194 capítulos
Medium 9788577805617

4. ADICIONANDO ANIMAÇÃO

Adobe Creative Team Grupo A PDF Criptografado

LIÇÃO 4 115

Adicionando Animação

A animação

Animação é o movimento, ou deslocamento, dos objetos ao longo do tempo. A animação pode ser tão simples quanto mover uma caixa no Stage de um frame para o seguinte como pode ser muito mais complexa. Como veremos nesta lição, você pode animar muitos aspectos diferentes de um objeto: pode mover objetos ao longo do Stage, alterar as cores ou transparências, mudar o tamanho ou rotação e até mesmo animar os filtros especiais que você viu na lição anterior. Além disso, você também tem controle sobre o trajeto do movimento e mesmo sobre sua atenuação, que é o modo como um objeto acelera ou desacelera.

O fluxo de trabalho básico para a animação é: selecione o objeto no Stage, clique com o botão direito do mouse, ou clique com a tecla Ctrl pressionada, e escolha

Create Motion Tween no menu de contexto. Mova o cabeçote de reprodução vermelho para um ponto diferente no tempo e mova o objeto para uma nova posição. O Flash cuida do restante.

Interpolações de movimento (motion tweens) criam animação para mudanças na posição do objeto no Stage e para alterações no tamanho, cor ou outros atributos. Interpolações de movimento exigem que você utilize uma instância de símbolo. Se o objeto que você selecionou não for uma instância de símbolo, o Flash automaticamente solicitará que você converta a seleção em um símbolo. O Flash também separa automaticamente interpolações de movimento em camadas próprias, chamadas camadas Tween. Só pode haver uma interpolação de movimento por camada, sem nenhum outro elemento na camada. Camadas de interpolação permitem alterar vários atributos da sua instância em diferentes pontos-chave ao longo do tempo. Por exemplo, uma nave espacial poderia estar no lado esquerdo do Stage no frame inicial e na extrema direita do Stage em um keyframe final, e a interpolação resultante faria com a nave espacial voasse pelo Stage.

Ver todos os capítulos
Medium 9788577806348

7. TRABALHANDO COM MÁSCARAS

Adobe Creative Team Grupo A PDF Criptografado

204 ADOBE AFTER EFFECTS CS4

Classroom in a Book

Sobre máscaras

Uma máscara (mask) no Adobe After Effects é um caminho (path), ou uma linha de contorno, utilizado para modificar os efeitos e as propriedades de uma camada. O uso mais comum de máscaras é modificar o canal alfa de uma camada.

Uma máscara consiste em segmentos e vértices. Segmentos são linhas ou curvas que conectam vértices. Vértices definem onde cada segmento de um caminho começa e termina.

Uma máscara pode ser um caminho aberto ou fechado. Um caminho aberto tem um ponto inicial que não é o mesmo que o ponto final; uma linha reta é um caminho aberto. Um caminho fechado é contínuo e não tem início ou fim, como um círculo. Máscaras de caminho fechado podem criar áreas transparentes para uma camada. Caminhos abertos não podem criar áreas transparentes para uma camada, mas são úteis como parâmetros para um efeito. Por exemplo, você pode gerar uma luz direcional em torno de uma máscara utilizando o efeito Vegas.

Uma máscara pertence a uma camada específica e cada camada pode conter múltiplas máscaras.

Ver todos os capítulos
Medium 9788520432273

6. Um pouco de história

NACCACHE, Andréa Editora Manole PDF Criptografado

223

UM POUCO

DE HISTÓRIA

224

DESIGN

UMA RESPOSTA À

“ARTE DE SALÃO”

Humberto lembra da escola de Walter Gropius, a Bauhaus, quando pensa no alcance popular da criação.

A Bauhaus foi o instituto de arquitetura e design criado por Gropius na cidade alemã de

Weimar, no início do século 20, com o desejo de que muitas das coisas que pareciam ser luxo se tornassem “normais entre as pessoas em um futuro próximo”. Design acessível.

Naquela época, despontavam endereços de arquitetura moderna ao redor do planeta. As formas geométricas, os materiais de escolha e outras características da Bauhaus – cimento, vidro, madeira sem adornos, ângulos retos, amplos ambientes abertos – deixavam para trás os detalhes rebuscados, os cantos em rococó, as marchetarias coloridas e os veludos e sedas decorativos, que vestiam objetos e compunham estilos com nomes em homenagem aos reis da França.

A chegada da modernidade ao design aconteceu no curso da Revolução Industrial e contou com o trabalho de duas figuras distintas: de um lado, o artesão-artista e, de outro, o artesão-máquina, operário de fábrica.

Ver todos os capítulos
Medium 9788536321318

Capítulo 3 - TRANSTORNOS MENTAIS RELACIONADOS A SUBSTÂNCIAS

Landeira-Fernandez, J. Grupo A PDF Criptografado

capítulo 3

TRANSTORNOS

MENTAIS

RELACIONADOS

A SUBSTÂNCIAS

Substâncias psicoativas, também denominadas psicotrópicos, são substâncias naturais ou sintéticas que, quando consumidas, produzem alterações na atividade mental. Através dos tempos, diferentes culturas descobriram e criaram uma grande variedade dessas substâncias, muitas das quais podem levar a processos de dependência.

Frequentemente é utilizada em nosso meio a expressão droga-adicção para designar a dependência química. Todavia, a palavra adicção não existe em português, tratando-se de um anglicismo originado da palavra addiction, que, por sua vez, deriva do termo em latim addictu, que significa “escravo por dívidas” e era utilizado para expressar o fato de um homem, por não dispor de recursos, aceitar ser escravo para saldar dívidas contraídas.

A característica comum das substâncias psicoativas com potencial para causar dependência é a capacidade de aliviar sensações desagradáveis, como ansiedade ou dor, ou de produzir sensações de prazer e bem-estar. Substâncias que aliviam sensações desagradáveis atuam, em geral, inibindo circuitos neurais aversivos, enquanto aquelas que produzem sensações de prazer ativam sistemas de recompensa do cérebro (Cruz; Landeira-Fernandez, 2004).

Ver todos os capítulos
Medium 9788577806188

3. FILMANDO E CAPTURANDO CONTEÚDO DE VÍDEO

Adobe Creative Team Grupo A PDF Criptografado

54 ADOBE PREMIERE PRO CS4

Classroom in a Book

Introdução

O propósito deste livro é ajudá-lo a utilizar o Adobe Premiere Pro para criar vídeos com uma aparência profissional. Para isso você precisa iniciar com um material bruto de alta qualidade. Esta lição dá dicas de como filmar bons vídeos e de como transferi-los para o Adobe Premiere Pro.

Dicas para filmar vídeos incríveis

Com a câmera de vídeo preferida em mãos, está na hora de aventurar-se e produzir vídeos. Se for iniciante em videografia, essas dicas o ajudarão a criar vídeos melhores. Se for experiente, pense nessa lista de princípios como uma maneira de sair da rotina e tornar as coisas um pouco mais interessantes.

· Faça uma tomada de fechamento.

· Faça uma tomada de abertura.

· Filme bastante.

· Siga a regra dos terços.

· Mantenha suas tomadas estáveis.

· Siga a ação.

· Filme sobre trilhos (trucking shots).

· Encontre ângulos incomuns.

· Incline-se para frente ou para trás.

· Utilize tomadas distantes e tomadas próximas.

· Filme uma ação repetitiva em uma sequência (matched action).

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos