PDF Criptografado

Capítulo onze

Conflitos entre pais e filhos

A maravilha do autocontrole

Você tem poder sobre a sua mente – não sobre eventos externos. Quando perceber isso, você encontrará força.

— Marcus Aurelius, em Meditações

Eu deveria dizer aqui, porque alguns em

Washington gostam de pensar em formas de controlar a internet, que não precisamos

“controlar” a liberdade de expressão, precisamos controlar a nós mesmos.

— Peggy Noonan, em Patriotic Grace

301

Cap11.indd 301

31/10/14 6:38 PM

A Encantadora de Famílias

Na casa dos Grayson, pequenos conflitos são uma ocorrência diária, e todos culpam Quincy, de 10 anos. Em casa, ele deixa os pais exaustos e repetidas vezes perde amigos na escola. “Ele é uma criança difícil – sempre foi”, diz

Janet, sua mãe. “Mas frequentemente me pergunto quanto disso é minha culpa. Na maior parte das vezes, tenho vontade de esganá-lo – e ele deve saber disso.”

“Quincy é muito arrogante”, acrescenta o pai. “Ele fica mais feliz quando está no comando. Depois de se reunir com os amigos em casa, muitas das crianças não querem mais voltar.”

Ver todos os capítulos
Medium 9788520440933

1. Mude seu foco

BLAU, Melinda; HOGG, Tracy Editora Manole PDF Criptografado

Capítulo um

Mude seu foco

Do pensamento de pai/mãe ao pensamento de família

Uma família é uma unidade composta não só de crianças, mas também de homens, mulheres, algum animal ocasional e o resfriado comum.

— Ogden Nash

11

Cap01.indd 11

31/10/14 6:37 PM

A Encantadora de Famílias

Quando sua primeira filha nasceu, há 15 anos, Sara Green, hoje com 49 anos de idade, sabia intuitivamente que ter um bebê significava mais do simplesmente se tornar mãe. “Eu estava superconsciente, desde o momento em que a Katy nasceu, de que o Mike, a Katy e eu éramos uma família”, lembra ela. “Era uma relação totalmente nova. E eu sabia que queria protegê-la.”

Durante os primeiros dias, Sara afastava todo mundo. Queria manter o restante do clã sob controle, para que ela e Mike pudessem começar a definir sua família. Ela sabia que, em breve, eles iriam interagir com seus pais e irmãos, bem como os vários parentes, sem mencionar médicos, professores, orientadores, pais de outras crianças, clérigos e inúmeras outras pessoas que influenciariam os três. Mas, naquele momento, ela ainda não queria ouvir os comentários nem conselhos de ninguém.

Ver todos os capítulos
Medium 9788520440933

3. Indivíduos: crescer e aparecer

BLAU, Melinda; HOGG, Tracy Editora Manole PDF Criptografado

Capítulo três

Indivíduos: crescer e aparecer

Desenvolver o R.E.A.L.

Eu sou o que sou graças ao que somos todos nós.

— Definição de Ubuntu

Uma pessoa que segue a filosofia Ubuntu é aberta e disponível aos outros; apoia os demais; não se sente ameaçada pelo fato de outros serem capazes e bons; possui uma autoconfiança apropriada, que advém do reconhecimento de si mesmo como parte de um todo; e é diminuída pela humilhação ou diminuição dos outros, quando os outros são torturados ou oprimidos.

— Arcebispo Desmond Tutu

47

Cap03.indd 47

4/11/14 9:32 AM

A Encantadora de Famílias

A família Hightower — formada por Corbyn, Larry e os três filhos — está vivendo o sonho americano, confortavelmente instalada em um elegante subúrbio, com catálogos de lojas chegando diariamente para incitá-los a consumir. Corbyn ganha muito dinheiro trabalhando como representante de vendas autônoma para uma empresa de produtos orgânicos, enquanto

Ver todos os capítulos
Medium 9788520440933

5. Laços familiares adultos

BLAU, Melinda; HOGG, Tracy Editora Manole PDF Criptografado

Capítulo cinco

Laços familiares adultos

Por opção e por acaso

Pare de brigar com os seus familiares, cônjuge ou amigos.... Curta cada um deles. Pare de olhar para as falhas do outro. Comece a apreciar as qualidades de cada um. A vida é curta.... Quando a pessoa vai embora, você pode apreciar a qualidade de vida que tinham juntos, em vez de lamentar que você desperdiçou o tempo, que poderia ter feito melhor. Isso o confortará. E irá ajudá-lo a superar a perda e a tristeza.

– Gelek Rimpoche, em Tricycle [“Triciclo”]

118

Cap05.indd 118

31/10/14 5:52 PM

Laços familiares adultos

Pense nos adultos presentes em seu último jantar importante de família

(um feriado, uma ocasião especial ou uma data importante). Do outro lado da mesa, talvez na cabeceira, está o seu parceiro – o único relacionamento que você de fato escolheu. Em torno da mesa estão vários outros adultos, mais jovens e mais velhos que você. Alguns sempre fizeram parte de sua vida, foram destinados a você pelo acaso – os pais que o conceberam ou o adotaram, os irmãos que vieram antes e depois de você. Outros são parte de toda uma rede de pessoas que você herdou quando escolheu um companheiro – os pais e os irmãos dele ou dela, os parentes do seu parceiro.

Ver todos os capítulos
Medium 9788520440933

4. Relacionamentos: sua prioridade número 1

BLAU, Melinda; HOGG, Tracy Editora Manole PDF Criptografado

Capítulo quatro

Relacionamentos: sua prioridade número 1

As questões de conexão

Viva sem fingir,

Ame sem depender,

Ouça sem ficar na defensiva,

Fale sem ofender,

Dê sem querer nada em troca,

Construa sem despedaçar.

— Nina Roberta Baker

83

Cap04.indd 83

31/10/14 6:36 PM

A Encantadora de Famílias

Olhando novamente as fotos excitantes da cena, Elizabeth Weil, então com

43 anos de idade, não conseguia acreditar que “quisera fugir”. Mas lá estava ela, a uma altura de mais de 3.000 m acima do nível do mar, com os sogros, o marido e as duas filhas do casal, indo acampar “no meio do nada aos pés do Lago Chickenfoot”. Tendo crescido em um agradável subúrbio de Boston, aquela não era a concepção que tinha de ótimas férias em família. Entretanto, ela sabia que casamento envolve compromisso. Essa viagem era o modo dela de apoiar o lado amante da natureza e da vida ao ar livre de seu marido, filho de esquerdistas de Berkeley.

Ver todos os capítulos

Ver Todos